História Casamento por contrato - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Nalu
Visualizações 148
Palavras 2.188
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiiii , demorei mas postei !
4:00 hrs da manhã .#HelpMe

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Casamento por contrato - Capítulo 6 - Capítulo 6

Lucy

Acordo assustada quando ouço o Natsu reclamar de ter batido o dedinho na quina da cama.

-Acende a luz... - murmuro ainda sonolenta

-Desculpa tá muito cedo , não queria te acordar - ele fala acendendo o abajur

- Sua agenda deve estar uma bagunça , deixa eu arruma-la até você ir , é só você me arrumar um notbo-

- Não senhorita , você vai descansar . Se a dona Grandine te pega trabalhando ela me mata .- ele me deita na cama novamente

- Eu já me sinto bem , posso trabalhar pelo menos em casa - murmuro brava

- A cidade está um caos por causa da chegada de uma tempestade , cancelei minhas reuniões , só vou lá pra assinar o contrato com seu pai .

-Contrato com meu pai ?

- Comprei parte da Heartifilia Tecnolog , agora tenho uma filial em Nova York e vou abrir uma em Yokohama pra finalmente engolirmos as concorrentes. Meu pai que sugeriu , achei uma grande idéia , propus isso depois de conversar com seu pai.

- Ah.. sobre o que vocês conversaram?

Ele parece pensar um pouco mas logo volta a si

-Segredo - ele sorri - Vou indo , volto em 3 horas no máximo .Descanse -ele beija a minha testa e se vai .

. ..

Sobressalto pela 6°vez ao ouvir o estrondo do trovão anunciando a tempestade

-Se você continuar se mexendo assim vou errar os pontos- a Grandine me alerta novamente

-Desculpa ... Eu não me dou bem com trovões- peço envergonhada

-Prontinho... Agora só daqui a 12 horas . Ainda está um pouco inflamado , como você se sente ?

- Um pouco fraca - deito no sofá da sala

Ela coloca a mão na minha testa

- Yuriko ,faz um suco de laranja pra Lucy por favor - ela pede pra empregada enquanto coloca o termômetro em mim

- Barbie , brinca de boneca comigo ?

- Wendy a Lucy está dodói - o termômetro apita - 38... Porque essa febre não abaixa? - ela murmura pra si - Vou pegar seu remédio ..

Ela sobe me deixando com a garotinha de cabelos azuis e olhos curiosos

-Eu quero a Barbie sereia- falo e ela abre um sorriso enorme

(...)

Natsu

- Estou em casa - aviso tirando os sapatos e afrouxando a gravata mas ninguém respondeu.

Ouço burburinhos vindo da sala de estar e me dirijo até lá encontrando minha mãe , a Lucy enrolada em uma coberta e todas as empregadas da casa brincando de boneca no enorme tapete da sala .

- Isso é sério ?

- Foi ideia da Lucy , acabou que ela e a Wendy envolveram todas as mulheres na brincadeira - Erza fala rindo com uma boneca com asas na mão .

-Incrivel - falo observando a brincadeira e a pequena azulada que ria enquanto montava uma casinha .

-Boa tarde meninas , vocês poderiam me emprestar a minha noiva ? - peço em tom de brincadeira .

- Só mil segundos ! - a menininha impõe

- Nem um segundo a mais vossa majestade .

Observo a loira se levantar com dificuldade então resolvo ajudá-la .

- Você está gelada - observo já a levando pro quarto

- Estou com um pouco de febre , nada demais... - ela se senta -Deu tudo certo na reunião ? Vi na TV que houve um apagão bem na região da empresa .

- Dois dos geradores queimaram mas os outros estão funcionando bem. Dispensei todos os funcionários a cidade está um verdadeiro caos. Já a reunião foi um sucesso. .

- Que bom... - ela fala aliviada

- Você comeu ?

Ela não responde

- Lucy...

- Não tô com fome ... Tomei um suco . Sua mãe me ajudou a me arrumar e refez meus pontos , disse que ainda estão um pouco inflamados.

- Você tá pálida - passo o indicador na bochecha corada dela e ela fecha os olhos 

- É a febre ... Eu tô bem , de verdade .

- E essa tremedeira ?

- Que tremedeira ? - pergunta escondendo as mãos .

Um estrondo alto do trovão a assusta

Ela tem medo...

- Eu tenho uma coisa pra te dar

Me sento ao seu lado tirando a caixinha de veludo do bolso . Me sinto nervoso como um adolescente e ao menos tempo um completo idiota por me sentir assim sabendo que a única coisa real eram os meus sentimentos e ela nem sabia sobre eles .

- São as mesmas alianças daquela noite .

