História Casamento de contrato- Mitw - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps", Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Tags Mitw Cellps
Visualizações 93
Palavras 1.229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Literatura Feminina, Orange, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura meus amores sz <3

Capítulo 17 - Now we safe


MIKE

Pousamos em solos canadenses depois de algumas horas de voô, observo Tarik dormindo tranquilamente ainda de mãos atadas as minhas, que já suavam incontrolavelmente .

-Pac, Amor- Digo, cutucando de leve suas costas o vendo abrir os olhos desesperados

-Vamos cair? Estamos morrendo?- Diz, se segurando mais na cadeira me fazendo rir

-Não, seu bobo! Chegamos- Dou um sorriso e o mesmo o retribui com alivio.

Me levanto de meu assento pegando a bagagem de mão acima de mim, enquanto Pac se espreguiça em seu assento, logo levantando.

-Vamos?- Pergunta, animado, bate suas mãos contra suas coxas assim fazendo um estalo.

Assinto com a cabeça e pego sua mão, o puxando delicadamente para a saída do vôo.

Ele me seguia sorridente, de vez em quando treinando alguma frase em inglês, mas como ele era fluente, falava perfeitamente.

Saímos do vôo e vamos direto para o despachante de malas, pegar as nossas. As localizamos e eu pego as duas, as levando para o carrinho.

-Muito obrigada Amor- Agradece baixinho por algo, eu apenas assinto sorrindo e o puxo para um selinho demorado.

Caminhamos em silêncio até o táxi que nos levaria para o hotel, quando o achamos, entramos

-Hello seniors, when we goes today? (Olá senhores onde vamos hoje?)- O taxista pergunta sorridente, olhando para mim e Tarik

-Hello, we goes in XXXXX hotel- Exclamo animado enquanto Tarik segura minha mão firmemente.

QUEBRA DE TEMPO

Adentramos o quarto, me jogo na cama de casal tamanho king que ali se localiza, suspirando cansado e largando as malas em algum canto enquanto Tarik retira seus tênis e meias mas logo dando um impulso e se jogando do meu lado.

A viagem é cansativa mas deitar ao lado dele e sentir seu cheiro é algo ótimo! Essa viagem vai ser ótima!

TARIK

Olho para Mike e ele dá um daqueles sorrisos de tirar o fôlego, puta que pariu! Sorrio de volta e avanço, o dando um beijo quente e desesperado, coisa que nunca tinha feito antes.

Ele se afasta e dá um sorriso malicioso, se aproxima novamente e dá um beijo lento que me fazem sentir coisas que nunca senti, eu cedo a passagem antes dele pedir e ele me faz sentar em cima dele sem quebrar o beijo. Me dou conta do que estou fazendo e me afasto

-D-desculpa Mike, ainda não- Gaguejo, me levantando e indo em direção ao banheiro.

Eu fecho a porta e me escoro na mesma, chorando baixo.  O que estou fazendo? Eu estou me apegando a uma pessoa que só quer sexo, pelo visto? Choro por mais alguns minutos agachado em posição fetal no chão branco daquele banheiro de hotel esperando nada disso acontecer! Ouço meu celular vibrar e vejo uma notificação de Mike

                  Mikaé <3

Oi Pac... não sei o que aconteceu, estou dando uma saída ok? Pode confiar em mim, se quiser contar tudo quando voltar....- 16:45

                                                                                                                      Obrigada <3Onde vai?-16:45

Minha obrigação como marido é estar com você sempre, certo? Só estou cumprindo o que prometi :) <3Segredoooo- 16:46

                                          FIM DO CHAT

 Guardo meu celular e abro um sorriso mínimo, ele realmente se importava comigo? Pois agora parecia que sim!
Me levanto do chão e abro a porta do banheiro, revelando um quarto em tons azuis marinhos com uma cama de casal central enorme, sua cortina cor amadeirada e cabeceiras brancas trazem conforto aos meus olhos.

Ando lentamente até a cama, pego meu laptop que coloquei na cabeceira e começo a editar um vídeo, parece algo divertido e bem legal! Não pretendo postar, afinal sou só eu jogando um jogo e falando, realmente nada interessante!

 *QUEBRA DE TEMPO*

Ouço a porta ser aberta, mas não tiro os olhos do laptop com o vídeo finalizado.

-Oi amor- Ouço a voz grave de Mike soar pelo quarto e me viro para ele, revelando um homem alto de cabelos rosa claro segurando um buquê de girassóis e chocolates comprados em uma loja genérica,  era a coisa mais clichê que eu já vi mas ao mesmo tempo, a mais fofa!

