1. Spirit Fanfics >
  2. C'est Juste Arrivé >
  3. Chapitre Treize

História C'est Juste Arrivé - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Chapitre Treize


I was wrong to say I loved her
I was wrong to think I'm right
But when I told her it was over
My darling I had lied
I've been running from my demons
Afraid to look behind
I've been running from myself
Afraid of what I'd find

- Half a Man 

 

Benjamin POV

 

Após minha discussão com Álvaro, podia dizer que meu humor estava do cão, assim que chego em casa a mãe da Luíza, dona Gabriela estava chegando em casa com algumas sacolas e assim que me vê, atravessa a rua vindo falar comigo.

- Olá Benjamin, como vai? – pergunta com um sorriso maternal.

- Oi Dona Gabriela, estou bem sim e você?

- Bom, vim aqui te fazer um convite e não aceito um não como resposta. – Ela diz me olhando. – Quero que você vá almoçar lá em casa hoje, eu sei que você e a minha filha não estão conversando, mas acredito que vocês têm muito o que conversar.

- Ok eu vou. – Respondo, me despedindo de Gabriela e entrando minha casa em seguida.

Assim que entro em casa, troco de roupa e sento no sofá aguardando alguns minutos, até dar o momento certo de ir para a casa da Luísa para almoçar. Assim que o relógio marca 13:00, toco a campainha da casa dela, logo a mesma sendo aberta por uma Luísa com uma feição de poucos amigos, me dando espaço para passar.

- O almoço já está quase pronto, fica à vontade. – Ela diz, se virando e indo para a cozinha novamente. Aproveitei que estava sozinho e parei para observar as fotos de Luísa que haviam espalhadas pela casa, ela parecia ser uma criança adorável, sou tirado de meus devaneios com sua mãe me chamando para almoçar.

Luísa POV

 

Eu não imaginava que tão cedo, me sentaria em uma mesa, tão próxima de Benjamin e ainda por cima, não imaginava que seria em minha casa que isso aconteceria. Assim que terminamos de nos servir, minha mãe começa a puxar assuntos, sobre o time e como andava os jogos, tentando amenizar o clima estranho que estava na sala de jantar.

- Então Benjamin, como anda as coisas com o time e com a seleção? – Minha mãe Gabriela questiona.

- Está tudo bem, logo tem a data fifa e a fase eliminatória da Champions League, estou animado com essa temporada. – Ele responde em seguida bebericando um pouco do suco de laranja que continha em seu copo e me encarando.

- Espero que você ajude a trazer muitos títulos ao Bayern nessa temporada e nas próximas. – Minha mãe diz sorrindo, olhando para seu celular e se levantando em seguida. – Eu vou atender uma ligação importante, volto logo. – Ela diz se retirando da sala para atender ao telefone.

- Não podia ter recusado o convite? – pergunto indo direto ao ponto com Benjamin.

- Por que recusaria o convite? Sua mãe é um amor de pessoa, jamais recusaria um almoço dela e gosto muito dela, não significa que não demos certo que vou deixar de ter amizade com seus pais. – Ele diz calmamente.

- Essa não é a questão, a questão é, você vem aqui como se nada tivesse acontecido, como se não tivéssemos vivido nada. – Bato as mãos na mesa como sinal de frustração. – Você me diz que quer terminar e alguns dias depois aparece com outra garota. – Digo com meus olhos cheios de lágrimas.

- Eu sempre deixei claro Luísa que eu não queria nada sério, você que confundiu as coisas entre nós, desculpa, mas eu não posso fazer nada.

- Ok Benjamin, muito bom ver como você realmente é. – Respondo me levantando e seguindo em direção ao meu quarto.

 

Benjamin POV

 

Acho que depois de tudo que ocorreu entre eu e a Rachel, tinha pegado um certo trauma de relacionamentos e pela minha “pouca” idade, acho que agora é o momento de curtir, achava que a Luísa estava na mesma sintonia que eu, mas no momento em que vi magoa e desprezo em seu olhar, percebo o quão estupido fui com toda a situação. Assim que vejo ela saindo da mesa, em direção ao seu quarto, percebo que foi uma péssima ideia ter vindo até aqui almoçar, levanto e vou para minha casa, dando uma desculpa qualquer para sua mãe. Assim que chego em casa, ligo para a única pessoa que podia me ajudar nessa situação, Melanie Calder, que me atende no terceiro toque.

- Melanie? – Digo comum certo receio. – Tudo bom? É o Benjamin, será que podemos conversar?

- Oi Benjamin, tudo bem e você? – Ela reponde cordialmente. – Podemos conversar sim.

- Estou bem também, queria falar com você sobre a Luísa, hoje tivemos uma discussão na hora do almoço e reconheço que fui um babaca com ela.

- O que aconteceu exatamente Benjamin Pavard?

- Brigamos, disse que ela tinha que me superar, em momento algum deixei claro que íamos ficar juntos, é isso. – Digo me preparando para um surto dela.

- Eu só não te mato porque estou extremamente grávida então escapou de apanhar de mim. Mas você tinha que ser tão idiota? Não melhor ainda burro? Caramba Ben você precisa de um cérebro.

- Ok, eu admito que fiz cagada, eu não queria ter magoado a Lu, mas aconteceu.

- A tá bom. Você parece o Odriozola fazendo merda. Meu Deus Ben, a garota gostava de você, era mais que uma amizade todo mundo via isso você destruiu o coração dela. Tá difícil te defender agora. Olha o único jeito é você pedir desculpa pra ela, mas confia em mim agora nesse momento é melhor você se afastar.

- Eu sei que vacilei bem feio, e não acho que me afastar vai ser a melhor coisa a se fazer. – Digo puxando de leve meus cachos.

- Benjamin, eu sei que você quer a Luísa perto, pois caso você precise suprir sua carência, ela vai estar lá, aceita que você perdeu ela, que você errou em trocar ela por outra, ela precisa desse tempo para se curar, pra poder seguir em frente e encontrar alguém melhor, que realmente vá fazer ela feliz.

- Melanie, também não é assim. – respondo sabendo que lá no fundo ela tem um fundo de razão. – Não significa que seu eu a quero por perto é pra suprir alguma carência interna.

- Olha, já estou de saco cheio de você com esse papinho de arrependido, você já está bem grandinho para arcar com seus erros Benjamin, passar bem. – Ela diz encerrando a chamada.

Pelo visto precisaria resolver essa situação sozinho, decido sair um pouco de casa e dirigir pela cidade, para ver se me distraia um pouco. Após passar de carro, pelos principais pontos da cidade e comprar alguma coisa para jantar, decido que é hora de voltar para casa. Dou uma olhada rápida em meu celular e vejo que tem uma mensagem não lida de Álvaro.

“Benjamin, eu odeio que estressem a Melanie, principalmente grávida, isso faz mal para ela e para nossa pequena, acho que está na hora de você crescer e assumir os seus erros, aprender a admitir que não está certo nesta situação e que magoou a Luísa, que perdeu uma garota incrível, mas acredito que você pode se redimir com ela, antes de tudo, você precisa descobrir o que você quer, o que você realmente sente por ela, tira um tempo para pensar sobre isso, reveja seus sentimentos e pensa no que você pode fazer para reconquistar ela, se for isso que você realmente quer, espero do fundo do meu coração que vocês se resolva, mas antes disso acontecer você precisa amadurecer” – Álvaro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...