História Casamento Forçado - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Avenged Sevenfold
Personagens Johnny Christ, M. Shadows, Personagens Originais, Synyster Gates, The Rev, Zacky Vengeance
Tags Brigas, Essa Fic De Novo, Morte, Por Que Sim, Syn
Visualizações 13
Palavras 1.570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse da capa é o Beason o garçom que anda esbarrando na Nic :*

Capítulo 8 - Conhecendo Pessoas novas


Fanfic / Fanfiction Casamento Forçado - Capítulo 8 - Conhecendo Pessoas novas

POV's NICOLE

 

Depois que todos nos cumprimentou eu fiquei claramente perdida em meus pensamentos olhando para tudo a minha volta com um sorriso mínimo no rosto observando toda aquela festa que eu tinha que confessar estava tudo muito lindo e perfeito, se nao fosse contra minha vontade. A vontade de chorar havia passado, quero dizer agora já estava tudo feito nao tinha mais o que fazer, não tinha mais como voltar atrás, agora eu tinha que aceitar o que estava por vir agora com essa nova vida de casada, só estava com certo receio por que eu não sabia o que fazer e nem para onde ir e nem como as coisas vão ser de agora para frente,fiquei apenas analisando todos a minha volta indo curtir a festa que seria ali mesmo,nem notei que Brian ainda segurava minha mão e que agora me olhava como se eu fosse uma doida parada ali olhando para o nada sem falar nada, saí dos meus devaneios soltando o ar de forma derrotada,assim o fitando um pouco aflita, desviei meu olhar para nossas mãos unidas e logo voltei o mesmo para seus olhos e o mesmo franziu o cenho fazendo uma careta engraçada e um tanto fofa, suspirei calma reprimindo os lábios.

 

_ O que foi? - Perguntou indiferente creio eu que por pura obrigação de marido saber tudo que passa com a até então esposa.

 

_ Não é nada! - "Sorri sem humor". -O que vai acontecer depois daqui? - Perguntei sentindo um nó começando a se formar em minha garganta.

 

Brian engoliu seco se movendo um pouco inquieto,ele direcionou seu olhar a alguns lugares antes de responder assim parou um pouco a minha frente com um olhar frio,pisquei lento atenta a todos seus movimentos tentando a todo custo descobrir o que se passava em sua cabeça,queria saber qual era sua reação,se era raiva,decepção,arrependimento ou algo do tipo,mas nada saía dele nem através do olhar. Queria poder saber o seu motivo de se casar comigo, saber pelo menos que ele pensava disso tudo, mas era difícil saber Brian não era nada comunicativo e seu rosto dificilmente demonstrava algo e isso me agonia muito eu estava vivendo às cegas sem saber de nada.

 

_ O que você acha? - Perguntou sem expressão,parei para pensar um pouco,Brian sorriu torto um tanto inquieto o que me fez o olhar confusa, o mesmo então fez uma cara de deboche. -Depois daqui seria a lua de mel! - Completou como se eu não soubesse, rolei os olhos pois não era sobre isso que eu me referia, mas me interessei por esse assunto.

 

_ E o que está programado? - Perguntei com a voz falha,corri rapidamente meu olhar para algum canto.

 

_ Nossos pais tinham programado uma viagem para algum lugar aí,mas sinceramente não estou com clima de viagens,mas se você quiser podemos ir!Já que agora tenho que fazer suas vontades! - Murmurou o final de modo raivoso.

 

Eu sabia,Brian estava apenas cumprindo com sua obrigação de esposo eu realmente não tenho esperanças de um dia ele me amar e nem de que eu o ame também,apesar de algo nele mexer comigo digo eu sei que é confuso, mas desde que o vi pela primeira vez mesmo com seu jeito grosseiro algo fez ele ficar preso em meus pensamentos, porém eu fazia o máximo para disfarçar.Neguei agitada olhando para os lados para tentar esconder minha frustração, acho que nao ficaria a vontade de fazer uma viagem romântica com ele sem um pingo de romance no ar, então seria muito.melhor pular essa parte.

 

_ Não,não estou afim de viagens! - Respondi baixo.-É só dizermos a minha mãe que fomos e já está bom! Sabe, so para nao contrariar ela! - Completei respirando fundo e ele assentiu.

 

Brian se perdeu em pensamentos olhando a multidão à nossa frente completamente alegres e felizes, ainda de mão dadas comigo ficamos lado a lado ainda no altar olhando toda a festa animada, engoli seco ainda nao queria deixar minha ficha cair de que agora eu era casada e infelizmente a contra meu gosto, sorri sem humor escutando a voz de Brian que coçava a nuca sem graça.

 

_ Isso é tão chato cara! - "Brian se soltou de minha mão e se virou pra mim que me virei para ele com minhas mãos unidas a minha frente então eu franzi o cenho o encarando confuso." -Você não deve explicações para aquela pilantra,você é agora uma garota casada,não posso dizer mulher,mas você tem dezoito anos não entendo por quê depende tanto dela,ah sim tem que dizer a ela quanto ela vai ganhar não é? - Brian coçou a nuca agora chateado,fiz cara de raiva.

