1. Spirit Fanfics >
  2. Casamento de Goku e chichi >
  3. Surpresas e amor

História Casamento de Goku e chichi - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Demorou um pouquinho para terminar esse capítulo ,mas espero que tenha válido a pena , esses dias foram um pouco turbulentos, mas espero que gostem !

Capítulo 8 - Surpresas e amor


Fanfic / Fanfiction Casamento de Goku e chichi - Capítulo 8 - Surpresas e amor

O primeiro trimestre foi difícil para o Chi-Chi. Quem disse que a doença da manhã acontece apenas pela manhã, obviamente nunca esteve grávida. Chi-Chi tinha de manhã, tarde e noite. Era um conforto para ela Goku estar lá. Sempre que ela saía do banheiro, Goku a entregava um chá quentinho para ela e um pacote de biscoitos. No entanto, isso não impediu Chi-Chi de fazer o trabalho doméstico. Ela pode estar grávida, mas não era inválida. Chi-Chi se recusou a deixar a doença da manhã derrubá-la. Ela fez compromissos consigo mesma, como manter uma janela aberta quando cozinhava para que o cheiro da comida não chegasse a ela, fazendo pequenas refeições a cada duas horas, bebendo bastante líquido, tomando suas pílulas pré-natais e descansando quando necessário.

Depois de ler os panfletos, Goku entendeu mais sobre a gravidez e o que o Chi-Chi passará em cada trimestre. Ele leu que, como futuro pai, deve ajudar a esposa e entender as mudanças pelas quais ela estará passando por causa do bebê. Às vezes, Chi-Chi gritava com ele sem motivo, andava pela casa deprimido ou completamente feliz. Às vezes, um de suas mudanças de humor duravam alguns dias ou todas elas aconteciam no mesmo dia. Goku leu no panfleto sobre mulheres grávidas passando por diferentes humores, de modo que Goku não ficou confuso ou assustado com as ações de sua esposa. Ele apenas lidou com isso. Não foi tão ruim quanto ele pensou que seria . Se Chi-Chi estava chateada com ele por algo trivial, ele foi rápido em compensá-la, mas se era algo que Goku gostava de andar na casa com os sapatos sujos depois de chover ou pisar no chão limpo que ela acabou de limpar, Goku se certificou de não fazê-lo novamente. Ele estava se esforçando ao máximo para impedir seus maus hábitos de uma criança, mas às vezes era difícil para ele se controlar em tais habitos.

Goku foi com Chi-Chi para seu primeiro check-up. Enquanto alguns maridos estavam entediados, isso não incomodava Goku e Chi-Chi apreciando a empresa. Era habitualmente a rotina de checar a pressão sanguínea de Chi-Chi, medir seu peso e o primeiro ultrassom do bebê.

Chi-Chi estava em lágrimas de alegria ao ver o pequeno ponto do bebê. Goku olhou confuso, sem entender por que Chi-Chi estava tão animada ao ver um pontinho preto na tela . Eles ouviram o som do batimento cardíaco do bebê, que era alto e forte no Doppler. Isso impressionou Goku. Quando eles deixaram o hospital, Goku e Chi-Chi decidiram ir ao castelo do Rei Boi para dar as boas novas.

"É apenas um pontinho", disse Goku enquanto olhava para a foto do ultrassom.

"Não é apenas um pontinho. É nosso bebê, bobo", Chi-Chi disse a ele. "Mal posso esperar para contar a papai sobre o bebê. Ele ficará tão feliz. Não o vejo desde que nos casamos. Gostaria de saber como está tudo em seu reino."

Quando eles chegaram à vila do Rei Boi, Goku e Chi-Chi viram que os moradores ainda estavam reconstruindo seu castelo. Pela aparência, parecia que eles estavam na metade do caminho. A nuvem pousou em frente ao castelo e Goku ajudou Chi-Chi a sair da nuvem. Um morador disse a Chi-Chi onde estava o pai.

"Papa!"

Rei boi olhou para trás e viu sua filha com o marido se aproximando dele. "Chi-Chi! Goku!" Ele pegou sua filha e genro e abraçou os dois. "É ótimo ver vocês dois!" Ele os colocou em pé. "O que te traz aqui?"

"Viemos para ver como você estava e dizer que Goku e eu vamos ter um bebê!" Chi-Chi disse animadamente.

Os olhos de rei boi brilharam de alegria. "Meu bebê vai ter um bebê?"

"Sim!"

Rei boi abraçou a filha novamente. "Oh, isso é uma ótima notícia! Estou tão feliz por você, querida." Ele sentou a filha e deu um tapa nas costas de Goku com força, onde Goku grunhiu de surpresa com a força do rei boi. "Parabéns, meu garoto! Essas são realmente boas notícias!"

O rei boi se dirigiu aos moradores que estavam trabalhando em seu castelo. "Aldeões! Notícias maravilhosas! Minha filha está esperando um bebê!"

Os moradores aplaudiram em voz alta o anúncio e parabenizaram o casal. "Oh, papai, você não precisava contar a todos." Chi-Chi corou, não acostumada a toda a atenção.

"Por que não? Minha filha está tendo um bebê. Eu sou o avô mais feliz do mundo!" O rei boi aplaudiu. "Vocês dois devem ficar para o jantar. Eu posso pedir que os moradores encontrem alguma coisa. Isso exige uma celebração!"

"Obrigado, papai, mas não. Ainda não estou pronta para comer alguns alimentos", disse Chi-Chi. Ela enfiou a mão no bolso e tirou uma foto. "Temos um ultrassom do bebê,olhe?" O rei boi se inclinou para olhar a foto. "Esse pontinho é o nosso bebê."

"Ah eu vejo." Rei boi ficou impressionado. Ele olhou para Goku. "Gohan também ficaria tão orgulhoso, Goku."

Os dois passaram o resto do dia com o rei boi. Ele explicou ao casal como os moradores estavam ajudando na reconstrução de seu castelo. Chi-Chi acabou conversando para ficar para o jantar, com o que Goku concordou alegremente enquanto queria comer a refeição.

