1. Spirit Fanfics >
  2. Casamento forçado (Delena) >
  3. "Não vou deixar você sair por aquela porta"

História Casamento forçado (Delena) - Capítulo 38


Escrita por: DaniOliveir

Notas do Autor


Hellooo meu povo, fiquem com mais um capítulo. Espero que gostem.



Boa leitura❤️

Capítulo 38 - "Não vou deixar você sair por aquela porta"


Pov Damon

Permaneço no mesmo lugar ao ver o Jeremy ir até a Elena, ela estava tão linda mas ao mesmo tempo tão diferente. Eu não conseguia me mexer ou respirar, era como se estivesse totalmente paralisado e as lembranças começaram a tomar conta da minha mente me fazendo Questionar toda a nossa história. Liam segurava na cintura da mesma enquanto a Elena estava de mãos dadas com as duas crianças, meu olhar pairou nos rostinhos dos pequenos por alguns breves segundos mas a voz estérica da Caroline chamou a atenção de todos para os próximos acontecimentos.

Caroline esbraveja impedindo Liam de se aproximar da Elena e após o Klaus interromper a confusão a briga se inicia, meu melhor amigo ataca o idiota Quando penso em me apróximar para entender oque estava acontecendo e assim poder ajudar ouço a Elena clamar por seus filhos. Dou Alguns passos em sua direção mas ao ver a mesma se livrar do vestido que usava meu sangue ferveu, Elena tinha marca por todo o seu corpo e naquele instante tudo que eu queria fazer ela puxa-la para os meus braços e proteger de tudo de ruim possa atigi-la.

—Querem saber oque Liam Parker é capaz de fazer? –Fala sem se importa com olhares sobre o seu corpo, minha irmã e Klaus se abraçaram ao ver o estado da pele de Elena.

—Liam Parker, o prodígio oque todos dizem ser um exemplo para essa Cidade. Liam foi capaz de abusar de uma menina de apenas 15 anos durante meses, a fez se calar por medo dele machucar sua família. Sua irmã e sua melhor amiga–Seu olhar se voltou para a Rebekah que estava de cadeira de Rodas—Voltou atormentar a menina que já se encontrava mais velha, não desistiu e quando descobriu que ela estava grávida do homem que amava a ameaçou. Ela não deu ouvidos e ele mandou a tirar no homem que ela amava, a garota viu o amor de sua vida ficar entre a vida e a morte por culpa dela.—Suas orbes se viraram para mim e apesar de está confuso sabia que se tratava de nós, agora era capaz de entender as razões—Para que ele não machucasse mais ninguém, Liam obrigou a garota a deixar tudo para trás ameaçando a vida de todos que ela amava e os filhos em seu ventre.

—CALA BOCA SUA DESGRAÇADA, NÃO ESCUTEM ELA. ELENA É MALUCA.–Liam gritou enquanto Jeremy segurava o mesmo enquanto aguardava a polícia.

—Ele passou abusar dela durante quatro anos, ameaçando os filhos que era a única razão que a mantinha de pé. —Meus braços rodearam o seu corpo, acabamos caindo de joelhos no chão Elena desabava em lágrimas e eu inevitávelmente acabo sentindo a angústia atigir o meu peito—Essa garota sou eu.

—Klaus vai te levar pra casa, pra nossa casa.–Falo acareciando as suas bochechas molhadas pela as lágrimas.

—Eu quero eles, meus filhos Damon. Não vou a lugar nenhum sem eles.

—Você nunca mais vai ver aqueles crianças infelizes.–Liam disse debochando de toda a situação.

Quando ouço a voz do infeliz parto pra cima dele desferindo socos pelo seu rosto, até vê-lo Sangar com a cara totalmente desfigurado.

—você vai pagar com a vida por tudo que fez–Continou distribuindo socos até o Parker perder coincidência.

—Damon por favor, se matar ele nunca mas vamos ver os nossos filhos–Ao ouvir as palavras da Elena me afastei, as pessoas ao nosso redor encaravam toda a cena horrorizada.  

Caminho até o Klaus pedindo pra que tirasse a Elena daqui, mas a morena se recusava a deixar o local sem saber onde estava os seus filhos. Eu tinha duas crianças, sangue do meu sangue correndo perigo e saber que pedir tanta coisa por culpa desse infeliz me deixava desnorteado. A ambulância levou o desgraçado para o hospital, ao se recuperar seria levado para a delegacia para pagar por todos os seus crimes a polícia garantiu que iriam descobrir o paradeiro dos meninos.

A festa havia chegado ao seu fim muito antes de ter começado, no salão só restava de fato a nossa família. Os pais da Elena se aproximava dela, sua mãe estava aos prantos ao descobrir tudo que a filha tinha passado e a mesma estava totalmente paralisada.

—Filha eu sinto muito por tudo, eu e o seu pai deveríamos ter lhe dado ouvidos.–Ela tenta passar as mãos nos fios de seu cabelo mas Elena se afasta. 

—Não me toque. Vocês não sabe quantas vezes eu precisei dos meus pais, lembra oque me disse anos atrás pai? Você me silenciou por que o dinheiro estava a cima de tudo. Então não quero, muito menos aceito as suas lamentações. –Se levantou passando até mesmo por mim mas antes que pudesse se afastar seguro em sua mão a fazendo me olhar. 

—Onde vai? Acho que devemos conversar.–Ditei retirando o meu terno para passar por cima dos seus ombros. 

—Damon? Thomas quer ir para casa–Andie fala entrando no salão, onde todos nós estávamos. Elena olhou para eles, Observando o anel de noivado em nossas mãos. 

—Eu vou atrás dos meus filhos, não vou ficar aqui parada sabendo que eles estão nas mãos de monstros. –Ela se afasta mas rapidamente entro em sua frente, Levo a minha mão até o seu queixo fazendo com que me olhasse diretamente em meus olhos.

—Não vou deixar que faça uma loucura, são os meus filhos também Elena. Estamos nessa juntos, não vou deixar você sair por aquela porta mais uma vez...




Notas Finais


Não esqueça de comentarem oque estão achando da história.


Bjs até o próximo capítulo.😘❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...