1. Spirit Fanfics >
  2. Casos da Máfia >
  3. O começo

História Casos da Máfia - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eu queria escrever uma fanfic policial, então resolvi fazer uma fanfic de Kimetsu policial.

Espero que gostem :3

~Vocabulário~

Aniki: Grande irmão.

Boa leitura :3

Capítulo 1 - O começo


Fanfic / Fanfiction Casos da Máfia - Capítulo 1 - O começo

Tanjiro: Então o seu irmão faz parte da polícia?

 

Genya: Sim. - Ele fala guardando um de seus livros no seu armário.

 

Tanjiro: Eu acho que vou entrar para a polícia.

 

Genya: Aproveita para fazer a entrevista de emprego hoje, pois elas vão fechar amanhã. - Ele fala entregando um folheto para o amigo.

 

Tanjiro: Vou falar com os outros sobre isso, acho que eles vão gostar da ideia. - Ele fala pegando o papel.

 

-Quebra de tempo-

 

_Tanjiro on_

 

Nezuko: Então você vai entrar para a polícia?

 

Tanjiro: Sim, você não quer entrar também? - Falo abrindo a porta do nosso apartamento.

 

Nezuko: Ah. Pode ser.

 

Tanjiro: O Inosuke e o Zenitsu também vão para a entrevista.

 

Nezuko: Vou me arrumar. - Ela fala colocando a Mochila perto do balcão da cozinha e indo em direção ao seu quarto.

 

Me sento no sofá e ligo a TV.

 

_TV on_

 

Repórter: A Máfia ataca novamente, sem deixar nenhum rastro, estamos no local do acontecimento junto com o delegado Tengen e Kyojurou, pode falar o que acharam até o momento, senhor Uzui?

 

Tengen: Infelizmente não encontramos nada, esse caso está mais complicado do que esperávamos, mas quando conseguirmos resolvê-lo, todos os integrantes da máfia vão ficar atrás das grades.

 

_TV off_

 

A Máfia não foi pega até hoje, faz 3 meses que eles estão atacando, mas ninguém conseguiu os pegar.

 

Nezuko: Onii-Chan? - Saio dos meus pensamentos. - Você vai de uniforme para a entrevista?

 

Tanjiro: Vou me trocar. - Eu me levanto e vou em direção ao meu quarto.

 

-Quebra de tempo-

 

Fomos até a delegacia, entramos e fomos até uma sala onde aconteceriam as entrevistas, lá havia várias pessoas, mas apenas tinham dois policiais, um de cabelos grisalhos e outro que aparentava ter mais ou menos a minha idade.

 

Sanemi: Atenção! Vamos começar as entrevistas! Meu nome é Sanemi Shinazugawa e esse aqui é o Muichiro. - Ele fala apontando para o menor.

 

Sanemi: Chamaremos 2 nomes, essas pessoas irão para a sala ao lado, lá faremos as entrevistas.

 

Eles saem das salas, uma mulher de cabelos pretos e nas pontas roxas abre a porta.

 

Shinobu: Tanjiro Kamado e Inosuke Hashibira, se dirijam à sala ao lado. - Ela fala e fecha a porta.

 

Eu e o Inosuke vamos até a sala.

 

Sanemi: Tanjiro e Inosuke, não é? Por que vocês acham que podem ser policiais?

 

Tanjiro: Sempre me interessei por investigações e eu queria proteger os outros.

 

Inosuke: Eu só quero bater nos criminosos. - Ele fala cerrando os punhos.

 

Sanemi: Quantos anos vocês têm?

 

Tanjiro: 16.

 

Inosuke: 16.

 

(Eles serão 1 ano mais velhos nessa fic)

 

Sanemi: Vocês não podem entrar, são menores de idade.

 

Inosuke: Mas esse cara aí do seu lado nem parece ser maior de idade. - Ele fala apontando para o Muichiro.

 

Sanemi: Ele é maior de idade.

 

Muichiro: Não, eu tenho 15. - O Sanemi olha com um olhar feroz para o menor.

 

Sanemi: Ok, quais foram seus últimos empregos?

 

Tanjiro: Nunca trabalhei.

 

Inosuke: Já trabalhei em uma loja de donuts, mas fui demitido.

 

Muichiro: Por que?

 

Inosuke: Porque eu joguei granulado na cara de um cliente.

 

Sanemi: Completem essa ficha, o prazo é até domingo, nos envie a partir deste e-mail. - Ele fala apontando para um e-mail que havia na ficha.

 

_Tanjiro off_

 

Na segunda...

 

_Sanemi on_

 

Sanemi: Muichiro! Venha aqui!

 

Muichiro: O que foi? - Ele fala entrando na sala.

 

Sanemi: Traga um café para mim.

 

Muichiro: Eu não sou seu assistente.

 

Sanemi: Então pelo menos a analisar as fichas.

 

Muichiro: Tá. - Ele fala puxando uma cadeira e se sentando nela.

 

A gente passou um bom tempo lendo as fichas, dentre elas nós apenas escolhemos 6.

 

Muichiro: Agora posso ir embora?

