1. Spirit Fanfics >
  2. Change Is Love (Hosie) >
  3. Run or die

História Change Is Love (Hosie) - Capítulo 12


Escrita por: Saaah737 e lallizinha

Notas do Autor


Me perdoem qualquer erro, boa leitura a todos!

Capítulo 12 - Run or die


Fanfic / Fanfiction Change Is Love (Hosie) - Capítulo 12 - Run or die

Pv' Hope Mikaelson

Música: Pool - Paramore

Depois do incidente na escola eu e Josie seguimos para meu carro, Lizzie estava no banco do carona ao lado de Penélope e nos sentamos atrás, o caminho até a casa das gêmeas não foi feito em silêncio como eu gostaria que fosse, ainda havia um pouco de sangue pelo rosto e alguns resquícios nas vestes de Josie, mas claramente eu estava em uma pior situação, minha blusa praticamente encharcada, Alex e meu pai me lotariam de perguntas sobre "Onde você estava?"
E coisas do tipo...
- Obrigada! - Ouvi derrepente a voz de Josie ao meu lado, soando baixo para que apenas eu escutasse, me tirando completamente de meus devaneios, enquanto Lizzie falava e falava deixando Penélope sem saída,
limitei-me a olhar para
ela sem entender, notando a confusão em meu rosto ela se apressa em completar - Você sabe... por ter me ajudado lá, eu realmente não sei o que faria se...

- ela explica se referindo ao acontecimento de alguns minutos atrás na escola e se interrompe aparentemente sem saber o que mais dizer - N.. não foi nada
- respondo simplesmente e um pouco sem jeito, desviando meu olhar rapidamente para a rua através da janela do veículo, pude ouvir seu suspiro frustrado, mas o que ela esperava que eu dissesse? Que fiz isso por querer ser legal? Ou por querer salva-la, ou por que me importo... Nada disso, nem mesmo eu sabia o por que de ter feito o que fiz, eu estaria mesmo disposta a morrer por ela? O que diabos eu estava fazendo afinal? Poderia simplesmente deixá-la sozinha com aquele lobo e talvez se Josie tivesse sorte, Dean teria aparecido de qualquer maneira

- Não tem como aquilo ser um maníaco Penélope... Você e Hope estão escondendo algo - Lizzie diz irritada, jurando de pés juntos que aquilo era um 'Lobisomen' e murmurando algo sobre 'Ryan estar certo' - Estou apenas dizendo o que eu vi Elizabeth - Penélope retruca em alto e bom som, me fazendo quase rir da situação - você é cega mulher... digam para a Park que aquilo era um lobo e ponto final
- a loira volta sua atenção para mim e Josie no banco de trás, engulo em seco arregalando os olhos por alguns segundos, a morena parece tão surpresa quanto eu - É... Bem... sim era um lobo - digo um pouco nervosa e Penélope me fuzila com o canto do olho, por não gostar nem um pouco de ser contrariada - quer dizer... Era mesmo um Lobo, mas 'Lobisomen' é um pouco demais não acha? - me apresso em dizer forçando um sorriso, enquanto Lizzie me observa com atenção, Josie permanece em silêncio por um tempo

- Lizzie você está sendo exagerada, Lobsomens não existem, isso é ridículo! Era apenas um lobo comum - a morena diz cruzando os braços aparentemente impaciente
- mas Ryver disse que não... Tenta dizer mas Josie a interrompe
- Ryan não sabe o que diz Lizz e você não deveria acreditar em ladainhas
- A loira bufa frustrada e a morena revira os olhos, a partir daí o carro fica em silêncio o resto do caminho, o que elas queriam dizer sobre 'Ryan?' Será que ele sabia sobre...
- Chegamos meninas! - Penélope comenta me tirando de meus pensamentos - Obrigada pela carona senhorita mentirosa - Lizzie fala debochada, abrindo a porta do carro para sair - Eu já disse que foi o que eu vi!