Chi-Chi estava na cama pela manhã enquanto ela casualmente acariciava sua barriga. Goku estava dormindo profundamente ao lado dela. Ela estava com dezesseis semanas de gravidez e estava aparecendo com um inchaço redondo no ventreque estava se tornando visível através de suas roupas.

Ela tinha um compromisso naquela manhã. Hoje, o médico realizaria um ultrassom do bebê, alscultaria os batimentos cardíacos e faria um ultrassom onde eles verão o bebê. Na primeira consulta, o bebê era um ponto, mas, nessa consulta, eles poderão ver o bebê por completo.

Chi-Chi estava muito animada,mal podia esperar para ver o bebê. Um tremor de luz se moveu sob as mãos de Chi-Chi que estavam pairando sobre seu ventre ,Chi-Chi parou de mexer a mão e mentiu maravilhada por um momento. Ela sentiu algo sob sua mão novamente. Chi-Chi sentou-se na cama e colocou as duas mãos na barriga. Ela se perguntou se isso era verdade. Ela realmente sentiu alguma coisa?

Lá estava de novo! Ela sentiu isso! Ela sentiu o bebê se mexer! Foi a primeira vez! Chi-Chi sacudiu Goku acordado. "Goku! Goku, acorde!"

Goku acorda lentamente ouvindo Chi-Chi chamá-lo. "Hã?" Ele bocejou e bateu nos lábios, cansado. "O que é isso?"

"Eu senti o bebê!" Ela gritou e colocou a mão direita de Goku em seu ventre. "Aqui. Sinta."

"Você fez?" Goku disse enquanto passava a mão cuidadosamente sobre o solavanco redondo. Ele moveu a mão sem sentir nada. Goku estava prestes a desistir quando sentiu uma vibração sob sua mão. Ele olhou para Chi-Chi imaginando o que era aquilo. Chi-Chi assentiu alegremente quando uma lágrima derramou de seus olhos. "foi o bebê?" ele perguntou meio admirado, meio empolgado.

"Sim!"

Goku esfregou a mão na barriga. O ki que ele sentia era mais forte do que na última vez que o checou. "Uau. Seu ki é impressionante. Este bebê pode ser muito forte."

"É claro", Chi-Chi disse gentilmente enquanto olhava nos olhos escuros de seu marido. "Vem de uma boa linhagem."

Goku sorriu para sua esposa enquanto a olhava. Ela parecia tão bonita para ele esta manhã pelo sorriso, pelas lágrimas felizes e com o sol da manhã dançando levemente em Chi-Chi, ela estava radiante. Olhando para baixo, Goku viu uma alça de seu vestido de renda cair em seu braço. Seus seios estavam enchendo o vestido que estava quase saindo do pano macio. Seus olhos se percorriam mais baixo no ventre suavemente arredondado de Chi-Chi e o desejo estava crescendo lentamente em Goku. Quanto tempo se passou desde que ele a viu nua ou até teve intimidade com ela? Goku se perguntou. Durante seu primeiro trimestre, eles não eram íntimos porque Chi-Chi estava se sentindo tão doente. Agora, ele queria compensar o tempo perdido. Olhando nos olhos de Chi-Chi novamente, ele estava vendo que não era o único a sentir tais desejos.

Chi-Chi estava descobrindo que no segundo trimestre estava ficando mais excitada. Ultimamente, ela estava tendo sonhos eróticos sobre ela e Goku e acordando frustrada, especialmente quando ela acordou quando o sonho estava ficando muito bom. Chi-Chi não tinha certeza se deveria contar isso a Goku. Ela não tinha certeza se Goku queria ser íntimo dela agora que estava ficando maior. Apenas as coisas normais que Goku fazia a deixavam excitada. No outro dia, Goku caminhou do banheiro para o quarto com uma toalha enrolada na cintura. Foi um evento comum com Goku e nunca a empolgou como estava agora. Até vê-lo realizar seus exercícios matinais era excitante. Chi-Chi nunca fez nada sobre isso. Ela esperou até o desejo desaparecer ou se concentrar em outra coisa. Várias noites, Goku acordou no meio da noite e encontrou Chi-Chi na cozinha. Não o incomodou, pois ele iria comer a comida. Agora, olhando nos olhos de Goku, ficou claro que ele não se importava com o que ela era. Ele queria estar com ela tanto quanto ela queria estar com ele.

Goku tocou os lábios de Chi-Chi com os seus ternamente no começo e depois vorazmente. Goku puxou Chi-Chi para mais perto dele, sentindo sua suavidade e inalando seu novo perfume devido à gravidez. Foi intoxicante. Ele não conseguia o suficiente dela. Ele se afastou para olhá-la querendo se lembrar desse momento. Suas bochechas estavam coradas, os lábios entreabertos e os olhos brilhantes e carentes dele. Ela nunca parecia mais bonita para ele do que agora e ele percebeu naquele momento o quão importante o Chi-Chi estava se tornando para ele. Ele não queria perdê-la nunca.

Goku puxou Chi-Chi para si novamente, levando os dois para a cama. Ele deu beijos carinhosos em todo o rosto e no pescoço.

Chi-Chi agarrou seus ombros, incentivando o a se aproximar mais . "Goku", ela murmurou baixinho, ele puxou suas roupas, tirando-o o mais rápido que pôde. Chi-Chi o queria tanto quanto ele, mas algo a incomodava - seu compromisso. "Nós temos tempo?"

Goku sorriu maliciosamente para ela. "Nós vamos fazer o tempo ser suficiente." Ele silenciou suas dúvidas com um beijo e não houve mais conversa.

Chi-Chi estava sentada na cama do hospital bebendo outro copo de água. Ela estava se preparando para fazer um ultrassom e precisava beber muita água para dar uma imagem mais clara da criança na foto, embora ter uma bexiga cheia não fosse confortável. Ela entregou seu copo vazio para Goku, que ele encheu e devolveu a ela.

"É isso aí", disse Chi-Chi, devolvendo a xícara para Goku. "Não mais. Estou satisfeita."

Goku colocou o copo na mesa perto da jarra de água. Ele olhou ao redor da sala para todo o equipamento de ultra-som. Ele bateu no monitor que estava desligado agora. "Vamos realmente ver o bebê através desta TV?"

