História Centro de Punição Criminal de Segurança Máxima de Konoha - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Kobayashi-san Chi no Maid Dragon, Naruto
Personagens Deidara, Fafnir, Hashirama Senju, Hidan, Itachi Uchiha, Kakuzu, Kisame Hoshigaki, Madara Uchiha, Orochimaru, Pain, Sasori, Tobirama Senju, Tsunade Senju
Tags Esturpo (estupro), Naruto, Sobrevivência Na Prisão
Visualizações 1
Palavras 1.030
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Por Que Estão Desaparecendo?


~~Pain (Pein)

No meio de uma floresta, sentado em uma pedra entediado com Konan sentada ao meu lado. Sinto alguém se aproximando e olho para trás, vejo Sasori e Deidara com uma expressão neutra
-Oque foi?
Sasori:
-Kisame e Itachi nunca demoraram tanto. estão mais do que atrasados!
Deidara:
-Ja fazem 4 dias.(1 dia foram cumprir a missão e a terminaram, acabaram por ficar em ma estalagem. 2 dia estavam voltando quando foram pegos. 3 dia visão do Itachi e 4 dia na visão do Kisame)
Suspiroem seguida cruzo os braços os encarando friamente

-e o que vocês querem que eu faça a respeito? -pergunto friamente
Deidara gela.
Deidara:
-sla, manda nois numa missão pa i atrais deles ¯\_(OvO)_/¯

Sasori apenas o olha com um olhas espantado
Sasori:
-isso animal! nem sabemos se eles estão mortos e nem com oque estamos lidando
Deidara:
-agr ja foi.

Fecho os olhos, penso um pouco e digo

-conseguem os rastrear?

Deidara:
-posso tentar! eles foram a pé então provavelmente seus rastros não foram apagados pois nem choveu nas ultimas 3 semanas

Sasori:
-serzinho... "provavelmente" os rastros n se foram, ent quer dizer q a possibilidade de n ter mais rastros é mais de 70%

Deidara:
-é... e?

Sasori:
 *facepalm*

-Apenas vão.-ja perdendo a paciência, respondo.

Konan:
-tem certeza, Pain?

-n temos outra escolha -explico
Konan: *faço uma expressão de incerteza*

Abraço Konan tentando a convencer de que vai ficar tudo bem

Sasori e Deidara se retiram

Konan:
-n é qualquer um ou qualquer coisa que os pegariam desse jeito, vc sabe que eles são bem fortes pra se virarem sozinhos

-É, eu sei -respondo tentando a confortar
Konan me abraça e fecha seus olhos. Du nada,
Tobi:
-SENPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIII

Deidara:
-MAS Q DROGA, TOBI! OQ FOI?

Parece q n é hj q eu pego ela -penso

paro o abraço e desço da pedra

Konan:
-onde vai?

-resolver uns assuntos.

Konan:
-certo

ela fala um tom de voz normal mas por dentro deve estar chateada... chateada pelo q msm? O FATO DOS 2 TEREM SUMIDO ASSIM? ELES SÃO TÃO IMPORTANTES ASSIM PRA ELA????-penso enquanto ando normalmente

Deidara e Sasori vem até mim, já equipados e prontos.

Sasori:
-estamos prontos
Deidara:
- vamos indo, ok?

Aceno s com a cabeça

os dois saem andando.
Olho para trás e vou andando de volta para o estabelecimento que esta o resto da carreta furacão
Depois de uns 20 minutos no máximo de caminhada, chego ao estabelecimento da akatsuki.
Olho ao redor e vejo o lugar meio vazio sem 4 de 10 membros.
Vou para meu quarto, tiro meu sobretudo e me deito na cama de casal olhando para o teto.
Ouço um barulho no corredor e volto meus olhos para porta e vejo Konan me olhando, acompanho com os olhos ela adentrando o quarto e se sentando em meu lado na cama de casal.

-vc tá bem?

Ela me olhava com uma expressão vazia, mas piorou quando ela 'sorriu'. O sorriso mais falso e vazio que eu vi em toda a minha vida

-Konan. Vc n ta bem e vc sabe

Konan:
*desmancho meu sorriso*

-oq aconteceu?

Konan: *n falo nada, apenas o abraço.*

Deitado com ela me abraçando, a puxo para o lado a deitando, nos cubro com um cobertor e a abraço.
Konan:
*o abraço e uma lágrima percorre minha face, então enterro minha cabeça mais afundo no peito de Pain*

Percebo a lágrima
-n quer falar sobre isso, né?

Konan: -n...

-td bem...

Konan fecha os olhos e alguns minutos depois, sinto ela respirando leve e calmamente... deve estar dormindo. Fico acordado mais um pouco admirando a beleza de minha amada e acabo por dormir também.
Sonho com Konan mas sonhando e inconcientemente acabo dando um leve sorriso.
Sonho que estou casado com Konan e temos 2 filhos: um menino de cabelos espetados e azuis e uma menina com cabelos sedosos e não muito curtos. Mas, para minha infelicidade eu acordo de repente com vários toques persistentes em meu ombro.Abro os olhos para ver quem é o infeliz que esta fazendo isso e me deparo com Tobi
Olho para Konan dormindo tranquilamente, Tobi me faz um sinal de 'me siga' com a mão, então me levanto com movimentos leves e cautelosos para não acordar Konan e boto um dos 2 travesseiros entre seus braços. Me levanto e falo meio baixo num tom de susurro irritado
-OQ FOI?

Tobi
-Deidara enviou um de seus pássaros de argila com uma mensagem.

O olho tenso pois Deidara nunca envia um pássaro com uma mensagem se n for um caso crítico de extrema emergência
-Me mostre onde está.
Tobi sai andando em passos apressados até a mesa da sala de jantar. O sigo e vejo a ave de porte médio, na hora vejo o design das asas e penso que o design é pensado para dar velocidade extra para chegar o mais rápido possível. Fico imaginando oq aconteceu
A ave começa a ciscar a mesa escrevendo algo com arranhões:
Deidara disse enqunato voava 'não da pra fala agr mas parece q tem alguém nos seguindo e tb- -MAS QUE PORRA É ES-'
A ave para de escrever como se tivesse terminado
Tobi vira seu rosto para mim
Tobi:
-Senpai... vai voltar?

-Receio que não. -falo num tom indiferente
To começando a ficar realmente preocupado com o desaparecimento deles...-penso
A ave explode e eu vou a procura de uma tolha de mesa para disfarçar a mensagem escrita. Pego a primeira toalha que me vem a frente e jogo em cima da mesa. Volto para meu querto com a mente umpouco perturbada, tiro o travesseiro dos braços de Konan em seguida tiro meu sobretudo o jogando na cadeira mais próxima e me deito ao lado de Konan a abraçando novamente e voltando a posição inicial.
Sinto Konan se mexendo um pouco mais ignoro. Ela começa e se mexer mais intensamente e a primeira coisa quje me vem a cabeça é a possibilidade de ela estar em um pesadelo, então a abraço mais forte tentando a confrotar até  que vejo algo preto perto da cadeira se mexendo rápidamente e sumindo em seguida. estranho muito aquilo mas acabo por ignorar e ir dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...