História Casamento forçado - imagine Gdragon - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7
Personagens BamBam, D-Lite (Daesung), Ga Yoon, G-Dragon, Hyun A, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Ji Hyun, Ji Yoon, Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Seungri, So Hyun, T.O.P, Taeyang, Youngjae, Yugyeom
Tags Imagine Gdragon
Visualizações 127
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores! Eu sei que demorei para Atualizar, fiquei um tempo afastada do spirit mas então voltei e estou atualizando algumas fanfic's

E estou com esse capítulo quente (literalmente) para vocês.


Avisos!!

Contém agressão e linguagem imprópria!

Capítulo 3 - "Capitulo 3:Fuja comigo?"





— Gostou è? — Perguntei deixando com que minha toalha caísse, me deixando completamente nua. 



Havia uma mistura de sensações e sentimentos indistinguíveis dentro de meu peito. O pálido se aproximou e afastou meus cabelos do meu pescoço, começando a beijar o local. 


— Você é uma maravilha! — Dizia enquanto sua destra descia pela minhas curvas até chegar em minha coxa aonde o maior depositou um aperto. 


Me fode! — Sussurro em seu ouvido, percebendo o arrepio do maior. O mesmo começou a beijar meus lábios, enquanto sua destra apertava minha nádega. 


Estava em um mar de sensações com o beijo do maior, nossas línguas brigava em nossas bocas. Assim que o mesmo me coloca na cama a porta é aberta e Kwon nos olha incrédulo no que vê. 


— S-S/n? — Suas palavras saíram falhas. Me levantei rapidamente e cobri meu corpo com a toalha. — Yoongi... Logo você! — Gritou alterado, seus olhos estavam vermelhos. — Talvez fosse a vontade de chorar, ou a raiva possuindo si. 


— Kwon, me desculpa. Eu posso me explicar... — Digo indo até o mesmo que lança um olhar de fúria


— O que você tem para me explicar? 


— Eu não sei! Estou com muitas coisas na cabeça e ele me apareceu aqui, não pude evitar as sensações prazerosas que tive! — Digo, talvez eu devesse calar minha boca, pois, eu só estava piorando as coisas. 


— "Sensações prazerosas" — Riu com seus olhos quase transbordando. 


— Me desculpe! — Digo o encarando nos olhos. 


— Amanhã conversamos. — Disse saindo. Essa última palavra me assustou um pouco. Yoongi se vestiu e saiu de meu quarto sem dizer uma palavra. 


Estava me sentindo uma vadia má por ter tal atitude com Kwon, ele me defendeu! Não posso negar que ele venha ser um rapaz bom. — Como não posso negar que quase transei com seu irmão. 


Deitei em minha cama e cobri minha cabeça de vergonha. — Porra velho! Eu sou uma inútil! Fechei meus olhos e acabei dormindo. 



Dia seguinte

08:54



Acabei sendo acordada por uma serviçal que trazia meu café da manhã. 


— Senhor Kwon pediu para que eu trouxesse para a senhora. 


— Obrigada. — Tem veneno. 


— Ele fez questão de fazer para você. 


— Oh, sim... Claro. — Tem veneno! 


— Com licença. — Disse se curvando antes de sair. 


Peguei a bandeja e comecei a verificar sua panqueca. — Pelo menos não é miojo. Havia um bilhete colado á xícara. 


"Bom dia querida! Espero que seu dia comece bem, porquê aparti do momento em que você pisar no chão, sua vida vai piorar! Beijos, do seu querido marido. 

-Kwon"



Respirei fundo e joguei a bandeja no chão, me levantei e caminhei até a porta, desci as escadas vendo todos reunidos. 


— Querida! — Disse Kwon ao me ver. 


— Amor! — A cara nem queima! 


— Como foi seu sono? — Indagou. — Espero que tenha sido bom, sem o Yoongi. — Disse rindo. 


