História Castelo de vidro - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 2.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa qualquer erro de ortografia e uma boa leitura para todos 💙🌌

Capítulo 5 - Mães


Fanfic / Fanfiction Castelo de vidro - Capítulo 5 - Mães

                      5 capítulo.


— Do que estava correndo? - pergunta a menina se sentando no chão.


— Do meu tio julian - responde o menino se sentando no chão também. — E você estava correndo de quem?


— Da minha tia. - Revira os olhos.


— Tios sempre tentando estragar as coisas - fala o menino com uma voz de tédio e a menina apenas da uma risada — Do que está rindo é verdade?


— Eu sei, e até concordo contigo.


— Eu sempre estou certo - fala ele convencido e a menina novamente ri.


— Como pode ser tão convencido menino? - pergunta olhando para o menino.


— E como pode ser tão bela menina? - fala deixando a menina vermelha.


— Não vale.


— Aprendi com meu tio.


— Ele está de ensinado coisas errada, irei ter uma conversa séria com ele - então o menino ri.


— Você não irá passar para medrado.


— Dúvida?


— Duvido. - Ela corre e ultrapassa a fronteira.


— Agora você está em medrado e e minha prisioneira rios.


— Ó não por que eu fiz isso? - fala imitando voz de menina medrosa como ela é ele preferiam falar


— Porque você não pensou - fala o menino se aproximando dela e ela empurra ele.


— Agora estamos em rios agora você é meu prisioneiro. - Fala dando risada do menino.


— Isso é injusto. - Faz bico.


— É não, foi apenas uma estratégia.


— Como pude ser tão burro? - Fala lhe dando um tapa na própria testa fraco.


— Lhe faria está pergunta varias vezes - fala ela rindo — Mas como sou uma boa menina irei deixar você ir pra medrado mais se ultrapassa está terra será meu prisioneiro para sempre


— Olha você é boa menina.


— Eu sou boa em tudo que faço - os dois começam a rir por a menina estar tão convencida de si.


— (S/N) - então ela escuta a voz de seu tio se aproximando.


— Jungkook - então o menino vê seu tio Sam se aproximando.


— Preciso ir tchau - os dois sai correndo junto mais antes de ir mais longe os dois se olham e acena um para o outro sorrindo


— Por que saiu daquele jeito baixinha?


— Me desculpa tio a tia Marina me irritou.


— Eu sei querida, mais não precisava correr.


— Eu sei que ela iria falar do meu linguajar. - Fala revirando os olhos.


— Ela fala do linguajar de todos, venha vamos para casa. 


— Vamos - Damon pega a menina no colo e a mesma da uma risada divertida.


Medrado


— Jungkook não fique bravo com seu tio Julian.


— Como não ficar tio Sam? - Fala estressado


— Eu sei, mais ele só quer que você esteja pronto para qualquer coisa.


— Eu sei, sinto muito ter corrido.


— Foi nada, isso até lembra seu pai.


— Ele já fez isso?


— Sim já - fala Sam rindo — Vem vamos para casa sua mãe deve estar preocupada fale que não iria demorar.


— Vamos


                  (S/n) narrando.


Eu e meu tio chegamos em casa rindo sem parar na cozinha estava meu pai minha mãe e tia Marina.


— Esse e jeito de chegar (s/n)? - Pergunta ela nervosa.


— Me desculpa tia. - baixo a cabeça para minha tia.


— Já de perdoe uma vez hoje.


— O que ela fez Marina? - Pergunta minha mãe entrando pela a cozinha chamando atenção de todos, somente da minha tia que está me criticando


— Falou gíria. - Reviro os olhos novamente sem minha tia perceber.


— Posso defender minha pequena sobrinha?- tio damon fala isso é sorri para mim. — ela não falou gíria nos estávamos divertindo e ela só falou qual é.


— Marina não se preocupe minha filha tem uma ótima educação - fala mamãe vindo ao meu lado. — Vem querida vamos pra o quarto para você tomar um banho e descansar sei que seu tio abusou de você no treinamento.


— Eu só quero que ela fique prepara para tudo irmã.


— Eu sei irmão.


