1. Spirit Fanfics >
  2. Cativo >
  3. Amar a dor

História Cativo - Capítulo 13


Escrita por: Elijahve

Notas do Autor


Boa leitura ❣️

Capítulo 13 - Amar a dor


O olhar de Itachi ainda se encontrava preso nos lábios do mais baixo. Seus sentidos dissipam aos poucos sua consciência fica em branco.

- Foi você... _ e com um pouco de alto controle ele diz.

Sempre teve que se controla perto de Shisui, engulir, esmagar esses sentimentos, e depois de tudo que ele fez para si ainda não conseguia se concentrar, se afastar de verdade.

- O que? _ Pergunta Shisui atordoado por causa da tensão no ar.

- Quem me afastou, quem terminou tudo e passou a ser o galã. Não podia vê uma mulher que ia atrás! _ Itachi se afastar um pouco. - Não lutou por nós... Nem tentou.

Shisui o olhou triste, pois era verdade, foi ele quem o afastou. Foi ele quem fugiu e se afastou desse amor, se afastou dele por anos e depois fingiu que nunca aconteceu.
Mas não era isso que queria agora, apenas queria esquecer tudo e se entrega a Itachi como antes por uma última vez.

- Eu imploro...  _ sua voz saiu em fio rouco. - Não pensar nisso... Só me tenha hoje... Eu te quero. _ estava enlouquecido, precisava de Itachi naquela noite.

A tensão aumentava a cada segundo.

Itachi se aproxima novamente, só que dessa vez mais violento pressionando o corpo do outro na parede. E sem pensar duas vezes Itachi  chocou seus lábios nos dele  depois cravou seus dentes nos lábios de Shisui que o recebeu de bom grado.
Possessivo e dominador Itachi sugava seus lábios, os longos dedos do mais alto afastou a camisa de Shisui que se arrepiou com o toque frio do seus dedos, elevando sua blusa e assim que fora do seu corpo foi jangada ao chão. E voltando a beijar-lo, enroscado-se mais nos lábios fartos, começou a  sugar  atrás do pescoço de Shisui que apertou forte seus olhos os fechando enquanto o Uchiha marcava sua pele.

Shisui arfou ao sentir o sexo do mais velho se chocar com o seu.

- Vamos ...para...meu quarto! _ diz Shisui entre os lábios de Itachi.

...

Aos beijos Itachi deitou Shisui na cama ficando por cima dele. Shisui umedece os lábios ao deslumbrar Itachi tirar sua gravata usando para prender as mãos dele na cabeceira da cama.

Voltou a beijar ele dominante, e com veemência, eufórico Shisui tentava corresponder a altura, mas com suas mãos pressas não podia fazer muito.
Itachi se afastar para colocar dois dedos na boca dele afundado até a garganta antes de tirá-los o deixando em sua frente.

- Chupe! _ Itachi ordena se exitando ou ver Shisui obedecer.

Shisui engasgar com sua saliva mas ainda assim continua chupando os longos e frios dedos. Itachi aproveitou sua mão livre para passar pelo o tronco nú do moreno que arfava e suspirava a cada toque do mais velho, e quando as mãos de Itachi tocaram o cos da calça dele puxaram para baixo e ele pode ver o quão duro o Shisui  estava, o semi-gozo estava molhando a cueca que minutos depois foi arrancada do corpo dele o deixando completamente nú e indefeso à mercê do Uchiha que parecia querer torturá-lo, colocando um sorriso nos lábios Itachi lentamente começar a masturba Shisui, agora uma mão estava em seu membro e a outra no seu escroto, o massageando, voltou aproximando-se do rosto vermelho e suado do rapaz amarado, fazendo suas bocas se encontrarem de novo. Shisui mal correspondia o beijo de Itachi pelo o tamanho prazer que o mesmo lhe posicionava lá embaixo.

- Itachi... Por favor... Me solta. necessito te tocar! _ pediu Shisui.

Itachi o soltou e o agarrou com força entre seus braços.

Shisui apressadamente começou a tirar as vestes que o impedia de ver o belo corpo do Uchiha, e com a ajuda do mesmo Shisui o deixa nú, ambos nus agora se encaravam gravando aquele momento em suas mentes, corpos e almas. o Uchiha tinha novas curvas em seu corpo, estava mais forte; sua cintura ainda fina, seus braços fortes e largos, suas coxas musculosas e seu olhar ônix muito sexy, Shisui ainda como Itachi se lembrava era magro, um pouco alto _ não mais que si_ lábios fardos olhos neutros . Itachi levanta da cama o levando consigo, ele sentar na cama fazendo Shisui fica de joelho em sua frente de modo que a boca dele ficasse de frente ao seu pênis.