- Penélope Rebate aos gritos e Josie também sai do carro sem dizer nenhuma palavra, ambas as garotas seguindo para a porta da frente de sua casa - Um lobo Hope, sério?! Ela me olha negando com a cabeça antes de dar partida no veículo outra vez
- O que esperava? Josie estava bem atrás de mim quando... Ela apenas viu okay?! E um maníaco não se parece nada com aquilo - Tá tá, mas podia ter bolado uma desculpa melhor - ela diz sem desviar o olhar da estrada e dou uma risada de escárnio - sério gênio?! Tipo o que?
- a morena fica em silêncio - Ótimo, foi o que pensei... No entanto temos problemas maiores agora - o que quer dizer com isso? - Pen me pergunta confusa e dou um longo suspiro, recostando minha cabeça no vidro da janela - Acho que Dean é um caçador - murmuro baixinho sentindo o sono chegar - quem é Dean? - ouço sua voz distante ao fechar meus olhos e sentindo o cansaço tomar conta do meu corpo, me fazendo adormecer...

Música: Go Robot - Red Hot Chili Peppers

O resto da semana se passou rápido, e como combinado eu iria com Penélope até a festa dos lobos, era sim uma idéia estúpida, mas também poderia ser realmente divertido - tem certeza disso Hope?
- a morena pergunta hesitante quando estaciono meu carro em frente a uma enorme mansão e exatamente como eu pensava não havia apenas Lobsomens, mas pessoas comuns entre eles, muita gente que aparentemente eram do colégio, o que me deixou surpresa
- O que eles estão fazendo aqui?
- pergunto quando reconheço Alyssa, em um breve momento em que ela retira sua máscara por alguns segundos e ao seu lado deduzo que seja Bryce - Não Faço idéia, devem ser penetras ou provavelmente foram convidados por 'alguém' - ela diz dando de ombros mas continuo desconfiada

- E quem seria esse 'alguém' exatamente? - questiono e Penélope bufa - Não sei Hope, parece ter muita gente do escola aqui, isso não é o real problema - Não vamos morrer por vir a uma festa Pen, não hoje...
- reviro os olhos e começo a caminhar para dentro do local, passando entre a multidão de pessoas ali - Mesmo? E como pode ter tanta certeza? - ela Rebate irritada ao me seguir para adentrar a mansão - Simples... Eu não tenho!
- dou um sorriso e ela bufa mais uma vez - Bem, eu não sei você mas vou pegar uma bebida, quer alguma coisa? - pergunto voltando minha atenção para ela, a Park me olha de cima a baixo com raiva - Eu quero que você repense Mikaelson, isso é uma péssima... Ela tenta dizer mais uma vez e simplesmente ignoro suas reclamações

- Não começa de novo Pen... Eu já volto - falei me afastando para ir até a cozinha do lugar a procura de alguma bebida, adentrei o cômodo e vi alguns baldes de gelo com cerveja sobre o balcão, mas quando iria me aproximar ouvi uma voz familiar
- Você por aqui? Quer dizer não estou surpreso ,você está em toda festa possível - me virei para encarar o moreno sem máscara, com um sorriso largo nos lábios - Sebastião, oi - falei rindo e o garoto cruzou os braços irritado - É Sebastian Hop... Dei alguns passos rápidos até o garoto para tapar sua boca com minhas mãos, mas rapidamente ele se desvencilhou - ficou doida?
- ele me olha assustado e engulo em seco tentando controlar minha respiração - ninguém pode saber que eu e Penélope estamos aqui entendeu?! - o fitei séria e Sebastian assentiu mesmo estando confuso

- então quer dizer que você é uma penetra?! - ele cruza os braços negando com a cabeça e suspiro aliviada - como você sabia que era eu? - Não sei, a máscara de lobo cobre a maior parte do seu rosto, mas talvez os cabelos ruivos... Ou a sua estatura, você é muito baix...
- não ouse - Rebati abrindo uma lata de cerveja e dando um gole no líquido da mesma - Okay ...prometo não dizer que você é baixinha outra vez - Sebastian sorri cínico e acerto um tapa em seu ombro - heey... É só brincadeira - dou de ombros enquanto o garoto reclama - diga-me o que faz aqui Sebastião? - Mas que porra... É Sebastian - tá tá, então... Sebastian o que faz aqui?
- pergunto forçando um sorriso
- eu fui convidado ao contrário de você senhorita - É mesmo? E por quem? - pergunto curiosa
- Eu sei lá, apenas achei um convite em meu armário da escola, nada de mais - ele da de ombros e o encaro incrédula - você veio a uma festa de estranhos?

