História Casmento arranjado - Stray kids (imagine Jisung e Jeongin) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Han Ji-sung, Personagens Originais, Yang Jeong-in
Visualizações 295
Palavras 872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo 3


Depois de ter conversado com o appa eu desci com ele e Jasmine para janta já era de noite umas 7 horas aí quando terminamos fomos assisti um filme depois dormir.

              Manhã seguinte

Acordei com alguém batendo na porta

Am - quem é?- perguntei com os olhos fechados e a voz rouca de sono.

Je- sou eu Amanda, Jaemina acorde querida seu pai espera por você e sua irmã na sala de estar para tomar café

Am- isso é estranho, mas já estou indo mina vou tomar um banho e BOM DIA- falei da cama para a mais velha escuta do outro lado da porta.

Je- Bom dia e se apresse, vou chamar sua irmã. - Eu mandei um tá bom.

Fui para o banheiro fiz minhas higiene  matinais e coloquei uma roupa bem confortável mas não tão casual sai do quarto e no corredor encontrando a Jasmine e descemos juntas pra sala de estar encontrando nosso pai sorridente.

Appa- bom dia minhas filhas

Am e Jas- bom dia appa

Jas- que milagre é esse de nós 3 aqui reunidos para um café digno do DIA?

Appa- quero passar mais tempo com minhas filhas antes de se casarem então hoje depois do café vou levar vocês pra comprarem uma roupa para o jantar. O que acham?

Am- ah isso vai ser muito legal e um milagre porque o senhor nunca mais fez isso na vida e por outro lado vai ser ruim porque vai ser para ver os tal "noivos"

Appa- devemos aproveitar a vida pois ela é muito curta e os noivos vão ajudar muito vocês mesmo não sendo de suas vontade.

Terminamos de tomar café e fomos para o shopping fazer umas comprinhas, foi muito bom estávamos nos divertindo muito com nosso pai qualquer jovem ia dizer que não queria ir pro shopping com a presença de mais velhos e que quer curtir sem ninguém atrapalhar, mas com a gente é diferente nossa mãe não está com nós e nosso appa quase não é mais presente nas nossa vida como queríamos então esse momento está sendo muito valioso par nois duas.

         Quebra de tempo(jantar)

Eu estava no quarto de Jasmine ajudando-a a fazer o cabelo trajava-me em um vestido rodado rosa bebê com alsa trancada atrás e Jasmine usava um vestido verde colado com manga comprida. Alguém bate na porta e eu fui abrir.

Appa- eles estão chegando  vocês estão prontas?- ele entra no quarto.

Jas- não, eu acho que é melhor dormi. Despacha pai e desliga as luzes vamos dormir. - ela deitou na cama.

Appa- não minha filha não da mais entendeu e agora assinem esse papel aqui por favor- ele entregou um papel e nós tivemos que assinar.

Am- o que é isso? É sobre o casamento?- perguntei triste.

Appa- não eu estou passando a guarda da Jasmine para você Amanda

Jas- como assim, minha guarda?

Am- papai o senhor adotou a Jasmine?- perguntei indignada

Appa- claro que não. Lembram que eu disse que ia explicar o porquê de vocês terem que se casar?

Am e Jas- Sim!- ele começou a ficar nervoso.

Appa-  eu descobri... algo não...não muito bom...e...que vai mudar a vida das duas...- ele gaguejava com os olhos lacrimejados - eu tenho...uma doença...ela é maligna eu tenho leucemia descobri 2 semanas atrás porque eu sentia tonturas, meu nariz sangrava e o médico disse que... que eu não tenho muito tempo de vida.

Am- c-como a-assim appa o senhor t-ta d-doente como assim leucemia?

Jas- por que nunca nos contou isso?  Explica isso direito appa

Appa- eu não ia fala naquela hora eu...

Am- quanto tempo o senhor tem de vida?

Appa- e eu só falei agora porque é o momento...- ele ignorou minha pergunta

Am- QUANTO TEMPO O SENHOR TEM DE VIDA APPA? ME RESPONDE? - eu insisti já derramando rios de água do mesmo jeito era a Jasmine.

Appa- um mês- ele disse quase como um sussurro e meu coração se sentiu esfaqueado do mesmo jeito que foi com a mamãe. Corremos e abraçamos ele

Jas- por favor não nos deixe só, fica com a gente appa, tem cura não tem? Não vai embora não - ela chorava muito. E ali estávamos nós três ajuelhados no chão chorando

Appa- não tem cura de jeito nenhum não existe por favor prometam aceitar se casarem com eles e Amanda me prometa cuidar de sua irmã.

Am- eu prometo appa, por favor não vai eu quero ficar com meu pai nós vamos ser órfã de pai e mãe?

Appa-  Voce irão morar com os noivos mas quando quiserem o aconchego de família vá pra casa de sua tia e fique com suas primas.

Jaemina entra no quarto chorando também, ela veio pra perto e a puxei pro abraço também.

Je- eles chegaram - não não não mil vezes não.

Appa- eu tenho que desce, mudem essa carinha ok depois nós conversamos direito façam uma maquiagem bem básica e desçam lá pra baixo por mim tá bom?- ele enxugava suas lágrimas nós assentimos e ele saiu.

Je- ouh minhas meninas não fiquem assim tá bom ele vai para um lugar melhor e reencontrar sua mãe

Jas- mina vai ser tão ruim...vamos sentir a mesma dor que sentimos com a nossa mãe

Am- e vai doer muito muito mesmo- a gente chorava no braço de Jaemina ela era como nossa 2°mãe.

               


      CONTINUA....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...