História Cerise - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno
Visualizações 45
Palavras 3.003
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores, minha primeira one que já tava escrita faz uns 2 meses mas não tinha coragem de postar é hj resolvi rsrsrs
Naruto e personagens não me pertencem porém o enredo sim. Não foi revisado, perdoem qualquer erro e não desistam de mim....
Aproveitem a história, e críticas são bem vindas :)

Capítulo 1 - Cerise


Fanfic / Fanfiction Cerise - Capítulo 1 - Cerise

sábado à noite, lá estava a Hyuga mais velha de bobeira assistindo Orange is the new Black comendo brigadeiro direto da panela quando seu celular chega uma mensagem

"oi linda o que tá fazendo? - abriu um sorriso discreto e respondeu-

" oi naru, tô vendo série e comendo brigadeiro, vc quer?

logo a mensagem foi respondida

" Tá tendo uma balada na verdant. aquela boate nova, tava pensando em pegar vc as 22:00 e depois disso irmos até a minha casa... o que acha? - percebendo a malícia daquelas palavras respondeu

- nunca fui em uma balada, não sei como é, acho melhor não.

viu que o amigo estava digitando e girou os olhos fechando os seguindo de um pesado e longo suspiro sabia que o amigo não desistiria enquanto ela não aceitasse.

-ah vamos hina, faz tempo que não saímos juntos e além do mais tá mais que na hora de você descobrir o lado bom da vida.

Suspirou, seu amigo tinha razão, desde a morte do seu pai e seu namorado ela se trancou e nunca mais havia se divertido com os amigos. concluindo que não havia outra saída respondeu por livre e espontânea"pressão"

-ok naru, vou me arrumar te espero.

-certo Hina. acredite em mim, essa noite vai ser surpreendente. Te pego em 1 hora-

leu a mensagem e fechou os olhos, suspirando pesadamente em deu íntimo pensou 'Tomara que seja mesmo....

(.......)

Já se passaram 40 minutos do prazo estipulado pelo Naruto e até agora ele não aparecerá, batia nervosamente as unhas recem pintadas de preto na madeira da mesa ao mesmo tempo em que o pé calçado em um belo e brilhante salto alto preto se afundava no tapete cinza e felpudo da sua sala, estava já achando que o amigo lhe dera o bolo quando a campainha toca. Apressada abriu a porta dando de cara com o deus grego do seu amigo, em uma calça preta justa, sapatos sociais e uma camisa social em um azul tão intenso como a dos seus olhos, marcava perfeitamente o corpo másculo e perfeito que ele tinha e um sorriso que fariam todas as garotas da terra suspirarem e o cheiro então? Perfume forte marcante uma mistura de sândalo e canela

-oi naru- disse tímida

Naruto por sua vez estava impressionado nunca havia visto a amiga tão linda como naquela noite

ela estava vestida em um vestido de veludo azul um pouco justo que marcava perfeitamente o corpo maravilhoso que ela tinha, não tinha decote mas ficará extremamente sensual juntamente com os saltos agulha pretos, os cabelos recém lavados caiam por suas costas até a cintura em cachos perfeitamente alinhados e cheiroso, uma fina linha preta destacava mais ainda aqueles grandes olhos de pérolas e um batom de vermelho intenso deixava completamente os labios delicados e voluptuosos mais atraentes que ja eram...

Magnífica ele sussurou com as orbes azuis grudadas em cada detalhe da amiga

- o que disse naru?- perguntou inocente

- an er, nada hina, desculpe o atraso, tive um probleminha com o carro, mas já resolvi. vamos?

Dito isso ela sorriu e ao passar por ele pra fechar a porta, ele sentiu o cheiro do perfume feminino doce e extremamente delicioso que ela usava.

entraram no carro e ele dirigia e conversava animadamente. não demoraram muito até chegarem ao local, uma grande e bonita casa noturna com uma grande fila na porta da enorme e chamativa boate de dois andares o primeiro sendo onde fica o bar e várias mesas e puffs coloridos vários espelhos e jogos de luzes grande balcão de mármore preto com barmens com várias bebidas coloridas e destiladas algumas a morena nem sabia que existiam, várias frutas ao redor, garçons que circulavam em meio a festa e uma única bartender com em meio a festa fazendo drinques coloridos.

havia muita gente naquele lugar o que deixou a morena um pouco desconfortável. Vendo o desconforto da amiga Naruto disse