- pergunto e ele da uma gargalhada seguida de uma expressão de deboche - você está aqui não é mesmo?! - Rebateu me fazendo revirar os olhos - mas eu sei quem são essas pessoas - voltei a falar mordendo meu próprio lábio inferior - E mesmo assim não foi convidada - ele ri e abro e fecho a boca algumas vezes antes de dizer algo - É... Problemas, sabe como é não sou bem... Amiga dos responsáveis pela festa, mas achei uma idéia interessante vir aqui
- Sei... Ou talvez achou uma boa idéia vir aqui conseguir...
- Isso... Você tem? - pergunto animada dando mais um gole na minha bebida, geralmente conseguia drogas e cigarros com Sebastian ou Bryce e por alguns segundos pensei que talvez por isso ambos tenham sido convidados

- É claro, mas não quero seu dinheiro ruiva, essa noite só quero me divertir, façamos assim, você corre comigo e te dou tudo que eu trouxe pra essa festa, se você ganhar é claro - Correr? - questiono confusa
- daqui a algum tempo, vamos fazer um racha lá fora, você veio com seu carro certo? - ele pergunta e aceno positivamente com a cabeça, entendendo onde o mesmo queria chegar - E se eu perder? - pergunto desconfiada enquanto o garoto leva a mão ao queixo pensativo
- Hm... Quero sua Mercedes
- Ele diz confiante e não pude deixar de gargalhar - Jamais Sebastian... Eu não vou simplesmente te dar meu carro, você ficou maluco?! - falei chocada e o mesmo levou as mãos ao alto em um ato de rendição

- Okay... Então você me deixa dirigi-lo por um mês - Ele conclui e nego com a cabeça - de jeito nenhum eu... Tentei dizer mais o garoto me interrompeu - é isso ou nada feito!
- Afirma com um sorriso convencido e fico pensativa por alguns segundos sem dizer nada - Seguinte, não precisa responder agora vou para a pista e se topar, te espero lá em duas horas ok? - Assinto enquanto o mesmo se afasta para fora do comodo, também volto para a festa a procura de Penélope e a encontro conversando com Bryce e Alyssa, hesito um pouco antes de me aproximar - Ah, olha só ela aí
- Penélope diz assim que estou perto o suficiente e Bryce me olha com um sorriso presunçoso - Eae como vai nossa aposta ruiva? - Que aposta?

- Alyssa questiona confusa e engulo em seco - também queria saber
- Penélope diz voltando sua atenção para mim - Não faço idéia do que ele está falando - forcei um sorriso mudando do assunto 'Lizzie'
- Mas... A Chang tenta contestar...
- Relaxa amor, bem a gente vê vocês lá fora - Bryce diz e Penélope os encara confusa por alguns segundos e se volta para mim - conseguiu o que queria? Já podemos ir? - respirei fundo - na verdade... Sim e não, quer dizer vou conseguir com Sebastian se eu ganhar uma corrida de carros com ele - Mas que po...
- antes de surtar só... Respira okay? Creio eu que não vai demorar
- concluo e Penélope parece relaxar um pouco - Okay e onde vai ser? - ela pergunta olhando ao redor da mansão antes lotada, mas agora com apenas algumas pessoas - Vai ser lá fora - digo simples mas também acabo achando estranho a movimentação diferente na casa

Música: Odds Of Even

- por que eles estão...
- Indo embora?! Acho que devemos fazer o mesmo agora! - Penélope fala preocupada começando a caminhar para a entrada do local, mas dois homens estão posicionados na frente da porta e a impedem de sair me fazendo engolir em seco - Escuta não queremos problemas - consigo ouvir a morena dizer aos dois homens aparentemente seguranças do lugar, me aproximo da mesma e antes que eu pudesse fazer algo, escuto uma voz vindo do segundo andar da mansão - Hope Andrea Mikaelson, reconheceria esse cheiro em qualquer lugar - me viro rapidamente para encarar a loira descendo as escadas, por alguns segundos senti meu sangue ferver, Penélope percebeu isso e segurou meu braço com força - Hope... Estamos em desvantagem, não é hora para surtar - ela sussurra, indicando para que eu olhasse ao redor, havia cerca de vinte deles, fora os dois seguranças atrás de nós