- Aí Natsu , elas são lindas.

Ela estende a mão e eu coloco a aliança olhando no fundo dos olhos dela e ela coloca na minha fazendo o mesmo e o ambiente pesa num tipo de tensão que eu não sei explicar.

Ela entrelaça uma das mãos na minha gravata e foi o suficiente pra minha razão ir pro espaço .

A beijo com urgência a deitando sobre a cama e ela corresponde afogando os dedos em meus cabelos jogando as pernas pra cima da cama ficando totalmente embaixo de mim .

Meu celular começa a tocar mas eu não tenho intenção nenhuma de atendê-lo

- Pode...ser importante- ela fala ofegante interropendo o beijo

Olho pro celular tocando e pra ela algumas vezes

- Vai trabalhar .- ela me dá um selinho e eu levanto revirando os olhos

Lucy

Observo o rosado atender o celular

-Como assim queimou? Não sobrou nada ? Eu estou chegando em 15 minutos !

Ele desliga vermelho de raiva

-A Levy encontrou a sede da Tartarus mas está vazia e eles queimaram todas as evidências que poderiam nos levar ao possível mandante deles . Vai ser impossível encontrar esse cara agora .

- Ela olhou os computadores ?

- Estão queimados também . - ele senta na cama novamente - Eu vou lá verificar a área - fala passando as mãos no cabelo

- Toma cuidado , eles são perigosos.

-Agora eu tô mais esperto .

- Vou indo , come alguma coisa , vou pedir pra Dona Grandine ficar na sua cola .

-Me trás algo gostoso . Tipo sorvete !

- Tá frio - ele me olha incrédulo

- E tem tempo bom pra tomar sorvete ?

- Ta bom, tá bom . Vou pensar no seu caso.

- Pensa com carinho ... - dou um selinho nele e ele me dá outro , e mais outro e lá estou eu novamente entregue aos seus beijos

- Pensarei -ele fala mordendo meu lábio inferior e saindo

Jesus, acho que minha febre subiu.

L.Anjinha

Ai que bonitinho , você tá apaixonada

L.Diabinha

Bonitinho ?! Ela é troxa isso sim ! Eu super apoio você dar uns pega nele até porque o rosado é tão quente quanto o inferno mas não apaixona não linda

L.Anjinha

Eu acho que ele tá se apaixonando também.

L.Diabinha

Lá vem você .Você é arcanja não cupido então PARA!

L.Anjinha

Aí não farpa , o cara é um doce . Você viu a carinha dele de preocupado ?

L.Diabinha

Interesse bb.

-Sumam as duas ! 

L.Anjinha

Ai, magoou

L. Diabinha

Grossiane

*As duas desaparecem em pequenas nuvens de fumaça *

Eu realmente gosto dele mas e se realmente foi interessante?

E se ele só estiver me tratando bem por causa do nosso acordo ?

Mas aquele primeiro beijo .... Será que foi só tesão ? Apesar que ele falou que se envolveu muito também , será que ele sente o mesmo que eu ?

Se for realmente isso , eu não vou ser a primeira a falar ... 

-Aaah se eu soubesse que isso ia acontecer- reclamo me revirando na cama

...

A noite caiu e a sala de jantar estava cheia

Passei o dia brincando e escolhendo a fantasia que a Wendy usaria em seu aniversário na semana que vem junto com a Virgo que insistia em tirar minhas medidas novamente já que eu emagreci um pouco nesses últimos dias.

Tudo isso foi bom porque me distraiu da tempestade que caia lá fora .

Eu já me sentia bem melhor , conseguia andar sozinha e só tinha alguns picos de febre mas segundo a Grandine meu corpo já estava voltando ao normal e que amanhã é bem provável que eu já não tenha mais febre .

- Lucy , a mamãe tá te encarando de novo - a azulada sussurra no meu ouvido me fazendo rir 

- É assustador - completa Erza do outro lado

- Ela vai parar assim que eu começar a comer . - dou uma garfada generosa no macarrão e coloco na boca . 

Instantaneamente a morena sorri aliviada fazendo as duas começarem a gargalhar sem parar 

- Francamente mamãe , seu cuidado vai espantar a única pessoa que suporta o Natsu - a ruiva fala ainda rindo 

- Eu vou dar a sua língua pros cachorros comerem - O rosado aparece todo molhado 

- Veio nadando amor ? - pergunto segurando o riso 

- " Veio nadando amor " - ele me imita revirando os olhos

- Natsu vá se aprontar pra jantar.

- Eu vou subir , minha cabeça está explodindo , boa noite .

