História ChallengE: MorsE - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, TWICE
Personagens Baekhyun, Chaeyoung, Chanyeol, Chen, D.O, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Kai, Lay, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Sehun, Suho, Tzuyu, Xiumin
Tags Exo, Exoplanet, Morte, Once, Psicopatas, Tortura, Twice
Visualizações 3
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - 3. HeRe CoMeS a DeAtH


3. Here CoMes a DeaTH

 

 

 

 Colégio SM – 20:30

Jogador: Suho

 

 

 

 

     Eu me meti em uma burrada, uma das grandes. Eu mal posso acreditar que vi o corpo de Jongin estancado na parede. Depois que os inspetores viram aquilo, logo colocaram a diretoria em alerta, e recolheram o corpo dele, sem ao menos fazer um velório – Já que o corpo estava completamente horrível com furos expostos e os olhos sangrando, o que é compreensível - , Então algumas pessoas foram direto para o enterro, vestindo preto e com muitas rosas brancas.  Eu me sinto horrível, eu me sinto péssimo, eu não conseguia sair da cama, não queria entender que Jongin estava entre nós. De alguma forma, sinto que isso é culpa minha, mas não sei por que sinto isso, é estranho.

    Olhei para a porta, e vi Baekhyun entrando, com um lenço preto cobrindo seu rosto bonito, com os olhos visivelmente vermelhos de tanto chorar. Baekhyun caminhou para perto de mim, e se sentou na minha cama, me olhando com tristeza.

- Foi horrível. Sinto que eu perdi uma parte de mim.- Disse Baek, se segurando para não chorar – Por que você não foi, Junmyeon? Achei que te encontraria no final do enterro...

- Não tive coragem de ver eles enterrando Jongin...de alguma forma, sinto que a culpa é minha, mesmo não tendo feito nada.

- Não fique assim, Junmyeon...-  Baekhyun sorriu, fazendo carinho em uma das minhas mãos que estavam para fora da cama – Você não fez nada pro’ Kai, ele com certeza não tem nenhum receio de você, fica de boa. – Sorriu, carinhoso.

       Por um momento, paramos de sorrir, quando uma notificação chegou no celular do Baekhyun, que pegou, e franziu as sombrancelhas, o que me fez sentir a minha ansiedade aumentar, criando expectativas.

- Junmy, você conhecer algum ‘ChallengE: MorsE’? Eu acabei de negar um convite deles...

       Num momento de desespero, peguei o celular de Baekhyun, e jogue na porta, mas por sorte, o celular não quebrou, apenas caiu de costas no chão, o que fez Byun correr para pegar o celular, e me olhar nervoso.

- Junmyeon, qual é a porra do seu problema? – Questionou raivoso, me encarando, mas se preocupou ao ver que eu respirava ofegante, e o suor começava a descer freneticamente, e se aproximou novamente de mim, checando minha temperatura- Junmyeon , o que houve? O que está acontecendo? Não vai fazer bem guardar isso...

- Baek, eu não posso te falar, me desculpe, me desculpe mesmo...

     Depois da frase, eu comecei a desabar, e apenas sentia os braços de Baekhyun me acolhendo, enquanto fazia um cafuné. Eu ouvi uma notificação no meu celular, e Baek s levantou, me questionando com o olhar se poderia ver a mensagem, e eu apenas permiti, já que ele  sabia minha senha, e ele se assustou, e eu me levantei, temendo pelo pior.

 

 

 

 Atenção, jogadores do Time 371, perdemos um jogador com grande potencial, então, os verdadeiros desafios começam agora.

 

Desafio- ?: Se pendurar no alto do prédio mais alto, por trinta segundos.

Jogador aposta:

Nayeon.

 

Você tem:

02:04:04


 

 

 

    Eu perdi a respiração, um grito saiu da minha garganta, enquanto Baekhyun tentava me ajudar a se acalmar. O que foi que a nossa vida se tornou?

