História Casamento Forçado - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Avenged Sevenfold
Personagens Johnny Christ, M. Shadows, Personagens Originais, Synyster Gates, The Rev, Zacky Vengeance
Tags Brigas, Essa Fic De Novo, Morte, Por Que Sim, Syn
Visualizações 20
Palavras 1.698
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um para alegrar a noite de voces minhas lindonas :*

Capítulo 9 - Bancando o Herói


Fanfic / Fanfiction Casamento Forçado - Capítulo 9 - Bancando o Herói

POV's NICOLE

 

Me encontrei em uma situação estranha, a verdade é que eu nunca gostei de brigas ainda mais por motivos ridículos. Okay eu sei que Beason fora um tanto desastrado, mas tambem nao era para tanto Brian dar esse chilique, mas tinha que ser justo em Brian? Que além de dona da festa era o ser mais chato que aqui estava. O que eu poderia fazer agora? Brian estava com uma cara de assassino com os braços abertos se auto olhando com parte de seu terno encharcado e Beason com uma cara de quem não ia deixar as ofensas barato por que havia sido tudo um acidente, fora que os meninos amigos de Brian ficaram colocando fogo na lenha rindo e mexendo ou mandando Brian não deixar isso barato enquanto o outro permanecia quieto, eu estava desesperada sem saber o que fazer , encarei as meninas que estavam tão assustadas quanto eu todas em silêncio, segurei a barra de minha saia e corri até eles e fiquei entre os dois os encarando tentando impedir fé um tumulto acontecer ali mas fora tudo em vão.

 

Brian grunhiu cerrando os punhos e dando um passo a frente com o rosto em um semblante ríspido e resmungou um tanto bravo porém Beason ignorou seu jeito estúpido e arrogante e tentou mostrar calma

 

 

_ Cara,eu já disse que foi um acidente então relaxa! Eu irei resolver isso tudo, me desculpe apenas! - Beason indagou com uma expressão calma,mas com os punhos cerrados.

 

Brian fez cara de nojo e rolou os olhos apontando o dedo bem no nariz de Beason milímetros de distância sem encostar o mesmo pigarreou e Brian o fuzilou. Eu já estava quase tendo alguma coisa de nervosismo e de medo daquilo tudo virar uma baita briga, não sabia o que fazer eu não queria chamar atençao, nao queria estragar a festa , mamae nao ficaria mais contente com aquilo. Mas para meu azar Brian parecia estar super afim de ir até o fim com aquilo tudo.

 

_ Relaxa?Quem você pensa que é para falar assim comigo?Hm?"Brian foi se aproximando de modo cabreiro com od edo ainda apontado para Beason e eu apenas tentei ficar a frente dele que poderia se atracar com Beason como dois animais a qualquer momento mas Brian meio desajeitado me empurrou de leve para o lado".-Você não passa de um garçom de merda que não sabe de nada e não sabe qual é o seu lugar!

 

Brian grunhiu me segurando pelos ombros e me empurrando para o lado onde fui segurada por Matt,Brian estava fora de si quem ele acha que é para xingar as pessoas assim só pelo que ela é? Ele estava parecendo um animal irracional, queria descontar toda sua raiva no rapaz que parecia até que tranquilo.

 

_ Prefiro ser um garçom do que ser um otário como você que não passa de um covarde! - Beason respondeu seco e pude ver que os meninos seguravam o riso o que deixou Brian ainda mais furioso.

 

_ Para Brian deixa ele em paz,já deu isso já,foi um acidente!Falei tentando conter que um tumulto se formou ali,Brian nem me olhou muito menos prestou atenção no que eu falei o que me deixou irritada com sua arrogância.

 

_ CALA A BOCA NICOLE!Brian gritou me fazendo assustar e dar um pequeno pulinho o olhando confusa e com uma puta vontade de chorar.

 

Brian não se aguentou e partiu para cima de Beason que não se deixou levar e começou uma briga feia,derrubando mesas e outros enfeites espalhando o caos por ali fazendo todas aquelas senhoras gritar desesperadas. Brian deu um soco no moreno a sua frente e o mesmo caiu para trás com Brian em cima dele enquanto ambos proferiram socos um no outro com certa violência ambos rolando pelo chão como animais o que me deixou desesperada e eu ja nao conseguia mais conter as lágrimas de desespero enquanto olhava toda aquela cena de luta livre ali a minha frente.

 

_ PARA BRIAN VOCÊ VAI MACHUCAR ELE!"Gritei tentando me aproximar,mas era impossível.-FAÇAM ALGUMA COISA!Encarei Matt e Zacky que riam olhando roda a cena sem fazer nada porem com meu griro ficaram sérios se entre olhando,ambos demoraram um pouco mais assentiram.

 Porém antes de Matt e Zacky fazer alguma coisa o senhor Brian se aproximou juntamente com mamãe e papai e observaram a cena um tanto inusitada horrorizados.

_ Mais o que é isso aqui? - Sr.Haner e os demais se aproximaram horrorizados.

 

Matt então foi para cima dos dois que se espancava para valer e puxou Brian que relutava e xingava alguns palavrões a todo custo querendo se soltar,Zacky segurou Beason que só encarava Brian em silêncio um tanto ofegante.

 

_ Esse garçom que não sabe seu lugar!Brian gritou limpando o canto da boca que sangrava com a manga do terno mesmo.

