História Change. - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Derek Hale, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Scott McCall, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Amizade, Aventura, Continuação, Lemon, Liam, Luta, Romance, Serie, Teenwolf, Theo, Thiam, Yaoi
Visualizações 241
Palavras 1.191
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLAAA!!!
sumi? sim um pouco.
sorry amores é as correrias da life ;x

espero que estejam gostando <3

BOA LEITURA!

Capítulo 7 - Dinner


Fanfic / Fanfiction Change. - Capítulo 7 - Dinner

 

No jantar o silencio estava pesado sobre a mesa. Comemos sem falar muito até o final.

Theo me cutuca embaixo da mesa e me da um olhar sugestivo. Suspiro ao me virar para Maria.

- Maria. – chamo com receio, ela levanta o olhar. – precisamos de uma resposta.

- estão com pressa? – ela pergunta ao se encostar na cadeira nos analisando.

- caso não tenha percebido, não temos todo o tempo do mundo. – Theo solta e o olho advertindo, como sempre ele me ignora. - vamos embora pela manhã e você terá caçadores para enfrentar sozinha.

- Theo.

- caçadores que vocês alertaram. – Julian lembra.

Theo olha para ele.

- eles provavelmente sabiam onde te achar. Nunca se perguntou como te achamos tão rápido? – Julian se mexe na cadeira, desconfortável. Theo sorri de leve. – bastou uma pergunta a uma garçonete no centro Julian. Uma pergunta.

Julian aperta os lábios e desvia o olhar.

- Theo. – o advirto de novo rosnando. Ele anda muito temperamental, isso é estranho.

Mais uma vez ele me ignora, ou apenas finge.

- você parece muito ansioso em lutar com esses humanos. – Maria observa o analisando. – ou será só para sair daqui?

Ele a encara ficando repentinamente mais sombrio. Um gelo toma conta do meu estomago.

- Não temos motivos para querer sair daqui se não nossa missão. – respondo a Maria. – e se você não vem conosco peço pelo menos que nos indique onde encontrar outros bandos.

Maria desvia o olhar de Theo para mim e torce o lábio pensativa.

- como eu disse, não há muitos restantes. – abro a boca para responder, mas ela se adianta. – Mas, talvez os poucos se juntem a vocês.

- isso não inclui vocês, então? – Theo pergunta e mordo a língua para não manda-lo se calar.

Maria o ignora.

- há uma organização perto do Nemeton daqui. Os bandos e outros seres se juntaram para protege-la. O que para mim, é ainda pior já que torna mais fácil para os caçadores acha-los.

- Na verdade, é bem esperto. – Yara diz e depois se encolhe um pouco com o olhar da alfa. – eles não vão atacar uma fortaleza, estão nos dizimando aos poucos Maria. Cortando as pontas soltas aqui e ali. – ela completa com algo em português que não entendo, mas acho ser “Pelo amor de Deus”.

Quase sorrio para a garota, enfrentar a alfa assim, dizer o que pensa. É obvio que Yara quer lutar, se vingar, e isso faz com que eu a admire ainda mais.

Maria responde Yara também em português, algo como “Não vamos falar disso de novo”. Então ela se volta para mim.

- Gerard achava que o Nemeton estava em Brasília, ou na Bahia, nem ele tinha certeza porque fizemos um bom trabalho ao esconde-lo.

- então é por isso que não chegaram nele ainda, não como nos outros países. – concluo pensativo. Scott teve relatos de que Monroe conseguiu destruir alguns Nemeton pelo mundo, mas não os maiores, não os mais concentrados.

- ah eles tentaram, mas pelo que sei, nenhum caçador voltou a Monroe para dar a informação. – seus olhos brilham levemente ao falar.

- então, onde é? – Pergunto me inclinando levemente na mesa, ansioso.

- há apenas algumas horas daqui. Numa cidade pequena no sul de Minas Gerais, Varginha.

Troco um olhar com Theo.

- podemos ir direto para lá, ou contornar para ver se achamos mais alguns bandos. – digo a ele sem me preocupar com todos ouvindo.

Theo balança a cabeça.

- não temos tempo. Se eles estão juntos neste lugar, então provavelmente o estado todo sabe e os que não estão lá, não vão querer estar conosco também. – diz racional.

