História Cento e onze tons de sangue - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Circe Rebenokin, Lírica, Textos Ankhy
Visualizações 37
Palavras 229
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lírica

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


→ Um texto do meu personagem, Circe.

Capítulo 1 - Tudo cinza, menos o mar;


Você possui algum medo do qual não lembra a origem? Por exemplo, muitas pessoas sentem medo de aranhas, mas você já se perguntou quando esse medo surgiu? Melhor ainda:

Por quê?

Eu tenho medo de tubarões.

Eles sempre são representados como monstros. Um monstro do qual você não pode escapar. Por mais que sua garganta arda de tanto gritar, por mais que seus dedos queimem de tanto escalar, você nunca está a salvo.

Porque o tubarão é a morte.

Você está num singelo e enferrujado navio quando a barbatana surge. Ela corta o mar, como uma faca enterra-se na carne. Frenética. Você congela no lugar. Você olha para todos os lados. E essa é a pior sensação que um ser humano pode sentir.

A sensação de não ter para onde ir.

O mar? Nem pensar!

O barco? O tubarão jogar-se-á no convés!

A areia? Tão longe!

Medo.

Desespero.

Agonia.

E, dentro de si, você torce para que o tubarão te coma logo. Assim, aquela sensação irá terminar, você não terá mais de aguentá-la, nem de achar uma solução.

Você espera que ele não use os dentes.

Que te engula de uma vez.

Sem dor.

Mas você pensa no tubarão, em como ele sempre usa os dentes, em como sempre mancha o azul de vermelho.

E você se desespera de novo.

Hoje, eu tive um pesadelo.

Eu sonhei com tubarões.


Notas Finais


→ Agradecer à @Suspiria por me incentivar a escrever, a postar e, mais importante ainda, por me inspirar todos os dias ♡ Obrigada pelas 1001 capas que você fez também, te amo nenê ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...