- Deveria ouvir sua amiga Mikaelson
- A loira diz com um sorriso sínico nós lábios, e tento desesperadamente controlar minha respiração - O que você quer?
- levanto meu olhar para encara-la e a garota apenas sorri largo novamente - Você vem até a minha casa, na minha festa e me pergunta o que eu quero?! - a garota da uma risada de escárnio e completa
- O que você quer aqui Mikaelson?
- Ela Rebate séria e antes que eu pudesse responder Penélope se intromete ficando na minha frente

- Como eu disse, não queremos problemas, só viemos curtir uma festa, nada demais - A Park fala firme, mas a garota simplesmente ignora - se for vingança ou... Ela tenta dizer mas Penélope outra vez é mais rápida - Já disse, só queríamos vir a uma festa, mas se isso for um problema podemos sair sem conflitos - A morena garante retirando sua máscara do rosto e fiz o mesmo, já que não precisávamos mais delas - Eu não posso simplesmente acreditar nisso e deixar que vocês saiam daqui assim
- a loira diz desconfiada

- Pois acredite no que eu vou dizer, queria poder arrancar a sua cabeça agora mesmo - rosnei, minha visão se tornando dourada - sempre tão 'esquentadinha' - Ela debocha, enquanto Penélope se vira para mim, segurando firme em meus ombros - se controla Hope!
- a morena olha no fundo de meus olhos com uma expressão preocupada - E..ela matou minha mãe Penélope ela...
- Isso não é verdade Hope... ela foi só uma isca que você mordeu, agora por favor se controla, não quero morrer aqui, eles estão em maioria
- Ela diz ofegante e tento novamente controlar minha respiração

- enquanto Penélope olha para a garota outra vez - o que quer para nos deixar ir embora? Sem mais confusão - A Park pergunta fitando a loira com atenção - Sabe... Um passarinho me contou, que Hope vai participar de um racha... Só um momento - ela se interrompe e olha para um dos homens atrás de nós
- James, providencie que a corrida seja privada, apenas para os participantes, sem platéia - A loira morde o lábio inferior aparentemente segurando um sorriso - E o que devo fazer com o resto das pessoas senhora? - ele pergunta e a garota parece pensativa por alguns segundos - apenas diga que a festa acabou, se livre deles, da seu jeito - o Homem apenas assente e sai do local

- Você Hope, vai correr comigo, não só por uma aposta estúpida com seu amiguinho, mas por sua vida, se ganhar, você e a Park podem ir embora, caso contrário...
- ela morde o lábio outra vez
- Ótimo vamos logo com isso
- Penélope diz impaciente dando um passo a frente e me deixando surpresa - está apressada demais para sua própria morte - A loira debocha, mas a morena rebate no mesmo tom - já ouviu dizer que, quem ri por último ri melhor?
- Não ficaria tão confiante - ela diz mais uma vez em provocação
- Desculpe, mas sou confiante o suficiente para arrebentar a sua cara aqui e agora, ao contrário de você que precisa dos seus capangas para isso - Penélope Rebate apontando para os vários lobos ali presentes
- Veremos se você é mesmo tudo isso que diz ser garota - A loira rosna, deixando o clima ainda mais tenso, mas Penélope sem pensar duas vezes se dirige até a porta - Sai da porra do meu caminho cachorrinho - ela empurra o homem para o lado e saímos de dentro da mansão, logo indo na direção de meu carro, assim que Adentramos o mesmo, dei partida no veículo, começando a seguir para o lugar onde aconteceria a corrida...

- E..eu estou orgulhosa! - digo alternando meu olhar entre a estrada e a garota ao meu lado, tentando quebrar aquele clima pesado que ficou, Penélope por outro lado me olha com uma cara nada boa - Você é inacreditável Hope... Não precisavámos passar por nada disso, se não fosse por sua idéia ridícula - ela retruca e reviro os olhos, odiando seu maldito jeito responsável de sempre - da para relaxar, eu vou ganhar essa corrida, não há com o que se preocupar
- falei simples e a morena levou a mão até seu queixo pensativa
- se você perceber, que não vamos conseguir... tenho um plano B
- que seria? - questiono mais uma vez sem deixar de ficar na estrada
- fugir é óbvio - ela da de ombros e acabo gargalhando com suas palavras - De jeito nenhum Park, não é só 'correr', aquela vadia é a grande responsável por meu pai ser um merda, pela morte da minha mãe e principalmente por um erro que eu cometi, eu não vou simplesmente deixá-la ganhar

