História CASAMENTO ARRANJADO??! (taekook) - Capítulo 22


Escrita por:


Notas do Autor


AAAAN, N SEI TÔ INSPIRADA KKKK
Prometo que a próxima ft n vai ser aleatória kkkkj

-~•BOA LEITURA•~-

Capítulo 22 - "Foi bom te bancar, Taehyung!"


Fanfic / Fanfiction CASAMENTO ARRANJADO??! (taekook) - Capítulo 22 - "Foi bom te bancar, Taehyung!"

Olhei fixamente para Jungkook, que estava radiante, porém meio nervoso. Ele estava engraçado. Até que decide quebrar o silêncio

Jk- Onde vamos primeiro? - ele se senta do meu lado, beijando minha bochecha 

- vamos em um endereço aqui perto... - olho em volta, e vejo a casa que me mandaram a foto -  oh, já chegamos - aponto para a casa, sorridente 

Jk- Aí meu deus, que linda miga! - ele dá uma de menininha, me fazendo rir. Ele começa a dar beijinhos no meu rosto sem parar 

- para seu bobo! Vamos logo ver essa casa! - tento me soltar dele, e abro a porta, saindo do carro. Jeon vem atrás de mim, me abraçando por trás enquanto andamos 

A casa era realmente muito mais bonita ao vivo, as cores dela as destacavam as janelas e portas tinham uma linda cor de madeira 

- hey, me solta. Precisamos parecer adultos! - eu disse rindo, tentando tirar seus braços da minha cintura sem parar de andar 

Jk- Não importa, você é eu marido. Agora eu não posso te abraçar, só porque vamos escolher uma casa? - ele diz rindo, e beija meu pescoço 

- sai Jungkook! Eu quero dar uma boa impressão pra vendedora - eu tiro seus braços do meu corpo e vou andando na frente dele. Eu olho para trás, porque parei de ouvir os seus passos. Ele estava parado - Jungkook! Vem logo meu! Essa é uma péssima hora para você fazer showzinho! - eu pego seu braço e  vou até a porta

Jk- Mas eu quero te abraçar Taehyungie! - ele diz, manhoso e eu reviro os olhos, sem parar de andar 

- outra hora Jungkook! Se você me estressar, vou voltar pra minha casa, e fingir que você não existe! - ele arregala os olhos, acompanhando meus passos

E assim, bati na porta. Escutei passos de lá de dentro e rapidamente ficaram mais altos. Uma trinca foi aberta, e uma mulher apareceu. Ela parecia séria, porém feliz

Minji- Oi Taehyung! - ela diz, simpatica sorrindo e vem me cumprimentar e também a Jungkook

- oi Minji! - eu sorri de volta para ela 

Minji- Então, aqui está tudo pronto, só esperando vocês! Como te disse, essa é uma casa já mobiliada e recém-construida - ela abre mais a porta da casa, nos mostrando dentro - vamos, entrem! - ela nos da espaço para entrar e assim fizemos - agora, vou deixar vocês a vontade, para verem a casa. Vou ir resolver um problema aqui perto e quando acabarem de olhar a casa, podem me ligar, ok? - assenti e ela deu um sorriso de novo

- ok, muito obrigada Minji - eu aperto sua mão 

E assim ela sai da casa, nos deixando lá, sozinhos para olhar. Eu olho para Jeon, e pego em sua mão. Depois olho em volta, e vejo que estávamos na sala de estar. Ela era muito arrumada, grande e com sofás enormes. Tudo que tinha nela, parecia se encaixar perfeitamente. Andamos pela sala, observando todos os detalhes dela

Jk- Hm, que cheiro de casa nova né amor? - eu assenti, olhando a TV, particularmente grande de mais - não vejo a hora da gente sentar aqui no sofá pra assistir tv, SO-ZI-NHOS - dou risada

- a Minji disse que assim que comprarmos ela, poderemos vir para cá. É só pegar nossas roupas e tals, e vir - ele sorri - vem, vamos olhar outro cômodo - ele assente, e eu olho em volta - onde vamos agora hm? - ele aponta para a  cozinha. Eu sabia, esse esfomeado de meia tigela 

