História Cassie - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Jack & Jack, Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Kian Lawley, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Art, Brigas, Dança, Festa, Ficção Adolescente, Jack Gilinsky, Jack&jack, Los Angeles, Old Magcon
Visualizações 7
Palavras 2.600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cassandra (Cassie) Miller - Cassie Ventura

Miranda Clark - Antoinette Robertson

Lauren Hall - Lauren London

Ellie Mitchell - Jourdan Dunn

Capítulo 1 - Capítulo 1


  São exatamente cinco e quarenta da tarde e estou pronta para sair da sala de dança quando a professora Alana me chama.

 

 

- Cassie, posso falar com você um instante? – Ela pergunta com as mãos na cintura.

 

 

- Claro – Digo e volto com colocando a bolsa no chão de volta – Sobre o quer falar comigo?

 

 

- Bom, eu e os outros professores conversamos e achamos que você é a mais indicada para nos representar na nossa disputa contra a Manhattan Dance Academy.

 

 

Ela diz e eu arregalo os olhos ficando completamente sem reação.

 

 

- Você vai nos ajudar á montar o grupo e tudo mais – Ela diz e eu continuo sem dizer nada – Diz alguma coisa, esboça alguma reação, pra mim saber que você não vai cair para trás – Ela diz e dá uma risada.

 

 

- Ah. Meu. Deus – Eu digo ainda pasma – Eu não acredito nisso. Eu vou comandar a equipe, então quer dizer que... Que eu vou ser uma das dançarinas principais?

 

 

- Isso aí – Ela diz sorrindo.

 

 

- Você sabe a quanto tempo  eu estou esperando por isso? – Pergunto e solto uma risada de nervoso – Alana, muito, muito obrigada por me dar essa chance que... Meu Deus – Solto um gritinho e ponho a mão na boca rindo – Desculpa.

 

 

- Tudo bem – Ela diz rindo – Você merece Cassie.

 

 

{...}

 

Eu moro em um loft no centro de Los Angeles com duas amigas, ele é bem espaçoso então deu para dividir bem o espeço e fazer dois quartos. Como somos três uma teve que ficar na sala e essa uma Graças a Deus não sou eu.

 

 Eu, Miranda e Ellie vivemos bem juntas, cada uma ajuda nas despesas e nas tarefas de casa e fica tudo nos conformes. Menos pela bagunça que as duas fazem, o que é o caso agora.

 

 

- Um furacão passou por aqui? – Pergunto ao abrir a porta do loft e ver o sofá/ cama da Ellie cheio de roupas e alguns sapatos no chão – Ei Miranda, esse vestido é meu.

 

 

Coloco a bolsa ao lado da porta e vou em direção a Miranda que está no meu quarto em frente ao espelho. As paredes dos quartos são armações de vidro por isso temos visão total de tudo.

 

 

- Eu sei que é seu – Ela diz se admirando em frente ao espelho – Mas fica um arraso em mim.

 

 

– Pena que é meu – Digo me sentando na cama e tirando meus tênis – Por que a casa está uma bagunça? E cadê a Ellie? Tenho uma novidade para contar.

 

 

- Nós vamos sair, Ellie está no banho, e pode contando logo – Ela diz e se vira para mim.

 

 

- Vamos esperar ela se não terei que contar duas vezes – Digo colocando os tênis entre a cama e o espelho – A onde vocês vão?

 

 

- A onde nós vamos – Ela me corrige – Vamos a uma boate nova que abriu, Peter nos convidou.

 

 

- Peter? – Pergunto fazendo uma cara de deboche – Quando você vai parar de iludir o pobre garoto?

 

 

- Quando você parar de ser chata – Ela diz e volta a se olhar no espelho – E eu não estou iludindo ninguém!

 

 

- E claro que está – Olhamos para a porta do quarto e lá está a Ellie de cabelo preso e enrolada na toalha.

 

 

- Não se mete também Ellie – Miranda diz e me olha – Vou usar o vestido.

 

 

 Ela sai passando pela Ellie e indo para o quarto dela.

