1. Spirit Fanfics >
  2. Chamas >
  3. 010

História Chamas - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei mais tô aqui! Desculpe qualquer erro e boa leitura!

Capítulo 10 - 010


Fanfic / Fanfiction Chamas - Capítulo 10 - 010

Música - Under Your spell / The birthday Massacre 

Se alguém me perguntasse, como é se sentir morta, eu não saberia responder, eu não me sinto morta, eu me sinto...normal? É...só que um pouco mais forte...espera pra começar...eu morri? 

Esse lugar está um breu, não enxergo nada, só estou escutando o barulho da ventania, como se fosse uma tempestade no deserto, mas o cheiro, é de como se eu estivesse em uma floresta. Escuto passos ao meu lado e sinto parar a minha frente, logo sou erguida e segurada por braços fortes, o perfume dessa pessoa é forte e masculino no tom amadeirado, o que eu deduzi ser um homem. Foi aí que eu percebi, ainda estou de olhos fechados, a única coisa que me lembro é de brigar com Lúcifer, depois ele me pegar pelo pescoço e aí...eu não me lembro de mais nada. 

- você não está morta Sn - a voz grave e suave ao mesmo tempo fala comigo

 - eu sei que não consegue abrir seus olhos, mas pode me ouvir 

- sim eu posso te ouvir, e sua voz é linda 

- obrigado! 

- de nada...espera...você está lendo meus pensamentos?

 - sim! Meu nome é Yoon JeongHan, sou seu espírito guia!

 - espírito guia? Pra que diabos você serve?

 - eu vivo dentro de você, te auxiliarei em todos seus atos

 - ah, tipo o grilo falante do pinóquio ? 

- é tipo isso, mas eu não só lhe ajudarei a fazer coisas certas, também ajudarei nas erradas!

 - legal, não vejo a hora de poder abrir os olhos, afinal, o que está acontecendo? 

- seus poderes como filha da morte estão aflorando, daqui a pouco você acorda e eu te ajudarei a lidar com eles, por enquanto descanse! 

- ok!

Autora on 

Duas horas haviam se passado, levemente as pálpebras de Sn se abrem revelando suas orbes negras . A garota analisa o lugar em que está. 

Seu corpo curvíneo estava deitado em uma cama macia, se levantou e caminhou no cômodo. O quarto em que estava havia um guarda roupa preto com um espelho em uma das portas, perto da varanda, uma estante com livros de contos de terror variados, próxima a porta, uma penteadeira antiga de madeira pintada a mão na cor preta. As paredes do quarto era igual aos móveis, negras como a noite, o que levou Sn a lembrar de um sonho de criança. 

- esse é o meu quarto dos sonhos? - se perguntou olhando a sua volta. Caminhou até a varanda, abrindo o vitral e se deparou com a visão da floresta, a floresta que tinha atrás de sua antiga casa, onde morava com SunHee. Sempre que podia, a morena lembrava desse pequeno sonho o que a fez dar um leve sorriso. 

- já está de pé! - a voz reconhecida pela moça diz. Sn vira seu corpo, se deparando com um rapaz alto de dezessete, dezoito anos, cabelos longos e tingidos, seus olhos puxados tinham uma sombra abaixo do cílios, que não dava para entender se era preto ou roxo. Suas vestias escuras o deixava mais bonito e sexy " como um ser desses poderia viver escondido dentro de mim ?" Ela se perguntou - venha, você precisa se movimentar - ele estende a mão e Sn a pegou sentido o aperto firme do rapaz. 

- JeongHan, que lugar é esse? - ela perguntou olhando a casa 

- não reconhece? - ele perguntou - então vou lhe apresentar! - soltou sua mão e caminhou como um felino sedutor até o centro da sala - bem vinda a sua mente! 

- minha mente? - ela olha o local sombrio - eu sou...

- não! A casa é só a decoração mesmo, sua casa dos sonhos, seu coração é diferente do seus pensamentos! 

- e o que eu estou fazendo aqui? Eu estava na sala...

- você está desacordada no mundo real, podemos dizer que esse é um universo alternativo só seu. Você ficará aqui treinando suas habilidades por duas horas ! 

- duas horas ? - questionou assustada - os meninos vão pensar que eu estou morta! 

- não vão! - ele falou calmo - o tempo está andando muito devagar lá, só  vai voltar ao normal quando você estiver pronta! 

- tá, agora me explica esse negócio de espírito guia 

- bom...é como os lecantropos, eles tem seus lobos certo? - ela assentiu - você tem a mim, podemos conversar a hora que você quiser, por pensamentos ou viva voz mesmo , a única diferença é que o lobo do lecantropo macho, é macho também e o da fêmea é fêmea, mas como eu sou espírito né! - riu fofo 

- isso acontece só comigo? 

- sim! - ele fala caminhando até ela - ...depois eu te explico! - gaguejou 

- hum...o que vamos fazer agora? 

- bom, vamos treinar seus reflexos até dar a hora de você acordar

- ok! 

- feche os olhos e imagine uma arena - Sn obedeceu o pedido do mais velho - respire fundo, e preste atenção nos sons, cheiros e vento! - JeongHan vendou os olhos da morena e lhe entregou um pedaço de madeira - essa vai ser sua arma! 

- ok! 

