História Casamento Forçado. - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Tags Amizade, Amor, Brigas, Clace, Malec, Shadowhunters, Sizzy
Visualizações 119
Palavras 2.044
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, oi meus lindos e amados leitores do meu coração. Tudo bem com vocês?
Voltei com mais um capítulo para vocês e espero de coração de gostem da mudança de narradores.👏👏
Um beijo e uma ótima leitura.😙😙

Capítulo 24 - Que Comecem os Jogos.


Fanfic / Fanfiction Casamento Forçado. - Capítulo 24 - Que Comecem os Jogos.

Narrado pelo Simon.


- Você está bem? - Pergunto para a Clary assim que o loiro aguado se afasta. O cara não saia de perto dela e ficava me olhando estranho.


Sabe quando você está em um lugar perigoso e vê qualquer pessoa suspeita passar e já fica olhando com medo de que roubem alguma coisa importante de você? Então, era desse mesmo jeito que o Herondale Junior estava me olhando.


- Está sim. - a Clary fala sorrindo. - E você? O que está achando da viagem, das pessoas? - fala com expectativa.


- Estou gostando da viagem, embora a gente não tenha saído do hotel ainda, a cidade que pude vê pela janela do carro é incrível. - falo e ela sorri com minha resposta.


- E as pessoas? - pergunta mais uma vez.


- As pessoas? Seja mais específica Clary. De quem você está falando? - falo já esperando ela falar do loirinho.


- Izzy. - Fala me surpreendendo. - Eu quero saber o que você achou da Izzy.


- Eu já conhecia a Izzy, nós nos aproximamos desde o seu casamento estranho. - falo e ela revira os olhos. - A Izzy é uma pessoa maravilhosa. Ela é linda, engraçada e gostosa pra caramba. - falo sorrindo e ela me acompanha. - Mas por que essa pergunta? Por um acaso ela falou de mim?


- Sim. Na verdade ela falou de você. - Fala e sorrio com a possibilidade disso.


Eu e a Clary sempre fomos muito amigos, muito amigos mesmo. E por essa amizade ser tão intensa já confundi as coisas achando que estava perdidamente apaixonado por ela. Mas não foi bem isso que aconteceu como eu disse, só confundi os coisas. O único sentimento que sinto e sempre sente é uma irmandade inabalável. Tão inabalável ao ponto de nossa relação não ficar nem um pouco instável com a minha loucura de achar está apaixonado por ela. Na verdade isso só mostrou o quanto somos parceiros e sempre vamos ser.


Então, desde do dia em que descobrir meu real sentimento por ela, ela vem me ajudando a pegar garotas.


- O que ela falou de mim? - falei interessado.


- Isso você não saberá. - fala sorrindo. - O que eu quero saber é se você está interessado em ter algo com ela.


- Você está me perguntado se eu estou interessado em pegar a Izzy? - Falei em deboche. Quem não gostaria de pegar a Izzy.


- Eu não estou falando em pegar a Izzy. - Falou seria. - Ela é diferente Simon. Merece mais do que apenas uma pegada.


- Você fala isso porque nunca foi pegar por mim. - falo sorrindo fazendo ela me seguir.


- Não. - Ouço uma voz ao meu lado e me deparo com o loiro aguado. - Mas foi pegar por mim, e posso garanti que é bem melhor do que você.


- Isso você não tem como ter certeza. - Falei sorrindo.


- Jace, você viu a Izzy? - Falou a Clary nitidamente nervosa.


- Já foi para o quarto. - falou o loiro aguado sem tirar os olhos se mim.


- Sendo assim Simon, aproveite. E cuidado. Pensa no que eu falei. - falou a Clary pegando na mão do marido.


- Pode deixar morango, eu vou pensar. - Falei e sair sem olhar para trás.


Era só o que me faltava, aquele loiro aguado com ciúmes da Clary. Eu já falei que não gosto dele? Pois se não falei eu falou agora: não vou com a cara do Jace aguado Herondale Junior. Desde do dia do jantar beneficente em que ele chegou todo autoritário achando que era o dono da Clary. Aí depois deve esse casamento sem cabimento algum. Conheço a Clary o suficiente para achar esse casamento sem nexo.


Tiro esses pensamentos e vou de encontro ao quarto da Izzy. Essa sim é a única coisa boa que aquele casamento da Clary me trouxe.


Aquela morena linda.


