História Celebridade - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Restart
Personagens Pe Lanza, Personagens Originais
Tags Musical, Pe Lanza, Restart, Romance
Visualizações 5
Palavras 618
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Festa, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quem se deixou escravizar, e de um abismo despencar de um amor qualquer...

Capítulo 17 - Inquietação


Fanfic / Fanfiction Celebridade - Capítulo 17 - Inquietação

Depois de se certificar de que o André não apareceria por lá o Pedro foi embora, infelizmente ele tinha um compromisso que o impossibilitava de passar o dia comigo, que pena... Resolvi então compor, haveria tempo de sobra pra procurar outro agente enquanto aproveitava minha folga forçada, confesso que fazia muito tempo que eu não me permitia descansar! Já era fim de tarde quando aquele número tão conhecido apareceu na tela do celular, até pensei em ignorar mas era uma conversa que teria que acontecer mais cedo ou mais tarde.

-O que você quer André? Perguntei friamente.

-Por favor Camila, a gente precisa conversar! Ele perguntou parecendo desesperado.

-Sou toda ouvidos, quer conversar sobre o quê?

-Fui na sua casa ontem e você não estava, fiquei preocupado.

-Ainda bem que eu não estava, né André? Soube que estava completamente bêbado, você não tem vergonha não?

-Eu sei que sou um babaca mas saber que te perdi pra sempre e o pior, por minha culpa me deixou doido, eu precisava te falar que eu nunca quis te machucar...

-Você não pode perder o que nunca teve André, sempre fomos só amigos e acho que deixei isso bem claro, além do mais, colocar em perigo a vida de uma garota que nem conhecia tá tudo bem pra você? Sua falta de caráter tá me assustando.

-Por favor Camila, você não entende...

-Então me explica, que eu continuo sem entender!

-Eu te amo desde sempre, nunca vou esquecer aquela imagem de um anjo ruivo vestido de azul, com flores na cabeça; até consegui um emprego temporário só pra te ver todos os dias nas audições e a cada dia eu me apaixonava mais...

-Você trabalhou durante as audições? Não lembro de te ver por lá. Respondi estarrecida.

-Claro que não, ninguém liga pros contrarregras, somos treinados pra ser invisíveis, assim poderia te ver bem de perto... Muitas vezes eu pensei em falar com você mas tive medo que fosse expulsa do concurso por minha causa, sua voz embalou todas as minhas noites, te via nos meus sonhos, não podia evitar!

-Eu não sei o que dizer André...

-Olha Camila, eu sei que estraguei tudo e não posso voltar atrás, acabei deixando esse amor me escravizar e me iludi com a ideia de que algum dia ficaríamos juntos, é um sentimento dolorido sabe, amar alguém tanto assim!

-Você precisa de ajuda, quando o amor escraviza não é um sentimento bom, o amor tem que te fazer bem.

-Tem razão, depois de tudo o que aconteceu eu decidi procurar ajuda profissional, tenho que tirar isso de mim, nem que seja à base de remédios...

-Espero que tenha sorte com isso, apesar de tudo te desejo o melhor sempre! E era verdade, espero mesmo que ele consiga ser feliz de alguma maneira. 

-Você é incrível Camila, o Pedro tem sorte, espero que ele te faça feliz.

-Se cuida...

E assim se encerrou a ligação mais estranha da minha vida, ele me conhecia esse tempo todo e nunca me falou, qual o problema das pessoas? É triste quando um sentimento tão verdadeiro quanto o amor é confundido com um sentimento de posse, o amor é livre, nos faz bem, deixa respirar; espero que algum dia meu ex agente consiga entender isso, de verdade. 

 

Quem se deixou escravizar

E no abismo despencar

De um amor qualquer

Quem, no aceso da paixão

Entregou o coração

À uma mulher

Não soube o mundo compreender

Nem a arte de viver

Nem chegou, mesmo de leve, a perceber

Que o mundo é sonho, fantasia

Desengano, alegria

Sofrimento, ironia

Nas asas brancas da ilusão

Nossa imaginação

Pelo espaço, vai, vai, vai

Sem desconfiar

Que mais tarde cai

Para nunca mais voar

 


Notas Finais


Oi amores, tudo bem? Espero que estejam gostando, beijinhos.
Link: https://www.youtube.com/watch?v=7hxtTqfCejA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...