Concordo com a cabeça.

- Talvez isso nos poupe tempo também. É bom que estejam reunidos. – falo pensativo.

- vocês vão precisar mesmo. – Daniel diz nos fazendo olha-lo. – os caçadores por aqui estão se agitando, ouvi boatos de que estão se reunindo na capital, assim como em todos os outros países, estão armando algo. Não me surpreenderia se tudo acabasse na TV em rede nacional.

Theo se vira para Maria.

- e você ainda nos pergunta se temos pressa? – solta venenoso.

Ela se vira para ele, os olhos já esquentando.

- estou perdendo minha paciência com você rapaz. Está na minha casa, tenha respeito.

Ele nem se move em resposta, sua expressão é vazia. Limpo a garganta desconfortável.

- Peço desculpas pelo comportamento dele. – digo me irritando ainda mais por ter que me desculpar por ele que levanta uma sobrancelha para mim. – acredite quando digo que ele nunca deixa de ser desagradável. – atiro o vendo reprimir um sorriso satisfeito. – mas precisamos dele, assim como precisamos de vocês e todos os outros. – digo para Maria.

Ela respira fundo, considerando.

- ajudarei a preparar tudo o que for preciso para vocês. – diz por fim e sei que essa é sua resposta.

Yara bate o garfo na mesa e sai batendo o pé. Daniel pede licença e vai atrás dela.

- você poderia pelo menos deixa-la ir. – Julian diz a tia que torce o lábio.

- ela está cega pela vingança, tanto que não vê com o que está lidando. Não vou deixa-la se matar.

- não. Você vai deixar todos aqui morrerem. – Theo diz ao se levantar. – Obrigado pela hospitalidade. – soa cínico e se levanta para sair.

Quando Theo está andando em direção ao quarto ouço o zunido familiar.

- Cuidado! – grito a tempo de ver ele desviar da flecha pegando-a com a mão.

Theo olha para ela e empalidece enquanto ela cai no chão antes dele, imóvel. Xingo correndo até ele e o puxando para trás da escada. Ouço o rugido de Maria seguido por Julian. Eles se colocam perto da porta, longe das janelas, observo a flecha caída.

- veneno de Kanima. – anuncio.

Theo solta um suspiro cortado e o viro de barriga para cima, ele olha para mim, os olhos brilhando em amarelo.

- ative a cura. – solta com dificuldade.

Solto minhas garras e sorrio para ele.

- não me julgue por gostar disso. – anuncio o vendo revirar os olhos.

Então o arranho nas coxas o suficiente para sangrar bastante. Ele ruge de dor e raiva, mas funciona, o veneno sai mais rápido.

Maria rosna olhando pelo canto da janela.

- cinco. – diz ela. – cercaram a casa. – ela olha fixamente para Julian. – ninguém sai vivo daqui.

Seu anuncio faz uma onda gelada percorrer meu corpo.

- não vou matar ninguém. – anuncio.

Eles me olham com quase pena.

- triste para você Liam. – Maria diz. – seus olhos amarelos não vão durar muito em uma guerra.

Com isso ela da um aceno para Julian e eles saem para enfrentar os caçadores.

Olho para Theo que me da um aceno fraco. O deixo la, sangrando, e corro para os fundos.

Na varanda consigo distinguir as duas figuras escuras entre as arvores, mas travo ao ver Yara e Daniel com flechas envenenadas fincadas em seus corpos caídos no chão.

Xingo baixo e desvio de outra flecha chegando perto deles. Estão vivos, paralisados, mas vivos.

Meu rugido anuncia a Julian e Maria que estão feridos. Avanço contra os caçadores e mal posso lembrar de como os apaguei.

 


Notas Finais


Alguem aqui conhece Varginha? achei que a cidade e os mitos viriam bem a calhar então como conheço o lugar ja aproveitei.

Ai esses caçadores não dão um tempo tambem né!? AFFE! -.-

EAE O QUE ESTÃO ACHANDO??
até aqui td bem? kkkkk

talvez eu demore um tikin mais pra postar, mas não desistam de mim ok?
Obrigada a todos faoritos e coments <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...