História Change me - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Jack & Jack, Magcon, Shawn Mendes
Personagens Jack Gilinsky, Jack Johnson, Matthew Espinosa, Shawn Mendes
Tags Drama, Jack Gilinsky, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 61
Palavras 2.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Enjoy!!!

Capítulo 6 - Party.


Capítulo 6 - Festa.

Matthew Espinosa P.O.V (Point Of View) 

— Cara, eu já falei para você ficar longe da Melanie. - Digo me levantando e ficando frente a frente com ele.

— Eu não tive culpa nenhuma e você sabe disso porra. - Jack G rebate gritando.

— Eu não quero saber Gilinsky, você sabe que se meter com ela, quem vai se fuder dessa vez vai ser você, não o Shawn. - Digo cuspindo as palavras, saindo do labotário de química. 

Observo Shawn no corredor trancando o cadeado do seu armário, o mesmo passa por mim me encarando mas não fala nada. Suspiro exausto, já desisti de tentar conversar com ele desde que tudo aconteceu.

Sinto uma vibração no bolso da minha calça, pego meu celular e noto a seguinte mensagem.

''Festa hoje ás 22h''. - Sammy.

Ótimo. Sorrio animado, uma festa do Sammy vai alegrar minha sexta-feira sem dúvidas. Caminho até o refeitório para comer algo antes de ir embora.

— Tenho uma noticia para você. - Digo a Melanie, que se aproxima, se sentando a mesa comigo.

— Você vai comer essa maçã? - a mesma pergunta, nego com a cabeça. — Obrigada, qual noticia? 

— Pode comer o bolo também Melanie, estou sem fome. - Minto, pois a mesma parece não comer há longas horas, e está com um semblante estranho. — Bom, vamos a uma festa hoje. 

— Ah Matt, estou tão cansada... - Ela contradiz.

— Não estou perguntando Senhorita Thompson, estou te avisando. Busco você ás 22h. - Digo enquanto me levanto da mesa.

— Essa hora estarei dormindo... - Ouço ela resmungar, e rio comigo mesmo, nem que eu tenha que arrasta-la mas ela vai.

Todo mundo precisa de uma diversão de vez em quando.

Melanie Thompson P.O.V (Point Of View)

Vou até a cozinha de casa e faço um sanduíche simples para mim e Tyler. Sempre que tenho crise de ansiedade fico um tempo sem conseguir me alimentar, e depois como o necessário para repor esse tempo. Entrego o lanche para o meu irmão.

— Se aparecer um Matthew ai diz que eu não vou, que estou com dor de barriga. - Peço rindo, meu irmão ri negando com a cabeça. Subo as escadas para ir até o meu quarto.

 Jogo minha bolsa em cima da minha cama, e me sento no chão próxima da mesma, refletindo sobre os últimos acontecimentos. Desde a peça teatral encontrei Jack G durante os intervalos das aulas na tarde, o mesmo está me ensinando a tocar alguns instrumentos que eu nunca imaginei aprender a tocar. Sinto que Jack ficou um tanto chateado quando eu neguei seu pedido para ir em uma festa hoje, alegando estar muito cansada, mas sei que Matthew não vai ser tão fácil de recusar esse pedido. 

Termino de comer meu lanche deitada na cama enquanto observo a sacada fechada do meu quarto. Prometi a mim mesma que não iria ficar observando Shawn, então agora ela está sempre fechada e com a cortina tampando todo o diâmetro da sacada. Coloco o prato no criado-mudo ao lado da minha cama e me deito na cama devido o sono.

Algumas horas depois.

— Acorda agora Melanie! - Escuto o grito de Matthew. 

— Que? - Pergunto ainda sonolenta olhando para o relógio.

—  Já são 22h30 Melanie, levanta agora, você vai! - Ele diz decidido, me fazendo choramingar.

— Minha cama está tão quentinha..... Mas calma, como você entrou aqui? 

—  Tyler abriu a porta. - Ele bufa. — Vai anda, se arruma e fica gatona, vou ficar lá em baixo com seu irmão.

— Ok.. - Digo me rendendo, conheço bem o Matt suficiente para saber que ele não vai desistir.

Jogo uma água gelada em meu corpo na tentativa de me acordar e logo me enrolo em uma toalha. Coloco minhas peças íntimas e entro no closet a procura de uma roupa.