 

 

 

 

 Prédio Lotte World Tower – 21:30

 

Jogadora: Jeongyeon

 

 

 

 

    Meus nervos estavam a flor a pele. Desde que a notificação do jogo chegou, Nayeon começou a se embebedar, e eu estava impedindo ela de fazer isso com palavras e atos. Por sorte, Nayeon não fica bêbado muito facilmente, então estamos agora, em um dos prédios mais altos de Sul – Se não o maior -, com Nayeon um pouco entorpecida pelo álcool, e Sana, Daehyun e Chaeyoung preocupadas com esse desafio. Sinto que esse lance vai se acabar em tragédia.

- Nayeon, você não precisa fazer isso, nós podemos trocar... – Chaeyoung gritou, olhando Nayeon se preparando para se pendurar em uma barra livre – Você sabe que isso...

- Não é necessário? Me poupe, cara! – Nayeon gritou, encarando as garotas com um olhar mestiço de medo e raiva – É necessário, eu não sei qual vai ser a merda dessa consequência, eu preciso arriscar...

    Em um gole, Nayeon se pendurou, fazendo força, e seu rosto começou a se encher de suor, e eu corri, em sua direção, desesperada para ajudar aquela garota.

- Nayon, não vamos fazer isso, por favor, pega minha mão! – Eu suava frio, eu não sabia o que fazer, então apenas me assustei.

      Em um susto, as meninas vieram me buscar, e uma das mãos de Nayeon se soltou, enquanto ela sorria, em um ato de nervosismo. As meninas gritavam, enquanto imploravam para Nayeon segurar a mão de alguém.

- Bem, eu posso ao menos dizer que eu tentei... – Nayeon suava frio, e sorria, enquanto eu sentia lágrimas caírem em minha nuca e pescoço – Digam aos meninos que eu morri do jeito que eu gosto, bebi e na adrenalina.

- Não, não fala merda, por favor, Yeonnie, segure a minha mão, vai dar tudo certo, falta 15 segundos! – Implorei, enquanto Nayeon chorava e sorria – Seja forte, por favor!

- Você foi realmente um anjinho com as garotas, obrigado por tudo, eu amo você.

      Nayeon, então, soltou um grito, quando caiu, e eu gritei junto com ela, sentindo as lágrimas pingarem nas minha mãos. As meninas me levaram para trás, enquanto eu tentava me acalmar, mesmo sendo inútil.

     O que eu fiz? A que ponto chegamos, e principalmente, como nós vamos zerar esse jogo?

 

 

 

Colégio SM – 21:56

 

Jogador: Suho.

 

 

 

     Eu sentia algo ruim, e tudo apenas piorou quando Baekhyun me viu naquela situação degradante. Agora, ele está dormindo do meu lado, querendo me confortar. Baekhyun desde quando eu entrei, se tornou meu melhor amigo, meu confidente fiel, mas essa foi a única coisa que eu tive que esconder dele. Eu estava com medo, e não sabia o que fazer. Eu queria sair do jogo, mas tenho medo das consequências. Estou com medo das consequências, não para mim, mas para os meus amigos. O que eu posso fazer por eles? O que um homossexual perdido pode fazer nesse mundo...? Nada, e é isso que eu estou temendo.

    O meu celular tocou, e eu o peguei, com muito remorso. Quando vi o que se tratava, comecei a chorar. Cada palavra que eu ousei ler, era uma pontada dolorosa no meu coração. Eu estou com um medo por eles. Como eu posso zerar isso?

 

 

 

Olá, Jogador: Suho.

Jogadora: Nayeon está fora. Seu corpo foi encontrado em frente ao Lotte World Tower, com os órgãos espalhados. O downoald está na pasta do jogo.

 

Este é o novo Ranking:

 

Jogador: Chaeyoung

Jogador: Jeongyeom

Jogador: Momo

Jogador: Mina

Jogador: Tzuyu

Jogador: Jihyo

Jogador: Lay

Jogador: ?

Jogador: Sana

Jogador: ?

Jogador: Dahyun

Jogador: Momo

Jogador: D.O

Jogador: Sehun

Jogador: Chen

Jogador: Xiumin

Jogador: Suho



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...