1. Spirit Fanfics >
  2. Cavaleira Hilner >
  3. Será?

História Cavaleira Hilner - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa é minha primeira história, espero que gostem!

Capítulo 1 - Será?


Depois de dez longos anos treinando pra ser uma cavaleira do rei, eu vou prestar o exame de admissão  (finalmente), estava me dirigindo a capital do reino Rengei onde será feito o exame.

Pude ver vários futuros cavaleiros, oque me deixou animada, fui ao balcão de inscrição, onde estava um velhinho que parecia mal humorado.

- Nome, idade e de que lugar do reino veio - disse ele quase como uma ordem.

- Cassandra Hilner, 18 anos, sou da cidade de Sindos. - falei com a cabeça erguida.

- Senhorita Hilger, você é o número 122 - ele disse depois de anotar as informações - próximo.

Sai e dei uma bela olhada, percebi que tinha outras 17 mulheres além de mim, oque me deixou aliviada.

Lembrei o que meu pai disse, que tem 50 esquadrões de cavaleiros que se devidem entre as cidades do reino, e hoje 20 capitães iam avaliar mais de 100 pessoas que concorrerão de 20 à 30 vagas

Terá primeiro a prova de abilidade, que será um teste de manejo de espada, depois verão nossa inteligência, e por fim uma série de combates de um contra um para ver quem é mais capacitado.

No final vão decidir que fica e quem vai.

A primeira prova foi fácil, nos deram uma série de comandos para manejarmos a espadas, alguns ficaram desajeitados e deixaram sua espada cair.

A segunda prova tivemos que destinguir inimigos, aliados, o que faziam da vida ou se eram humanos a partir de características simples e complexas, de 30 só errei 1.

As lutas foram bem emocionantes, mal esperava para chegar a minha vez.

- Número 30 e número 122 - disse o homem que estava escolhendo.

Fui até a arena e me preparei para lutar, o número 30 era um homem forte e bem vestido, poderia dizer que era um nobre, ele me olhou bem e depois começou a rir. 

- Sério, uma garotinha, isso vai ser rápido.

Não respondi, em vez disso partir para o ataque, ele pareceu surpreso. Sempre que eu atacava ele ele recuava, até que ele começou a atacar com a espada, a luta estava cada vez melhor, até que ele deu um golpe arriscado, o que fez duas  espadas irem para longe, então continuamos a luta corpo a corpo, o que fez os outros gritarem. Percebi que ele não era um bom lutador, só um bom espadachim.

Até que dei uma rasteira nele, e quando ele caiu, peguei a espada mais próxima e pressionei contra  o pescoço dele, logo depois ouvir um homem dizer que eu tinha ganhado.

Depois do restante do pessoal lutar, estava na hora de anunciar quem eram os escolhidos.

A cada número eu ficava mais ansiosa.

Até que chegou minha vez.


Notas Finais


É assim que termino o primeiro capítulo, espero que alguém goste!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...