História Casamento Arranjado - Capítulo 2


Escrita por: e aigguk

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Gab's Stories, Interativa Bts, Interativa Exo, Myodesigners
Visualizações 444
Palavras 1.052
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drabs, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! ❤

Capítulo 2 - Prólogo


"NAO APPA, NÓS NAO VAMOS NOS CASAR" - Grita hoseok, taehyung e Sehun

 

 

"Vocês não tem que querer nada, eu 'comprei’ essas garotas e vocês vão se casar SIM!" - Grita o senhor Lee

 

"M-mas A ..." - Tenta opinar Sehun

 

"Sem MAS, bora, vão para seus quartos AGORA" - O senhor Lee grita mais uma vez fazendo os meninos bufarem e subirem para seus quartos.

 

 

》No quarto de Hoseok《

 

 

“Tae eu não quero me casar com uma pessoa que eu nem conheço” - Choraminga Hoseok

 

 

“Pser, eu também não” - Se pronuncia TaeHyung

 

 

“Temos que fazer algo! Ele não pode força a gente a se casar assim” - Sehun dita pensativo

 

 

“Vamos chamar todos os meninos aqui” - Hoseok Dita indo imediatamente para o computador

 

 

》Dez minutos depois《

 

 

Todos os meninos já haviam chegado, todos com seus respectivos irmãos e todos também tinham a mesma expressão, a famosa cara de “cu”...

 

 

“Eu não acredito que eles fizeram isso com todos nós” - Dita Suho

 

“Eu também não, ainda estou tentando digerir essa informação” - Dita Namjoon

 

 

“Eu sou o único que tá de boas em questão a isso?” - Pergunta Baek

 

 

“Como você consegue não se importar com isso?” - Pergunta Chanyeol

 

 

“É simples, elas devem ser gatas, a gente vai ter transa grátis” - Dita Baek com um sorriso malicioso mas logo esse sorriso é desmanchado ao perceber que todos olhavam sérios para ele

 

 

“Não é questão de transa, e sim de liberdade” - Da uma pausa - “Segundo as informações que consegui arrancar da minha madrasta, as meninas vão vim de todas as partes do mundo, eles podem sim ser bonitas, ou encorpadas, mas mesmo assim mano a gente não vai ter a liberdade que nós tínhamos antes, não vamos poder sair como antes” - Dita Jin

 

 

“Pser, mas a gente não pode fazer nada” - Dita Lay

 

 

“A gente não pode ficar calado diante disso” - Protesta Jimin

 

 

“Vamos ver o que podemos fazer” - Dita Chen

 

 

(Joseph P.O.V's)

 

“Eu sei Lee, eu sei! Eu não consegui o seu dinheiro agora, mas eu prometo que  em breve vou conseguir!” - Dita Joseph pelo celular

 

 

“Você está me enrolando Joseph! Você já falou isso diversas vezes! Eu quero algo concreto” - Retruca o senhor Lee do outro lado da linha

 

 

“Eu não tenho nada senhor Lee!” - Dita Joseph

 

 

“Você não tem duas filhas? Eu quero elas! E em troca eu esquecerei a dívida e te darei 200 mil” - Propoe o senhor lee

 

 

“Negócio fechado” - Dita Joseph

 

 

“Foi um ótimo prazer fazer negócio com você Joseph! Quero essas duas belezinhas dentro do avião amanhã mesmo! Até mais Joseph” - Dita e desliga

 

 

Suspiro e saio dando de cara com a Gabriela que parecia ter escutado a conversa toda

 

 

“Gabriela minha filha, o que faz aqui?” - Pergunto

 

 

“N-nada pai, apenas vim perguntar se posso ir ao shopping” - Dita e força um sorriso

 

 

“Aa sim, mas amanhã iremos viajar, e suponho que você queira descansar para a viajem” - Dito e ela concorda confusa

 

 

“Viajar para onde pai?” - Pergunta ainda confusa

 

 

“Para Seoul filha! Ande vá arrumar suas malas, e por favor fale para Mary também” - Dito e ela sai em direção ao quarto de Mary

 

 

(Gabriela P.O.V's)

 

 

Eu estava passando pelo escritório do meu pai e escutei ele falando com alguém e como sou muito curiosa eu decidi escutar, assim encostando meu ouvido na porta mas apenas consegui escutar uma pequena parte

 

 

“Foi um ótimo prazer fazer negócio com você Joseph! Quero essas duas belezinhas dentro do avião amanhã mesmo! Até mais Joseph” - Dita um homem desconhecido por mim

 

 

Começo a me questionar o que aquele cara quer e nem percebo que meu pai havia aberto a porta, na hora do desespero invento uma coisa é saiu direto para o quarto de Mary

 

 

“Mary...Mary…. Abre a porta preciso falar com você!” - Exclamo batendo na porta desesperadamente

 

 

“Meu Deus menina o que aconteceu?” - Pergunta me fitando preocupada

 

 

“O-o papai quer….” - Dou uma pausa dramática para respirar - “Ele quer nos levar para Seoul e pediu para nós arrumarmos as malas rapidamente pois vamos amanhã de madrugada” - Digo e ela acente sem muito interesse

 

 

“An….Ok” - Diz entediada

 

 

“Então tá, vou arrumar minhas malas!” - Exclamo animada e corro para meu quarto

 

 

(Autora P.O.V's)

 

 

Naquela noite Gabriela e Mary arrumavam suas coisas enquanto na mansão dos Kim’s os meninos só pensavam em como descartar esses casamentos, mal eles sabiam que duas das meninas iriam chegar no dia seguinte...

 

 

O dia amanheceu e as meninas já estavam dentro do avião em em seus respectivos lugares, elas ainda se perguntavam o por que daquela viagem assim tão derrepente, Mary protestava brava na cadeira do avião, a menina não queria sair de Daegu para visitar um estado não conhecido pela mesma, se lamentava por não ter a mãe ao seu lado, por que a mesma jamais deixaria eles viajaram assim tão derrepente.

 

 

Na mansão dos Kim's os meninos tinham virado à noite tentando pensar em algo, mas não conseguiram nada apenas cansaço!

 

 

O avião havia acabado de pousar e os seguranças do senhor Lee já esperavam eles do lado de fora, Mary e Gabriela só queriam dormir por mais que foram apenas 2 horas de Daegu até Seul as meninas acordaram muito cedo.

 

 

Pequenas gotas de chuva caíam lentamente pela janela daquele carro de luxuoso, Gabriela não parava de perguntar onde estavam indo até pararem em frente de uma grande mansão, ela tinha um tom rústico e era muito bonita!

 

 

(Mary P.O.V's)

 

 

"Pai onde estamos indo?" - Pergunta Mary

 

"Vocês vão adorar garotas..." Dita Joseph com um faldo animo

 

"Bom... chegamos” - Dita ele

 

Paramos na frente de uma grande mansão meio rústica e de lá sai um homem que aparentemente tinha uns 40 anos...

 

"Aqui estão elas senhor, espero que faça bom aproveito" - nosso pai disse e simplesmente foi embora...

 

"P-Pai" Dita Gabriela tentando assimilar tudo..

 

Em minha cabeça eu não parava de pensar como ele podia ter feito isso com a gente, logo ele que sempre disse para nós sermos uma família unida. É nessas horas que a nossa mãe faz falta!

 

“Em cada flor que nasce, a vitória eu espero. Assim como toda felicidade é passageira, nenhum sofrimento será eterno."


Notas Finais


Desculpe-nos a demora amores! ❤
Bye Bye ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...