Opto por um vestido preto de manga longa simples e calço uma sapatilha também preta. Decido fazer uma maquiagem simples, passo um delineador e um batom vermelho, porém minhas olheiras estão muito visiíeis então passo um pouco de corretivo. Pego meu perfume e passo sem generosidade pelo meu pescoço. 

— Se eu tiver gastado meu tempo, maquiagem e perfume atoa nessa festa você está fodido Matthew Espinosa. - Digo descendo as escadas.

— Não vai. - Ele sorri.

— Por favor não morre, se não o pai vai vim de Seatle só para me matar. - Meu irmão diz sério, fazendo eu rir, logo em seguida de Matt.

***

Fui em poucas festas a minha vida inteira, um dos motivos é que não sei como me socializar muito bem, não achei que seria um problema já que vim com Matthew, mas logo me perdi do mesmo, o xingando de todos os nomes possíveis mentalmente. 

Caminho até o bar e me sento em uma cadeira na frente do mesmo.

— Bebe algo de verdade agora. - O barman diz rindo, devido alguns minutos atrás eu ter pedido uma água. 

— Ok, eu me rendo... - Digo rindo. — Não sou de beber, não sei escolher bebida. Me surpreenda. - Rio mais uma vez.

— Pode deixar. - Ele ri. 

Pego a bebida que ele me entrega, a observando com receio.

— Prometo que não tem veneno. - Ele diz, me fazendo rir novamente.

— Vamos ver. - Pego o copo e viro alguns goles. — Não sei o que é, mas tem limão, e eu amo limão.

Pelo canto do olho consigo observar Shawn parado em uma pilastra me observando. 

— Algo mais forte. - Exijo, após virar toda a bebida do meu copo.

Depois de cinco copos de bebidas diferentes o meu novo amigo Barman me proíbe de beber mais, porque segundo ele já estou contando meus segredos.

Levanto-me afim de encontrar Matt e ir embora dali, pois sinto tudo girando, e um calor absurdo. Meu corpo se choca com o de alguém e demoro alguns segundos para reconhecer quem é.

— Melanie? - Jack pergunta surpreso.

— Eu mesma. - Digo rindo, parece que tudo tem graça agora.

— O que faz aqui? Com quem você veio? - Minha cabeça dói com as inúmeras perguntas de Jack.

— Você não tinha que dormir cedo porque ia estudar amanhã e estava cansada? - Ele pergunta em um tom de chateação.

— Seu sorriso é diferente. - Digo passando a mão no rosto dele.

— Você tá bêbada. - Ele diz. — Fica aqui, vou achar o Matthew. - Ele avisa.

Sinto o ambiente começar a girar mais vezes que o normal, acompanhado de uma ânsia de vomito. Corro para dentro da casa a procura de um banheiro. Subo umas escadas correndo, e abro a primeira porta que eu encontro, um banheiro. 

Por sorte o vômito não vem, apenas me sento rindo na tampa do vaso.

— Ei, você tá bem? - Um menino loiro que não conheço me pergunta. 

— To forte feito um cavalo. - Respondo rindo.

— Eu cuido dela, Sammy. - Escuto Shawn dizer, fazendo um arrepio subir por todo o meu corpo, o tal Sammy concorda e sai do banheiro. 

— O que deu em você? - Shawn pergunta, entrando no banheiro.

—  O que deu em você Shawn Mendes? - Respondo com sua própria pergunta. 

— Você veio de carro? 

—  Você veio de carro? - O imito mais uma vez. 

—  Você sabe que detesto que me imite. - Shawn diz sorrindo, enquanto me pega no colo, após eu quase cair tentando andar.

— Sei muitas coisas sobre você Shawn Mendes, você nem imagina. - Sussurro. — Não precisamos ir embora, estou pronta para mais uma aventura. - Digo animada levantando meus braços, ainda em seu colo.

Enquanto entro no carro de Shawn o observo falar algo para o Sammy, me acomodo no banco colocando o cinto de segurança. Observo o carro, não tem nada demais, mas tem o cheiro forte dele, cheiro de Shawn, começo a rir comigo mesma.

— O que você bebeu? 

— Te....qui...la e bebidinha de limão. - Digo rindo.

Após minha crise de riso sinto meu corpo pesar aos poucos. Alguns minutos depois abro os meus olhos  e percebo que estou em movimento sem estar caminhando. Reconheço pelo cheiro que estou no colo de Shawn entrando em seu tão conhecido quarto.

