1. Spirit Fanfics >
  2. Catnip >
  3. Capítulo único

História Catnip - Capítulo 1


Escrita por: magicshxp
e kooksaturns

Notas do Autor


OLÁ!!! como vocês estão? espero que bem

eu não tenho muito que falar hoje, então eh só isso

Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction Catnip - Capítulo 1 - Capítulo único

O anúncio corria por toda a cidade, tal como um evento festivo do qual todos deveriam ter conhecimento. Park Jimin anuncia desafio para seu coração, era esse o título da maioria dos sites, jornais e revistas, qualquer um tinha noção do que estava acontecendo.

Para começar, Park Jimin era o rapaz mais desejado da cidade, já havia sido cortejado por boa parte dos homens e mulheres, que constantemente tentavam achar alguma forma de atrair a atenção dele para si. Ele era bonito, gentil, doce e, ao mesmo tempo, perigosamente sedutor e sexy, era quase que impossível que as pessoas não tivessem no mínimo um pequeno interesse nele.

E, bem, Jeon Jungkook não era diferente. Quando o viu pela primeira vez era um dia de semana comum, curiosamente eles haviam pego o mesmo vagão de metrô, Jimin estava distraído num canto, ouvindo música e cantarolando, completamente alheio às pessoas ao seu redor. Era simples, mas fascinante na visão do rapaz.

Tudo o que ele quis naquele momento era uma única chance com Jimin, somente isso, mas, é claro, ele nunca pensou que isso aconteceria... até essa semana.

Aquele capaz de conseguir a chave do meu apartamento, presa à coleira de meu gato, MinMin, terá a chance de se casar comigo. É simples e fácil de entender, então desejo boa sorte a todos — Ele sorriu para câmera, acenando com a mão esquerda.

— Cara, essa é a sua chance! — Namjoon, meu amigo de anos e roommate, disse.  — Você pode conseguir finalmente sair com ele.

O moreno revirou os olhos, as probabilidades daquilo acontecer eram mínimas, existia tantas pessoas naquela cidade e ele não seria o sortudo de conseguir essa façanha, mas era tentador, ele admitia, como um jogo de azar que você tem consciência de que vai perder e mesmo assim sente vontade de participar.

— Eu não tenho chance alguma, algum sortudo vai conseguir isso. — Deu os ombros, trocando o canal da televisão e indo até a cozinha pegar um copo de suco.

— Você quem sabe — o amigo respondeu, antes de pegar o telefone e ignorar completamente o que acontecia ao redor.

Ao longo da semana, a corrida por Park Jimin estava sendo comentada em diversos lugares, mas principalmente na internet, era uma lista enorme de fracassos, a quantidade de rapazes e moças, humilhados por um simples gato, era assustadora.

Jungkook soube de um rapaz que havia pensado na armadilha perfeita, planejado cada detalhe para capturar o gato, o vídeo de tudo que ele planejou dando errado era atualmente um dos mais curtidos no YouTube. Houve também uma garota que havia colocado um belo pote de atum para atrair o gato, ele havia comido, mas ela não conseguiu capturá-lo. Há provavelmente diversas histórias como essa, mas Jungkook preferiu não se aprofundar muito no assunto, por algum motivo aquela situação lhe deixava mais ansioso que o normal.

Passou mais uma semana, algumas pessoas já haviam desistido, parecia que, aos poucos, a competição ia perdendo cada vez mais um competidor. Foi numa quarta-feira qualquer que Jungkook chegou do trabalho, o corpo cansado e com um único desejo: poder dormir até a próxima reencarnação.

Mas o barulho de algo caindo na cozinha chamou sua atenção, ele parou por uns segundos, Namjoon tinha lhe dito que não iria para casa hoje por conta de um trabalho na faculdade, então quem diabos estava em sua cozinha?

Respirou fundo, antes de agarrar a primeira coisa que viu pela frente, uma escultura estranha que Namjoon havia comprado um tempo e seguiu lentamente até a cozinha.

— Não sei quem está aí, mas eu estou armado — anunciou em voz alta. Entrou no cômodo, mas ficou confuso ao observar que não havia ninguém, até ouvir um miado. — Ah, era só um gato. — Relaxou, deixando a escultura em cima da bancada enquanto olhava melhor o gato.

Ele era um gato calico, isso era fácil de saber e, pela forma como alguns mantimentos estavam jogados no chão, o bichano deveria estar morrendo de fome.

— Ei, coisinha, eu vou preparar algo pra você. — Improvisou uma comida rápida, procurando em sites coisas que gatos não poderiam comer já que ele não queria causar algo no gatinho. O bichano comeu tranquilamente, sendo observado pelo moreno. — Se vier aqui na próxima vez, tente não me matar do coração, ok? — disse, estendendo a mão enquanto acariciava o animal.