Sn on 

Presto atenção nos sons e cheiro, com Yoon havia pedido. Escuto o som da tábua da casa sendo pisoteado no meu lado esquerdo, e aquela sensação de que é ali que ele vai me acertar. 

O seu perfume invadiu minhas narinas o que me fez ter certeza de JeongHan levantou os braços, um vento passa sobre meu rosto e eu levanto o pedaço madeira a frente de minha face, onde sinto a força de JeongHan contra o meu braço. Consegui me defender 

- seus reflexos são bons ! - sorri, logo ele tira os braços sobre o meu e percebo que ele se curvou, JeongHan iria me dar uma rasteira, pulei me desviando do golpe - bom! Agora tente me atacar! - fico atenta e escuto ele se movimentar. Vou me virando devagar e acompanhando seus sons, cheiro e vento. 

Autora on 

JeongHan prestava atenção nos movimentos da adversária, o que não adiantou muito, em menos de segundos, Sn o atacou com uma força que o fez cair no chão. Se levantou imediatamente e a garota continuou com seus golpes sem lhe dar tempo de respirar - ok! Eu me rendo! - Sn retira a venda revelando seus olhos escarlate - você é vampira? 

- sim, não sabia? 

- é que eu despertei faz pouco tempo! 

- ah! - um garotinho moreno passa correndo pelos dois assustando os mesmos - quem é ele? 

- e - eu não sei! - o rapaz fala 

- JeongHan, você está bem? Tá pálido! - Sn pergunta colocando a mão na testa do mesmo 

- tô sim, não se preocupe...é que eu conheço aquele garoto, vêm! - ele pega na mão de Sn e juntos seguiram o garoto. 

O lugar em que estavam muda. JeongHan e Sn entram em uma pequena aldeia, as vestias das pessoas era só século XII  (12). Era noite, e na praça principal da aldeia havia uma multidão envolta do que parecia ser uma fogueira. Diante dos olhos de ambos , o garoto aparece e corre em direção a uma mulher asiática. Ela estava sendo levada por dois homens vestidos com uma túnica branca com listras nas laterais vermelhas e crucifixos no pescoço, a mulher gritava e o garotinho chorava em desespero. 

Sn observa aquilo tudo apavorada, ela olha o rosto de JeongHan e o mesmo derramava rios de lágrimas. 

- mamãe! - o garoto grita segurando sua saia, enquanto um dos homens tenta tira lo de lá 

- Amira! - um homem invadiu o local desesperado - soltem ela, minha mulher não fez nada! 

- ela é uma feiticeira! Ela tem que pagar pelos crimes que o demônio a manda fazer! - um sacerdote diz - podem queima la! 

- não! - o homem grita 

- cuide do nosso menino Jackson...

- J - Jackson? - Sn pergunta em choque, pois ainda não tinha visto o rosto do homem 

- JeongHan - a mulher chama e o garoto a olha - eu te amo filho! - nesse instante, Amira é jogada dentro da fogueira e queimada viva. O homem pega na mão do garoto e anda em direção a saída, assim Sn pode ver seu rosto, o homem que acaba de perder a mulher era sim seu pai. 

- v - você é meu irmão! 

- é...- o rapaz a abraçou e chorou como um bebê, os dois caíram no chão e assim continuaram, chorando juntos. 

A visão de Sn ficou escura, logo a jovem não escutava mais o choro do irmã. 

        ☆☆☆☆☆☆☆☆

- gente ela tá acordando! - Jung kook sussurrou para os outros. De todos ali, Namjoon e Jimin eram os mais ansiosos. 

- aí meu pescoço! - Sn reclamou ao abrir os olhos - m - meninos? 

- Oi Sn! 

- o que aconteceu? 

- Lúcifer quebrou o seu pescoço e depois sumiu, achamos que estava morta , mas o Jin nos lembrou que você é filha da morte! - Taehyung falou 

- eu estava com saudades de vocês! - ela abraçou todos e quando chegou em Namjoon, beijou seus lábios - e de você também! 

- gente - Yoongi chamou - tem um cara desacordado ali! - ele apontou para o último degrau da escada, Sn se levantou do sofá e espiou se assustando 

- meu Deus! - ela correu até o corpo e o chaqualhou - JeongHan! 

- você conhece ele? - Jin pergunta 

- conheço! JeongHan! - a garota começou a chorar - hey, o pai tem que saber que você está vivo! - deitou a cabeça em seu peito e viu que seus batimentos estavam fracos - Yoon JeongHan acorda caralho! - as palmas de Sn brilharam e ela colocou as mesmas sobre o peito do irmão, que em segundos acordou 

- onde estou? - pergunta olhando ao redor - quem são vocês? - olhou para os meninos 

- calma, eles moram comigo! 

- Sn! - ele a abraçou - você sumiu...eu apaguei! 

- é aconteceu comigo também! - vêm - ela se levantou e o ajudou também - esse é o nosso primo, Park Jimin! 

- espera nosso? - Jimin questionou 

- ele é meu irmão chimchim! 

- sério? - ele sorriu e seus olhos viraram dois risquinhos 

- que história é essa da Sn ter enfrentado Lúcifer e ter morrido? - Jackson surgiu do nada assustando todos - J - JeongHan? 

- Oi pai! 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...