'- vamos hina vc precisa relaxar e se soltar, vamos beber alguma coisa?-E saiu puxando a amiga

contrariada foram até o balcão e pegaram as suas bebidas. Naruto pegou uma bebida de cor âmbar com apenas uma pedra de gelo já Hinata optou por uma taça de champanhe rose, se dirigiram ate os puffs e ficaram conversando enquanto a música alta e envolvente tocava na parte de cima. pegaram mais algumas doses e hinata já estava com as bochechas em um leve tom de vermelho por causa do álcool que não estava tão acostumada. Foram dançar um pouco e ambos já estavam um pouco alterados e pelas luzes ficaram mais bonitos e atraentes ao olhos um do outro. Dançavam e rebolavam em meio a batida, atraindo muitos olhares principalmente de um moreno de olhos e cabelos de um onix intenso que não tirava os olhos e o sorriso malicioso dos labios. Naruto ja estava de olho em uma ruiva com quem trocava olhares furtivos e maliciosos que mordeu os labios e foi até o loiro e o puxou delicadamente,Naruto disse que iria ao banheiro e hinata assentiu e disse que ficaria bem mas o loiro já se encontrava ao beijos e amassos com a ruiva em uma cena quase obscena

vendo a oportunidade perfeita o moreno caminhou lentamente ate a mulher que tanto lhe chamará a atenção essa que dançava d rebolava sensualmente colocando os braços em volta da sua cintura e apertando fortemente e a empurrando até uma das paredes a pensando contra a mesma.

Hinata se debatia tentando sair inutilmente do "abraço"que aquele homem dava em si.

- Me solta, eu nem conheço você-

tentava afastar o homem que lhe apertava a cintura os seios e beijava lhe o pescoço

-mas vai me conhecer quando eu estiver dentro de você delícia...

Hinata arregalou os olhos ciente do que estava pra acontecer, tentou mais uma vez sair e foi impedida pelos labios com gosto forte de álcool e o cheiro de ervas do moreno, mordeu fortemente o lábio dele até sentir o gosto de sangue que o fez interromper o ato e dar lhe um tapa. limpou o sangue da boca e apertou mais forte o rosto da jovem até formar um biquinho analisando a garota de cima a baixo dizendo

- então a gatinha e arisca, gostei- dizendo isso voltou a tentar beijar a moça e colocando a mão por dentro do vestido da mesma já tocando na intimidade da morena que estava cada vez mais assustada.

em um momento de distração Hinata conseguiu desvencilhar e deu um chute no meio das pernas do homem que caiu de joelhos a olhando com um misto de fúria e dor, ela rapidamente pediu seu spray de pimenta na bolsa e espirrou nele que tampou os olhos.

Hinata saiu correndo em direção ao primeiro andar mas ainda pode ouvir o homem gritar e correr atrás de si. Desesperada por não saber onde se esconder avistou a bartender que havia visto mais cedo e correu até ela a procura de auxilio, a mesma vendo o estado em que se encontrava a morena e um louco correndo atrás dela rapidamente a puxou para dentro do banheiro mais próximo é lá se trancaram. Apesar da música alta ainda puderam ouvir os passos e gritos do homem ao lado de fora.

já dentro do banheiro Hinata olhou para a moça e agradeceu pela ajuda

"- não foi nada linda, você faria o mesmo por mim- e sorriu

Hinata finalmente pode olhar para a bartender e reparar em como era bonita

estatura mediana, coxas grossas e cintura fina marcados pelo justo macacao negro do uniforme, sapatos baixos tbm pretos, uma blusa branca por baixo do macacão com dois botões abertos que dava a visão de seus belos e fartos seios, as feições femininas porém firmes os labios pintados em um leve tom de rosa brilhante os olhos esmeraldas mais lindos e brilhantes que Hinata havia visto na vida, olhos esses delineados por um grosso e forte delineado que o deixavam parecendo uma gata e cabelos longos e rosados presos por um rabo de cavalo alto e firme. Hinata percebeu a moça a olhar e morder os labios com um misto de curiosidade e... desejo? sentiu suas bochechas corarem e disse

-a propósito sou Hyuga Hinata prazer- disse estendendo a mão para a jovem que a apertou olhando nos olhos

-prazer, Haruno Sakura, e o prazer é todo meu - disse sorrindo de canto. Bom acho melhor eu voltar ao meu posto antes que dão por minha falta - dizia já se encaminhando até a porta e a abrindo.

Hinata a acompanhou e disse

-Vamos acho que preciso de uma bebida.

Sakura sorriu e disse

-acho que posso te ajudar mais uma vez...

(....)