— E você faz certo Damon - fala meu pai acenando com a cabeça para ele.


— Não foi nada, irei indo volto mais tarde qualquer coisa só me chamar.


— Tchau irmão.


— Tchau damon


— Tchau titio de olhos verdes - ele sorri para mim e sai da cozinha.


— Vem querida vamos - Fomos para o quarto e minha mãe olha para mim eu abaixo minha cabeça e ela vem sorrindo para mim. — Não estou brava com você filha.


— Desculpa mamãe eu não queria falar nenhuma gíria você sabe que eu tento o máximo não falar.


— Eu sei, mas não tem problema se falar alguma tudo mundo fala.


— Menos a senhora.


— Sou adulta, e pessoas adulta não falam tanto gíria por ter se acostumado a falar de forma formal mais você e uma criança ainda e tem direito de falar igual uma criança.


— Tia Marina não acha isso - Bufo. 


— Sua tia acha que você e princesa, e realmente é - fala mamãe sorrindo — Mais você também é uma criança e quanto eu tinha sua idade eu falava varias gíria - dou uma risada e minha mãe me acompanha — Então não tem problema meu amor.


— Mamãe eu não estou preparada para ser princesa.


— Eu sei que agora não está, mais você vai amadurecer e ver que ser princesa não passa de algo fácil - Sorri pra mim fazendo carinho no meu rosto.


— Tá bom mamãe. - Sorrio por causa de seu carinho.


— Agora vá tomar banho, você está com o odor do treinamento.


— Tá tão ruim assim?


— Desculpa querida mais sim.


— Vai treinar mamãe, vamos fazer mais treinamentos juntas quem sabe tirar o Damon de treinador. 


— Já passei deste tempo


Entro em meu banheiro e começo meu banho me relaxo estava tão cansada que eu poderia dormir aqui mesmo.


— Vamos querida?


— Já vou mamãe - me seco no banheiro e saio do banheiro e vou para o quarto minha roupa que era um vestido solto que minha mãe tinha separado para mim coloco ele coloco o mesmo, e mamãe pega uma escova e começa a arrumar meu cabelo.


— Pronto você está linda querida.


— Tia Marina vai implicar?


— Não querida e se ela implicar vou falar muitas e pouca gírias para ela.


— Que tipo de gírias?


— Aquela que você não pode aprender ainda meu amor, vem vamos descer - pegou em minha mão e descemos para cozinha.


— Você está linda princesa - fala meu pai pegado no colo.


— Obrigada papai


— Vamos comer? - fala minha mãe se sentando na mesa com a tia Marina.


— Vamos - fala eu e meu pai juntos.


— Titio Damon - Grito assim quando vi meu tio entrado na cozinha.


— Nossa como você está linda princesa.


— Mamãe que me arrumou.


— Nossa ela te deixou linda. - fala dando um beijo na testa da menina.


— Vem tio vamos comer. - Ele se senta na mesa e a família começa a se servir


                   Jungkook narrando.


Chegamos em casa e meus pais estavam na sala junto com tio Julian.


— Ele merece alguém para treinar ele seriamente.


— Tio Sam me treina bem - fala interrompendo meu tio Julian.


— Eu acredito que seu tio Sam te treina bem - fala meu pai — Por isso ele continuará treinando você.


— Obrigado pai. - Agradeço fazendo uma reverência.


— Filho vamos para o quarto?


— Vamos mãe. - Eu e minha mãe subimos para o meu quarto, eu olho para minha mãe ela está olhando sério para mim.— Você correu do seu tio Julian?


— Mais ou menos. - Falo fazendo cara de pensativo.


— Seu tio Sam me contou. - Bufo.


— Me desculpe mamãe.


— Ó querido não tem problema, seu pai já fez isso e com tio Julian mesmo.


— Tio Sam me contou - falei rindo


— Otimo agora vá tomar seu banho fedidinho.


— E muito treinamento mamãe, e ainda tio julian quer que eu treine mais - falei revirando meus olhinhos.


— Espero que ele não peça para seu pai - fala ela rindo.


— Mamãe!


— Estou brincando com você meu amor.