"Foi o que o médico disse", disse Chi-Chi.

A Dra. Korma e sua enfermeira entraram na sala com um sorriso alegre. "Olá", disse ela ao casal enquanto lia a ficha de Chi-Chi. "Parece que você ganhou mais peso no mês passado do que o esperado, Chi-Chi. Vamos ter que monitorar isso." A Dra. Korma entregou a ficha à enfermeira e preparou o Chi-Chi para o ultra-som. Ela esfregou um pouco de gel fresco e claro no estômago de Chi-Chi. "Você não comeu alimentos gordurosos demais, não é?"

"Não", respondeu Chi-Chi preocupada com sua condição. "Eu tenho comido nada além de comida nutritiva."

A Dra. Korma ouviu enquanto colocava uma raquete suave ligada ao ultrassom no estômago de Chi-Chi. "Vamos ter que ficar de olho no seu peso então. Tudo bem, enfermeira, se você ligar o monitor e ligar o Doppler, poderemos ouvir o batimento cardíaco do bebê e vê-lo se movimentar."

A enfermeira fez o que foi dito. Houve um som alto e alto vindo do monitor enquanto Goku e Chi-Chi olhavam para o bebê na tela. O casal estava admirado com o que estava vendo.

"Aí está", disse Korma.

"Oh, Goku, não é fofo?" Chi-Chi perguntou ao marido.

"Sim, é. Uau. Não acredito que podemos ver o bebê neste monitor. Isso é um dedão na boca?" Goku perguntou.

Dr. Korma olhou atentamente para a tela. "Você está certo. Bom olho. Gostaria de saber o sexo?"

"O sexo?" Goku disse confuso. "Eu pensei que era o que Chi-Chi e eu fizemos para ter o bebê."

Dr. Korma piscou surpreso com o que Goku disse. "Goku", Chi-Chi corou e repreendeu gentilmente. "Saber o sexo da criança significa saber se é menino ou menina."

"Oh!" Goku entendeu. "Bem, nesse caso, tudo bem!"

"Na verdade, Goku, eu quero esperar. Dessa forma, seria uma grande surpresa para nós quando o bebê nascer."

"Oh, ok, se é isso que você quer", disse Goku. "Vamos esperar então", disse ele ao médico,mas na realidade Goku estranhamente tinha a percepção de que seria um menino,mas nem ele sabia como, mas resolveu deixar chichi ter a surpresa.

"Tudo bem então. Vamos dar uma olhada mais de perto aqui. Vou mandar a enfermeira imprimir uma foto mais tarde. A cabeça e a coluna parecem regulares. Você não terá gêmeos. Seu filho tem um batimento cardíaco forte e saudável. Hummm" A Dra. Korma disse com curiosidade ao notar algo.

"Alguma coisa errada?" Perguntou Chi-Chi.

"O bebê é um pouco maior do que deveria ser nesta fase. Calculamos que você deveria ter dezesseis semanas agora, mas olhando para esse monitor ... se eu estiver julgando isso corretamente, a criança parecia ter dezenove semanas."

Chi-Chi olhou para Goku preocupado antes de olhar para o médico. "Nosso bebê está bem?"

"Seu bebê parece estar de boa saúde. Vou fazer mais alguns testes para ter certeza. Você sentiu o bebê se mexer?"

"Sim", Chi-Chi sorriu. "Esta manhã. Foi uma vibração leve."

Dr. Korma assentiu. "Sugiro que façamos uma amniocentese. Dessa forma, posso testar para ver se há alguma anormalidade, infecção ou possível sinal de trabalho de parto prematuro".

Chi-Chi ficou bastante preocupada. O que havia de errado com seu bebê? Foi algo que ela fez? Chi-Chi simplesmente não sabia. "Quando posso recuperar os resultados?"

"Se fizermos isso após esse ultrassom, posso ligar para você com os resultados em menos de uma semana", respondeu o Dr. Korma.

Todo o resto correu bem no check-up e, depois da amniocentese, Goku e Chi-Chi foram para casa.

"Vai ficar tudo bem, Chi-Chi", Goku assegurou sua esposa no caminho de casa.

"Estou com medo, Goku. E se algo estiver errado com o bebê? E se eu machucá-lo de alguma forma? Estou carregando. É minha responsabilidade proteger o bebê", ela chorou.

"Não chore, Chi-Chi." Ver Chi-Chi chorar, criou uma dor no coração de Goku que ele não gostou da sensação. "O médico disse que o bebê parecia estar de boa saúde. Só que o bebê é maior que o esperado".

Chi-Chi olhou para o estômago onde estavam as mãos. "Espero que esteja tudo bem."

"Será, e se não for, tenho certeza de que melhorará. Prometo."

Chi-Chi tentou manter um humor feliz nos próximos dias, enquanto trabalhava em casa e esperava o médico ligar, mas não conseguiu. Goku tentou animá-la, mas mal funcionou. Ela estava muito preocupada com seu bebê para ser feliz.

Goku entrou correndo na casa enquanto Chi-Chi lavava a louça do jantar. "Chi-Chi! Chi-Chi! Eu tenho que te mostrar uma coisa!"

Chi-Chi virou a cabeça para Goku. "Me mostrar o quê?"

Goku pegou o prato seco da mão dela e a levou para fora da casa e para a floresta. "Você apenas tem que ver."

Eles caminharam duas milhas na floresta até que a viram. Goku apontou para o cervo e a corça na floresta. Chi-Chi viu o cervo macho com chifres e o outro sem chifres tinha que ser o cervo fêmea. Os dois estavam bebendo água no rio. Chi-Chi não entendeu por que seu marido a trouxe aqui. "Goku, por que estamos aqui?"

"Olhe para a corça."

Chi-Chi disse olhou para a fêmea com mais cuidado. Ela notou que a fêmea parecia maior ao redor do estômago. Chi-Chi ofegou em silêncio. "Ela está gravida?"

"Acho que sim. Estes são os mesmos animais que encontrei na floresta há um tempo."