Chego no corredor do seu quarto e bato na porta tentando me controlar para não chegar beijando-a sem saber o que ela acha a respeito. Logo a porta se abre me mostrando a morena mais linda e sexy que já vi.


- Ah... Simon. Tudo bem? - Pergunta me olhando sem jeito, o que com certeza é novidade para mim. O pouco tempo que pude conviver com a Izzy, ela mostrou ser alguém totalmente extrovertida e sem nenhuma vergonha. E agora vendo ela assim completamente envergonhada, me faz pensar o que mudou.


- Eu preciso que você me responda uma coisa Izzy. - Falei e ela estreitou os olhos.


- Pode falar. - Disse ainda na porta me encarando.


- Posso entrar? - Perguntei e ela sorriu me dando passagem.


- Está foi a pergunta? - Fala fechando a porta atrás de si.


- Não. - Digo sorrindo. - Essa ainda não foi a pergunta. - Falei e ela assentiu.


- Ok. Então pode perguntar. - fala ficando seria.


- Eu quero saber qual será sua reação se eu beija-la agora? - Falo de uma só vez. Deixando ela boquiaberta.


- Acho que você terá que pagar para ver. - Fala sem tirar os olhos dos meus.


- Então eu posso te beijar? - falo caminhando lentamente em sua direção.


- Não sei porque ainda não fez. - Fala e vem em minha direção colando nossos lábios. Essa sim é a Izzy que eu conheço, cheia de atitude.


Retribuo o beijo agarrando sua cintura enquanto ela brinca com meu cabelo e passa suas unhas pela minha nuca. O beijo dela e extremamente gostoso, diferente de todos que eu já provei. E olha que não  foram poucos. Ela é diferente, a Clary estava certa. Agora resta  saber é em que isso mais ela pode ser diferente para mim.


A pego grudando nossos corpos e ela logo cruza suas pernas em minha cintura. Ando em direção de um sofá que tem no canto do seu quarto e sento-me nele colocando ela devidamente sentada em meu colo.


Logo a Izzy morde meu lábio inferior no mesmo tempo em que crava suas unhas em minhas costas, passo minhas mãos por todo seu corpo apretando sua bunda um pouco forte de mais fazendo ela gemer descontroladamente. Beijo seu pescoço enquanto ela se esfrega descaradamente em meu membro me deixando louco por ela. Assim eu levo minhas mãos ao seis seios e os aperto com uma mistura de delicadeza e força, mas quando eu estava prestes a tirar sua blusa, ela sai do meu colo e vai em direção a porta a aprindo enquanto eu fico estático no sofá sem reação.


- O que você... porque isso? - pergunto levantando-me e me aproximando dela.


- Você pediu um beijo, eu te dei esse beijo. Agora você já pode ir. - Ela diz com uma calma impressionante.


- Como é? - Pergunto incrédulo. Eu apenas não consigo acreditar que ela está em mandando embora depois do que acabou de acontecer.

- Isso mesmo que você ouviu Simon. - Ela vem para trás de mim e me empurra delicadamente para o corredor. - Eu preciso dormir que amanhã temos a cidade inteira para conhecer. - Diz voltando para dentro do seu quarto com um sorriso no rosto. - Até amanhã. - Diz e fecha a porta na minha cara me deixando sem saber os em pensar ou fazer.

Essa mulher do pode ser louca! Não é possível que um pessoa em sã consciência despense uma foda louca apenas por que tem que conhecer a cidade no outro dia. Isso é simplesmente loucura.

Está bem, ela é um louca extremamente linda, gostosa, inteligente e engraçada mas ainda assim, é louca.

Louca que eu ainda vou pegar!


***


Narrado pela Izzy.


O que eu estava  fazendo?


Eu estava mesmo prestes fazer sexo com o Simon Lewis?


E o pior é que eu não iria me arrepender, eu tenho total certeza disso.


Eu devo ter problemas seríssimos, só pode ser isso. Eu não posso me deixar levar pela minha vontade e fazer tudo que vem em minha cabeça. Tudo bem que eu sempre fui louca o suficiente para fazer exatamente isso em completamente toda minha digníssima existência, mas agora a situação é diferente.


Porque é diferente?


Simples. Porque eu, Isabelle Lightwood estou completamente apaixonada por um nerd idiota que nunca se quer cheguei a beijar, quer dizer, eu acabei de beija-lo e por causa desse beijo eu quase fui para cama com ele. Que beijo foi aquela meu Deus, foi simplesmente o melhor beijo de toda minha vida. E olha que eu não beijei pouco não em!