— Não te levei até a sua casa porque você estava apagada. - Ele explica, concordo rindo. 

— O efeito não passou? - Ele pergunta, nego com a cabeça.

Sinto a ânsia vir novamente e corro para o banheiro de Shawn, dessa vez vomitando todo o álcool que eu ingeri nas últimas horas. Shawn segura meu cabelo e passa a mão pela minhas costas. 

— Vomitei minha dignidade junto. - Digo tentando levantar, mas logo cambaleando. 

— Melhor você tomar banho. - Shawn sugere sem graça.

Dou um sorriso malicioso, o fazendo rir. 

— Vai me dar banho Shawn Mendes? - Pergunto rindo, tirando meu vestido. 

— Melanie, não dificulte a situação. - Ele pede enquanto liga a água da banheira, tentando não olhar para meu corpo.

— Jamais. - Digo rindo. 

O que eu não ri nos últimos ano da minha vida desde que minha mãe faleceu eu estou rindo em uma só noite, e nem o porque eu sei, o álcool me causa inúmero efeitos, desde achar graça em tudo e até um pouco de ousadia.

Entro na banheira apenas de calcinha e sutiã, e sinto meu corpo se contrair com a água gelada.

— Tá gelada Shawnie. - Choramingo dizendo seu apelido de infância.

Shawn fica me observando estranho por alguns segundos sem dizer nada.

— Planeta terra chamando Shawn Mendes. - Falo com uma voz estranha rindo, chamando a atenção dele.

Fico mais alguns minutos e começo a sentir o efeito do álcool começar a passar do meu corpo, pego a toalha que Shawn deixou no banheiro e começo a me secar.

— Tem uma blusa minha ai, a sua está suja de vômito, pode colocar a minha se quiser. - Shawn diz, não estou o vendo, mas sei só pelo tom de voz que ele está constrangido e deve estar coçando a nuca.

Retiro meu sutiã e calcinha molhadas e coloco dentro de uma sacola em baixo da pia. Coloco a blusa grande de Shawn e penduro a toalha no box do banheiro. 

Sento-me na cama de Shawn enquanto o espero tomar banho, puxando o edredom da sua cama devido o frio. Fecho meus olhos por alguns segundos e tenho a sensação de que duraram minutos, minha atenção é chamada quando Shawn sai do banheiro só com uma calça e se senta ao meu lado.

Melanie, não encare o corpo de Shawn. - Ordeno a mim mesma.

— Você pode ficar, já está tarde. - Assinto com a cabeça, olhando ao relógio. 

Deito-me no lado direito da cama, e logo Shawn apaga a luz do quarto e deita do outro lado da cama. Fico nervosa só de ouvir o som da sua respiração próxima a mim.

— Shawnie? - O chamo, ficando de barriga para cima.

— Oi? - Ele responde. 

Sei que pode ser o efeito ainda do álcool em meu corpo, mas não consigo segurar as palavras em minha boca. 

— Porque me abandonou? 

Shawn não responde, concluo que ele dormiu, mas não tenho coragem de olhar para o lado para me certificar , alguns minutos se passam, e consigo sentir meu corpo começando a pesar, então fecho os olhos, virando meu corpo de frente pro dele. 

— Nunca te abandonei Melanie, ainda iremos ter essa conversa com você sóbria. - Ele diz acariciando meu rosto. — Só preciso que você me deixe explicar e um pouco de coragem de mim mesmo. - Ele diz envergonhado.

Não me movo, só de sentir o seu toque em meu rosto meu corpo inteiro se arrepia, eu amo Shawn Mendes mesmo ele não merecendo e não o tendo perdoado, porém esse sentimento não posso negar.

Decido fingir que adormeci para não ter que responder a ele. Alguns minutos se passam e sinto Shawn me trazendo para mais perto, fazendo um carinho em meu cabelo. 

— Você ainda vai ser minha de novo Melanie. 


 And I can't resist when you're up against my skin I never wanted let you go.¹

Eu não consigo resistir quando você está contra minha pele eu nunca quis deixar você ir.
 


Notas Finais


¹Perfectly Wrong - Shawn Mendes
AAAAAAAAAAAAA espero que gostem!!!
PF COMENTEM!!!! Quando alguém comenta, eu fico hiper animada para escrever o próximo.
szszsz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...