Vou até ele com uma cara de dúvida e o mesmo abre um sorriso melancólico

-Tinha quase certeza que não ia gostar...- murmura entredentes, ainda sorrindo.

-Gostar?- Tiro meus olhos dos girassóis e os posiciono em seus olhos- Eu amei! Foi a coisa mais fofa que já fizeram pra mim!- Sorrio apaixonado e Mike sela nossos lábios em um selinho demorado- Sério, obrigada!- Volto meus olhos aos girassóis e chocolates, os tirando de sua mão e os deixando na poltrona que se posicionava logo na entrada.

O abraço com força fazendo o mesmo fraquejar de um lado das pernas

-Então, quer me contar o que aconteceu?- Ele diz suave, afastando meu rosto de seu peito.

Eu o puxo para cama aonde nos deitamos para eu ter conforto maior na hora de falar

-Bom, muitas coisas já aconteceram comigo! Meu ensino médio foi o pior, confiei em gente que não poderia de jeito nenhum confiar, minha família toda me abandonou...- Conto nos dedos,  mas falo como se não me afetasse em mais nada!- E um dia você disse que ia contar o que aconteceu com você, pode falar?- Ele assente e pigarreia, dando sinal que iria iniciar a contar

-Quando eu nasci, minha mãe quase morreu e ela ficou com complicações pra sempre, aos 3 anos meu pai começou a abusar sexualmente de mim- Faz uma expressão de nojo e engole seco- Aos 5 tive que fugir com minha irmã para a casa de um aleatório, que me acolheu, quando fiz 7 comecei a gostar de um garoto e ao mesmo tempo sofrer bullying por isso- Ele cerra os olhos tentando não chorar- Meu pai me achou e eu tive que continuar naquela família junto com Mari, que agora já tinha 15 anos!- Ele começou a chorar baixo- E tudo se repetiu até a morte dos meus pais quando eu tinha 12 anos e fiquei livre deles, ai minha vida começou a ser um pouco melhor- Começa a soluçar e eu o abraço- Mari me tirou da escola e me botou em um internato, ela tinha 20 anos e trabalhava o dia todo para nos sustentar! Lá eu conheci o Zário, o Tyler, O Cellbit,o Alan, O Calango, Pk e o Guaxinim,  eles foram os únicos que não me abandonaram, passei 6 anos no internato até meus 18- Suspira contendo o choro- Depois conheci um carinha chamado Febatista e seu namorado, Jv! Passei a comandar as empresas Linnyker e agora estou aqui, com 20 anos na cara!- Bate em seu próprio rosto

-Uou... nossa-  É o único modo que eu consigo me expressar agora, nunca pensei em nada disso acontecendo com mike e isso me assusta!

-Não precisa falar nada, estamos seguros agora!- Ele dá um sorriso mínimo

CELLBIT

-NÃO CALANGO SEU BURRO DO CARALHO- Grito arrancando gargalhadas de Felps e do próprio Calango, ouço a campainha tocar- Eu atendo- Levanto do chão onde eu estava sentado e indo até a porta de entrada

Assim que abro a porta tenho uma grande surpresa, ele não! Ele de novo não!

-Sentiu minha falta, cellbit?- Diz com um sorriso irônico estampado na face, nessa hora minha cara provavelmente só demonstrava nojo!

-O que quer aqui, Phoenix?- Digo olhando no fundo de seus olhos, arrancando uma gargalhada dele

-Cell, quem é?- Grita Felps da sala

-Você- Gelo na hora com suas palavras


Notas Finais


ERROS DE GRAVAÇÃO
-Eu fui abusado sexualmente e....- Mike trava- O que mais?- Diz olhando para Pac que dá um sorriso
-Agora eu sou obrigado a ler teu roteiro?- Diz entre risos
-Foda se também- Taco os papéis para trás- CORTAAA
2
-O que você quer aqui?- Diz Cellbit fazendo pose mas logo quebrando por um som de “Single ladies” Vindo de Phoenix
-Quié caralho, nunca viu não- Pega seu celular e atende- Oi mamis!
3
-Eu don’t know falar English, moço- Fala Pac sério encarando o taxista
4
-CELLBIT, É A CENA DO FELPS!- Grita alguém da produção
-Quem disse? Eu roubo a cena- Pisca de um olho só e sai desfilando
5
-3...2....1.... VAI- Grito, jogando papel pra cima-FELIZ UM MÊS DE FANFIC EE
Todos comemoram

-Obrigada pelo mês maravilhoso galera, amo vocês! Vocês são os melhores! Dê favorito se você é ghost, comente o que achou! Beijão!- Finalizo, sorrindo

(E obrigada também a melhor namorada do mundo, amo vc mozi <3)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...