Natsu

Tomo um banho quente bem demorado e assim que saio encontro a Lucy sentada na minha cama apenas com uma camisola preta de renda

Caralho...

Senti meu amiguinho pulsar instantaneamente 

Me aproximo dela e percebo que ela está chupando um dos picolés que eu trouxe. Sento na cama com um travesseiro escondendo a minha ereção.

O que essa mulher tem pra me deixar assim ? Será que é um castigo ?

- Obrigada pelo mimo - ela sorri colocando o palito de lado - Toma - ela me entrega uma xícara de chá fumegando - Pedi a Yuriko que fizesse , ela disse que acalma a enxaqueca .

- Obrigada...

Ela senta em cima da cama com as pernas cruzadas e me observa tomar o chá em silêncio .

- Porque está tão quieta ? 

Ela suspira alto e deita na cama

Coloco a xícara vazia no criado mudo e passo uma mão por cima dela e ela leva uma das mãos ao meu rosto e o acaricia .

Me espanto com a reação tímida , meu corpo cedendo facilmente ao carinho como se eu fosse um gatinho.

-Você mexe comigo ... - ela reclama virando a cabeça pro lado e eu beijo seu pescoço  

- E você comigo - a beijo carinhosamente sentindo o corpo dela amolecer contra o meu 

- Isso está ficando fora de controle - ela fala sôfrega 

- E qual é o problema ?,

- Não podemos nos apaixonar Natsu , nada disso é real...

Coloco a mão dela sobre meu peito que mal segurava meu coração acelerado 

- Isso é real 

- Nat-

Desço a mão dela até a minha ereção 

- Isso também é real... meus beijos e mimos também são reais... A única coisa falsa é o nosso noivado , eu tenho sido verdadeiro com você.

- Constelações.... - ela exclama exasperada e eu volto a minha atenção pro seu pescoço e ombros - Você... me desarma...

Lucy

Ele sorri malicioso descendo uma das mãos até a minha bunda e a apertando . Arfo mordendo o lábio superior segurando um gemido .

Sinto o tecido preto escorregar do meu corpo e ele abocanha meus seios. Afogo as mãos eu seus cabelos.

- ahn... 

Um estrondo enorme junto de um clarão azul me faz parar instantaneamente .

Alguém bate na porta e eu ouço um chorinho 

Empurro o Natsu de leve que deita totalmente frustado me observando com os olhos desejosos enquanto eu vestia a camisola novamente .

Abro a porta e encontro a menininha de cabelos azuis chorando agarrada num gatinho branco de pelúcia

- Posso dormir aqui ? To com medo 

Ouço o Natsu soltar um "puta que pariu"

- Cadê a mamãe e o papai? - O rosado pergunta sem sair da cama .

- Eu bati lá mas fiquei com medo , eles estão fazendo uns barulhos estranhos .

- Eu também queria estar ... - ele murmura e eu seguro o riso 

- Vem Wendy , deita lá do lado do seu irmão .

Ela sobe na cama e cai no sono assim que deita .

- Malditos trovões ...

- Tadinha ...

- Você também tem medo não é? 

- Uhum - me aproximo dele e toco no seu membro ainda rijo - Me deixa dar um jeito nisso ? 

- Com a Wendy aqui ? Não acho que conseguiremos fazer qualquer coisa com ela do meu lado - sussurra clamente irritado 

- Shh... - subo um pouco mais na cama e deito a cabeça dele na dobra do meu pescoço. Assim eu conseguiria ver a Wendy e abafar seus gemidos.

- Abaixa o moletom 

- Luce... 

- Confia na sua mulher...- deixo escapar

- Minha? - ele me olha curioso

- Sua? - indago e ele ri

Ele tira a calça e eu pego de leve em seu membro massageando bem devagar com movimentos de vai e vem 

- ah... - ele geme baixo contra meu pescoço - isso.... -arfa

- Está gostoso?

Ele apenas acente enquanto geme baixinho 

Senti o líquido do pré gozo na mão e começo a esfregar mais rápido até ele atingir o ápice.

- Você é boa ...- ele sussurra ainda tremendo pelo orgasmo 

Se ele soubesse quem me ensinou isso... #DeixaemOFF

Deito na altura dele novamente e colo nossas testas .

- O que está pensando ? 

- Em nós...

-Eu amo você... Agora durma .

- Que ? Assim tão de repente ? Natsu .

- Shh... Boa noite - ele me vira e me abraça por trás 

Senti a respiração dele pesar e o corpo dele esfriar . Ele dormiu...

- Eu também te amo...- murmuro

Continua....









Notas Finais


Gostaram ????? Comentem ❤
Estamos na reta final da nossa fic #Choraste

Até a próxima 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...