1. Spirit Fanfics >
  2. Casamento Arranjado >
  3. Festinha

História Casamento Arranjado - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Festinha


Fanfic / Fanfiction Casamento Arranjado - Capítulo 11 - Festinha

Eu levo um tempo no mercado, escolhendo algumas coisas que posso fazer, gosto de cozinhar, aprendi bem cedo. É terapêutico poder passear pelo mercado, cozinha coisas frescas.

Eu faço as compras com calma, escolho um cardápio fácil, são homens e vão beber, então nada de coisas pesadas, vou fazer um pouco de comida japonesa e petiscos frios, acho que foundi também vai bem, uma mesa com frutas e salada colorida, devem ir bem.

Sobre ter dispensado os empregados, eu disse uma meia verdade, realmente não preciso deles o tempo todo, mas a madrasta do Min tem vindo me visitar as vezes e meu irmão também, meu irmão tem um péssimo costume de quando ficar chateado querer partir para intimidação e violência e a última coisa que eu preciso é que alguém veja esse tipo de coisa e eu tenha que me explicar. Não vou defender o que meu irmão faz, mas também não posso ir contra ele, não por enquanto.

Quando chego em casa não vejo o Min, mas o carro dele está na garagem, mas não vou procura-lo, sei que a nossa última noite foi mais ou menos, mesmo que agente tenha gozado e tal, mas não foi... como posso dizer? Satisfatório?! Eu mesma fiquei frustrada. Mas não pretendo desistir, se ele ainda quiser tentar, eu vou aprender, acho que preciso ver alguns vídeos educativos. Eu li muitos romances e tal, mas teoria e prática dá o diferentes. Deveria existir um livros com o passo a passo pra fazer coisas no sexo. Será que esse livro existe? Depois eu vejo isso.

Conecto meu celular nas caixas de som da casa como de costume e deixo minha play list no aleatório, a grande parte da lista é instrumental clássica, gosto do som do piano, mas também amo violão cello, mas tem alguns sucessos como Elvis, Shakira, Beatles, Bob quem nunca? E deixo a música acalmar minha mente como de costume e começo a preparar as entradas, o prato principal deixo as frutas e salada por último para não ficarem murchas e feias.

- Você tem um gosto musical interessante - Sou tirada do meus pensamento quando alguém entra na cozinha.- Isso é B.B.King?

- Que susto Sr Kim, não o ouvi entrar.

- Me sinto um velho quando me chama de se Kim.

- Não me sinto a vontade para chamar apenas pelo seu nome.

- Quando vai se sentir?

- Não sei, eu levo um tempo.

- Certo certo, o que está fazendo? Onde está o preguiçoso do seu marido?

- Estou fazendo o jantar de mais tarde e não sei onde está o Min, não o vi depois que cheguei do mercado.

- O jantar é por sua conta hoje?

- Sim. Espero que gostem

- A cara está ótima, e se forem tão boa quanto seu gosto musical, acredito que vai ser sucesso.

- Poucas pessoas aqui conhecem B.B.King

- Rei do Blues, mesmo sem gostar tem que ouvir e respeitar, ele manda muito bem no que faz.

- Aqui prove,- ofereço a ela um dos sushis que estou terminando de preparar.

- Você dá comida na boca de outros homens Sra Min? - Yoongi pergunta entrando na cozinha, seu comentário faz parecer que estou fazendo algo errado? - O que é isso?

- Sushi, apenas pedi para o Sr Kim provar, eu já provei muitas coisas, não estou sentindo sal.

- Me dê um também- ele diz é abre a boca para que eu o sirva como acabei de fazer com seu amigo. - isso está gostoso.

- Sua esposa tem mãos de fada Suga, acho que estou com inveja.

- Segure seus pensamentos Namjoon, ela já é casada. Comigo!

- Suzy se ele não se co.portar direito me avise, eu dou um jeito nele.