 

 

- Espera! Eu ainda não contei a novidade – Eu a vejo parando no meio do caminho e voltando – Fofoqueira.

 

 

- Fala logo – Ela diz cruzando os braços.

 

 

- Hoje a Alana me chamou para conversar e adivinhem só – Digo fazendo uma pausa dramática e elas reviram os olhos – Ela me chamou a para liderar a equipe na disputa de Nova Iorque.

 

 

 Digo alegre e as duas arregalam os olhos e soltam gritos.

 

- Eu não acredito que finalmente essa mulher se tocou que você é a melhor daquela academia – Miranda disse vindo até mim e me abraça – Viu temos um motivo para comemorar.

 

 

- Parabéns Cassie! – Ellie disse se juntando a nós – Agora vai tomar banho por que você está suada – Ela diz e as duas me largam.

 

 

- É verdade, vai logo que hoje nós vamos sair para comemorar – Miranda diz e me dá um tapa na bunda – Vai logo!

 

 

{...}

 

Eu estava terminando a maquiagem quando a Lauren chegou. A Lauren faz parte do nosso grupo, ela é mais velha que eu, Miranda e Ellie o que a torna a mãe do grupo. Ela tem 25 anos e mora com o namorado Nathan em um apartamento chique em Beverly Hills.

 

 

- Olha ela lembrou que tem amigas – Disse a Ellie calçando o tênis sentada no sofá.

 

 

- Vocês sabem que eu ando muito ocupada com o trabalho – Lauren diz e coloca as mãos na cintura – Mal tenho tempo para mim, mas hoje não, hoje é a noite das garotas.

 

 

- E o Nathan – Miranda diz revirando os olhos.

 

 

- Relaxem garotas, Nathan foi visitar a mãe em Miami hoje eu sou todinha de vocês – Ela diz se jogando no sofá.

 

 

- Finalmente! Faz anos que não saímos as quatro juntas – Digo saindo do quarto com os sapatos na mão – E então como eu estou?

 

 

- Maravilhosa como sempre – Lauren diz se levanta do sofá – Agora vamos ao que interessa para a nossa noite começar. Quem vai levar a bolsa dessa vez?

 

 

- Não olha pra mim, dá ultima vez fui eu que levei – Disse Miranda olhando para o celular.

 

 

- Eu também não vou levar – Digo me apoiando em Miranda enquanto calço o salto.

 

 

- Então é você mesmo Ellie – Lauren disse entregando para ela as chaves do carro – Você é a encarregada de nos trazer de volta sãs e salvas.

 

 

- Fazer o que né – Ela diz pegando as chaves de mau grado – Vamos logo, já que eu não posso beber tenho que dança até meus pés doerem.

 

 

{...}

 

Assim que chegamos tinha uma enorme fila para entrar na boate, mas nós não precisamos  enfrentar essa fila enorme por que Peter logo apareceu nos colocando para dentro. Ele nos levou até uma área reservada para ele e os amigos, onde nós ficaremos é uma parte mais alta que tem um pequeno sofá e uma mesa com dois baldes com gelo e bebida.

 

 

- Peter como vocês consegue área vip nesses lugares? – Pergunto me sentando no sofá e tirando a jaqueta.

 

 

- Digamos que eu tenho meus contatos Cassie – Ele diz e pisca para mim – Meninas, eu vou ali falar com os caras e já venho.

 

 

- Vamos fazer um brinde ao nós – Miranda disse pegando quatro copos e colocando uma quantidade aceitável de vodka neles – O melhor squad de todos os tempos.

 

 

Fizemos o brinde e viramos todas juntas, a vodka vai descendo ardendo na minha garganta me fazendo fazer uma careta.

 

 

- Cassie vamos dançar essa é a nossa música – Lauren diz se levantando e me puxando.

 

 

- Podem ir nós vamos ficar aqui por enquanto – Ellie diz e a Lauren me puxa mais.

 

 

Lauren me puxa até o meio da pista e logo começamos a dançar ao som Yoncé da Queen Bey.

