1. Spirit Fanfics >
  2. Case: Song Lan >
  3. Colocando algo em ordem

História Case: Song Lan - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Colocando algo em ordem


14/10/2016

O despertador tocou, acordando o detetive que esticou o braço para desligar aquele objeto irritante e notou que Jiang Cheng estava deitado com a cabeça em seu peito, o braço envolvendo seu tronco e as pernas jogadas por cima das suas, suspirou se sentindo exausto e, se lembrou de que havia ficado a noite inteira conversando com o rapaz e quando ele havia conseguido cair no sono que se permitiu chorar, sentindo falta de seu irmão, mas em algum momento Jiang Cheng acordou e o abraçou, eles ficaram daquele jeito até caírem no sono.

O corpo do amigo se moveu um pouco sobre o seu, os olhos dele se abriram e focaram em seu rosto, ao perceber o quão próximos estavam Jiang Cheng sentiu suas bochechas queimarem e tombou para o lado, se sentando na cama, Xiao pensou em fazer algum comentário sobre isso, mas apenas riu e também se sentou na cama.

— Você vai querer tomar o café da manhã na cafeteria que eu te falei, ou quer tomar aqui em casa? Se quiser, podemos ir pra lá outra hora, não precisa ser agora se não se sentir a vontade — Xingchen disse tudo depressa, quase atropelando Jiang que se sentia atordoado por ter acabado de acordar.

— Eu quero ir tomar o café lá — Ele respondeu. — Vamos apenas escovar os dentes e trocar de roupa e poderemos ir.

 

Ao entrar na cafeteria Xiao pôde ver que alguém conhecido já estava lá, sentiu vontade de dar meia volta e voltar para o conforto de sua casa, mas estava ali com o seu amigo, não podia fazer isso com ele, havia dito que iria tomar café com ele, então era isso que tinha que fazer.

Encaminhou-se para uma mesa que ficava no canto oposto que Xue Yang estava e imediatamente atraiu seu olhar, apesar de ter se sentido incomodado se sentou com Jiang Cheng.

Chamou um rapaz para atendê-los e fez seu pedido, ergueu os olhos para olhar para o amigo e viu que ele ainda estava com dúvidas do que pedir, aguardou alguns segundos e então Jiang decidiu que o melhor era comer apenas um pedaço de torta acompanhado com um café.

Sentia-se incomodado com o olhar de Xue Yang, que parecia nunca o abandonar, se movimentava na cadeira e tentava evitar o olhar de volta, o amigo pareceu notar que algo estava o incomodando e analisou o ambiente todo, vendo aquele rapaz que encarava tanto Xingchen, o encarou também e quando Xue desviou o olhar para encarar Jiang Cheng, este ergueu as sobrancelhas como se indagasse o que tanto Yang olhava naquela mesa, imediatamente ele parou de olhar para os dois e voltou a prestar atenção em seu próprio café.
— Se não for invasão de privacidade, quero perguntar: quem é ele? — Questionou se sentindo curioso para saber por que ele olhava tanto para o amigo.
— Sabe aquele garoto que fugiu de casa, Song Lan? Os dois namoravam — Apontou para Xue Yang com a cabeça.
— É por isso que ele está olhando dessa forma pra você? Olha, sei que é detetive e normalmente as pessoas costumam olhar estranho pra você, muitas vezes é um olhar esperançoso, mas ele não parece te olhar dessa forma, tem alguma coisa por trás disso — Comentou e então seus pedidos foram colocados em sua mesa, agradeceu ao atendente e sorriu, o rapaz piscou para si e não pode deixar de se sentir constrangido com a situação.
— É complicado, Jiang Cheng, não quero saber dele por ora — Esquivou do assunto, olhou para o prato do amigo, vendo um guardanapo com alguns números anotados sob o prato, colocou a mão na boca e riu, vendo Jiang ficar todo desajeitado.

Os dois comeram em silêncio, sem tocar no assunto Xue Yang.

Ao terminaram Jiang Cheng estava com os cantos da boca sujos de torta, Xingchen riu e apontou para sua própria boca para explicar que a boca do amigo estava suja, Jiang sorriu e pegou o guardanapo para limpar a boca, questionou se tinha resolvido o problema e o detetive concordou, olhou para o lado e se apressou a comentar com o amigo.
— Sei que disse que não quer saber do cara, mas parece que ele quer saber de você, já que ele está vindo na nossa direção — Imediatamente Xingchen se tornou tenso, mas tentou se comportar como se nada tivesse acontecendo.
— Desculpa atrapalhar o momento de vocês, mas detetive, eu preciso conversar com você — Xue Yang disse quando parou em frente à mesa dos dois.
— Não temos nada para conversar agora, mas se for sobre o caso você pode ir falar comigo no escritório — Não olhou nos olhos do rapaz, deixando evidente que ainda queria fugir dele.
— Eu sei que te beijar foi algo errado a se fazer, mas eu estava e ainda estou tão confuso, eu ainda sou apaixonado pelo Song Lan, só que toda vez que eu te vejo algo dentro de mim grita pra eu correr até você e te beijar, é tão confuso, eu gosto dele e estou começando a sentir algo por você também — Jiang Cheng observava a situação, as peças se encaixando e tudo começando a ter um sentido, Xingchen levantou o olhar para encarar Xue. — Desculpe por ser confuso com meus sentimentos e te arrastar pra isso, mas eu não consigo evitar, a culpa não é sua por eu ter bagunçado tudo — Sentia-se mais aliviado por ter contado isso para o detetive, era como se um peso fosse tirado de suas costas. — Desculpa novamente por atrapalhar o momento de vocês, eu já vou indo — Se virou para sair da cafeteria, Xiao levantou-se e segurou na mão de Xue Yang.
— Você realmente precisa parar de simplesmente sair andando e deixando as coisas mal resolvidas — Xue teve a impressão de que era uma bronca, mas ao virar o corpo e olhar para o rosto do detetive notou que parecia mais como um pedido. — Eu também estou confuso com tudo isso, eu deveria apenas trabalhar nesse caso do Zichen, mas de alguma forma eu deixei as coisas entre nós irem longe demais e eu só quero que saiba que eu sinto alguma coisa por você também. — E com isso tomou a iniciativa de beijar o Yang esquecendo-se que ainda tinha o amigo ali e algumas pessoas na cafeteria presenciando tudo isso.


Notas Finais


Eu sei que não deveria ter terminado assim, mas pelo menos terminou na perfeita paz, tem coisa melhor que esses dois se beijando? Não tem!
Confesso que estava esperando pra chegar nesse capítulo desde que rolou o primeiro beijo, não tem nada melhor do que pelo menos uma das questões estarem sendo resolvidas e os dois conversando sobre seus sentimentos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...