- Até parece. Vamos eu quero te mostrar uma coisa que eu fiz - suga diz e sai sem esperar por Namjoon. Ele segura minha mão e rouba mais um sushi do que estou preparando e sai correndo da cozinha. Garoto maluco.

São 7:50 é já está tudo pronto, eu arrumo as comidas na mesa e deixo tudo no lugar, agora não sei o que fazer, se fico e pelo menos recepciono os convidados depois me retiro para meu quarto, ou se fico na cozinha reabastecendo as bandejas da mesa ou se fico no ateliê e espero para ver se Min precisa de mim.

Eu fico com a terceira opção, vou até seu Studio para avisar que vou estar no quarto caso precise de mim.

- Min? São 7:50 precisa que eu decepcione seus convidados?

- Não já terminei.

- Eu já arrumei a mesa, as bebidas e tudo, se precisar de mim, vou ficar no quarto aqui em baixo, basta mandar uma mensagem que eu vou para a cozinha.

- Não vai ficar? - Namjoon pergunta e eu coro, não sei porque.

- Não, Não quero incomodar, vocês podem ficar a vontade.

- Você não incomoda, não é Min? Além do mais é a anfitriã, deve receber os amigos do seu marido. Vai ser divertido. Fique!

- Não é minha praia. Mas obrigado pelo convite.

- Se quiser ficar, fique. - Min diz segurando minha mão e saindo do quarto indo para a sala.- É já estão aqui, eles poderiam me polpar da infantilidade. Qual a necessidade de ficar tocando a campainha desse jeito?

Ele vai até a porta me levando junto com ele.

- Só podia ser o pirralho do V.

Eu fico pela festa, os meninos tentam conversar comigo, mas eu não tenho muitos assuntos nem me sinto a vontade, talvez deva ser por isso que o Min não queria que eu ficasse, deveria ter lhe ouvido.eu fujo pra cozinha com a desculpa de reabastecer as bandejas.

- Faz tempo que não nós vemos, mas esperava ter recebido o convite para o casamento, fiquei magoado.

- Lee Min Ho, quanto tempo- Digo indo abraça-lo- se eu ainda tivesse seu número certamente teria lhe convidado. O que faz aqui?

- Estava com uns amigos que vieram pra cá, nesse meio todo mundo conhece todo mundo um pouco.

- Entendo.

- Você está ótima, sempre foi linda, mas parece que o casamento lhe fez bem, pena que não fui eu o noivo, acho que é questão de profissão errada? Posso ser cantor!

- Deixe de brincadeira, me lembro de sua esposa ter ganho o rosto mais lindo do ano.

- Ex esposa querida, ex.

- Desde quando?

- Faz um ano que estamos em processo, mas finalizamos no começo do mês, estou livre e desimpedido novamente. O que acha de tentar a rede cinematográfica se o não der certo com o Idol.

- Não obrigado, nós dois sabemos que isso não daria certo, você tem manias de mais pro meu gosto.

- As pessoas mudam.

- Sei.

- Aqui, me dê seu celular, é uma lástima você não ter meu contato. - ele diz colocando seu número e pousando pra uma foto- como eu salvo? Grande amor da sua vida?

- Vai sonhando.

- Ok, ok. Maior gostosão já me basta. Aqui. Não apague.

- Umhum.

- Já vai sair?

- já sim, a festa já deu pra mim.

- E quem vai me fazer companhia?

- Você se basta Min Ho. Até mais. - Eu saio da cozinha e coloco a bandeja na mesa, tento não chamar muito atenção e saio de fininho pro quarto que uso como ateliê, queria ir pro meu quarto, mas não tem como eu subir as escadas sem chamar atenção.

- De onde conhece o ator?

- Aish Min, faça algum barulho e não fique nas sombras.

- Você parecia muito íntima e a vontade.

- nós nos conhecemos num evento, eu vesti sua ex esposa, que na época era sua namora escondida. Ficamos amigos desde então.

- Não vai mais ficar?

- Não, Você tinha razão, não é lugar para mim. Desculpe tê-lo incomodado.

- Boa noite então.

- Boa



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...