- Claro... E se perdermos? Como pretende faze-la pagar gênio? São vários deles e apenas... Nós! - É o suficiente! - rosno, sentindo mais uma vez a raiva tomar conta do meu ser - Não, não é Mikaelson! Você não está pensando direito - Vai se fuder Penélope, eu não vou perder, eu nunca perco - se eu perceber, que você vai sim perder, vou frear a droga desse carro e vamos fugir a pé pela floresta, você me entendeu?
- Ela me fita séria assim que estaciono o veículo na pista onde ocorreria o racha - Eu fui clara Hope?! - por mais que eu quisesse discordar, sabia que no fundo a morena estava certa, não estava pensando direito, suspirei pesadamente - Tudo bem...

Música: Physical - Dua Lipa

- Ótimo! - ela conclui e também volta sua atenção para a pista, Sebastian e mais quatro motoristas que não reconheci já estavam ali, exceto pela loira, mas logo a mesma também chegou - achei que não viria
- Sebastian diz se aproximando do veículo em que eu e Penélope estávamos - Érr... Mas eu vim - dei de ombros enquanto a Park revirava os olhos - Por que essas caras? É um racha meninas, não é como se vocês já não tivessem participado de outros antes - Sebastian... Saí daqui!
- Penélope diz e o garoto se afasta da janela da porta - Oh, eu fiz algo errado? - ele me olha confusa e nego com a cabeça - ela só está nervosa, não é com você! - digo e o garoto assente, indo em direção ao seu carro a alguns metros do meu

- atrasada desse jeito e ela acha mesmo que vai ganhar - debochei, quando a loira desceu do carro do outro lado, caminhando até nós
- Desejo sorte a vocês... Sabe, vão precisar! Ela sorri passando sua mão levemente pelo capô do meu carro, logo a garota se afasta e uma morena que reconheço imediatamente se posiciona na frente da pista com o que parecia ser lenços em suas mãos - O que diabos a Spencer está fazendo aqui?!
- Penélope diz incrédula e engulo em seco - Não sei, talvez tenha sido convidada como os outros - dei de ombros... Alguns minutos se passam, todos estão devidamente posicionados com seus veículos na pista, Spencer daria a largada, ela levanta seus braços, a brisa leve batendo contra seu rosto, seus cabelos soltos ao vento, é quando lentamente ela move suas mãos para baixo outra vez,

finalmente dando a largada, era uma corrida aberta no longo quarteirão, da mansão da alcatéia passando pelo colégio Salvatore até a praça e finalizando na estrada afastada próximo a floresta de Pinheiros ao redor da cidade, acelerei conseguindo a vantagem com facilidade no primeiro momento, o céu nublado indicando a chegada de uma tempestade, não demorou muito para que algumas gotas de água começassem a cair, continuei acelerando o veículo o máximo que podia, até que Penélope e eu sentimos um impacto forte do lado esquerdo do carro, fazendo o mesmo deslizar na pista molhada, mas rapidamente consegui alinha-lo, voltei minha atenção para o camaro ao lado, era a líder dos lobos, tentando nos matar,

ou simplesmente perder a corrida
- O que tá fazendo? - me assustei com Penélope abrindo o vidro do lado do carona e começando a colocar seu corpo para fora
- vou dar um jeito nessa merda - deu de ombros - O que?! Com...
A garota saiu pela janela, ficando sobre o teto do veículo, queria dizer algo mas apenas continuei dirigindo, agora o carro de Sebastian estava na frente e teria que alcança-lo
- Quer dizer que gosta de trapacear sua vagabunda?! - ouvi a Park gritar do lado de fora e em seguida saltar para o camaro onde a líder estava, a morena não perdeu tempo quando adentrou o veículo da mesma, o que "diabos ela estava fazendo?" Desviei minha atenção da estrada para olhar através do vidro aberto do outro veículo o que estava acontecendo, Penélope segurou na nuca da loira, acertando a rosto da mesma no volante,

o carro que antes seguia reto sobre a pista rodopiou ficando para trás, não demorou muito para que Penélope saltasse sobre meu carro outra vez e entrasse novamente pela janela
- droga Park por que fez isso?!
- reclamei, obviamente a garota não estava pensando direito - relaxa apenas te dei uma vantagem
- pois acredite Pen, se antes ela tinha alguma misericórdia, agora ela vai nos matar - É por isso que vamos fugir, como no plano inicial - deu de ombros com um sorriso largo
- eu não vou a lugar algum, eu queria ganhar essa corrida, ganhar de verdade e você acaba de estragar tudo