Chi-Chi sorriu com uma lágrima nos olhos. "Um bebê. Eles vão ter um bebê." Ela olhou de volta para Goku, que estava sorrindo para ela. "Assim como nós."

Chi-Chi olhou para os animais. O cervo esfregou sua cabeça carinhosamente contra a corça e os dois foram embora. Goku e Chi-Chi os seguiram na floresta onde os cervos e corças entraram em sua casa em uma caverna. A corça repousava sobre um pedaço macio de grama e o cervo deitava ao lado dela. Chi-Chi pisou em um pedaço de pau e o barulho alertou a atenção do cervo. Ele olhou defensivamente para Goku e Chi-Chi. Goku apontou para Chi-Chi e colocou as mãos dele e dela na barriga redonda de Chi-Chi e depois apontou para o cervo e a corça. O cervo olhou para seu companheiro e depois para Goku e Chi-Chi. Ele assentiu como se entendesse o que Goku havia dito. Ele então retomou sua posição ao lado da corça.

"Oh, ele a está protegendo", Chi-Chi murmurou.

"Assim como eu vou te proteger," Goku disse enquanto colocava as mãos na barriga dela. "Eu vou proteger vocês dois. Se houver algo necessário para melhorar você e o bebê, eu atendo. Eu prometo."

"Oh, Goku", Chi-Chi disse suavemente, dando-lhe um abraço. Ele a amava. Chi-Chi sabia disso agora. Ela só se perguntou se e quando Goku diria com palavras para ela.

Goku a abraçou de volta, pressionando suavemente seu corpo arredondado e macio contra o seu corpo musculoso. Ele sentiu algo pressionando contra ele logo abaixo do estômago. Ele se afastou de Chi-Chi e os dois olharam para o estômago dela. Goku colocou as mãos no estômago, sentindo o bebê se mover um pouco mais rápido agora. No começo, era à esquerda e depois ao centro do estômago e depois à direita.

"Uau. Brincalhão, não é?"

"Eu sei", Chi-Chi riu.

"Eu acho que isso é um sinal nos dizendo que tudo vai ficar bem, Chi-Chi."

Chi-Chi olhou para Goku. "Eu acho que você está certo."

"Eu encontrei outra coisa aqui também", disse Goku e puxou a bola de dragão de quatro estrelas do bolso. "Estava no lago quando eu fui nadar. Vou contar ao nosso bebê tudo sobre as bolas de dragão e o vovô."

"Eu acho que é uma ideia maravilhosa."

Os dois caminharam na floresta por um tempo olhando para os outros animais vivendo pacificamente antes de Chi-Chi admitir que estava cansada e queria ir para casa. Goku a pegou e levou Chi-Chi o resto do caminho para casa.

Quando eles entraram na casa, o telefone estava tocando. Goku colocou Chi-Chi no sofá e atendeu o telefone. "Olá? Este é o Filho Goku."

Chi-Chi observou atentamente o marido se perguntando quem estava ligando. Eles nunca recebiam ligações, a menos que fosse do pai dela. A única outra pessoa que tinha seu número era o médico, o que significava que era com quem Goku estava falando.

"Uh-huh. Sério?" Goku disse e pareceu confuso. "O que isso significa? Oh! Ok, eu vou dizer Chi-Chi. Adeus."

"Goku, o que o médico disse?" Chi-Chi perguntou assim que Goku desligou o telefone.

Goku sentou-se ao lado de Chi-Chi no sofá. "A Dra. Korma terminou os testes com o liquidi do bebê. Ela disse que o bebê está em perfeita saúde."

"Oh, isso é maravilhoso!" Chi-Chi chorou e abraçou Goku em um abraço.

Goku continuou. "Ela ainda não entende por que o bebê está crescendo mais rápido do que o esperado e que, se isso continuar, você pode entrar em trabalho de parto prematuro".

Chi-Chi pareceu horrorizado com o pensamento. Goku apenas sorriu. "Vai ficar tudo bem. A Dra. Korma disse que há uma grande chance de você dar à luz cedo e ela é muito positiva que o bebê estará em boa saúde."

Chi-Chi não ouviu enquanto chorava e Goku a abraçou. Ele beijou o topo da cabeça dela. "Vai dar tudo certo. Eu prometo a você."

Chi-Chi olhou com espanto a água clara do oceano e o céu azul brilhante quando se aproximaram do seu destino. Naquela manhã, Goku sugeriu ir acampar em uma ilha que Goku visitava quando era mais jovem. Chi-Chi teve a ideia e saiu da casa um pouco. Ela estava com sete meses de gravidez agora e sabia que teria que lidar com as coisas com tranqüilidade, pois estava grávida mais tarde e o aviso de que poderia entrar em trabalho de parto prematuro. Os dois fizeram as malas por dois dias e partiram para a ilha.

A nuvem voadora deu um mergulho suave e desembarcou e abaixou-se até tocar o chão onde Chi-Chi foi capaz de descer com a ajuda de Goku. Ela olhou em volta, observando o clima quente e a vista das amplas árvores da selva, trepadeiras e várias flores tropicais coloridas. Chi-Chi olhou com admiração para um pássaro tropical voando por ela e até um galho de árvore com sua família em um ninho.

"Oh, este lugar é lindo, Goku. Obrigado por me trazer aqui."

Goku pegou seus pertences, pulou da nuvem e começou a acampar. Chi-Chi ajudou a juntar alguns gravetos sobre os quais Goku começou uma fogueira.

"Está bom e tranquilo aqui. Quando eu estive aqui pela última vez, não vi ninguém. Vamos. Deixe-me mostrar a você."

Goku conduziu Chi-Chi pela área, mostrando-lhe uma pequena cachoeira, onde ele disse que fazia muito treinamento aqui. Uma família de macacos balançava de árvore em árvore com suas caudas. Goku disse a Chi-Chi que este era o lugar onde ele aprendia a treinar o rabo para que não doesse quando alguém o puxava.

Quando eles voltaram para o acampamento, Goku disse a Chi-Chi que ele iria caçar para jantar. Isso deu tempo a Chi-Chi para descansar, já que ela andava bastante pela ilha.

