1. Spirit Fanfics >
  2. Casamento Arranjado >
  3. Dona da casa

História Casamento Arranjado - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Dona da casa


Fanfic / Fanfiction Casamento Arranjado - Capítulo 8 - Dona da casa

- Finalmente acordou. Eu fiz café da manhã. Não sabia o que exatamente você gosta, então preparei um pouco de cada. - ela diz assim que eu desço as escadas- vou esquentar as coisas, pode ir indo para a mesa, chego em 5 min.- e ela sai correndo pela casa antes que eu possa dizer qualquer coisa.

- Sua mulherzinha tem uma mente muito criativa, infelizmente ela não conhece você como eu não é? - Rita diz passando por mim, na sala- se ficar entediado sabe onde me achar.

- Ela é sua patroa agora, a trate como o devido respeito. - é tudo o que digo. Eu mantenho Rita por perto, ela sempre foi oferecida e quando eu precisei sempre foi bem disposta, mas nunca confundio seu lugar nessa casa e na minha vida, mas depois da noite de ontem, acho que as coisas precisam mudar um pouco.

- Você prefere preto ou com leite?

- Puro, café eu gosto puro. Mas prefiro cereal e frutas quando tomo café.

- Ah certo, me disseram que você não costuma tomar café da manhã e dorme até o almoço, mas quiz fazer assim mesmo.

- Eu geralmente durmo a manhã toda, exceto quanto viajo ou tenho algum compromisso pela manhã aí tomo café, então não precisa se preocupar em fazer o café, na verdade não precisa se preocupar em fazer nada , aqui tem quem faça.

- Eu sei. Gosto de cozinhar. O que tem planejado para hoje?

- Você quer fazer alguma coisa específica? - Eu realmente não planejei nada, eu quase me esqueci que ela estava aqui quando acordei. Mas lembrei assim que entrei no banheiro e encontrei um monte de produto de mulher espalhado na bancada.

- Queria te conhecer, o que gosta de fazer na folga além de dormir.

- Você é sempre bem humorada e falante pela manhã?

- Sim meu melhor momento é de dia. Desculpe vou tentar ficar mais calma.

- Não tudo bem, só que eu demoro um pouco pra acordar.

- Vou manter isso em mente.

- Que tal pescar?

- Pescar? Tipo peixes?

- Sim, gosto de sair pra pescar em alto mar quando estou de folga.

- Hum

- Não gosta de pescar?

- Não, digo, nunca tentei. Pode ser interessante. Vamos agora?

- Não, saímos de noite e pecamos ao amanhecer, vou providenciar as coisas então.

- Certo. Eu preciso de algo específico? Que tipo de roupa eu devo usar?

- roupas quentes e confortáveis, faz frio no barco o resto eu arrumo.

- Ok!

Fora essa interação não vejo Suzy até a hora que nós vamos sair para o Porto, o passeio é silencioso, parece que ela realmente é mais tranquila de noite, no barco ela parece nervosa, e eu pergunto várias vezes se ela está bem, mas ela apenas diz que sim. Eu durmo, em qualquer lugar e de qualquer jeito, então enqaunto espero eu vou dormir. Mas acho que ela não consegue, quando finalmente vamos pra casa ela parece exausta, está pálida apesar do sol que tomamos durante o dia e mesmo de manhã ela estava quieta.

Quando chegamos ela vai direto para o banheiro e depois dorme.

- Você parece que não gostou de ir pescar - digo no dia seguinte, hoje é nosso 3 dia como casados

- Você pode ter razão, mas talvez eu precise apenas pegar o jeito. Foi minha primeira vez.

- Se quiser ir de novo me avise.

- Quando será sua próxima folga?

- Não sei, nossa agenda é bem maluca, mas vou tentar manter você informada. Qualquer coisa me pergunte, eu sou um pouco desleixado.

- Certo.

- O que quer fazer hoje?

- Eu preciso ir no ateliê, tenho uma encomenda para terminar.

- Você trabalha sozinha nesse ateliê?

- Sim, é só meu. Mas se preferir, posso mudar as coisas para cá e trabalhar em casa, principalmente quando estiver por aqui.

- Fique a vontade, o que ficar melhor pra você, já disse, a casa é sua também.

- Quem sabe eu me acostume com essa idéia.

***

- Você acha que por que tem um anel no dedo e dorme na mesma cama, que você conquistou o patrão? Você está muito enganada. Eu estou aqui a mais tempo, e quando você deixar de ser a novidade ele vai voltar rastejando para minha cama onde ele se diverte de verdade. Você não me parece ser o tipo de mulher que sabe satisfazer um homem. Ele já fodeu sua boca? Ele já te levou ao paraíso com a língua dele? Não né?! Imaginei, você tem cara de ser sem sal. Mas se quiser, posso deixar você assistir o que ação de verdade.

Não gosto de escultar conversas dos outros, mas estou na minha casa e conheço está voz, e pela descrição imagino que seja de mim, que ela está falando. Espero ouvir alguma resposta, mas com quem quer que ela esteja falando, não está respondendo. Mas nem precisa ser gênio pra saber que é com Suzy.

- Arrume suas coisas e suma- Digo entrando num dos quartos de hóspede do andar de baixo

- Yoon você chegou.

- É sr Min, e faça o que eu mandei, enquanto estou sendo educado, não teste meus limites.

- Você vai me por pra fora por causa dela?

- Avisei você que é sra Min, e que a respeitasse, mas você decidiu continuar sendo burra, é por sua causa que você está indo embora.

- E meus pais, você sabe que preciso do emprego.

- Pensasse nisso antes de sair se gabando por ter engolido minha porta. Agora vaza.

- Sua...

- Se eu fosse você sairia calada. - dou o último aviso antes de joga-la pra fora do lugar e fechar a porta - sinto que você tenha que ter ouvido esse tipo de coisa.

- Acho que talvez ainda ouça mais por aí?- ela pergunta

- Bem, eu ...

- Não precisa se explicar Min, você tem um passado antes de mim. Tudo bem.

- Fique ciente que eu não era nenhum santo.

- Imagino que não.

- Mesmo assim sinto muito, está é sua casa eu deveria ter posto ela pra fora desde o seu primeiro dia.

- Tudo bem.

- Então trouxe suas coisas? Uma parte, aos poucos eu completo o que preciso para trabalhar em casa, não sei quando você vai estar então quero estar disponível para quando isso acontecer.

- Não precisa ficar presa a mim.

- Não estou.

- Quer sair para jantar?

- Eu adoraria.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...