- Faça!

Após ouvir a ordem, Shisui abocanhar seu pênis mirando as duas ônix.

Shisui chupava lentamente a glande em movimento repetitivos, depois faz movimento de vai e vem em colocando mais fundo na sua boca, e usando sua mão para masturbá-lo lentamente.

Itachi se afastar para não gozar, ele puxa Shisui o pondo novamente deitado sobre a cama.

- Fica de costa pra mim... _ diz Itachi. Shisui obedecer.  - Agora se empina.

De quatro para o homem, Shisui estava bastante ansioso. Itachi passa seu dedo na entrada dele vendo ele estremecer com o contato.

- Aaah _ geme se empinando mais.

Itachi coloca as duas mãos em cada lado de suas nádegas abrindo-o e pondo seus lábios no ponto prazeroso dele ouviu um gemido alto, os sons que saiam de boca de Shisui eram eróticos e como um vício para o Uchiha.

Itachi pressionava sua língua na entrada dele cada vez mais o deixando molhado, depois  de um tempo o Uchiha colou um dedo o deixando desconfortável com a invasão.

- Está tão apertado! _ colocou outro dedo. - E muito molhado, quer me sentir em você? Como antes?

Fazendo movimentos com os dedos ouvia Shisui arfar e gemer alto, o menor não conseguia fórmula palavras quendo abria a boca apenas saiam gemidos e arfares.

- Vou coloca em você...

Itachi se posicionar na entrada dele que estava um pouco vermelha.

- Eu quero você! Itachi. _ pede Shisui.

Itachi se aproxima da nuca dele deixando um selar.

- Droga!  _ diz o mais alto ouvindo o outro gemer ao sentir ele ser invadido. - Hmm...

- Arr... Hmm... Está doendo. _ diz Shisui.

Itachi estocar de uma vez, fundo e forte e depois para.

- Quando você quiser. _ diz o Uchiha parando de estocar. - Porque essa será uma despedida.

Shisui fica em choque, mas não queira pensar na quilo agora apenas queria Itachi bem fundo dentro de si.

Após se acostumar com o tamanho do maior Shisui relaxar.

- Continua, sou seu! _ diz submisso.

(...)

Deixando tudo para trás, Sasuke seguiu para o grande navio.

- Capitão! Está tudo pronto! _ diz Juugo.

- Ótimo, levantar âncora! _ diz Sasuke apreciando o devasto horizonte.

...

Em passos apressados os primos seguia observando os navios no cais.

- Custa crê que você me convenceu de vir ao cais uma hora dessas! _ Neji bufa ao andar perto da prima.

Hinata olhou para aonde os navios estavam.

- Como se chama o navio dele? _ pergunta ignorando as lamúrias do primo.

- Orgulho Uchiha? _ desdenhando, mas logo para depois de uma tapa no braço. - É único navio com velas vermelhas. Não sei o nome. _ explica Neji.

- Velas vermelhas?! _ ela sorrir, mas seu sorriso se desfez ao ver o navio de velas vermelhas muito longe no mar.

Neji, ao nota o silêncio repentino dela seguiu o seu olhar vendo o navio já longe. Não queria desmontar mas espera chegar realmente a tempo para ela se despedir mais uma vez. Ela acordou cedo, convenceu ele e seu pai de sair antes do sol.

-Hina... Eu ...

- Estou feliz. _ ela diz. - Ele vai voltar! _ diz suave tirando o véu, sentido os pequenos e aquecidos raios solares em seu rosto.

Neji por impulso a abraçou, afagando suas madeixas, depois a olhou no fundo do seus olhos tão semelhantes ao seus.

- Coloque o véu. _ ele paga o véu da sua mão. - Não queremos que outras pessoas à veja antes do seu noivo voltar. _ e antes de colocar o véu nela, poder ver seus olhos cheios de lágrimas e um sorriso nos lábios carnudos.

(...)

As semanas voavam com o passar do tempo. Já haviam se passando duas semanas e três dias, mas para ela era como se fosse um ano, sem ele.