"O que você prefere? Lobo? Peixe?" Chi-Chi perguntou enquanto se sentava em um tronco. De viver com Goku, ele muitas vezes levava o jantar para casa e às vezes era um peixe, lobo ou dinossauro. Chi-Chi comeu o primeiro e o último quando morava em sua aldeia, mas nunca havia comido lobo antes. Chi-Chi estava um pouco relutante, mas Goku disse a ela que estava tudo bem e ele comeu muitos deles quando era criança. Chi-Chi ouviu o marido, comeu e achou que era realmente bom.

"Eu não sei. Não havia lobos por aqui da última vez. Talvez eu consiga um bom dinossauro ou peixe."

"Tudo bem", disse Chi-Chi.

Trinta minutos se passaram agora e Chi-Chi agitou o fogo com um graveto, mantendo-o em pé. Ela se perguntou que tipo de jantar Goku estaria trazendo até ouvir um rosnado baixo. Ela olhou para trás e pulou de surpresa.

Dois leões saíram das sombras. Eles rosnaram para suas presas e lamberam os lábios com fome.

"Afaste-se", advertiu Chi-Chi.

Os leões não deram ouvidos enquanto se dirigiam a ela. Chi-Chi ateou fogo no final de seu bastão. Os leões se aproximaram, vindo de ambos os lados. Quando se aproximaram o suficiente para atacar, Chi-Chi balançou o graveto nos leões.

Os leões rosnaram e acenaram com uma pata para afastar o fogo.

Isso não foi bom. Até Chi-Chi sabia que não poderia parar os leões por muito tempo. 'Oh, Goku. Eu preciso de você.'

Um dos leões arreganhou os dentes e atacou novamente. Chi-Chi colocou a ponta ardente do bastão na boca do leão. O leão rugiu de dor. O outro leão ajuda seu amigo puxando o graveto, arrancando-o das mãos firmes de Chi-Chi. Chi-Chi tropeçou quando perdeu o controle do graveto e caiu contra uma árvore. O leão cuja boca ardia rosnou ferozmente e encarou Chi-Chi com raiva, como se fosse se vingar do que Chi-Chi fez. Ambos os leões olharam para Chi-Chi e rosnaram enquanto caminhavam para ela. Chi-Chi sabia que estava presa. Em sua condição, ela não podia fazer nada, então fazia a única coisa que podia fazer e isso era gritar.

Goku se levantou do lago com um peixe grande nas mãos. Ele nadou para terra, saiu do lago e sacudiu a água dele, como um animal. Goku estava prestes a vestir suas roupas quando detectou algo errado em algum lugar próximo. Ele se levantou e olhou em volta.

'Estranho. Tenho um mau pressentimento sobre Chi-Chi.

Embora a floresta estivesse repleta de vida barulhenta, um grito alto silenciou tudo enquanto chegava aos ouvidos sensíveis de Goku. O coração de Goku se apertou de medo com aquele som terrível. "Chi-Chi".

Goku decolou sem pensar duas vezes com o peixe no reboque. Ele correu o mais rápido que pôde, passando pelas árvores e trepadeiras para o acampamento onde deixou Chi-Chi. Com sua super velocidade, ele levaria segundos para chegar a Chi-Chi, mas pareciam horas. Seu coração estava batendo com medo do que estava acontecendo com Chi-Chi. 'Por que ela gritou? E se eu chegar tarde demais? E se ela estiver machucada? E se ela ... - ele se recusou a reconhecer esse pensamento. 'Não, ela não pode ser. Eu ... não posso perdê-la.

Quando ele chegou ao acampamento, Goku olhou horrorizado ao ver dois leões em volta de Chi-Chi.

"Chi-Chi!" Goku gritou enquanto corria em seu auxílio. Os dois leões voltaram a cabeça para Goku quando o ouviram gritar. Goku pegou o peixe em suas mãos e bateu nos dois leões no rosto, afastando-os de Chi-Chi. Ele se virou para ela. "Você está bem?"

"Eu estou, Goku, mas", ela gritou e apontou para trás dela.

Goku olhou para trás quando os leões estavam prestes a atacá-los. Goku empurrou Chi-Chi para fora do caminho e os dois leões atacaram Goku. Um dos leões coçou suas costas com suas garras afiadas e Goku gritou de dor quando as garras rasgaram sua pele.

"Goku!" Chi-Chi gritou.

Antes que os leões pudessem prejudicá-lo ainda mais, Goku rolou de costas apesar da dor e agarrou os dois leões pelo pescoço. Ele segurou os leões enquanto eles furiosamente balançavam seu rosto, tentando derrubá-lo de seu corpo. Goku empurrou os dois leões e se levantou.

Goku pegou os dois leões. Ele deu um soco, batendo-os um no outro, mas os leões não desistiram. Um dos leões se levantou e correu em direção a Goku novamente. Ele agarrou o leão pelo rabo, girou-o e soltou-o, enviando-o primeiro à cabeça de uma árvore. Ambos os leões balançaram a cabeça como se estivessem se orientando e atacaram Goku novamente. Goku realmente não queria machucá-los, mas ele os deixaria saber quem era o chefe.

Chi-Chi assistiu horrorizada enquanto os leões brigavam com Goku, mas ele se sustentou enquanto os lutava até que os leões soubessem admitir a derrota. Quando acabou, os leões choramingaram de dor e submissão. Os leões ofegavam pesadamente por lutar contra Goku. Eles caíram no chão exaustos. Apesar da dor nas costas, Goku correu para Chi-Chi e a abraçou.

"Você está bem? Eles não machucaram você, machucaram?"

Chi-Chi nunca ouviu aquele tom de voz de Goku antes. Ele parecia tão assustado por ela e estava tremendo. "Goku, eu estou bem." Um dedo traçou a marca nas costas dele e ela sentiu Goku estremecer. "Mas é você quem-"

"Eu estava tão preocupado com você, Chi-Chi", ele a interrompeu. "Eu estava com medo que os leões machucassem você. Pensei ter perdido você quando ouvi você gritar."