Hinata estava sentada ao redor do balcão bebendo uma bebida branca que não sabia o nome mais era deliciosamente doce enquanto via o movimento da boate se esvaindo pelo fim da festa decidiu ir embora, não estava se sentindo bem e ainda assustada pelo ocorrido, de rabo de olho observou Sakura terminar seus afazeres com uma suavidade e delicadeza que hinata involuntariamente se pegou imaginando como seriam aquelas maos percorrendo seu corpo enquanto se beijavam ardentemente.... sacudiu a cabeça em negação enquanto repreendia esses pensamentos sorriu de canto se achando uma louca por imaginar cenas tão quentes e excitantes com a garota que acabara de conhecer. Deixou o dinheiro em cima do balcão e já levantando sentiu seu pulso ser segurando e Sakura a centimentros dos seus labios dizer:

-Nao precisa Hinata, esse é por conta da casa- e piscou pra garota que olhava aturdida pra rosada sentindo o hálito quente e doce de bala de morango que a fez pensar novamente no que aquela boca era capaz de fazer....

-er.. o-obrigada Sakura, bom vou ao banheiro e já volto.-disse correndo em direção ao banheiro e se trancando no mesmo.

Se encostou na pia fechando os olhos e respirando fundo tentando acalmar o coração e as chamas que se encontravam em seu corpo, em sua mente....

abriu a torneira molhando o rosto e passou a mão úmida no pescoço pra ver se "acordava" de seus devaneios levantou os olhos e fitou o espelho, repirou fundo e disse:

-Vamos Hinata, para de ser louca, isso nunca vai acontecer - ajeitou o cabelo e a maquiagem e saiu rumo a saída da boate que ja estava fechando.

Ja na saida tentando em vão chamar um taxi que passavam por ela e a deixavam constrangida com olhares e palavras um tanto maliciosas a deixando desconfortável. Já estava desistindo quando um sedan Preto parou em sua frente, ficou apreensiva mas logo passou quando viu que o motorista era a bartender sorridente e rosada que não saia da sua cabeça

-ia embora sem se despedir?- falou com uma sombrancelhas arqueada. Hinata sorriu envergonhada e olhou pra Sakura que riu

- vem linda, te dou uma carona, mas se vc quiser tbm pode dormir na minha casa- Hinata sentiu a malícia implícita nas palavras e entrou no carro colocando o cinto.

-sabe, realmente não me importo de dormir na sua casa- corou e desviou o olhar pra janela, pode ouvir uma risada baixinha de Sakura

- como quiser gatinha- disse acelerando o carro e virando a esquina cantando peneu

(...)

O apartamento de Sakura era pequeno porém confortável e aconchegante com um belo tapete felpudo cinza que contratava perfeitamente com o sofa, poltronas e estante pretos e cortinas brancas com finos e delicados ramos de cerejeira a decorando, viu vários porta retratos e livros na estante, um gatinho de cerâmica, uma TV e um aparelho de som o qual Sakura se dirigia para escolher uma música e seus ouvidos logo foram agraciados com o suave som do Blues.

- fique à vontade Hinata, vou pegar algo pra bebermos

-Er...Sa-Sakura, acho melhor não beber mais, já tive muitas emoções em um dia só- disse Hinata constrangida.

-Relaxa Hinata, você precisa relaxar um pouco esqueça os problemas e vamos aproveitar a noite...Me diga, você gosta de cereja?- Hinata se assustou mas assentiu

-perfeito! Volto ja- e saiu em direção a cozinha do apartamento, parando aí bar que tinha no corredor e pegando algumas garrafas e um pote se cerejas em calda.

Hinata se sentou a vendo preparar um drink vermelho e outro rosa com uma maestria sem igual, adorava aquele jogo de cores e sabore que se misturava e faziam de cada bebida única e deliciosa....

sai dos meus devaneios quando derrepente uma escuridão se alastrou ate o bairro de Sakura nos deixando assustadas, imediatamente olhei a Sakura que estava com a lanterna do celular ligada procurando alguma coisa na gaveta. até que colocou em cima do balcão muitas velas perfumadas em formato de flores, acendeu algumas ao redor da cozinha e sala, e elas emanavam um cheiro doce e gostoso de jasmim.

-Desculpe por isso, eu acabei me esquecendo que a compania de luz iria fazer reparos essa noite e acabaram desligando as luzes-disse um pouco envergonhada pela situação

Hinata sorriu tímida e disse que não havia problema nenhum.Foi até a cozinha é viu Sakura colocando em uma bandeja duas taças distintas uma com uma bebida que rapidamente reconheceu como a famosa caipirinha brasileira e outra vermelha, com alguns nuances rosas em uma elegante taça com o que parecia cristais de açúcar colorido em volta e um pequeno recipiente estava algumas cerejas, sua boca salivou, enquanto os olhos e nariz ficaram fascinados pela beleza e aroma da bebida, que tinha um cheiro deliciosamente doce, sensual e convidativo.

foram se dirigindo até a janela enorme da suíte da mesma , e Sakura depositou a bandeja na mesa, pegando a caipirinha e colocando uma cereja mergulhada na bebida vermelha entregando a Hinata que experimentou e fechou os olhos, se deliciando com aquela bebida que nunca tinha experimentado nada tão gostoso e tão sutil ao mesmo tempo.