 

 

- Every boy in here with me got that smoke

Every girl in here got to look me up and down

All on Instagram, cake by the pound – Canto colocando o braço em seu ombro descendo um pouco e depois subindo.

 

 

 Continuamos dançando até o Peter vir até nós e nos dar um drink.

 

 

- Ei, tem um carinha muito gato te secando – Lauren diz olhando para o lugar atrás de mim – Vira para frente e começa a dançar de costas pra mim.

 

 

  Ela diz e eu dou risada e faço o que ela disse. O cara parece ser realmente um gato, ele está com uma calça jeans preta e uma blusa branca com alguma coisa escrita na frente e um copo na mão. Logo começa a tocar Wild Thoughts e eu me viro para a Lauren e dou uma piscada para ela e começo a dançar de forma provocante.

 

 

- Ele ainda está olhando – Lauren disse dando uma olhada atrás de mim.

 

 

- Eu sei, ele é um gato eu definitivamente quero levar ele para casa comigo – Digo e ela cai na gargalhada.

 

 

- Pensei que tinha parado com isso.

 

 

- E eu parei, mas hoje é dia de comemorar!

 

 

{...}

 

Depois de dançar até cansar Lauren e eu fomos para nossa mesa e lá só quem estava era a Ellie que estava bebendo e dançando sozinha.

 

 

- Ellie, cadê a Miranda? – Pergunto e ela se senta no banco.

 

 

- Está por ai, se esfregando com o Peter – Ela diz colocando mais bebida em seu copo.

 

 

- Isso não é nenhuma novidade – Lauren diz me entrega um copo com bebida – Alguma de vocês vem ao banheiro comigo?

 

 

- Eu vou – Ellie diz e logo as duas saem me deixando sozinha na mesa.

 

 

 Continuo bebendo e curtindo a música que toca, fico viajando na vibe da música por mais algum tempo até alguém se sentar do meu lado.

 

 

- Você dança muito bem – O cara que estava me olhando na pista disse – Meu nome é Jack.

 

 

- Prazer Cassie – Digo estendendo a mão para ele apertar – Está sozinho aqui Jack?

 

 

- Não, vim com uns amigos e você? – Ele pergunta e mexe em uma mecha do meu cabelo.

 

 

- Também vim com umas amigas – Digo e bebo um pouco dá minha bebida – Mas então Jack, você namora?

 

 

- Graças a Deus não – Ele diz e dá um sorriso sacana.

 

 

- Então nada te impede de ir para casa comigo, certo? – Pergunto e coloco a minha mão sobre a sua coxa.

 

 

- Você é decidida, gosto disso – Ele diz se encostando no encosto do banco – Tá vendo aqueles caras naquela mesa do outro lado – Ele aponta e eu concordo com a cabeça - Eles são meus amigos e apostaram que eu conseguiria um beijo seu.

 

 

- Quer fazer seus amigos perderem uma aposta? – Pergunto chegando perto dele roçando meus lábios em seu maxilar.

 

 

  Ele não diz nada apenas me beija com vontade, sua mão direita vem em contato com a minha bochecha fazendo carinho na mesma, sua língua se enrosca na minha e sua mão logo desce do meu rosto para minha cintura apertando o local, o beijo vai diminuindo a intensidade e aos poucos vamos nos separando. Sua mão continua na minha cintura e eu viro em direção a mesa dos amigos dele e aceno com a mão para eles que estão olhando na nossa direção.

 

 

- Você é demais – Ele disse apertando minha cintura de novo e dando beijos no meu pescoço.

 

 

- Eu sei – Digo e coloco algumas mexas do cabelo para o lado deixando o pescoço mais a mostra – Mas você não respondeu a minha pergunta Jack, algo te impede de ir para casa comigo?

 

 

   Ele ri e nega com a cabeça.

 

 

- Que tal sairmos daqui – Disse se levantando e estendendo a mão para mim.