- a claro, agora sou eu que estraguei tudo?! Hora por favor Mikaelson nem estaríamos aqui se não fos... Tentou dizer mas parou de falar imediatamente quando avistou algo a frente e quando enfim voltei minha atenção para estrada, pude vê-lo, o Lobisomen que vinha causando problemas, acreditava que o mesmo que matou o segurança da escola a alguns dias, a criatura peluda passou correndo ao atravessar a rua, fazendo o carro de Sebastian rodopiar na pista molhada, a luz forte dos faróis vindo em nossa direção, foi quando o carro do garoto se chocou com o nosso, em uma batida e derrepente tudo havia se tornado escuro...

- Hope... Hope acorda precisamos ir... A voz de Penélope soava distante em meus ouvidos, me fazendo abrir os olhos vagarosamente e um pouco confusa - O que... O que aconteceu?
- perguntei com a voz fraca tentando me mover e só então percebi o que havia acabado de acontecer - E..eu, estou presa - tentei me mover novamente tentando me desvencilhar - certo, eu te ajudo - a morena moveu suas mãos até a lateral de meu abdômen, conseguindo soltar o sinto de segurança que havia travado
- Agora vamos, não temos muito tempo - apenas assinto, ao sair do carro eu olho ao redor, percebendo a dimensão do estrago, a líder dos lobos que estava logo atrás de nós na corrida, parecia desmaiada sobre o volante, completamente vulnerável...

tentei me aproximar, mas Penélope segurou meu pulso
- Você não é uma assassina Hope, não somos como eles - ela diz baixo para que apenas eu escutasse e fecho meus punhos com força sentindo minhas unhas cravarem contra a palma das minhas mãos, apenas assenti mais uma vez - Pen, enquanto a Sebastian? - pergunto ao notar o carro do mesmo vazio embora estivesse bastante destruído com impacto - Essa não... A morena diz e corre até o corpo do garoto estendido no chão mais a frente, e vou logo atrás da mesma, provavelmente Sebastian foi arremessado para fora do carro
- E..ele está... tento dizer ambas nós abaixando para ficar da altura do mesmo, mas a garota me interrompe

- temos que tira-lo daqui Hope - não dá tempob Peez! Digo quando vejo alguns homens armados e com lanternas se aproximando no fim da estrada
- temos que ir agora! - me levanto pronta para sair - mas e Sebastian?!
- dou um longo suspiro sem saber o que fazer ao certo, talvez eles o ajudem... Não a nada que possamos fazer no momento, agora precisamos sair daqui, aqueles homens provavelmente são caçadores e acredite não queremos ficar para explicar o que aconteceu
- a morena engole em seco e começamos a correr na direção da floresta

Música: You Can Run - Adam Jones

- Heeeeeey vocês... Um dos homens grita e Penélope e eu continuamos correndo pela mata, tínhamos apenas ferimentos leves que logo se curariam, depois de mais de uma hora correndo paramos para descansar atrás de algumas árvores - acho que despistamos eles - a morena diz e confirmo com a cabeça - escuta, Sebastian vai ficar bem okay?! Talvez eles o levem para o médico
- como pode ter tanta certeza Hope
- por que caçadores fazem mau para pessoas como nós Park e não a humanos, principalmente um adolescente desacordado - comento e a garota parece pensativa, olho ao redor procurando algum sinal de mais caçadores ou lobos atrás de nós, mas tudo que consegui ver um pouco distante era ela...

- Hope...Você está me ouvindo ?!
- Penélope estrala os dedos na frente de meu rosto, me despertando de meus devaneios - O que ela está fazendo aqui? - Alterno meu olhar entre Penélope e a garota um pouco distante nos encarando - Ela... Ela quem Hope? - pergunta confusa como se não conseguisse vê-la também - Josie.. ela estava bem... Tentei dizer antes de sentir algo perfurar meu peito, fazendo meu corpo tombar para trás e derrepente tudo ficou escuro mais uma vez...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...