 

_ Já chega Brian,olha só o que você causou!"O pai dele apontou para o resto da festa que a essa altura só restará a mesa do bolo,já que com a correria para escapar do tumulto as pessoas correram e algumas caíram destruindo metade da festa".-Chega vai embora Brian,anda!Ordenou o pai e Brian franziu o cenho cansado.

 

_ Está me mandando embora da minha festa?Ótimo!"Brian bufou de raiva se livrando dos braços de Matt que mesmo assim ficou o cercando para que uma nova briga não começasse".-Para mim essa palhaçada já deu o que tinha que dar!Completou nos olhou friamente nos olhos ainda ofegante e nos deu as costas indo rumo a saída ajeitando sua roupa e cabelo sem dar a mínima para nada.

 

Fiquei paralisada sem saber o que fazer ainda em prantos assustada com o modo bruto de Brian olhei para os lados um tanto sem graça tentando controlar as lágrimas e logo encarei Beason e o mesmo sorriu torto mesmo com o maxilar roxo,engoli seco vendo o pai de Brian xingá-lo e levá lo para outro canto qualquer, fiquei com medo de que o coitado fosse demitido por pura infantilidade do Brian que não me passava de um moleque rebelde, fiquei ali parada olhando o tumulto se desfazer até que logo as meninas vieram até mim me tirando de meus devaneios. Jully e Liz me abraçaram preocupadas e eu suspirei aliviada até que elas me olharam.

 

_ Você tem que ir com o Brian amiga! - Afirmou Jully apontando para o portão onde Brian estava encostado impaciente me esperando.

 

_ Ain eu não quero! - Resmunguei baixinho ainda chorosa e assustada com toda a situação.

 

_ Mas essa é sua vida agora! - Liz acariciou meu cabelo e me deu um beijo no rosto.

 

Suspirei pesadamente e fui caminhando aos poucos pensando em várias coisas,eu nem ao menos sabia para onde eu iria depois daqui ja que nao iamos viajar nem nada,olhei para trás e sorri aflita ao ver todos lado a lado acenando,comecei a caminhar aflita  até chegar onde Brian estava, parei ao seu lado e não me atrevi a falar nada pois ele estava furioso, o olhei de esguio e o mesmo sorriu com deboche de modo provocativo.

 

_ Já viu se o garçonzinho já está bem?Podemos ir embora agora? - Brian falou em tom de deboche o que eu não gostei nada cruzei os braços o fuzilando com o olhar.

 

_ Brian não tinha necessidade daquilo e..."Fui interrompida por ele que segurou forte em meu braço me dando um solavanco me fazendo calar."

 

_ Já chega não é? - Perguntou retoricamente de modo frio,suspirei vencida pelo cansaço de querer bater de frente com ele e acabei assentindo.

 

Brian me soltou olhando em meu rosto em um pedido mudo para que eu o seguisse sem pestanejar e de boca fechada,abaixei a cabeça e o segui notando que chegamos no estacionamento dos convidados,caminhamos em meio algumas fileiras de carros até ele parar em frente a um conversível preto com vários enfeites de recém-casados sorri minimamente sem um pingo de humor lendo um. " Felicidades" pintado de tinta branca no vidro traseiro do carro,Brian pareceu não gostar nada daquilo quando notou o que fizeram em seu carro.

 

_ Idiotas! - Resmungou indo para cima de seu carro e arrancando tudo de modo agressivo jogando sobre o gramado da frente,fiquei apenas observando seu jeito e nada falei.

 

Ele abriu a porta para mim o que me surpreendeu um pouco, entrei tomando cuidado para não prender o vestido na porta e logo a mesma foi fechada bruscamente e então ele entrou no carro com um silêncio absurdamente incômodo e ligou o rádio em uma estação qualquer em seguida ligou o carro,abriu as janelas, abriu o porta luvas revirou o mesmo e pegou um maço e acendeu um cigarro já dando alguns tragos soltando a fumaça de modo relaxado, depois de alguns tragos ele me olhou calmamente, mas nada falou então resolvi quebrar o gelo.

 

_Então...É...Já que não vamos viajar para onde vamos? - Questionei caçando palavras de como falar com ele sem que ele me tratasse mau.

 Brian olhou para fora soltando a fumaça e logo terminou seu cigarro apagou o mesmo com os dedos e jogou o resto pela janela e voltou a me olhar agora já parecia mais calmo, sorriu cinicamente como sempre.

 

_ Bom,teremos que ter uma casa agora não?"Ele me encarou com um sorriso tosco nos lábios,abachei o olhar".-Calma barbie,eu comprei uma casa ontem!Completou erguendo novamente o vidro da janela do carro,  assim dando partida com o carro e nos tirando dali.

 

O caminho fora um pouco grande e tedioso já que ficamos em silêncio o tempo todo,vezes ou outra Brian me olhava por cima dos ombros e aquilo continuava a me incomodar,mas eu nada falava do mesmo jeito, queria só ficar sozinha em algum canto. Quando finalmente paramos notei que ele entrava em uma mansão,não muito enorme,mas aconchegante e bonita.Mil coisas voltaram a rondar minha cabeça,e a maioria eram perguntas com várias respostas,algumas até sem o que deixou minha cabeça borbulhando de pensamentos.Como seria nossa vida daqui para frente?Isso é o que vou ver! Sabia que não ia ser fácil, mas que agora eu tinha que ser forte de um jeito ou de outro.

 

Continua...


Notas Finais


Ate o proximo :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...