 

_ Não começa!- Grunhi um pouco baixo temendo chamar atenção de alguém.

 

_ Ok não vou estragar essa droga de casamento então vem, vou te apresentar à algumas amigas minhas, pelo menos para não ficar em meu pé o tempo todo!- Falou me puxando pelo pulso de modo firme,não reclamei e apenas o segui achei melhor nao discutir.

 

Brian nos levou para o meio da rodinha de seus amigos que estavam próximos a uma árvore todos bebendo e rindo animadamente então  logo pude ver as duas garotas que fora madrinhas com Matt e Johnny,elas eram meio quietas a princípio,mas logo que Brian se enturmou com os amigos elas se soltaram,fiquei na minha com o braço de Brian em volta de minha cintura tínhamos que fazer tudo parecer o mais real possível não queriam que ninguém soubesse que era tudo um contrato,sim eu estava incomodada com toda aquela situação de falsa e mentirosa e eu  apenas queria ir para casa e descansar de é que eu tinha uma casa agora, sai de meus pensamentos quando finalmente Brian se lembrou de mim sorriu sem graça me olhando quieta ali em seu lado, fazendo todos me olharem também.

 

_ Nicole essas são Natália,a namorada do ogrão vulgo Matthew e essa é a Carol que está de rolo com o Johnny devem namorar nao sei só brigam, mas diz que é um casal!- Brian apresentou. Em um tom brincalhão e Johnny lhe mostrou o dedo do meio o que me fez sorrir de lado com seu jeito.

 

_ Prazer! -Sorri sem jeito tentando ser simpática.

 

_ Ela é linda Brian,tão fofa parece uma boneca eu vou mordê-la se você não o fizer! - Natália anunciou me fazendo ficar corada e Brian com uma sobrancelha levantada. Eles me pareciam todos muito bem humorados.

 

_ Menos Nat bem menos minha irmã! - Carol falou tímida tentando conter a extravagância da irmã,sorri com aquilo.

 

_ Pode ter certeza que o Brian vai morder ela muito pelo que eu conheço esse puto! - Jimmy falou recebendo um olhar desaprovador de Brian fazendo todos rirem alto e minhas bochechas queimarem de vergonha.

 

Ficamos conversando mais um pouco ali todos animados sobre assuntos aleatórios, na verdade eles porque eu sentia que não me encaixava ali então me limitei a ficar calada apenas atenta a tudo e vezes ou outra rindo do que eles falavam, Brian esquecera por completo que era casado entrando em assuntos constrangedores com os amigos,mas mesmo assim permaneci calada, mas para minha felicidade logo Jully e Liz se aproximaram conversando e parou perto de mim.

 

_ Oi amiga! - Jully falou em tom de calma fazendo todas as encaram de modo confuso e curioso recebendo olhares maliciosos dos meninos.

 

_ Meu Deus menina sua boneca está andando! - Zacky falou indo para cima de Liz que se assustou dando passos para trás com uma expressão de confusão.

 

_ Ela não é uma boneca é a Elizabeth prima da Nic! - Responder Jully sorrindo para Liz.

 

_ Ah e ela não fala? - Zacky analisava Liz que o encarava séria com os fortes olhos azuis brilhando.

 

_ Deve falar sim, mas sua feiura a assusta! - Matt falou e todos riram menos Zacky que ainda encarava minha prima intrigado, parecia interessado.

 

_ Oi gata eu deixo você me chupar sabia! - essa era James que foi pra cima de Jully que fez uma cara de indignada.-Eu to brincando vem cá me dar um abraço! - Jimmy finalizou puxando Jully que enrubesceu.

 

Todos haviam se enturmado e ja conversavam como se conhecessem a muito tempo,eu conversava com as irmãs Nat e Carol que me parecia bem simpáticas, Zacky tentava fazer Liz falar e Jimmy ficava dando cantadas em Jully que só ria e os resto conversavam, ficamos ali por um tempo até que quando alguém esbarra em mim que me afastei distraída e franzi o cenho a procura de quem me esbarrou e pelo que parecia era um garçom que acabou derrubando suas bebidas que voaram todas em Brian que se encarou puto e incrédulo chamando a atenção de todos a nossa volta, meus olhos saltaram com toda a situação levei a mão a boca espantada.

 

_ Beason! - Falei assustada encarando ele que ficou sério recebendo olhares mortais de Brian e de seus amigos que faltavam rosnar para o coitado.

 

_ Desculpa cara foi sem querer! - Pediu sério sem se deixar intimidar.

 

 Mas claro que Brian não deixaria passar em Branco.

 

_ DESCULPA?OLHA O QUE VOCÊ FEZ SEU IMPRESTÁVEL!Brian gritou fulminante.

 

_ Foi minha culpa Brian!- Falei aflita tentando evitar conflitos, mas de nada adiantou.

 

_ EU VOU ACABAR COM VOCÊ! - Brian grunhiu raivoso cerrando os punhos com todo seu ódio.


 

Continua...


Notas Finais


Por enquanto eh isso logo logo tem mais :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...