Sempre se sentia perto dele quando estava com Mikoto ou de Itachi. Esses dias com eles, ela se sentia feliz e por alguns minutos esquecia da saudade dele. Shisui se tornará um grande amigo com o tempo, e tinha deixado de dar algumas investidas mas sempre que tinha a oportunidade a cantava.

...

- Não sinto mais vontade de sair daqui. _ diz Itachi, ao conduzir sua mãe. - Só de pensar que talvez eu não volte mais. _ diz pensativo.

Eles estavam passando em um parque perto da mansão do Madara, já que era provavelmente o último dia que Hinata cuidaria da Uchiha, e para Itachi era um modo de  sempre ficar perto de sua mãe sem ter que lidar com seu pai e tio. Itachi conduzia Mikoto, já Hinata era acompanhada por Neji.

- Então porquê não fica? _ perguntou inquieta. - O Sasuke vai voltar em breve...

Itachi dá um sorriso triste que não passou despercebido pelos os primos.

- Sasuke vai se casar, ter filhos... Uma mulher. E eu não consigo me ver no futuro dele. _ ele rir tentando mascarar sua emoções. - E eu torço por vocês. Sei que ele gosta de você, e espero que ele saiba que você é uma mulher maravilhosa e merece o mundo!  Mas meu lugar não é aqui. Eu já aceitei isso.

Hinata fica vermelha com as palavras do moreno, mas logo está em uma boa conversa antes de voltarem para a mansão.

(...)

O moreno estava com um sorriso animoso em seu lábios, parado de frente a casa que se lembrava muito da sua infância com a pequena Hyuuga tímida. Alguns dias atrás tinha recebido uma carta e um convite. A carta era de uma velha amiga, que dizia várias coisas, algumas o deixará triste outas alegres mas uma em especial o deixou com raiva.

A notícia que o Uzumaki não cumpriu com a promessa, e o convite que receberá deixava bem claro o motivo.

Já tinha planos de volta para sua cidade natal, a notícia que sua amiga lhe escreveu apenas apressou sua vinda.

Após algumas lembranças repentinas resolve bater na aldrava. Assim que a porta e aberta ele dá de cara com os olhos intenso do patriarca Hyuuga.

- Menino Inuzuka! _ Hiashi diz em um tom alegre. - Entre, entre.

- Tio Hiashi, como está? _ diz o jovem entrando na casa. - E a Hina? A Hanabi?

(...)

Hoje era seu último dia com a Uchiha, pois seu marido tinha voltado.

- É muito complacente de sua parte, senhorita Hyuuga. _ diz Fugaku ao alisar os cabelos negros da esposa.

Por debaixo do véu um sorriso triunfante tomava seus lábios.

- Tenho um enorme carinho por ela, sempre me acompanhava na missa. _ diz a do véu.

- Mesmo assim, você não é nada dela, sei que foi inesperado o Madara fazer tal pedido... Não sei porque não intervir... Poderíamos ter chamado outra pessoa, mas quando ele me falou sobre você... Eu me senti tão aliviado. _ ele confessar. - Você não iria julgar, maltrata ou ter receio. E pode achar estranho... Mas estou feliz que tenha se aproximado do meus filhos, sempre os vir tão sozinhos nessa cidade.

Ela fica muda por alguns minutos antes de agradecer a confiança e se despedir dos anfitriões.

...

Ao chegar em casa, Hinata que estava acompanhada pelo Neji, ouvia sons de gargalhadas e uma voz muito conhecida por ela.

Ao invadir a cozinha, Hinata prende seus olhos ao moreno de sorriso quadrado e um físico atlético e lindos cabelos castanhos.

- KIBAAA! _ ela dá um pequeno grito chamando atenção daqueles que estavam na cozinha.

- Hina! _ ele corre em sua direção.

Neji segue observando a cena calado.

Kiba a prendeu em seus braços fortes, suspendendo-a balançando ela no ar.

(...)

Alguns metros da casa dos Hyuugas, na mansão dos Uzumaki estava tendo uma grande reunião.

- Acho perfeito que seja no domingo. _ diz a Haruno mais velha. - Quase todos os preparativos estão prontos. E o casamento poderá ser daqui dois meses!

Sakura que tinha sua mão entrelaçada às do loiro, olhava a cena que sua mãe fazia.