— Yoongi? — Perguntou seu pai. 


— Sim, pai. S/n e eu temos essa brincadeirinha agora. — Disse sarcástico. 


— Que brincadeira? 


— Oh, Yoongi não lhe contou ainda? 


— Contou o que Kwon? Fale logo, não me enrole! 


— Ele e S/n estavam transando ontem. — Disse Kwon me olhando com um sorriso satisfeito. 


— COMO!? — O mesmo me olha e deposita um tapa em minha face. — EU NÃO ACEITO VADIAS!! — Gritou chamando atenção de todos que estavam em sua casa. — Serviçais e seus filhos. 


— P-Pai não precisa agredi-lá! A culpa é de Min Yoongi! — Gritou Kwon me ajudando a levantar. 


— Cale sua boca! Se você não aprender a cuidar do que você tem, vai acaba perdendo! — Gritou seu pai me puxando pelos cabelos. — SE VOCÊ NÃO CUIDA, EU IREI LHE ENSINAR! — O mesmo me puxou até meu quarto e me jogou contra a cama, saindo logo seguida.  




Kwon on



Tudo que eu queria era difama-lá, mas papai foi longe demais! Além de agredi-lá ele á prendeu em seu quarto. 


Antes de mamãe vir a falecer, ela me disse para que eu não deixasse que meu pai batesse em minha futura mulher. Com certeza ela estava ciente de S/n. 


Não poderia deixar suas agressões continuar. Esperei anoitecer e peguei a chave de seu quarto, subi as escadas e abri sua porta. 


— S/n... — Digo me aproximando da mesma que estava no chão chorando. Seus lábios estava avermelhados e sua blusa com respingos de sangue. 


— O que você quer? Já não fodeu minha vida o suficiente!? — Dizia chorando. 


— Eu não pensei que ele fosse lhe bater. — Digo me aproximando e sentando ao seu lado. 


— Pelo o amor! Seu pai é um babaca que agride mulher e você ai, dizendo: "Eu não sabia". Ah, vai se foder! 


— Me desculpa, estava com raiva mas não á ponto de te ver apanhar, ou algo do tipo! Não sou como ele, eu nunca imaginária tamanha barbaridade. 


— Mas já viu! Ele me bateu em minha casa! — Disse secando suas lágrimas. 


— Você não é a única... Vi mamãe apanhar até morrer, e suas últimas palavras foram para defender minha namorada. Eu não pude defender minha própria mãe! — Disse chorando. S/n limpou as lágrimas que escorria de minhas bochechas e levantou meu rosto. — Faça com que ela se orgulhe de você! — Disse me olhando nos olhos. 


— Respirei fundo — Pegue o necessário, vamos fugir! — Digo me levantando e descendo as escadas. Peguei uma mochila e coloquei comida o suficiente para três dias. Subi novamente as escadas, vendo S/n pegar algumas peças de roupas e colocar em sua mochila. 


— Acho que isto para mim está bom. — Disse colocando a mochila em suas costas. — E sua roupa?


— Eu não preciso, vou comprar, estou com dinheiro suficiente para sobrevivermos. — Digo pegando em sua mão. — Você irá ficar comigo, tempo suficiente para fugirmos do país. Depois que fugirmos, se você quiser, pode seguir sua vida sem mim. 


— E se eu não quiser? — Indagou. 


— Fique comigo. — Digo sorrindo e a mesma sorri de volta. 


Saimos de casa e antes que pudéssemos entrar no carro, ouvimos a risada nasal de Min Yoongi. 


— Sério isso, irmão? 




Que merda Min Yoongi! Sempre fodendo minha vida!



Notas Finais


Ahhh o que vocês acharam? Espero que gostem, não esqueçam de comentar (li cada comentário e fiquei super feliz, por isso estou atualizando essa fanfic... Me desculpe pela demora)



Siga o perfil: @Jiminzei
Agradeço desde já*-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...