Chi-Chi ofegou silenciosamente com a emoção grossa na voz de Goku. Ela olhou para Goku, vendo todas as emoções dele se espalharem em seu rosto. Ele parecia tão assustado como se estivesse prestes a chorar. Só de olhar para o rosto dele, deu a Chi-Chi o conhecimento de como Goku parecia quando menino perdendo seu avô. Chi-Chi nunca viu essa expressão em Goku antes. Ele parecia tão assustado por perdê-la.

Morando com ele por quase um ano, ela estava aprendendo seus hábitos e aprendendo o verdadeiro Goku. Era uma maravilha para ela se seus amigos soubessem o que ele realmente gostava. Ela ouviu as histórias que Goku contou a elas e não soou como se fossem. Eles sempre pensaram que ele era um pouco lento ou estúpido quando Chi-Chi nunca viu isso. Quanto mais ela estava perto dele, mais ela aprendia sobre ele e via coisas que ninguém mais via.

"Goku", Chi-Chi sussurrou.

"Eu te amo", ele disse de repente.

Chi-Chi acariciou o lado do rosto e sorriu; uma lágrima derramou de seus olhos. "Eu sei. Eu também te amo."

Goku a puxou para perto para um beijo. No entanto, o Chi-Chi foi quem recuou. Mesmo que ela quisesse beijá-lo, agora não era a hora. "Vamos lá. Vamos cuidar de sua ferida e pegar suas roupas." Com a excitação, ela percebeu que Goku lutava contra dois leões somente com sua boxer.

Goku assentiu olhando para a falta de roupas dele. "Sim."

Goku colocou o peixe sobre o fogo, se vestiu e foi com Chi-Chi para encontrar as ervas para sua ferida. Sobre o fogo, enquanto o peixe cozinhava e os leões estavam sentados no acampamento agora protegendo os dois, Chi-Chi misturou as ervas em uma substância pastosa usando um graveto e gentilmente colocou mistura de cura nas costas de Goku. Ele estremeceu de dor quando lhe picou a pele.

"Tem que doer tanto?"

"Desculpe, Goku. É como um anti-séptico. Deve curar a ferida e prevenir infecções", disse Chi-Chi. Ela cobriu a ferida com uma folha verde de ervas.

Depois do jantar, jogaram a comida restante que haviam deixado para os leões. Chi-Chi estava relutante com a idéia, mas Goku sabia que os leões não tentariam nada, especialmente depois de aprenderem a lição.

Com o Chi-Chi no terceiro trimestre, ela estava achando mais desconfortável e cansada demais para fazer as coisas. Chi-Chi recebeu ajuda extra de Goku pela casa. Quando ele não estava fora do treinamento, ele estava gradualmente aprendendo a fazer as tarefas sozinho. Ele lavou a roupa, lavou a louça sem quebrá-los e até os colocou nos armários certos. Ele usou todos os aparelhos da cozinha sem se machucar.

Quando seu corpo doía, Goku massageou a dor. A gravidez de Chi-Chi estava indo muito bem, além do rápido crescimento do bebê. Ainda assim, apesar do cansaço dela, Chi-Chi fez questão de cozinhar para Goku, sabendo que ele amava sua refeição e merecia isso por tirar um tempo de seu treinamento para ajudá-la.

A mesa de jantar estava mais cheia que o normal, pois Chi-Chi estava comendo por dois. Ainda assim, ela ainda não podia competir com o estômago de Goku ou pelo menos ela pensou. Ela estava trabalhando duro para encher Goku e cozinhava mais e mais comida cada vez que cozinhava. Quando Goku limpou o prato, Chi-Chi saiu para tirar as últimas refeições da geladeira e do forno. Sobre a mesa, ela colocou uma tigela grande de salada de frango, um prato grande de macarrão com queijo e dois pratos de costeletas de porco.

Goku engoliu em seco. "Você tem mais?"

"Sim", disse Chi-Chi. "Estou cheio. Vou terminar de lavar a louça." Ela juntou seus pratos, alguns de Goku e os colocou na pia.

Goku olhou para a comida diante dele. Todos pareciam e cheiravam tão deliciosos. Ele queria tanto comê-los, mas não podia. Ele estava cheio. Pela primeira vez em seu casamento com Chi-Chi, ele estava cheio.

"Eu não posso comer isso. Estou cheio."

Chi-Chi quase derrubou o prato que estava lavando. Ela olhou de volta para Goku, os olhos arregalados. "Você está o que?"

"Estou cheio. Não posso comer mais nada."

O olhar de choque de Chi-Chi se transformou em completa alegria. Ela foi abraçar Goku. "Oh, você está cheio! Você está cheio! Eu finalmente consegui! Eu sou uma boa esposa!"

"Não é divertido, Chi-Chi. Eu não posso comer essa comida e realmente quero", Goku lamentou. "E eu realmente queria comer sobremesa", ele olhou tristemente para o bolo de especiarias de quatro camadas com glacê de baunilha, que ele sabia que seria realmente bom como todos os pratos de Chi-Chi. Não foi justo. Ele realmente queria comer aquele bolo e não podia porque estava cheio.

Chi-Chi beijou Goku por um tempo. "Você pode comer isso amanhã. Estou tão feliz que finalmente a enchi. Agora eu sei como preparar as refeições." Chi-Chi voltou a lavar a louça com um humor muito mais feliz, enquanto Goku estava de mau humor por estar cheio. Ele mal podia se mover. Seu estômago estava tão apertado que ele tinha medo de explodir.

Goku sentou-se à mesa até Chi-Chi terminar a louça. Chi-Chi estava cansado e decidiu se deitar. Goku não tinha mais nada para fazer, então ele se juntou a ela. Chi-Chi gemeu ao sentir dor na parte inferior das costas.

"Suas costas doem de novo?"

"Hum-hum", disse Chi-Chi, uma vez que entraram no quarto. Ela tirou a roupa e vestiu a camisola de maternidade.

"Eu poderia massagear, se você quiser."

Chi-Chi parecia agradecida. "Obrigado." Ela deitou na cama. Goku sentou na cama ao lado de Chi-Chi e massageou a parte inferior das costas, acalmando as costas doloridas de Chi-Chi. "Isso é bom."

