1. Spirit Fanfics >
  2. Castle e Bones: Juntando as forças. >
  3. Morar em Paris?

História Castle e Bones: Juntando as forças. - Capítulo 92


Escrita por:


Capítulo 92 - Morar em Paris?


Michael Vincent acordou mais cedo do que o costume e ouviu parte da conversa dos pais no café da manhã. Eles iam se mudar para Paris? Ele não ia mais ver Christine todo dia? E como seria com Lilly? Ele não podia ficar longe de Lilly...

MV – Eu não quero ir pra Paris!!! – Ele diz correndo até os pais. – Não quero me afastar dos meus amigos.

Ângela – Bom dia Michael Vincent.

MV – Eu não vou!

Ângela – Filho, Paris é uma cidade linda...

MV – Christine não vai estar lá e Lilly também não, então Paris não deve ser legal.

Hodgins – Hey garotão, Christine e Lilly vão poder nos visitar quando quiserem.

MV – Não, elas não vão poder ir sempre, tem a escola e o trabalho dos pais delas... Vai ser chato, eu não vou ter com quem brincar.

Ângela – Filho, você vai fazer amiguinhos lá...

MV – Não quero amigos lá, eu quero os daqui!

Hodgins – Vamos conversar sobre isso depois? Agora é hora de alguém ir pra escola.

 

Michael Vincent não frequentava a mesma escola que Christine, mas eles faziam aula de natação no mesmo lugar e se encontravam todos os dias.

Christine – Por que você está emburrado? Lilly tem outro namorado?

Lilly com outro garoto? Se ele fosse pra Paris com certeza isso ia acontecer e então Lilly não ia ligar mais para ele, muito menos o visitaria.

MV – Meus pais querem morar em Paris...

Christine – Paris é legal.

MV – Mas é muito longe, não vou ver você se for pra lá, e nem vou ver a Lilly.

Christine – Verdade. – Ela também fica triste, gostava de brincar com Michael Vincent.

 

Mais tarde Christine questiona a mãe:

Christine – Mamãe, a tia Ângela e o tio Hodgins vão mesmo morar em Paris? Eu não vou mais ver Michael Vincent todo dia?

Bones – Mudar é bom filha, abrir horizontes é preciso... Eu e o seu pai...

Christine – O quê? vamos mudar também? Eu não quero, não se tiver que ficar longe de Lilly.

Bones – Não amor, não vamos mudar de casa, só que eu e papai vamos mudar de emprego.

Christine – Não vou mais poder falar que o papai é do FBI?

Booth aparece – Eu ainda vou ser do FBI, só vou mudar de área.

Christine – Hum... mas eu tô triste por Michael Vincent, ele não quer se afastar de Lilly. Se ele for pra Paris, ela vai deixar de ser namorada dele.

Booth – Desde quando Lilly é namorada do Michael Vincent?

Christine – Desde sempre ué, eles já deram um beijo na boca.

Booth – Quando foi isso?

Christine – O-ou acho que falei demais. Papai, não pode contar pro tio Castle.

Booth – Por acaso você tem algum namorado?

Christine – Eu não.

Mas Christine gostava de um garoto da aula de natação, ele era amigo de Michael Vincent... e se Michael Vincent fosse embora o Miles ia falar com ela de novo?

Booth – Crianças não devem namorar, isso é coisa de adulto.

Christine – Vai contar pro tio Castle que Lilly beijou Michael Vincent? Se você contar, Lilly vai ficar brava comigo...

Bones – Não querida, ninguém vai contar?

Booth – Como não?

Bones – São crianças Booth, nem sabem o que estão fazendo, não tem malicia.

Booth – É, mas é assim que tudo começa...

Bones – Até parece que você não teve nenhuma namoradinha quando era criança..

Booth – Não...

Bones – Eu tive, era amigo do meu irmão e chamava Luca, eu e ele até...

Booth tapa os ouvidos da filha. – Ououou, seja lá o que for dizer eu não preciso saber.

Christine ri – Promete que não conta, papai?

Booth olha pra Bones – Tá bom, não vou contar...

 

Ângela e Hodgins levaram Michael Vincent e Christine para brincar com Lilly e também vieram dar a notícia da mudança.

Caskett recebeu como um baque, a amizade de Michael Vincent era tão importante pra Lilly, como será que ela reagiria?

MV – Lilly, eu vou me mudar pra Paris. Você vai lembrar de mim? Ou vai me trocar por outro garoto?

Lilly – Paris é longe... vai ser difícil te ver.

MV – Eu sei... Juro que não quero ir.

Christine – Mas vocês vão mesmo?

MV – Papai e mamãe falaram que sim.

Christine – Poxa vida...

Lilly – Talvez você possa se esconder na minha casa e não ir...

MV – Sério?

Lilly – Sim, no quarto da minha irmã tem um armário grandão, eu te levo comida, água, brinquedos e te ensino o que ensinarem no colégio.

MV – Mas e quando sua irmã vir aqui?

Lilly – Não sei, acho que a Lexis ia acabar te dedurando.

Christine – E seus pais iam ficar preocupados... eu gosto da tia Ângela...

MV – Droga...

Lilly se senta ao lado do garoto. – Eu não vou ter outro namorado.

MV - Eu prometo que quando eu ficar grande eu volto pra cá.

Lilly – Promete também que não vai arranjar uma namorada lá?

MV – Eu prometo!

Então Lilly dá um beijinho na bochecha do garoto, mas ele era espertinho e devolveu um selinho.

Christine – Meu pai disse que crianças não devem namorar.

Lilly – Meu pai também diz isso, mas eu namoro.

Christine pensa em Miles – Será que Miles ainda vai falar comigo mesmo com você longe?

Lilly – Alguém quer namorar também...

Christine cora – Não é isso, é que ele é legal e ainda quero ser amiga dele...

Lilly – Ahamm!

MV – Christine quer namorar, Christine quer namorar...

Lilly cantou junto – Christine quer namorar... – A menina ficou bem vermelha. E os dois riram.

Mas a lembrança de Paris voltou...

MV – Eu vou tentar convencer meus pais a não irem...

Lilly – Vou torcer para que você consiga!

Christine pensa em Miles de novo. – Vou torcer também.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...