- É não é, o noivado será no domingo _ diz a ruiva tomando um pouco de café. - Acho tudo tão apressado.

Mebuki  focou seus olhos nos da filha, em uma mensagem muda para ela dizer algo.

- Eu gostaria que fosse assim! _ Sakura se ver obrigada a dizer.  - Afinal os convites já foram enviado já fez uma semana.

- Eu também, mamãe! Estou mais que certo, o quanto antes eu me casar com a Sakura, melhor! _ a voz do loiro era pura alegria.

Minato dá um sorriso.

- Então está tudo resolvido! O casamento será daqui a dois meses e será um presente meu para os noivos! _ diz Minato sorridente. - Podem escolher uma data, que arcarei com todos os custos.

Kizashi dá um sorriso largo em direção a esposa.

- Tem certeza? Nós também poderemos ajudar. _ joga Kizashi.

Minato nega.

- Não, eu insisto. Quero dá esse presente ao casal! _ diz o loiro. - Sempre quis ver meu filho feliz, de verdade! E agora com você. _ ele olhou os fascinante olhos verdes de Sakura. - Eu espero vê-lo feliz. Conto com você, para realizar o senho desse pai.

Sakura forçou um sorriso trêmulo.

- Claro, eu o amo. _ diz a rosea com um nó na garganta e uma dor no peito.

(...)

- Então foi isso? _ diz Neji revirando os olhos platinados. - pensei em algo mais importante.

Kiba deu um olhar de indignação para o Hyuuga.

- Como assim? Eu tô me mordendo de raiva! _ esbraveja Kiba ao amassar o convite em sua mão. - Ele vai noivar com outra! Ele quebrou uma promessa!

Hinata suspirou, já estava quase esquecendo que já foi prometida ao Uzumaki, e agora vem Kiba tomar suas "dores" que já não existiam mas.

- Kiba! _ chamou manhosa. - Já estamos bem, não queremos mais falar sobre esse assunto!

- É mesmo rapaz, ela até já tem um substituto. _ diz o pai. - Que digamos está longe no momento.

Kiba olhou de canto para ela.

- Tem, é?! _ perguntou o amigo curioso, fazendo uma cara de interrogação. - Eu conheço?

Neji toma a frente.

- Sasuke Uchiha! _ diz o primo com um sorriso sacana nos lábios finos.

Kiba rir alto, mas para ao ver todos em silêncio.

- O quê? Sério?! _ põe a mão na cabeça. - C-como isso aconteceu? Tão impossível.

- Apenas aconteceu. _ diz a do véu dando de ombros. - Mas mudando de assunto, aonde você vai fica? Já que seus pais venderam a casa?

Kiba coçar a nuca.

- Akamaru e eu estamos com a Hana, ela tem uma casa... É pequena mas dá pra gente ficar. _ diz ele.

- Akamaru? A minha bolinha de pelos!  _ diz alegre ao lembra do pequeno filhote de cachorro que seu amigo tinha. - Por que não o trouxe meu pequeno?

Kiba solta um sorriso de orelha a orelha.

- Ele já não é mais uma bolinha! Se brincar está maior que você! _  diz apontando para Neji rindo. - Não dá pra sair assim com ele.

- Então depois quero vê-lo!

- okay! Agora eu preciso ir. _ diz se levantando. - vou arrumar algumas coisas.

- Deixa que te acompanhar até a porta. _ HInata o alcançar.

Kiba se despe dos homens sendo acompanhado pela a azulada, chagando de frente a casa Kiba se vira pra ela dando o mais meigo olhar para o véu lilás.

- Sabe, ainda me lembro de você pequena, seus olhos, seu cabelo... É uma pena que não possa ver mais. _ ele sorrir nostálgico, a fazendo corar e compartilhar da risada. - Sobre o noivado do Uzumaki, tem certeza de que vai?

Hinata balança a cabeça confirmando.

- Claro, ele fez um favor de me convidar.

- Teve a audácia de convidar. _ corrigir ele.

- Que seja! _ ela diz pegando as mãos dele. - Vou, e vou ficar feliz por ele. Por eles.

Kiba a abraçou alisando sua costa.

- Você não existe, sabia? _ ele a solta aos poucos. - Eu vou ser seu acompanhante nesse noivado! Manda Neji catar couquinho!

Ambos riem das palavras infantis.

13


Notas Finais


Desculpem os erros .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...