História Change always has to happen - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Blackpink, EXO, Red Velvet
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Jennie, Park Chan-yeol (Chanyeol), Rosé, Wendy
Tags Romance
Visualizações 1
Palavras 632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Cap2...Ela Se Foi


Ao fim do dia eu já estava me adaptando aos meus novos amigos e já perdi um pouco da timidez de mais, inclusive fui pra casa com o Baekhyun é outro amigo dele Jaehyun que era muito simpático e me deixava confortável para falar o que eu quisesse com ele, anotei o número de telefone dele.

Quando cheguei em casa ele já havia me mandado uma mensagem. O que acabou que conversamos durante muito tempo sobre varios assuntos e gostos em comum, assim como eu ele era um grande fã de kpop, o que é um pouco difícil de achar nessa minha nova escola.


19:00


A noite estava chegando e como de costume todos os dias eu conversava com Wendy, sobre o nossa dia e outros assuntos que nos vinha a mente. Pensamentos de um dia podermos nos encontrar ao vivo e a cores sem, e sem precisar esconder o nosso amor.

Wendy não conseguia conversar comigo durante o dia porquê estava ocupada treinando, se apresentando e fazendo outras coisas que a deixava muito ocupada. Era uma pena pois queria poder conversar com ela a todo momento. E poder encontra- lá e sentir seu abraço.

Nos conhecemos através de um aplicativo, de conhecer pessoas, assim que fiz uma chamada de vídeo com ela, meus olhos ficaram vidrados nela e ela sentou o mesmo sobre mim. Wendy é umas das únicas pessoas a quem posso contar.


3:00

No meio da madrugada recebi uma mensagem, já estava aponto de dormir, mas assim que ouvi o barulho do celular não me contive para saber se era Wendy quem me procurava a essa hora.

A sorte estava ao meu lado era Wendy que me procurava:

- jenjen... quero te ver, tô com saudade - uma chama acendeu em meu coração - posso te ver no nosso lugar especial?

- claro, cinco minutos e eu já chego.

Assim que a mensagem foi enviada, me despertei para colocar meu moletom, que é bastante confortável para que eu consigo pular da janela sem me machucar e ir caminhando rapidamente para o nosso ponto de encontro.estava indo em direção a pracinha do meu bairro que ficava na esquina da minha rua, e foi especialmente o lugar em que eu e Wendy nos conhecemos. Aos 10 anos, depois de um simples na gangorra, não nos desgrudamos mais, nessa época ela era minha melhor amiga e agora minha namorada.

Ia divagando sobre essa memórias que me fazem feliz até a pracinha em que tive vários momentos felizes.

Já estava vendo meu amor sentada de um lado da gangorra, ela parecia perdida, talvez cansada depois de tanto esforço e ensaios na sua carreira de idol.

Decide chegar sem fazer barulho, para não atrapalha-lá, fui andando devagar, cautelosa em meio às folhas no chão, mas mesmo assim não teve como não fazer barulho.

Assim que ela percebeu, veio me dar um abraço e um beijo, ela estava com cheiro de rosas. Ainda sem dizer nem uma palavra ela foi a passos lentos até um banco ali perto, e eu a acompanhei.

Ficamos sentada aproximadamente uma hora até que finalmente ela falou:

-Vamos dar um tempo?

Essas palavras vieram como uma adaga em meu coração, ela parecia seria e isso estava me assustando, a única coisa que consegui fazer foi abaixar a cabeça e ficar em silêncio. Então ela continuou a falar:

- jenjen... eu realmente não quero que acabe assim, mas... eu não suporto manter esse segredo... isso tudo me deixa cansada... eu só.... preciso descansar...- vários pensamentos vieram á minha mente, coisas pra falar, retrucar, apelar, chorar, mas a única coisa que eu fiz foi novamente abaixar a cabeça, paralisada - até...jennie - dizendo isso ela beijou delicadamente minha testa e apertando minha mãe ela deixou o colar ao qual simbolizava nisso amor.

E foi embora...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...