Jk- Ali Taehyungie! - e assim fomos para a cozinha. Ela era muito bonita, mesmo. Toda moderna e... realmente com cheiro de nova. A geladeira preta foi o que mais me chamou a atenção. Ela era linda e sofisticada. Os armários eram grandes e pretos também. Ou seja, lá tinha uma grande mistura de preto e branco, que se uniam para deixar o lugar lindo

- caraca, que linda né Jeon? - ele assente e olha para o fogão sorrindo 

Jk- Vou me sentar ali - ele aponta para a ilha que tinha. Ilha é tipo uma bancada que fica no meio da cozinha com banquinhos altos - vendo você fazer comida pra mim mô - ele diz fofo e eu sorri 

- não se sinta tão feliz Jungkook, eu estou gestante. A única vez em nove meses que eu vou fazer comida, vai ser no nosso primeiro dia aqui - ele fica triste e eu beijo sua bochecha 

Jk- Ah, eu queria comer sua comida todo o dia Taehyung. Isso é descriminação alimentar, ouviu?! - eu começo a rir alto 

- me poupa Jungkook! Vem, vamos ver outro lugar - ainda com as mãos unidas, fomos para outro canto da casa. Ainda no andar de baixo, fomos para a área de limpeza. Lá tinha as coisas normais de uma casa, só que de um jeito organizado e cheio de plantinhas

Jk- Ah Taehyung, esse lugar é chato. Vamos para o andar de cima! - aqui em baixo ainda tinha um banheiro, mas podemos ver isso depois

- Jeon, aqui em baixo tem um lugar de leitura! Com vários livros e poltronas confortáveis! - ele revira os olhos, me puxando para cima

Jk- Depois a gente vê isso. Eu quero ver lá em cima amor - ele aponta, daquele jeito fofo, e assim subimos

A primeira coisa que ele fez, foi ir a suit, que se caso comprassemos essa casa, seria o nosso quarto 

Jk- Olha que linda mô! Essa cama é uma maravilha né? Tô pensando em muitas coisas para fazer nela - ele diz com uma cara safada, sentando na cama

- para menino - vou em direção ao banheiro e antes que eu fizesse qualquer coisa, Jungkook aparece nele, e me assusta 

Jk- BUU! - ele pula do nada, e aperta minha cintura. Eu odeio apertos na cintura. Isso me irrita, muito. Faz cosquinha, machuca, e me assusta. E outra, eu estou grávido. Oque me fez por algum motivo, chorar. De raiva 

- aí... Jungkook... caralho - eu ponho as mãos no rosto, começando a chorar

Jk- Oxe? Tae? Porque você está chorando? Eu te machuquei? - ele fala desesesperado, ainda rindo 

- v-você me assustou, seu f-filho da puta... - ele me abraça, ao ver que chorei um pouco mais 

Jk- Desculpa mô! Eu não fiz por mal! - ele diz, sem parar de rir. Eu bato nele e me recomponho, me soltando do mesmo

- Filho da puta. Você não pode fazer isso comigo! Eu não gosto de apertos na cintura! - eu começo a rir também 

Jk- Eh mais quando o assunto é sexo, aperto na cintura é o que te faz gemer bem gostoso né? - bato nele de novo , porque ele mordia os lábios

- Para de falar besteiras, e olha a casa!

Depois de analisarmos o banheiro, fomos ver os outros quartos. Eram muito organizados e muito, lindos. Tinham janelas grandes, daquelas que vão do chão ao teto

Jk- Quando vamos ver o quarto dos nossos bebês? - ele diz olhando em volta e eu faço uma careta

- bebês? - ele me olha

Jk- Sim ué, serão dois - ele diz simples e ingênuo. E eu apenas revirei os olhos e peguei em sua mão de novo 

- Jungkook, você é muito fofo - caminhamos até o quarto que seria dos nosso filhos e ele fica encantado, com tudo. Ele estava mobiliado, então tudo era fofo até de mais. Como tinha só um bercinho, e se realmente fossem dois bebês, teríamos que comprar outro, mas tudo bem. Jeon para de repente e me olha, decidido

Jk- Mô! Não precisamos olhar outras casas - ele diz, sorrindo - essa aqui é perfeita - eu sorri para ele - ela é especial de mais, para deixar!