— Te perdoo. - falei sorrindo para ela e ela sorri pra mim


Fui no banheiro tirei minha roupa toda suada por causa do treinamento e entro no chuveiro começo meu banho e aproveito a água fazendo contado com meu corpinho estava tão relaxando fecho meus olhos e me vem a cor dos olhos dela


— Filho.


— Já acabei mãe.


Pego minha toalha e começo a me secar vou para o quarto e pego a roupa quentinha que minha mãe separou para mim


— Deixe-me arrumar seu cabelo.


— Não, eu já sou um homem mamãe e eu preciso aprender a arrumar meu cabelo


— Ok meu homenzinho.


— Homenzinho não mamãe homem. - Fala corrigindo minha mãe.


— Tá bom meu amor estarei te esperando fora do quarto.


— Tá bom mamãe. - Ela saio do meu quarto e eu começo a arrumar meu cabelo mais não estava dando muito certo.— Mamãe!


— Oi - fala ela entrando no quarto


— Arruma meu cabelo? - falei fazendo um biquinho de vergonha.


— Claro meu filho - ela começa arrumar meu cabelo e fala — Você está lindo meu homenzinho.


— Obrigada mamãe - falei dando beijinho na bochecha dela.


— Foi nada filho agora vamos. - A gente saiu junto do quarto e fomos para cozinha, meu pai e meus tios estavam lá.


— Papai, eu arrumei meu cabelo sozinho. - Falo animado.


— Parabéns meu homenzinho.


— Homenzinho não amor um homem. - fala ela sorrindo e piscando para mim.


Encaro minha mãe e ela estava com um sorriso que possamos dizer divertido no rosto.


— Só porque arrumou o cabelo não quer dizer que ele é um homem. - fala tio Julian.


— Pra mim ele um homem Julian - fala meu pai e minha mãe junto.


— É ele homenzinho - fala meu tio bagunçando meu cabelo.


— A tio meu cabelo - falei bravo e ele começa a rir — Você irá ver.


— Tira este biquinho vai


— Sam.


— Calma só estou brincando com o meu pequeno - fala meu tio apertando minha bochecha (ele quer levar uns petelecos da cara só pode)


— Tio Sam!


— Tá bom parei - fala ele rindo.


— Vocês dois parecem uma crianças - fala tio Julian (ele é outro que quer levar uns petelecos na cara)


— Parem vocês dois - fala minha mãe com a voz calma e suave (sabia que ela já estava com raiva)


— Só obedeço porque minha mãe que manda aqui - (eu só obedeço porque sei que ela já está brava e falta pouco para ela dar uns petelecos na gente)


— E eu também vou obedecer ela - fala tio Sam.


Nós se sentamos na mesa e começamos a comer


                           Narradora.


As duas crianças estavam se divertindo com as suas família, mais ambos estava pensando do outros.


Eles são crianças e não entendem tal sentimento, mais sabiam que não queria afastar do outro.


Talvez fossem porque não se conheciam e estava tão ansiosos para se conhecer, pensavam assim que iram se esquecer depois de se conhecerem.


Mal sabiam eles que tinham um destino, talvez este destino fosse juntá-los ou afastá-los. Mais são criança e o destino não tem nada a ver com seus sentimentos


Este sentimento era algo puro não tinha malícia em nenhuma parte. Estavam tão distraídos que se deixaram se levar pelo seus pensamentos.


— Está tudo bem querida? - pergunta o pai (s/n)


— Sim papai. - seu pai sorri para ela e ela corresponde seu pai com um outro sorriso.


— Tudo bem meu filho? - pergunta a mãe do menino.


— Sim mamãe está - responde ele sorrindo e sua mãe também sorri para ele


Já estavam com sono, as duas crianças se levantam de sua mesa e vão para seu quarto. Tiraram suas roupas elegantes que estava usando num simples de família. Colocaram algo leve e confortável para dormir e deitaram em suas camas.


Estavam tão cansados que se deixaram levar pelo sono, sem pensamento apenas seu sono e seus sonhos o quais não sabiam qual seriam


Notas Finais


Até o próximo 💙🐰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...