Olhou para Sakura que sorriu mas mantinha os olhos curiosos se a morena havia aprovado ou não a sua invenção.

-Nossa Sakura, e uma bebida incrível, nunca experimentei algo tão delicioso- sorriu e bebeu mais um gole- Você e realmente incrível com as mãos.

" É porque vc não sabe ainda o que posso fazer com a língua" pensou enquanto encarava a Hyuuga sentindo sua boca salivar, e imagens das duas em cima daquela cama a luz de velas se beijando e descobrindo uma a outra vieram a sua mente. Deu um longo gole a sua bebida para então piscar e responder

- Que bom que gostou, fiz especialmente pra você. Já estava com essa bebida em mente mas sempre achava que estava faltando um ingrediente, hoje finalmente o encontrei. Fico realmente feliz que tenha gostado de Cerise.-A olhou significativamente e sorriu vendo a face incrédula e envergonhada da Hinata e a mesma se dirigir até a janela vendo a lua e estrelas que por conta do apagão,estavam mais evidentes naquela noite.

Hinata sentiu Sakura se aproximar dela e pode sentir o perfume da rosada que juntamente a bebida, a deixaram inebriada e sentiu seu corpo começar a esquentar. Conversaram sobre banalidades e como o céu estava bonito, até que sentiu a mão da Sakura sobre a sua, quente e macia, a olhou e viu naqueles olhos um brilho intenso, hipnotizantes, desceu os olhos até a boca vermelha da rosada, sentiu seu hálito quente muito perto, uma brisa leve passou e bagunçou os seus cabelos, sentiu a mão de Sakura colocar uma mecha atrás da sua orelha e os seus lábios colarem.

Um beijo doce, calmo e curioso. Pararam o beijo e olharam uma para a outra, ainda com as testas coladas. Hinata se afastou e passou a língua nos lábios ainda sentindo o gosto dela na sua boca.

-Desculpe Hinata, foi em um impulso, não de.... Foi a vez de Hinata tomar a boca de Sakura em um beijo quente e voraz, explorando a língua uma da outra, aquele sabor de cereja da bebida misturada ao sabor incrível de Sakura a fez colocar a mão por entre os cabelos agora soltos de Sakura e a mesma gemer e morder o lábio em resposta, as mãos de Sakura na sua cintura apertando levemente.

Ate agora tinha sido tudo fenomenal, olharam uma para a outra, com o desejo estampado em seus olhos, um desejo incontrolável, algo que jamais Hinata havia sentido.

Sakura puxa Hinata pela mao mordendo seus próprios lábios e arrastando ela para a cama chegando lá mais uma vez mostram o quanto estão desejando uma a outra. Beijos e carinhos extremamente quentes foram trocados, até que Sakura sente Hinata ficar tensa.

- O que foi hina? te machuquei?

Hinata desvia o olhar e começa a bater seus indicadores um no outro de forma que ficava mais fofa e angelical na visão de Sakura

- não é isso saky, só que-parou e Sakura viu seus olhos marejados- eu ainda me lembro daquele cara na boate e...- foi interrompida pelos dedos da Sakura nos seus lábios.

- esqueça isso Hinata, já passou, amanhã vamos até a delegacia e fazemos um boletim de ocorrência, mas por ora, me deixe te ajudar a esquecer e te fazer ter novas lembranças...-beijou Hinata e a mesma retribuiu sentindo seu corpo relaxar e abraçou e disse no ouvido da Sakura

-Entao me beija, quero que você seja minha melhor lembrança dessa noite-Sakura olhou aquelas pérolas e sorriu, tomando novamente os lábios de Hinata em uma beijo cheio de malícia, enquanto suas mãos iam até a barra do vestido o levantando levemente...

(...)

Os raios de sol acariciavam o rosto da Hinata naquela manhã e ela preguiçosamente se esticou pegando o celular é vendo que Naruto a encheu de mensagem preocupado, mal sabia ele que a morena havia dormido em boas mãos, mãos essas que agora apertavam sua cintura e a fazia arfar pelo toque delicado dos dedos se lembrando da noite anterior, noite essa em que havia recebido a ajuda de uma desconhecida.

Naquela noite onde Sakura ajudou uma desconhecida, ela ganhou bem mais do que o prazer de simplesmente fazer o bem, ela achou alguém especial para compartilhar sua vida, e enquanto se entregavam novamente uma para a outra, ela teve certeza que não seria algo passageiro.


Notas Finais


A bebida Cerise já existe e tem o nome de Respirar flamejante do dragão

https://goo.gl/images/QytFY8

Espero que tenham gostado, beijinhos 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...