Mas isso não vem ao caso, eu não posso ir para cama com ele, pelo menos não agora, não antes de fazer ele se apaixonar por mim.


Pelo pouco que eu convivi com o Simon, eu pude perceber que ele nunca está sozinho. Sempre rodeado de mulheres ao seus pés prontas para fazer tudo que ele pedir. Eu não posso ser assim, por mais que eu queria fazer o que ele quer, eu não posso. Serei diferente!
Pelo bem da minha sanidade.


Volto para cama e tento tirar os últimos acontecimentos para que pelo menos eu consiga ter uma ótima noite de sono. E eu inacreditávelmente, consegui.


[***]


Acordo e estou revigorada. Tive uma noite de sonhos que me deixam com um sorriso imenso no rosto so de lembra, já que por enquanto eu ainda não posso fazer isso na vida real é bom que meu subconsciente me recompense com alguns sonhos desse tipo por mais tempo.


Sim gente, eu passei a noite toda tendo sonhos eróticos com o Simon. Não me me julguem, sou humana e temos minhas necessidades.


Levanta-me e faço minha higiene pessoal depois tomo um bastante demorado. Assim que término ponho roupas quentes e confortáveis já que aqui está fazendo muito frio. Saiu do meu quarto para encontrar todos que provavelmente está na recepção me esperando.


Eu sempre, repito, sempre me atraso!


Antes de chegar a recepção encontro o Simon encostado próximo ao elevador com os braços cruzados e exterminar sério. Confesso que isso o deixa ainda mais lindo. Senhor, eu preciso ter esse homem! Faça ele de apaixonar por mim logo Deus, eu nunca lhe pedi nada. Amém.


- Acordou a Margarida. - fala ele assim que me aproximo o suficiente.


- Estava a minha espera? - Pergunto sorrindo gentilmente.


- Sim. Todos estão a espetando e eu precisava conversar com você sem ter ninguém por perto. - Diz me encarando.


- Conversar comigo? - falo tentando esconder a minha curiosidade. - E qual seria esse assunto?


- O Beijo.


- O beijo? - Pergunto e ele sorri de lado.


- Porque não me deixou fazer o que nos dois queríamos? - Perguntou se aproximando e me grudando na parede. Sorrio para ele tentando me controlar e provoca-lo.


- E oque te faz pensar que eu queria mais do que apenas um beijo seu Simon? - falo e ele sorri aproximando sua boca do meu ouvido e mordendo o nódulo levemente. Senhor, me dai forças!


- Se você não quisesse, já teria me empurrando e entrado nesse elevador! - Diz sussurrando em meu ouvido. Ele se afasta e me olha nos olhos agora com o rosto nada angelical. - Você sabe brincar Izzy, mas eu também sei! - Fala e se afasta entrado no elevador sendo seguido por mim totalmente enfurecida.


Ele está tentando me provocar, me intimidar. Mas eu não sou tão fácil assim de ser vencida. Olho para ele que está ao meu lado com o rosto impacivel e assim que ele me olha eu levo minha língua para meu lábio o molhando e mordendo logo em seguida, e o que mais me atraí nisso e vê o Simon acompanhar o movimento com os olhos deixando nítido todo o seu desejo. Assim que chegamos no térreo e as portas do elevador se abrem, sorrio vitoriosa para o Simon e antes de sair pisco um olho para ele.


- Que comecem os Jogos Simon Lewis. - Falo e ele solta um riso abafado.


- Que comecem os Jogos Isabelle Lightwood. - Diz com voz sensual vindo atrás de mim.


Agora sim as coisas iram ficar boas nessa viagem. Que Deus me ajude.



Notas Finais


Ui ui😈😈
Sinto que essa viajem vai pegar fogo!!
O que acharam do mais novo casal? Vou dar mais um pequeno spoiler de que essa viagem será quase como um culpado para alguns dos nossos passagens 😁😁😁
Eu queria pedir desculpa pela demora de postar novos capítulos, sei que é horrível ficar na expectativa pra saber o que vai acontecer no capítulo seguinte(não sou nem um pouco curiosa e ansiosa, nem um pouquinho tá.😉)
Mas eu agora estou tendo pouco tempo livres pois estou trabalhando e estudando. Só tenho a noite livre e as vezes não tenho nenhuma ideia pra escrever. Mas vou tentar mudar isso e levar essa fic pra frente!😏😏
Espero vê os comentários de vocês e até o próximo capítulo.
Tchau🤗🤗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...