Goku trabalhou as mãos metodicamente na parte inferior das costas de Chi-Chi. Ele olhou para ela e notou que seus olhos estavam fechados, mas seu rosto era agradável.

"Oooh", Chi-Chi disse colocando a mão na barriga.

"O que é isso?"

"O bebê", Chi-Chi rolou e sentou-se. "Está se movendo. Ow! Está me chutando com força. Olhe."

Goku olhou para o estômago de Chi-Chi. Ele viu alguns padrões estranhos no estômago dela. Parecia socos e pontapés. "Está dando um soco e chutando você", disse Goku espantado. "Uau. Temos um pequeno artista marcial aqui, Chi-Chi. Gostaria de saber se ele pode fazer um Kamehameha", acrescentou ele brincando.

Chi-Chi começou a dizer algo sobre o assunto, mas foi esquecido quando sentiu a dor dos chutes do bebê. "Eu sei. Eu sinto isso", Chi-Chi gemeu.

Goku viu a angústia de Chi-Chi. Ele esfregou seu estômago suavemente e pressionou o rosto perto dele. "Ei, bebê, não chute tão forte. Você está machucando sua mamãe", ele disse à criança no estômago suavemente.

Chi-Chi não pôde deixar de rir de Goku. Ele era tão adorável. Para sua surpresa, os chutes e socos foram mais leves. "Isso diminuiu."

Goku sorriu enquanto esfregava seu estômago. "Sim, foi."

"Ow!" Chi-Chi chorou quando os chutes começaram novamente. "Não, esse bebê quer alguma coisa. Talvez se eu comer alguma coisa, o bebê se acalme."

"Eu sei o que ele quer", disse Goku e saiu correndo.

Chi-Chi se perguntou o que poderia ser isso, mas ela conseguiu sua resposta quando Goku voltou com o bolo de especiarias de quatro camadas na mão com dois garfos. Ela cruzou os braços enquanto Goku caminhava para a cama. "Eu acho que é você quem quer isso. Você pode comer isso?" Perguntou Chi-Chi. "Eu pensei que você estava cheio."

"Isso foi há uma hora atrás", disse Goku enquanto cuidadosamente se deitava na cama segurando o bolo.

"Goku, não podemos comer na cama."

"Por que não?"

"Porque não é apropriado. Poderíamos ter migalhas aqui e alertar formigas e-"

"Mas o bebê quer comer", Goku a interrompeu. "Você não pode ignorar isso."

Não, ela não podia. Até Chi-Chi sabia disso. "Tudo bem, mas eu vou pegar um pedaço." Ela pegou um garfo. "Onde está a faca?"

"Eu não trouxe." Goku disse e começou a comer com o garfo.

"Se o bebê não estivesse com fome, eu o mandaria buscar", disse Chi-Chi e começou a comer.

"Quer jogar?" Goku perguntou.

"Você está de brincadeira?" Chi-Chi respondeu.

"O perdedor lava a louça da manhã amanhã", disse Goku e começa a comer cada vez mais rápido.

"Não é justo, Goku!" Chi-Chi disse e comeu rápido como ele, colocando o máximo de bolo possível em sua boca.

Goku ficou impressionado com o Chi-Chi. Ela estava comendo quase tão rápido quanto ele. Os dois se entreolharam, bocas recheadas de bolo com migalhas e cobertura de baunilha ao redor da boca. Eles olharam para os garfos nas mãos e perceberam como era chato comer assim. Juntos, jogaram fora os garfos e comeram com a boca e as mãos. Eles riram como crianças e retomaram a comer determinados a vencer o outro. Quando a corrida terminou, Goku saiu vitorioso. Eles comeram o bolo inteiro em menos de quinze minutos.

"Ha! Ha! Sim, eu ganhei!"

"Isso é porque você está acostumado a comer concursos", ressaltou Chi-Chi. "E veja como seu rosto está bagunçado."

Goku não precisava se olhar no espelho para saber disso. Ele podia sentir isso. Ele riu da esposa com migalhas de bolo e glacê por todo o rosto. "Você não é diferente."

Chi-Chi riu. "Eu acho que não." Ela nunca tinha feito algo assim antes, mas estar com Goku a fazia agir de maneira engraçada, tão leve e feliz como uma criança às vezes. Ela limpou algumas migalhas ao redor da boca e comeu. "Eu acho." Ela saiu da cama. "Estou uma bagunça. Vou limpar meu rosto e pegar um pouco de água para lavar este bolo. Vou lavar a louça do café da manhã como de costume, mas você está lavando a louça hoje à noite."

Goku concordou e quando voltou para o quarto. Ele encontrou Chi-Chi no banheiro limpando o rosto dela com um bolo. Goku ainda tinha que fazer a tarefa. Ela o viu e acenou para ele no banheiro. "Você é uma bagunça." Chi-Chi disse brincando enquanto limpava o rosto de Goku. Ela colocou a toalha no cesto. "Você sempre precisará de mim."

Goku a pegou e levou Chi-Chi de volta para a cama deles. Ela deitou de um lado enquanto ele deitou do outro. Eles se entreolharam por infinitos momentos antes de Goku a beijar novamente. Este não foi um beijo gentil de boa noite. Foi um beijo que dizia eu quero fazer amor com você. Não apenas ele estava tocando-a nos lugares certos para deixá-la de bom humor, mas seu corpo estava reagindo a ela, e chichi sentia isso.

"Goku", Chi-Chi gemia baixinho quando Goku beijou seu pescoço e uma de suas mãos procurou seus pontos mais íntimos. Por mais que ela quisesse, eles tiveram que parar. "Espere. Nós não podemos. Pare."

Goku parou e olhou para Chi-Chi. "Por quê?" ele quase choramingou.

"Lembra-se do que o médico disse? Ela disse que eu arrisco parto prematuro e não podemos fazer sexo agora. Temos que esperar até depois que o bebê nascer".

