História (REESCREVENDO) Caso 97 - Fanfic TaeKook - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Ação, Caso 97, Drama, Jeon Jeongguk, Kim Taehyung, Romance, Taekook
Visualizações 44
Palavras 1.013
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Com a ajuda de vocês (por me fornecerem vontade) escrevi o primeiro capítulo da fanfic. Eu espero que gostem!

Capítulo 2 - Capítulo I


Min YoonGi chegou ao local de seu trabalho humílimo*. Subiu os devidos quatro andares e seguiu até sua sala, não muito longe do elevador. Ele sabia que séria um trabalho improbo* conseguir uma vaga à Taehyung, já que o amigo tinha apenas experiências em rumos simplistas. Abriu a porta de sua sala e esbarrou em Kim Namjoon, seu chefe.


–Sempre pontual, certo, Min YoonGi? -disse o mesmo com sarcasmo.

–Desculpe-me, Namjoon. O trânsito estava grande, por isto demorei. Desculpe-me seriamente. -proclamou, fazendo então, uma breve referência.

–Não necessita-se de tudo isto. Apenas um pedido de desculpas está bom. -sorriu fraco com a atitude do empregado, logo voltando a uma feição séria- Por que tinha interesse em falar comigo? -intrigou-se.

–Ah senhor, -caminhou até a poltrona a qual tinha direito e sentou-se, cruzando seus dedos em forma de pensamento- poderia empregar um grande amigo meu? Eu sei que deve ser um repentino pedido. -suspirou- Mas ele tem capacidade, eu prometo-lhe que não irá decepcionar-se.


Kim Namjoon pensou em dezenas de problemas que este novo empregado poderia causar, mas decidiu, por fim, acreditar em seu mais experiente agente.


–Certo. -suspirou- Mas se algo ocorrer errado, -virou-se e caminhou em direção à porta- será tua responsabilidade. -abriu a porta e saiu do cômodo.

–Prometo não decepcionar, senhor... -disse quase num sussurro, apenas para si.


O dia de Min YoonGi passou-se calmamente, até porquê o mesmo não teria missões durante o dia. Talvez cinco ou quatro da matina, YoonGi levantou-se finalmente de sua poltrona e saiu do prédio comercial onde trabalhava. Ao chegar em casa foi surpreendido por seu amigo ainda acordado de frente a televisão.


–O que faz acordado há estas horas? -perguntou YoonGi, passando por sua cozinha pérvio* a sala.

–Estive acordado pois esmurrou-me uma grande insônia. -disse o amigo, ainda vidrado em sua televisão, assistindo talvez, se Min YoonGi não estivesse errado, um programa sobre detentos.

–És asno*? -YoonGi disse irritado- Trabalharás amanhã e está acordado... -foi calado por seu amigo sendo ignorante sobre tua pessoa.

–Acho que não devo-lhe satisfações. -finalmente desgrudando os olhos da tela, levantando-se e caminhando em direção ao colega- Assim como trabalhas todos os dias e vive chegando fora do prazo estabelecido por sua empresa todos os dias e ainda assim, -umideceu os lábios com a ponta de sua língua- não tem a mínima capacidade de não ficar cioso* sobre minha vida?

–Sinceramente, isto está sendo atuado*. Irei descansar. Em questão a sua aceitação, cuidei de tudo. Trabalharás junto a mim. Estou farto* de ser um bom amigo a você! Ter de pedir empregos por aí enquanto estás sentado ao sofá, deliciando-se de alguma comida ou apenas assistindo besteiras! -saiu do ambiente, claramente assustado com a asnidade* do colega.


Mesto com a atitude de seu amigo, Min YoonGi adentrou em seu quarto. Sentou-se em sua cama e babulciou palavras como: Pengó*, socancra* entre outras que não poderiam ser ditas publicamente. Logo, YoonGi jogou-se para trás e em menos de dez minutos caiu em um sono profundo, que nem o mesmo sabia que poderia ter.