- tem certeza? - ele assente radiante - ok, vou ligar para a Minji - e assim, eu pego meu celular, ligando para a mesma

Assim que terminei de falar com ela, Jeon me olha, esperançoso 

- deu tudo certo, coelho! - ele dá um gritinho e vem me abraçar, e eu retribuo

Jk- Finalmente! - ele beija meu rosto inteiro - aish! Tô muito feliz agora,  Taehyung! - dou risada 

- calma, agora é só pagar, pegar os documentos da casa e trazer as nossas coisas - ele assente e eu do nada, o dou um beijo, apaixonado... afinal, eu sei que ele gosta


[QUEBRA DE TEMPO]


Assim que terminei minhas malas e peguei minhas ultimas coisas de casa, fui para a porta, com meu Appa trazendo minha mala mais pesada 

Omma do Tae- Bom, é isso né? - ela do nada, começa a chorar 

- ah não Omma! Não fique assim! Você pode ir na minha casa quando quiser! - eu a abraço, com os olhos lacrimejando

Appa do Jk- Olha filho! Jk já está ali na frente, vamos logo sim? - ele diz sorrindo e eu assenti

Omma do Tae- Essa casa não vai ser mais a mesma sem você, Baby Bear! - eu começo a rir de leve

- você ainda lembra desse apelido de infância Omma? - ela assente 

Omma do Tae- Espero que tudo de certo, e você e Jeon cuidem bem dos meus netinhos. Sei que vocês serão ótimos pais para eles! - ela diz, ainda chorando um pouco e eu assenti sorrindo para ela 

- tudo bem, olha, agora eu tenho que ir, mas, você pode ir lá me ver assim que o dia amanhecer! - eu digo, começando a chorar também. Assim ela me solta, e eu vou até o carro. Lá meu Appa coloca a mala e se despede de mim 

Appa do Tae- foi bom te bancar, Taehyung! - ele ri e eu também - amanhã eu e sua omma vamos lá hein! - eu assenti de dentro do carro, até que ele começa a andar, saindo de perto da minha casinha...

Jk- Tae! - ele diz, do nada e eu o noto dentro do carro 

- oi bebê! - dou um selinho no mesmo - tá pronto hm? - ele assente, sorrindo 


Um tempinho depois


Assim que chegamos, Jeon já saiu do carro, e abriu o porta-malas do carro, pegando as coisas e eu o ajudei 

Abrimos a porta com a chave novinha e colocamos tudo na parte de dentro da casa, e quando acabou tudo,  finalmente o motorista se foi, nos deixando ali

Jk- Pronto, estamos sozinhos. Vamos arrumar tudo bem rapidão, antes que fique muito tarde? - eu assenti. Como não tinha móveis, ficava tudo bem mais fácil, já que eram só roupas e alguns pertences pessoais

- vamos começar com as roupas e depois os outros negócios que tem aí 

Jk- ok - ele pega uma caixa com roupas e eu a outra 


Quando terminamos tudo, era 13:56. Estávamos mortos de cansasso e suados. Descidimos tomar um banho

Jk- Vem - ele diz, ja sem roupa, me pegando no colo e eu coloco nossas toalhas no braço 

- romântico você hein - eu falo, sorrindo

Jk- Sempre fui - ele diz, se gabando e eu dou risada

Entramos no banheiro da suit e ele me põe na banheira entrando também 

- amanhã nós não vamos ao colégio - ele me olha torto - amanhã meus pais virão aqui, lembra? - ele assente 

Jk- Ata, assim sim - ele chega mais perto de mim - agora Taehyung, você precisa relaxar. Trabalhou de mais hoje, né? - eu assenti, manhoso - então vamos sair daqui logo, que eu te faço relaxar e dormir também. Tava louco pra fazer isso de novo...