E ele realmente voltou. Era cada vez mais comum encontrá-lo parado na janela de sua casa, Jungkook sentiu-se como se estivesse sendo adotado pelo gato.

Mas ele não reclamava, na verdade, era bom ter uma companhia e o gato parecia realmente gostar de si, algo que Jungkook adorava.

E já estamos um mês e nenhum dos participantes conseguiu a chave de Park Jimin. A situação está tão difícil que não há mais de cinco pessoas competindo pelo coração do rapaz, mas, desde que o gato vem andando sumido, a situação está se tornando cada vez mais complicadaa repórter dizia. O moreno estava deitado no sofá, com o gato em seu colo, ouvindo sobre como a competição andava.

— A situação tá complicada.. Você acha que algum deles vai conseguir a chave, gatinho? — ele diz, conversando com o animal. — Sabe, eu queria ter coragem de tentar mesmo sabendo que iria fracassar completamente nisso. Eu vi o Jimin uma vez, o achei tão lindo que fiquei completamente encantado e quis chamá-lo para sair, mas, depois que conversei com alguns amigos, fiquei sabendo sobre o quão inalcançável ele era… e quem sou eu para conseguir atrair ele, não é? Ele é completamente de outro nível. — Sua voz era de desânimo. O gatinho miou, levantando-se do sofá e saindo pela janela. — Ei, eu sei que sou chato, mas não precisa sair assim!

Ficou olhando pela janela por alguns minutos, porém, quando percebeu que o gato não havia voltado, seguiu a continuar vendo televisão. Colocou em algum desenho aleatório, só para distrair a própria mente, até se assustar com o gatinho entrando novamente pela janela, com algo brilhante em sua boca.

— O que você tem aí, hein? — disse risonho, aproximando-se do bicho.

O animal se abaixou, deixando o objeto que carregava no chão. Era uma chave… não uma simples chave, a chave de Park Jimin. Jungkook olhou o animal confuso e olhou para o objeto, aquela era a chance dele?

— Você... está me dando a chave? — perguntou, mesmo sabendo o quão idiota era perguntar ao gato e o ele pôde jurar que o animal havia respondido a sua pergunta. O rapaz engoliu o seco. — Acha que eu devo ir lá? — Mordeu o lábio. — Ok, mas você vai comigo.

Pegou o animal, segurando-o com o braço tal como um recém-nascido. O endereço de Jimin era levemente conhecido, então chegar à sua casa não havia sido um trabalho difícil, entretanto, ao chegar na porta, as mãos de Jungkook soaram frio.

O gato debatia-se inquieto no colo, obrigando o rapaz a soltá-lo.

— Ok, essa é a hora. — Pegou a chave em seu bolso e colocou na porta, girando-a e, ao ouvir o click, seu coração bateu freneticamente. O animal correu na frente assim que a porta se abriu e Jungkook adentrou tímido, observando tudo. — Olá?

Entretanto, a casa parecia vazia, não havia um rastro ou um som de que alguém estava ali naquele momento. Que sorte, tanta ansiedade e Jimin sequer estava em casa. Colocou a chave em cima de uma mesinha, era melhor ir para casa antes de que Jimin voltasse, ele iria fingir que aquilo não aconteceu e seguiria a vida, isso provavelmente seria melhor.

Ele já estava caminhando para fora quando um miado chamou sua atenção. Sua boca abriu para falar alguma despedida ao gato, mas então algo surpreendente aconteceu. Bem diante de seus olhos, o calico que estava passando dias ao lado do moreno, transformou-se em Park Jimin, o Park Jimin.

— O-o quê?

— Oi, Jungkook. — A voz dele era doce e parecia tão animado com aquela situação. — Sabe, foi pura coincidência eu ter ido parar na sua casa, realmente não foi planejado, mas eu gostei tanto de você que tive que voltar lá outras vezes — sorriu, fazendo com que seus olhos se fechassem. — E quando você falou sobre querer me conquistar, acho que isso me deu uma esperança de que eu poderia ter você. — Aproximou-se lentamente, pegando nas mãos do moreno. — O que eu quero dizer é: você aceitaria sair comigo? 

— V-Vo-Você era o gato? — Jungkook perguntou confuso, chocado, assustado e animado, um misto completo de sentimentos.

Jimin gargalhou, achando-o adorável.

— Oh, Jungkook, você é definitivamente o vencedor. 


Notas Finais


MUITO OBRIGADA pra beta @Korigami, pela paciência e o belo trabalho comigo! E a @Jiminapple pela bela capa, tô apaixonada demais!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...