Com a chegada de duas horas da tarde, Min YoonGi acordou de seu sono profundo por seu telemóvel tocando. Pegou o mesmo e viu que tratava-se de Kim Namjoon. O mesmo atendeu com pressa.


–Alô? -dizia com sua voz rouca, tentando recompor-se.

–YoonGi, perdoe-me ligar fora de seu horário de trabalho, mas temos um caso muito importante que darei a seu amigo. Caso ele consiga resolver, contrataremos ele realmente, como quer. Perdoe-me, mas terão de vir agora. -disse em pânico- É realmente muito importante.

–Com certeza, senhor! -dizia Min YoonGi, já colocando uma camisa social e passando um perfume- Estamos indo imediatamente.

–Espero por vocês. -disse e logo após desligou.


Min YoonGi suspirou cansado, vestiu um sapato social e apressado, correu a acordar o amigo, que, notando o desespero do mais velho, correu para arrumar-se o mais rápido que podia. Duas horas e dez minutos, os mesmos já encontravam-se fora do prédio comercial da CIA.


–Por obséquio, seja suave como uma pena e paciente como um bicho preguiça. Faça o que mais sabe fazer de melhor. Lembre. -disse YoonGi enquanto apertava o botão do quarto andar no elevador.


Taehyung apenas assentiu com a cabeça, concordando. Não estava deverás acordado naquele momento para saber o que fazia. A vida de Taehyung estava prestes a mudar completamente, quando eles chegam ao quarto andar.

Ao seguirem até a sala de reuniões, lá estava Kim Namjoon, que sem delongas começou.


–Prazer, Kim Namjoon. Bem, -suspirou- comecemos. Conheçam, o caso 97. -empurrou duas pastas em direção aos garotos.


Uma feição assustada tomou conta do rosto de Min YoonGi. Enquanto Kim Taehyung não entendia o motivo de tanto espavento*.


–Senhor, -Min YoonGi questionou- o caso 97 não havia sido cancelado?

–Havia, -suspirou tão aturado que os garotos conseguiam sentir sua dor- porém, por uma falha minha, ele foi re-aberto a interpretações. -fechou os olhos e babulciou um palavrão, mordeu seu lábio inferior e prosseguiu- E está será a missão de vocês. Entendam o que se passa com o caso 97. -saiu da sala como se estivesse sendo liberto de algo.

–YoonGi? -o mais velho o olhou- O que é o caso 97?

–O caso 97, -suspirou- eu não acredito nisto! -virou-se contra o amigo, tendo a visão da parede- O caso 97, Kim Taehyung, apenas é o caso que entrou para a história há dez anos atrás. Glosaram* o caso como indefinido. Mas aparentemente... -fechou os olhos por poucos segundos- Ele tem uma definição. E o nome dela é Hyatt.

–A empresa mais bem-sucedida da Coréia? -Taehyung perguntou frustrado.

–A mesma. Também, governada por Jeon Jeongguk. O herdeiro legítimo de Jeon Junghyatt. -suspirou- Dez anos atrás, houve um assasinato e o mesmo mencionou o nome de Jeongguk e seu pai. Mas como não encontraram provas...

–O caso foi encerrado por calúnia.

–Isto, mas agora, por algum motivo, foi re-aberto. E precisamos encerrá-lo de uma vez por todas.

–Como faremos isto? -disse Taehyung, assustado.

–Sobre isto não tenho conhecimento. -cerrou os punhos com força.

–Acharemos um jeito. -Taehyung tentou acalmar o amigo.

–Eu sinto que não. -saiu da sala enfurecido 


Notas Finais


Humílimo - diz-se de quem é simples.
Improbo - árduo, duro, pesado.
Pérvio - que dá passagem, transitável.
Asno - burro.
Cioso - zeloso, curioso.
Atuado- aquele cujo o comportamento foge ao comum, ao esperado.
Farto - cheio.
Asnidade - ignorância.
Pengó - tolo.
Socancra - pessoas sonsas.
Espavento - assustado, espantado.
Glosaram - interpretaram.

Ah, espero que tenham gostado! :3 significados aqui, se vocês não souberem.
Apta a críticas construtivas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...