 

Sanemi: Pode. - O garoto se levanta e se retira da sala.

 

Também fui embora, já estava tarde e o agora o turno noturno é com o Tengen, o Obanai e o Kyojurou.

 

-Quebra de tempo-

 

Havia chegado em casa.

 

Genya: Bem-vindo de volta.

 

Sanemi: Valeu. - Subo para o meu quarto.

 

Estava muito cansado, então me deitei na cama.

 

Genya: Aniki, está ocupado? - Ele fala abrindo uma fresta da porta.

 

Sanemi: Não.

 

Genya: Queria saber se eu consegui o emprego... - Ele fala entrando no meu quarto.

 

Sanemi: Conseguiu.

 

Genya: Sério?!

 

Sanemi: Sim.

 

Genya: Obrigado.

 

Sanemi: Você conseguiu por mérito próprio. - Falo me sentando.

 

Genya: E o Tanjiro? Ele também conseguiu o emprego?

 

Sanemi: Aquele ruivinho?

 

Genya: Sim.

 

Sanemi: Que eu me lembre, sim. - Ele sorri.

 

Genya: Eu marquei de ir ao cinema com meus amigos. - Ele se levanta.

 

Sanemi: Agora?

 

Genya: Sim.

 

Sanemi: Esse horário é perigoso.

 

Genya: Eu sei me proteger. - Ele sai do quarto.

 

_Sanemi off_

 

_Tanjiro on_

 

Estávamos na porta do cinema esperando o Genya chegar.

 

Inosuke: Zenitsu, você é muito gado.

 

Zenitsu: Não sou não! Não sou gado.  Não é, Kanao?

 

Kanao: Então...

 

Zenitsu: Até você?! - Ele direciona o olhar para mim. - Tanjiro? Você me acha gado?

 

Tanjiro: Então... é meio que...

 

Genya: Cheguei. - Ele fala se aproximando.

 

Tanjiro: Ótimo! O Genya chegou, agora vamos. - Falo adentrando ao cinema.

 

Zenitsu: Você não me respondeu! Tanjiro!! - Ele corre atrás de mim.

 

-Quebra de tempo-

 

Havíamos assistido um filme de terror que todos estavam falando.

 

Inosuke: Esse filme foi totalmente ridículo!

 

Genya: Verdade, era muito clichê.

 

Inosuke: Mas valeu a pena ver o Zenitsu com medo.

 

Genya: A Nezuko e a Kanao também.

 

Nezuko: Eu não estava com medo!

 

Inosuke: Aham sei.

 

Nezuko: Só não estava a fim de ver o filme. - Ela fala virando o rosto para o lado oposto dos meninos.

 

Kanao: Vocês podem me levar até a minha casa? Ela fica um pouco longe daqui e eu tenho medo de andar na rua sozinha à noite.

 

Genya: Está com medinho do filme?

 

Kanao: Não...

 

Tanjiro: Claro que podemos te acompanhar. - Sorrio.

 

A gente começou a caminhar pelas ruas totalmente vazias, eram mais ou menos umas 1 da manhã.

 

Estávamos andando até que avistamos uma moça caída no meio da rua.

 

Tanjiro: É melhor a ajudarmos.

 

Nezuko: Eu acho que é melhor não, Onii-Chan.

 

Ignoro o comentário da Nezuko, eu e o Genya a ajudamos a levantar.

 

Genya: Você deixou isso cair. - Ele a entrega um saquinho com um pó branco.

 

Ela toma o saquinho da mão do Genya e sai.

 

Zenitsu: Que mal agradecida!

 

O Genya tira um daqueles saquinhos do bolso.

 

Tanjiro: Genya! Isso é da moça! Devolva para ela!

 

Genya: Sim, isso é da moça, mas vocês sabem o que é isso?

 

Tanjiro: É um pó branco.

 

Genya: Mas o que parece um pó branco?

 

Zenitsu: Sal.

 

Inosuke: Açúcar.

 

Genya: Não! Pode ser cocaína que além de ser ilegal, faz mal ao organismo.

 

Tanjiro: Então ela podia estar traficando?

 

Genya: Exato.

 

Kanao: Se quiser eu posso levar para a minha casa e entregar para as minhas irmãs analisarem.

 

Genya: Seria bom. - Ele fala entregando o saquinho para a Kanao.

 

 

Tanjiro: A gente vai atrás da garota?

 

Genya: Ela já deve estar fora do nosso alcance.

 

Kanao: Quando as minhas irmãs conseguirem o resultado, eu falo para vocês.

 

Nezuko: Mas elas não fazem parte da polícia? Se isso for uma droga, elas levarão para a delegacia.

 

Tanjiro: Provavelmente.

 

Genya: Não se preocupe, já somos policiais, poderemos cuidar do caso.

 

Tanjiro: Sério?! Todos nós conseguimos o emprego?

 

Genya: Sim.

 

Kanao: A minha casa já está bem ali. - Ela aponta para a casa dela. - Então já vou indo, tchau.

 

Todos nós nos despedimos e fomos cada um para as suas devidas casas.

 

 

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado :3

Desculpa qualquer erro >~<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...