História Changes - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Tags Romance
Visualizações 14
Palavras 1.496
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Literatura Feminina, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


LIAM AS NOTAS FINAIS!

Capítulo 39 - Capítulo 37


Pov Lua.           

6 dias depois...

- Nós bem que podíamos morar todos juntos né?! -disse Merlin comendo... a minha lasanha?

- Eu vou acabar com você! -eu gritei. - EU FALEI PRA NAO COMER A MINHA LASANHA MERLIN!

      Depois de manter contato com os garotos, ele me disseram que também eram do Canadá. Estavam na Rússia pra um torneio.

      Agora estávamos no meu apartamento jantando pra ir na festa do Haza apresentar todos.

- Lua, você precisa parar de ser tão ruim! A lasanha nem tá tão boa, só comi inteira pra não fazer desfeita. -disse dando de ombros.

- Da próxima vez NAO COMA! 

- Chega crianças, vamos logo! -hendricks disse se jogando no sofá. - Você ainda está de roupão, Lua?!

- Eu ia por a roupa depois que comece a MINHA lasanha!

- Vai, por favor! -pediu e eu fui.




      Estacionei minha SW4 branca é nós descemos.

- Escutem aqui, reunião. -disse e todos fizemos uma roda. - Nada de pular nas camas, Mike, nem subir nas mesas!

- Foi só uma vez!!

- Merlin, sem assaltar a geladeira, só coma se te oferecem!

- Tá bom. -disse revirando os olhos.

- Hendricks, sem grosserias, não seja tão sincero! -ele revira os olhos. - Eu estou falando sério.

- Ok gatinha, eu entendi! -piscou pra mim. talvez a gente se pegue um dia desses.

- E por último, mas não menos importante. Erick Jamal.

- Sem puns. -todos dissemos juntos e rimos

- Vamos lá então.


[...]

- Seu amigo sabe mesmo com dar festas! -disse Erick impressionado.

      A festa estava no quintal de Harry. Parecia uma verdadeira have, se não fosse pelas músicas que tocavam. Dj's, bebidas e muitas celebridades.

- LUA?! 

olhei para trás e vi ninguém mais do que Hayes Grier.

- Grande pequeno Grier! -fui até ele e ele me abraçou me tirando do chão.

- Você cortou o cabelo? eu vou matar você! -disse ainda comigo em seu colo.

- Cortei ontem, mas foi só as pontas... -disse sem graça pela aproximação.

- Cortou? -os meninos perguntaram atrás da gente cruzando os braços.

- Claro que cortou, olhem isso -disse passando os dedos. - E pintou? Era mais laranja do que isso!

- Ela não pintou, nao... -disse Hendricks analisando meu cabelo.

- Sim, eu pintei! Você sempre percebe. -disse sorrindo para o Grier.

- Eu presto atenção em você, apenas. Alias eu sou Hayes! -me soltou e se apresentou para os meninos.

- Eu sou Hendricks. Esses são Mike, Erick e Merlin. -disse e todos fizeram um toque de mãos.

- Você viu o Haza?

- Ele está na sala com Louis.

- Ok, vamos garotos! A gente se vê por aí Grier.

- A gente se vê, Willians. -piscou e saiu andando.

- Achei que doa seus amigos só o Hendricks queria te pegar, mas parece que tem mais. -mike soltou. Ninguém discordou, apenas rimos.


[...]


      Eu já tinha apresentado os meninos para o pessoal, agora estávamos no Jardim jogando assunto fora.

- Eu queria ir pra alguma boate... -harry disse fazendo bico.

- Eu topo!

- E você vai abandonar sua própria festa?

- Não né! -ele para e puxa o ar. - GALERA A FESTA MUDAR DE LUGARRR!!

e todo mundo gritou empolgado. 

Vamos lá então...



      O caminho pra boate foi engraçado. Eram quase 200 pessoas andando juntas, todo mundo conversando com todo mundo e todo mundo rindo. 

      Nós fomos em uma boate chamada Lights of luxury. Entramos sem bem esperar na fila. Era outra "boate dos famosos".

      A galera foi direto dançar, - naquela pista que caberia pelo menos 600 pessoas - e eu fui para o bar pedir algo pra beber.

- Olá senhorita, em que posso ajudar?! -um barman, que por acaso era um gato, me perguntou.

- Ah, olá! Você tem suco de morango?-perguntei inocente e ele riu. Mas eu permaneci séria.

- Oh, você tá falando sério?! -perguntou e eu assenti sem graça. - O que acha de um caipirinha de morango?!

- Eu não sei não...

- Vai, eu coloco pouco álcool!

- Humm, Ok! Mas você disse pouco álcool!

      Alguns minutos depois ele voltou com um copo que possuía no mínimo 1,5L da bebida vermelha, e eu o olhei chocada.

- O que foi? Tem pouco álcool, não vai ter graça beber só um shot, por isso esse copo.

- Você chama isso de copo? Devia ter colocado em uma garrafa pet de uma vez. -disse irônica, mas ainda rindo.

