1. Spirit Fanfics >
  2. Castle e Bones: Juntando as forças. >
  3. Bones está grávida!

História Castle e Bones: Juntando as forças. - Capítulo 89


Escrita por:


Capítulo 89 - Bones está grávida!


Dias se passaram, e Lilly frequentemente tinha pesadelos, às vezes eram 2 por noite, o que deixava os pais preocupados. A menina também não queria ficar no colégio, ela todo dia chorava e pedia para ligar para a mãe. A diretora do colégio aconselhou apoio psicológico, e então Lilly passou a frequentar a psicóloga da escola.

O apoio profissional ajudava, mas não tanto quanto o convívio com os amigos. Christine e Michael Vincent passaram a vir todos os fins de semana. Às vezes B&B os traziam e às vezes era Ângela e Hodgins. A carona da vez eram os pais do Michael Vincent.

Christine correu animada e subiu no sofá – Eu tenho uma coisa pra contar!! – Todos se voltaram para ouvir a menina. – Eu vou ser uma irmã mais velha também!!! – ela diz pulando de alegria, mas aí ela se lembra que a mãe disse que não pode pular no sofá da casa dos outros e ela desce.

Lilly vai abraçá-la – Viva!!!! Ser irmã mais velha é maravilhoso!!

Castle – Parabéns Christine!

Christine – Obrigada tio!

Beckett – Você vai ser uma ótima irmã mais velha!

Christine – Obrigada! Eu vou ser muito boa pro bebê!

Reece chora.

Beckett – Quer começar a treinar Christine?

Lilly – Vem, vamos ver meu irmão.

Kate pega o bebê no colo – Humm... hora de trocar a fralda...

Ao ouvir a mãe, Lilly arrastou uma cadeira pra perto da cama, se sentou na cômoda e pegou a pomada, uma frauda e o pacote de lenços. Christine sobe na cadeira e presta atenção.

Quando Beckett abre a fralda, as meninas tampam o nariz.

Lilly – É fedido mesmo, mas você se acostuma... – ela diz com a voz de nariz tapado.

Beckett – Lenço... – Lilly dá lenço à mãe – mais lenço – a menina dá mais. – pomada. – Lilly dá a pomada. – agora fralda – a menina dá e Kate veste o bebê. – Prontinho!

Lilly – Operação fralda concluída com sucesso!

Christine riu, foi divertido – Parece as séries de médico que meu pai vê. O médico fica pedindo coisas pras enfermeiras...

Beckett checou a fralda de Jake também, mas ele estava bem. – Lilly, pega o remédio do Jake?

Lilly agarrou o frasco na cômoda. – Aqui mamãe.

Beckett encheu a seringa com a quantidade certa e deu ao bebê. Jake chorou.

Lilly – O gosto não deve ser bom...

Jake estava fazendo um tratamento, tomava muitas vitaminas e algumas injeções quando ia ao médico. Lilly acompanhou uma consulta, mas ver seu irmão chorando pela injeção não foi legal e ela preferiu nunca mais ir junto.

A irmão mais velha pegou a chupeta de Jake e arrastando a cadeira para perto do berço, ela subiu – Christine, presta atenção... – ela deu a chupeta ao irmão e fez carinho na cabeça dele – Calma Jake, já passou... – O bebê a olhou com admiração e parou de chorar. – Viu? - ela disse para a amiga.

Christine – Aham.

Reece voltou a chorar. Beckett sabia que era manha, ela pegou a chupeta do filho e deu a Christine – Por que não tenta fazer?

Lilly desceu da cadeira e Kate a colocou ao lado do outro berço. Christine subiu, deu a chupeta ao bebê e fez carinho – Não chora neném... – E Reece parou também.

Lilly – Aeee você aprendeu! – Christine sorriu. – Mamãe deixa a gente pegar?

Beckett olhou os filhos, Reece ainda estava de olhos abertos mas Jake quase dormia. – Podem pegar o Reece. Quem primeiro?

Christine aponta Lilly – Eu não sei pegar bebês...

Lilly se sentou na cadeira e Kate ajeitou Reece no seu colo.

Uns dois ou três minutos depois, foi a vez de Christine, ela adorou segurar o bebê, mal podia esperar carregar o seu bebê.

De volta para a sala, Michael Vincent já estava entediado esperando.

Michael Vincent – Até que enfim...

Lilly – Cuidar de bebês demora, dá trabalho – ela dá de ombros.

Christine – Mas é bem legal!

No fundo Michael Vincent estava um pouco chateado, ele era o mais velho ali e o único que não tinha ou teria um irmão ou irmã. Ângela e Hodgins sabiam disso, eles pensavam em ter outro bebê, mas o medo da criança nascer cega os assustavam.

Lilly – Vamos brincar de quê?

Christine – Eu ganhei um quebra cabeça, não montei ele ainda... vamos montar?

Michael Vincent e Lilly – Sim... – eles se espalharam no chão da sala, assim como as peças do quebra cabeça.

O quebra cabeça era do Ursinho Pooh, Christine ganhou de lembrancinha da festa do amiguinho da escola, o Joaquim. O jogo tinha 16 peças e as crianças levaram pouco mais de 15 minutos para montar... muitas mãos juntas atrapalha as vezes.

Depois Lilly buscou seus jogos e no fim eles desenharam e pintaram.

As meninas foram atrás de Beckett quando Jake quis mamar.

Castle entregou um comprimido e um pouco de água a Lilly – Dê à mamãe. -  Lilly levou.

Antes de dar de mamar a Jake, Beckett tinha de tomar vitaminas também.

Christine ficou olhando o bebê mamar com a mesma carinha que Lilly fez em Hampitons...

Beckett – Quer mamar um pouquinho, Christine?

Christine pensou – Não faz mal, tia?

Beckett – Não meu amor, não faz mal não... Vem cá.

Christine vai e Kate a ajeita no colo. – Não pode morder, tá bem? – Christine assente e mama um pouco, mas não gosta do sabor e faz careta.

Lilly ri – É estranho, né? Mas os bebês adoram.

Beckett – E vocês quando eram bebês gostaram muito também!

No fim da tarde as crianças foram embora.

 

Na nova festa de lançamento do livro, Castle se desculpou pela anterior e na hora do brinde ele ergueu a taça e disse:

Castle – Um brinde aos meus amigos Brennan e Booth. Que o bebê de vocês nasça com saúde e lhes tragam muitas alegrias!

Bones e Booth – Obrigado!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...