 

 

{...}

 

  O plano inicial levar ele para minha casa, mas eles foram arruinados pela Miranda que já estava lá com alguém segundo a Ellie, ela saiu com um cara que não era o Peter. Então como quem tem fome tem pressa fomos para a casa dele, e eu como não nasci ontem tirei foto da placa do carro dele disfarçadamente e mandei para as meninas, nunca se sabe né. No caminho até a casa dele foi um pouco silencioso, parecia que o clima havia acabado mas quando chegamos ele me surpreendeu abrindo a porta do carro para mim sair e logo depois que sai ele bateu a mesma com mais força do que o necessário e me imprensou contra a mesma deixando nossos corpos completamente colados e começou me beijar, passei os braços em volta de seu pescoço e ele colocou as mãos nos meus quadris.

 

 

- Jack, não é melhor entrarmos.

 

 

Digo e ele concorda me guiando até a porta, ele fica atrás de mim ainda segurando meus quadris e se mantendo colado em mim distribuindo beijo na minha nuca chegando perto da orelha e dando uma mordida de leve me fazendo arrepiar.

 

Ele tira uma das mãos do meu quadril e pega a chave no bolso da sua calça ele destranca a porta e vamos entrando com ele tirando a minha jaqueta e a jogando no chão do pequeno corredor que a na entrada, Jack me coloca contra a parede e vai me dando selinhos que vão descendo até o começo do top, ele dá um puxão o top rasgando ele e o deixando no chão junto com a jaqueta, ele coloca um dos meus seios na boca e começa a mordiscar de leve e passa a língua em volta da auréola me fazendo revirar os olhos soltando um gemido baixo. Jack coloca a mãos no meu traseiro dando impulso para que eu suba em seu colo e eu logo o faço coloco minhas mãos em volta do seu pescoço e enrosco minhas pernas em sua cintura enquanto ele permanece chupando meu seio, solto um gemido mais alto e encostando a cabeça na parede, ele para de chupar meu seio e volta sua atenção ao meu rosto me beijando enquanto uma de suas mãos vão para entre os meus cabelos, desço do seu colo e o empurro até ele encostar no outro lado da parede.

 

  Beijo seu maxilar e dou uma dormida em seu queixo, coloco minhas mãos em baixo de sua camisa o fazendo arfar, vou descendo até a barra de sua camisa e a vou levanto começado a distribuir beijos por todo seu abdômen, passo a língua no começo do seu abdômen perto do seu "caminho para felicidade" e ele geme.

 

  Me levanto e o ajudo a tirar a blusa a jogando no chão também, ele desce suas mãos das minhas costas até o fechecler da minha calça que fica na parte de trás, o seguro pela nunca e começamos a nos beijar, ele desce o fecho e coloca as mãos dentro da calça apertando minha bunda com vontade.

 

 

- Jack?! – Me assusto com o esse quase grito e me afasto do Jack cobrindo os seios com as mãos, olho para o final do corredor onde vejo um garoto que aparenta ter uns 17 anos com os olhos arregalados e com a boca aberta olhando para nós.

 

 

- Hayes! Você não ia sair? – Jack pergunta atraindo a atenção do garoto que estava em mim para ele.

 

 

- Eu... eu ia – Ele afirma e volta sua atenção para mim, mas Jack entra na minha frente.

 

 

– Cassie, por que você não sobe. Meu quarto é o último no final do corredor – Jack diz.

 

 

- Claro – Digo saindo de trás dele com as mãos cobrindo os seios e passo pelo garoto que me segue com o olhar.

 

 

  Eu estou com vontade de rir e com vergonha, com mais vontade de rir do que vergonha, mas isso não importa. Subo até o segundo andar como Jack disse e vou até o fim do corredor vendo um quarto com porta branca, entro no mesmo e vejo o seu quarto que é até bem organizado, tiro as mãos dos seios e começo a tirar a calça ficando apenas de salto e calcinha. Eu definitivamente não vim até aqui para não transar.

 

 Me sento na cama e fico esperando por ele que logo aparece abrindo a porta apressado, mas logo para quando vê como eu me encontro.

 

 

- E então onde nós paramos? – Pergunto me inclinando para trás me apoiando na cama com os cotovelos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...