      Apoiei meus joelhos no banquinho, já que o copo era grande e eu nem tanto. Coloquei o canudo mas boca e suguei o líquido roda.

meu Deus

que treco gostoso!

- Céus, qual o seu nome? -perguntei pro Barman que me olhava esperançoso.

- Steve.

- Isso tá muito gostoso. Olha eu sou brasileira, e as que tomei lá não chegam nem perto dessa! -disse impressionada, sem nem tirar o canudo da boca. - Aliás, eu sou a Lua.

- Eu sei quem você é, quem não sabe?! E obrigada pelo elogio, pra quem não queria com álcool você já tá quase acabando esse aí! -disse rindo e apertando a minha mão.

Foi aí que eu percebi que já estava acabando.

- Você pode me dar outro desse por favor!?




      O tempo passou e quando vi já me encontrava alterada e em um papo interminável com Steve.

- Mas pôr que te chamam de Lua? -perguntou depois que mostrei meu colar.

- Tem muitos motivos diferentes. Minha vó dizia que é porque eu sou luz na escuridão, minha mãe porque eu tinha muitas fases. Tinha uma lenda indígena sobre a lua que dizia que ela manipulava os humanos, que sua beleza e personalidade faziam com que todos a seguissem e fizessem o que ela quisesse. E outros dizem que eu tenho a cara redonda... -ri da última parte e ele me acompanhou.

- Você faz jus ao nome... Sua presença é realmente marcante. -disse me deixando sem graça.

Antes que algo fosse dito, eu arrotei e solucei.

- Desculpa -gargalhei sem graça.

- Ok, sem mais bebidas pra senhorita.

Quando fui tirar meu cartão da bolsa para pagar a conta escuto Steve conversar com alguém.

- Hey Steve!

- Hey Raul, já te atendo! Senhoritas... -se apresentou as mulheres que estavam com ele. E foi aí que percebi que era o Shawn.

Tentei me afastar devagar, e deu certo, até Steve abrir a boca.

- Lua, eu já disse que é por conta da casa! 

Senti o olhar de Shawn sobre mim, mas ignorei.

- Steven universo, se você deixar por conta da casa a bebida de todo com quem você simpatizar, daqui a pouco não haverá mais casa -disse rindo e soluçando no final. 

- Você tem razão -riu - Mas dá próxima será por conta da casa!

- Na próxima eu peço só uma garrafa d'água!

- Deixa que eu acerto a dela, Steve. -shawn disse e eu permaneci pegando minha carteira.


POV Shawn.         

- Deixa que eu acerto a dela, Steve. -disse focado na morena que parecia não ligar para minha presença.

- Tudo bem pra você? -perguntou pra lua.

- Não.

      Tirou algumas notas da bolsa e deu.

- Toma, você me deu o dobro do valor. -disse entregando de volta.

- É pra compensar da próxima vez que for por conta da casa...

A mesma desceu da cadeira, mas quando foi dar o primeiro passo quase caiu, se não fossem meu braços que a seguraram. 

- Você está bem? -perguntei

- Sim.

A mesma disse curta e grossa enquanto saia de meu braços ainda sem olhar pra mim.

- Você pode olhar pra mim enquanto falo com você?

E ela olhou. Olhou com um olhar que me queimava a alma. Que jogava em minha cara que estávamos como estávamos por total culpa minha.

- Se fosse pra olhar assim, eu preferia que você não olhasse. -disse desviando o olhar.

- E quem disse que as coisas são como você prefere, Mendes?!

Virou as costas e deu dois passos. No terceiro ela cairia, se não fosse outros braços a pegando no colo.

Mas não eram os meus.

- Achei você! -se aproximou cheirou seus lábios. - Morango?-sussurou e ela sorriu.

Fechei meus punhos e indireitei minha postura.

Quem ele pensa que é?

- Só podia ser! Quantas dessas ela tomou? -perguntou para Steve apontando para os copos.

- 9 -riu - Mas ela não está bêbada ainda, só um pouco tonta.

- O máximo dela é 36... -disse rindo. Quando seus olhos pararam em mim ele me olhou de cima a baixo e eu fechei a cara.

- Hendricks... -lua chamou-o. - Dricks vamos comer!

- Isso não me parece um pergunta... -disse beijando sua bochecha.

- É porque não é, vamos! -ela mordeu o lábio enquanto ele encava sua boca.

E eu os perdi na multidão.

- Cara, qual é a de vocês dois? -steve perguntou.

- Eu ferrei tudo, foi o que aconteceu...

- E pretende concertar isso pegando 3 de uma vez? Se liga Shawn, o tal de Hendricks vai roubar seu lugar!



Notas Finais


Olá meusamô!
Me desculpem sumir, mas como que disse anteriormente, infelizmente minha mãe faleceu. E eu precisava de um tempo pra organizar a cabeça...
Bom, mas agora aqui estou eu! VOLTEI!
E cmg vieram tbm as FERIASSSSSSS.
Vou atualizar sempre a fic, e tenho muitas ideias novas!!!
NAO DESISTAM DE MIM❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...