Depois de um tempo, saímos dela e eu me vesti. Me sento na cama, vendo Jeon se vestir... porra, que delícia... no momento, ele se encontrava de costas para mim, e escolhia uma camisa

- uh, Jungkook, você está bem saudável né? - ele vira para mim, sorrindo envergonhado

Jk- Para Taehyung, pervertido! - ele cobre sua bunda e eu vou até ele, tirando a mão de lá 

- tira a mão dai, Jungkookie! Eu não vou morder ela! Ainda... - eu digo, correndo atras dele, que ria pegando uma box que estava encima da cama

Jk- Pronto, já deu! - ele põe a box, enquanto me segurava com uma mão

- aish! - eu paro de correr

Jk- Você não estava cansado menino? - eu finjo um cansasso, e me sento na cama, com a mão na cabeça

- ai... é mesmo! Preciso de carinho e amor do meu marido! - ele começa a rir - ficar deitados no sofá, agarradinhos, enquanto ele me dá beijinhos... só tô esperando aqui - ele para de rir e, ainda de box, ele me pega no colo de novo, e vai até a porta do nosso quarto, abrindo ela e indo em direção a sala

E, quando chega lá, ele me põe no chão e se senta no sofá

Jk- quer carinho? Então vem - ele bate nas suas pernas de leve, para eu me sentar lá 

- Ainn! - e assim, sorridente, eu fui. Me direcionei a ele, e me sentei em suas pernas, me aconchegando ali, enquanto ele pegava o controle da TV, ligando a mesma. Meu deus. Ela era tão ampla, e tinha uma imagem otima - mô, põe na Netflix... - eu disse, manhoso e assim ele fez, e colocou sua série favorita

Jk- ... - e assim que ele terminou de arrumar tudo, largou o controle e eu me aconcheguei mais em seu corpo, com o mesmo me abraçando - só você pra nem esperar eu por uma roupa pra te dar carinho - ele diz, mexendo no meu cabelo. Eu dou uma risadinha

- tô grávido porra - eu disse fofo e grosso ao mesmo tempo, o fazendo rir

Jk- Vai usar essa desculpa sempre que me quiser? - ele diz, pegando na minha bunda e alisando ela. Isso já virou costume

- sim, por nove meses



                 .•°JIMIN°•.



Eu estava dormindo na casa do Yoongi desde ontem. Nada mais justo, do que ficar aqui de novo

- Açúcar! - eu grito o mesmo, que estava na cozinha, fazendo pipoca

Yoon- Oi - ele diz simples

- vou dormir aqui de novo - eu disse, encostando-me no sofá

Yoon- Ótimo - ele aparece na sala, com a pipoca, e põe ela na mesa

- porque você não trás a pipoca pra cá? - pergunto e ele se senta no sofá, me abraçando 

Yoon- Porque vai queimar sua boquinha - ele beija a mesma, me deixando corado - que fofo, Mochi corado - ele pega nas minhas bochechas, mexendo nelas e fazendo um biquinho 

- Pode parar com isso Yoon... eu, eu não gosto...! - eu disse, com uma voz fininha 

Quando o telefone toca e Yoon revira os olhos, indo atender o mesmo 


Yoon- Alô?... Ah sim, sou eu. Porque? Ah oi... OQUE?! SERIO?! - ele grita e eu me espanto na hora, e vou a até o mesmo - c-claro! T-tah, tchau... - ele desliga e eu o olho 

- oque foi, Min Yoongi?! 








            ♡•CONTINUA•♡






















Notas Finais


Bonzinho?
Sem sentido???
curto??!??!
COMENTEM!!!


Bom, Taekook de casinha nova néhh
Quem será no telefone?!?!?
Tae já está ficando manhosinho?!?!
Jeon só de cuequinha??!?! Kkkkk

Olha elaaaa, votando cedo kkk
Até de mais né kkkk poxa, é que
Eu estava tão ansiosa pra esses
Caps, que saiu assim, "rapidão"
Kkkkk

Sem revisar!! Pode conter erros,
Okaysss?!?!?
^-^

Bom, e com essas e outras, deixo vcss!!!
BeiJINnhos pra vcs moresssss!!!!
<333333

^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...