História Catch Me When I Fall - LuHan - Three-shot - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Lu Han
Personagens Lu Han, Personagens Originais
Tags Luhan
Visualizações 101
Palavras 595
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu aqui com mais uma fic do Lu 😂
Era um dia pacato em que estava escutando Catch Me When I Fall quando me surgiu a ideia dessa fic e não aguentei, precisei escrever ❤️
Então, espero que gostem ☺️
Boa leitura 😘

Capítulo 1 - L'Amor Che Muove Il Sole e L'Altre Stelle


Fanfic / Fanfiction Catch Me When I Fall - LuHan - Three-shot - Capítulo 1 - L'Amor Che Muove Il Sole e L'Altre Stelle

O anjo caía.

  Batia suas asas em desespero, tentando de todas as formas parar a queda eminentemente, mas de nada adiantava. Gritos mudos escapuliam, como uma forma de aliviar a dor e o medo em seu peito.

  Era tortuoso.

  Ele sentia suas asas queimaram, pura ilusão. Não eram suas asas que estavam em chamas, era ele. Seu pecado o consumia.

  Mas não havia arrependimentos. Faria tudo novamente. Faria tudo para estar ao lado dela.

 

 • Narrativa de memória •

  Era o primeiro dia de LuHan entre os humanos. O anjo não parava de olhar os arredores, impressionado com tudo e com todos. As pessoas não notavam LuHan, ele estava invisível aos olhos humanos.

  O anjo estava impressionado. Não imaginava que os humanos já estivessem tão desenvolvidos. Que criaturas interessantes são os humanos!

  LuHan, distraído, seguiu até uma praça, a qual ele achou muito bela. Mais bela ainda era a garota que, sentada sob uma árvore, chorava enquanto encarava a tela de seu celular.

  Até seu choro era lindo. Exalava uma pureza angelical.

  LuHan tornou-se visível e se aproximou da garota, um tanto preocupado. Sentou ao lado da mesma, que o olhou um tanto assustada.

 LuHan: Você está bem? Parece triste.

 Garota: Estou bem, sim! -Ela sorriu. -Estou chorando de emoção.

 LuHan: Emoção?

 Garota: Sim! Eu sempre me emociono quando assisto a filmes, principalmente os românticos. Faz com que a gente sinta as emoções dos personagens, e faz com que a gente queira um amor assim.

 LuHan: Um amor?

 Garota: Sim! Um amor! Aquele sentimento que te faz sentir a mais forte das felicidades e a pior das tristezas, mas que te completa. Que faz você sentir as famosas borboletas no estômago e que te deixa sem palavras. Deve ser incrível amar alguém.

 LuHan: Deve ser... 

  Amor. Amor não era um nome presente no vocabulário dos anjos com muita frequência. Para os celestiais, o amor enfraquecia, e os anjos eram, portanto, perfeitos demais para que tivessem tal sentimento. Deus havia sido fraco ao sentir tamanho amor pelos humanos, e por isso foi traído pelos mesmos.

  Mas naquele momento, LuHan sentiu-se decepcionado. Amor. Uma palavra linda. Um sentimento lindo. Não era possível que  tornasse as pessoas fracas.

 LuHan: Amor não é sinônimo de fraqueza?

  A garota olhou-o e sorriu levemente.

 Garota: O amor pode sim enfraquecer-te. Mas o contrário também é válido. Se o amor for recíproco e saudável, pode muito bem fortalecer-te.

  Então era isso. O amor fortalece e enfraquece. Traz felicidade e tristeza. Causa afobamento e timidez.

  A tamanha complexidade daquele sentimento causou curiosidade em LuHan.

  Ah, como ele queria amar alguém naquele momento.

  E então ele ouviu a voz dos anjos chamando-o de volta. Perceberam sua ausência e agora teria de voltar.

  LuHan virou-se para a garota, limpando o rosto da mesma.

 LuHan: Posso eu saber seu nome?

 Garota: Sou S/N.

 LuHan: Muitíssimo prazer em conhecê-la. Sou LuHan.

 S/N: Igualmente, LuHan.

  Ela sorriu, olhando para a tela de seu celular. Quando virou-se para puxar assunto com o belo garoto, ele havia desaparecido.

  Mas após a conversa com LuHan, a solidão que tanto assolava a vida da garota já não se fazia presente.

  Ela veria outra vez aquele curioso menino.

 

 • Fim da narrativa de memória •

 

  Enquanto LuHan caía, um pensamento tomou-lhe a mente.

  O amor machucava e causava tristeza, sua queda simbolizava bem isso.

  Mas também trazia a melhor das felicidades. O amor fortalecia.

  E agora, caído e perdido entre os bilhões de humanos, ele encontraria aquela garota. Ele encontraria o amor.

  “O amor que move o céu e todas as outras estrelas”.


Notas Finais


Então gente, ficou curtinho, mas é só um prólogo mesmo 😌
E então? Gostaram? ☺️
Agradeço pela atenção! ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...