História Casamento de contrato- Mitw - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps", Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Tags Mitw Cellps
Visualizações 93
Palavras 1.013
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Literatura Feminina, Orange, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura <3

Capítulo 21 - Tired of all this shit


CELLBIT

Finalizo minha fala fingindo irritação e saio de sala, deixando meu coração em um milhão de pedaços vendo seu sorriso se transformar em decepção. Me machuca olhar pra ele assim, mas melhor ele do que eu! Balanço minha cabeça na tentativa de tirar esses pensamentos de minha mente até que vejo Calango posicionando uma câmera no meio da sala enquanto a atravessava.

Decido apenas ignorar, era o trabalho dele afinal! Suspiro fundo pensando em quando eu tinha um canalç, minha adolescência foi pacata e ridiculamente solitária, então eu só gravava e com isso, fui conquistando amigos fora daqui! Eu simplesmente sumi do nada, eu tinha sido enfiado naquele internato de bosta.

Decido desenterrar minha câmera do armário, a pego e a apoio numa pilha de livros velhos que cheiram a poeira, sem motivo aparente de estarem aqui e dou play no vídeo

-Uou, faz muito tempo! Olá internet- Dou um sorriso triste, minha voz normalmente aguda sai mais grave- Eu voltei aqui para dar algumas explicações pra vocês afinal, quatro anos! Caralho!- Pauso um pouco e umedeço meus lábios, pensando no que falar- Isso vai ser mais um monólogo, se vocês estão assistindo, ótimo! Muita coisa mudou nesses anos, eu não sou mais o mesmo Cellbit- Falo meu username, que já não fazia mais sentido a tempos, mas quando falei isso, tudo me veio a tona.

Pausei o vídeo ali, não conseguiria continuar mesmo. Deitei em minha cama e pus algumas músicas que Felps me indicou e comecei a lacrimejar.

Meu maior desejo era ir falar com ele, beijar ele e me deixar levar pela paixão, mas outra parte minha ainda zela por mim e por me preservar dos perigos da paixão!

MIKE

-Ah, beleza café!- Digo dando um sorriso ladino, que o faz sorrir- Você é daqui?- Digo, questionando sua falta de sotaque em seu inglês.

-Não, sou Brasileiro- Diz, ainda em língua estrangeira

-Tá me tirando?- Digo, agora em minha língua nativa, dando um sorriso animado por finalmente me comunicar com alguém em português que não seja o Pac, falando nele, ele está bem?

-Não!- Ele diz, pelo seu sotaque deduzo que se trata de um carioca aqui- É de onde?- Retoma sua fala após alguns curtos segundos de silêncio

-São Paulo, e você?- Digo, abrindo um sorriso maior. Café é bem simpático e bem... atraente, por assim dizer.

-Sou do Rio, mas moro em São Paulo com meu melhor amigo!- Diz, sorrindo distraído, enquanto olha para o nada.

-Interessante!- Digo, num tom de desinteresse-Meu marido disse para voltar logo, foi um prazer te conhecer Café- Digo sorrindo e estendendo minha mão, o mesmo aperta e sorri.

Saio andando por Vancouver, que estava vazia essa hora da madrugada. Os poucos carros que passavam não olhariam para um cara alto de capuz e bigode esquisito! Continuo caminhando serenamente até que chego no hotel e subo ao meu quarto e me deparando com Pac dormindo calmamente na cama, tiro minhas vestes e fico apenas de boxer, pego meu celular e o abro

OTÁRIOS DO CU DO GUAXA

Tayrzom- gnt posso adicionar meu BF?

Feberes-Pensei que era eu :(

                                                                                              Eu- Também pensei que era eu :(

Tayrzom- hotários

Vou adicionar

Cellburro- Blz, adiciona...

                                             Tayrzom adicionou *NUMERO DESCONHECIDO*

                                             Cellburro removeu Felps AQUA

Desc-Oi, eu acho!

Tayrzom- Eae café, Vancouver tá legal?

                                                                                          Eu-Espera, CAFÉ????????????!!!!!!!!!!!!!!!!

Café-MIKE???????????????????????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Tayr- TAYR????????????????????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

Pk Pkoso-Q

Calangoso- Gnt como assim

FIM DE CHAT

Cell está estranho cara! Eu deveria ir falar com ele, saio do chat do grupo e abro meu privado com o Cell

 

Cellburro

                                                                 -Oi... tá tudo bem? Tu tá estranho lá no O.D.C.D.G :P-03:43

-Nada tá bem! Eu queria só morrer </3

Mike, quando voltar de viagem, me demite por favor :(-03:45

                                                                  -Cell, calma! Me explica isso ai, se não eu me perco-03:45

-Foi assim, eu e o Felps transamos e eu me arrependi, pra caralho!-03:47

                   -Como assim???? Pensei que Felps era uma boa pessoa :P Não sei o que fazer-03:47

-Me tira daqui!- 03:49

                                                                                                          -Cell, só não! Você o ama?-03:50

-Amo, eu suponho :P-03:51

                                                                                               -Então o de uma chance! <3

                                                                                                     Vou dormir, boa noite <3-03:53

                                                     FIM DE CHAT

CELLBIT

Dê uma chance... o que eles tem na cabeça? Merda?! Não é possível, vou até a câmera e a tiro da posição original e a guardando na mesma posição  que passou quatro anos.

Minha cara está inchada por receber várias mensagens de Felps e não ter capacidade de responder nenhuma, minha mente gira, eu fraquejo novamente e cada vez mais me sinto engolido pelo edredom de minha cama.
Eu sou o pior, o pior! Eu não deveria existir, eu sou e sempre fui um erro! Eu quero voltar pra minha casa, abraçar minha mãe e dizer “Desculpa, eu sou um otário” e voltar a acreditar que toda essa viadisse tá errada!

-Não se destrua desse jeito, Rafael!-Digo pra mim mesmo na tentativa de me aliviar, porém isso intensifica mais meu choro- NÃO- Berro arrastado enquanto minhas lágrimas rolam, eu estou cansado.

Cansado dessa merda toda!

FELPS

Fico repensando a cada segundo as palavras que Cell me disse, eu estou cozinhando qualquer merda só pra cumprir meu trabalho para o jantar, meu coração aperta ao ver que veria ele depois de tudo aquilo que ele me disse.

As lágrimas começam a se formar no canto dos meus olhos e minhas bochechas começam a esquentar pela força que eu estou fazendo para me segurar, para não desmoronar!      

-Quer uma ajuda, Felps?- Diz Calango, apoiado na porta de madeira que tinha ali, que separava a cozinha e a sala.

-N-não, obrigado- digo com a voz falha e chorosa, minhas cordas vocais vacilaram e eu me enrolei na hora de falar, ouço passadas fortes até mim e uma mão se posiciona em meu ombro. Dou meia volta e olho em seus olhos.

Ele não me diz nada, apenas me puxa para um abraço apertado que dizia algo como “sinto muito” ou “vai tudo melhorar” e tomara que ele esteja certo, esse dia com certeza foi um dos piores que já vivi em toda minha merda de vida

Eu tô cansado dessa merda toda!                    


Notas Finais


E o ask galera, vou mesmo ter que passar o domingo sem postar? </3
Espero que tenham gostado<3 amo vocês, obrigada pelos 70 favs cara, 70 FAVS AAAA <3 Amo vocês, beijoo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...