Goku franziu a testa, não feliz por ter que esperar, mas cedeu. Ele teve que se afastar do assunto do sexo, então se moveu lentamente pelo corpo de Chi-Chi. Chi-Chi observou-o colocar uma orelha no ventre dela. Chi-Chi passou os dedos pelos cabelos de Goku. "O que você está fazendo?"

"Ouvindo."

"Para quê?"

"Eu ouço o batimento cardíaco do bebê."

"Você consegue?" Chi-Chi achou isso impossível, mas como Goku parecia certo, ela acreditou nele.

"É muito forte."

"Você é diferente, sabia disso?"

Goku inclinou a cabeça para Chi-Chi. "Diferente?"

"Não falo por mal. Você é um homem, mas não tem pêlos faciais ou corporais. Você tem idade suficiente para tê-lo." Ela tocou o cabelo dele. "E seu cabelo, você nunca precisa ser cortado. Sua audição e visão também são fortes. Eu tenho visão 20/20, mas você pode ver mais longe do que eu. Você não percebeu o quão diferente você é dos outros?"

"Eu acho que é estranho, mas não posso mudar como nasci, posso?"

"Não, acho que não. Gostaria de saber se nosso filho herdará isso", pensou Chi-Chi distraidamente.

"Você acha que vai ter o meu rabo?" Goku perguntou enquanto acariciava o ventre de Chi-Chi.

"Eu não sei. Nós não vimos quando eu fiz o ultra-som. A criança pode não ter."

"Como você acha que a criança será, Chi-Chi?"

"Eu não sei. Será uma combinação de nós dois. Isso pode ser qualquer coisa. Pode ter seus olhos, meu cabelo. Qualquer coisa."

Goku deitou ao lado dela e se perguntou. "Eu me pergunto se ele terá seu temperamento e minha força. Garoto, isso será uma jornada a ser enfrentada."

Chi-Chi divertidamente jogou um travesseiro na cabeça de Goku. "Ha. Ha."

Goku olhou para os objetos estranhos na mão. Ele esperava que estivesse fazendo isso certo. Ele olhou as varas na mão e o pedaço de papel com as instruções. Ele viu o que estava escrito e o juntou.

"Ah eu vejo." Ele colocou as duas varas juntas. "Lá."

Ele olhou para sua realização. Ele estava na metade do caminho, mas o berço estava bem.

Rei boi visitou outro dia com coisas para o bebê. Ele trouxe o berço de Chi-Chi de quando ela era criança, livros de bebê, brinquedos e alguns de seus bichos de pelúcia com os quais um menino ou menina podiam brincar. Quando Chi-Chi admitiu ao pai que ela e Goku estavam com pouco dinheiro, rei boi alegremente deu-lhe mais dinheiro sem pensar duas vezes e disse à filha para não se preocupar com dinheiro, pois ele sempre estará lá para ajudá-los. .

"Goku", Chi-Chi chamou gentilmente enquanto entrava na sala com um prato de sanduíches e garrafas de água. "Como está indo o berço?"

"Uh, tudo bem."

"Trouxe o almoço para você." Chi-Chi sentou o prato ao lado do marido. Ela olhou para o que ele havia feito até agora. "Você está fazendo um bom progresso."

Goku murmurou obrigado enquanto comeu seu sanduíche e bebeu um pouco de água. Ele notou que Chi-Chi estava esfregando seu ventre e seus olhos se fecharam tensos como se ela estivesse com dor. "Você está bem?"

"Eu não tenho certeza. Eu tenho cólicas o dia todo. Normalmente, é menor e a dor desaparece, mas não é desta vez. Parece estar ficando mais intenso. Oh!" ela chorou de dor.

"Não é o bebê chutando forte?" Goku perguntou.

Chi-Chi balançou a cabeça. "Não. É pior." Ela gritou de dor novamente, desta vez mais alto.

"Chi-Chi", Goku agarrou seus ombros suavemente. "O que eu posso fazer?"

"Leve-me ao hospital! Acho que estou tendo uma contração. Estou entrando em trabalho de parto!"

Goku pegou Chi-Chi em seus braços e voou pela janela. 'Isso não é bom', Goku pensou preocupado. 'Chi-Chi é muito cedo para entregar. Ela tem apenas sete meses e meio. Ele olhou para ela enquanto ela chorava de dor intensa novamente. Ela começou a chorar, dizendo o que ele estava pensando.

"É muito cedo", Chi-Chi começou a chorar. "Eu não estou pronto para entregar. Oh, Goku, estou com tanto medo."

Goku não a deixou ver a preocupação em seu rosto. "Não se preocupe. Tudo ficará bem." Ele olhou para o futuro e voou ainda mais rápido para o hospital.

O médico de Chi-Chi já estava na equipe, por conhecer sua condição, ela foi levada às pressas para uma sala de emergência, onde foi descoberto que era um alarme falso.

"Você quer dizer que não estou em trabalho de parto?" Perguntou Chi-Chi.

A Dra. Korma balançou a cabeça. "Não, é apenas Braxton Hicks. As mulheres grávidas sofrem essas dores durante a gravidez, mas não se tornam visíveis até as últimas semanas." Chi-Chi relaxou um pouco. Ela estava nas últimas semanas de gravidez, então suas dores eram normais. "No entanto", o rosto amigável da Dra. Korma estava cheio de profunda preocupação ", essas dores que você está tendo são intensas demais para uma mulher grávida de sete meses ... a menos."

"A menos que eu tenha trabalho de parto prematuro", concluiu Chi-Chi.

Dr. Korma assentiu. "A boa notícia é que o bebê parece saudável. Os dois estão em boa saúde, o que não explica por que você pode entrar em trabalho de parto mais cedo. Vamos mantê-lo aqui durante a noite para observações, mas podemos enviar você para casa amanhã." "

Chi-Chi assentiu e o médico e sua enfermeira foram embora para deixar Goku e Chi-Chi em paz. Ela passou a mão sobre o estômago, ficando quieta.

"Eu te disse que tudo ficaria bem, Chi-Chi", disse Goku confiante, embora por dentro estivesse respirando aliviado.

"Espero que continue tudo bem, Goku", disse Chi-Chi enquanto continuava a esfregar seu ventre. "Eu realmente espero que sim."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...