1. Spirit Fanfics >
  2. Chantagem (YOONMIN) texting; BTS >
  3. Praia.

História Chantagem (YOONMIN) texting; BTS - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Oi meus amores, me perdoem por passar mais tempo que o normal sem att, eu estava com bastante receio sobre essa fic mas agora estou de volta.

Boa leitura e até as notas finais.

Capítulo 16 - Praia.


Jimin estava ansioso para chegar logo ao local onde Suga estaria o levando, ele não fazia nenhuma idéia donde poderia ser. Suas mãos estavam inquietas, tentava olhar para qualquer lugar que não fosse o mais velho.


Yoongi percebeu isso, então cuidadosamente, levou uma de suas mãos para a coxa desnuda de Jimin. O mais novo não percebeu de início que era seu amado.


— AI PORRA, QUE ISSO? — ele gritou assustado, estava muito aborto em seus pensamentos, Yoongi apenas arregalou os olhos e o motorista do táxi quase bate em outro carro.


— Jimin… — Yoongi o olhou terno e segurou o riso. Park lançou um olhar mortal para o mesmo, e retirando rapidamente a mão dele dalí.


— Seu bobo, você me assustou. — sussurrou baixinho, estava com muita vergonha do motorista.


— Eu sei, você se assusta muito rápido, Jimin. — depositou um beijo no pescoço do mais novo, fazendo seu corpo se arrepiar. Ele queria muito um tempo a sós com ele, um momento íntimo. Queria poder tocar e sentir cada centímetro do corpo escultural de Yoongi.


— Vocês formam um belo casal. — o taxista olhou no espelho e deu um mínimo sorriso.


— Nós… — Suga prosseguiu, sabia que o outro sentia-se incomodado com o que eram, são, ou deixavam de ser.


— Agradecemos. Eu o amo muito. — Jimin sorriu. Em algum momento, ele teria que tomar a iniciativa, podia estar brincando sobre seus status de relacionamento, mas não sobre o sentimento que sentia por Min Yoongi.


(...)


Quando chegaram ao "lugar especial", Jimin não entendeu muito. Franziu o cenho e fitou Yoongi dizendo-lhe:


— Praia? Em plena luz do luar? Isso é besteira… — logo se arrependeu de ter dito aquilo, mas era o que achava, nunca entendeu a finalidade de muitos irem visitar praias a noite.


— Não é besteira. De dia tem muitas pessoas, e eu queria ficar sozinho com você. — o abraçou por trás.


Jimin envolvido pelo momento, apertou as mãos de Yoongi e fechou os olhos, apenas aproveitando e ouvindo o som do mar.


— O que acha de um banho? — Jimin sugeriu, mas sua vontade era totalmente outra, queria outra coisa, desejava mais, e ultrapassar seus simples beijos.


Quem diria o pervertido do celular lhe causar tais sentimentos? Ele o amava muito e isso com Suga era totalmente repríoco.


— Hum… quem sabe se, — começou depositando beijos novamente no pescoço de Jimin. — vem, vou te mostrar uma coisa.


Ele pegou sua mão e andou calmamente para praia deserta. Park apenas formigava da cabeça aos pés, podia sentir que Yoongi sentia o mesmo, pois suas mãos estavam suadas e enlaçadas com as suas.


Andaram mais um pouquinho, até chegarem de trás de várias pedras, de vários tamanhos.


— Sabe, Jimin… — Min encostou o mais novo na pedra, começando novamente com a trilha de beijos. — eu queria avançar nossa "relação" — fez aspas com os dedos, e Park não conseguia mais raciocinar direito — eu preciso muito sentir você. Seu cheiro me vicia, eu posso as vezes parecer um ninfomaníaco — Jimin não evitou soltar uma risada nesse momento, mas Yoongi colocou um dedo em seus lábios, o calando — mas é porque eu amo você, e quando duas pessoas se amam, se tornam uma só.


Aquilo foi demais para Jimin, então apenas tomou desesperadamente a boca do mais velho. Precisava daquilo tanto quanto ele. Suas línguas participavam uma da outra como nunca.


O beijo deixava qualquer dorama ou novela mexicana a desejar. Estava um pouco frio, mas entre eles, pegava fogo. Jimin começou a acariciar o abdômen de Yoongi, fazendo movimento de vai e vem por cima da camiseta, o outro apertava as nádegas do mais novo.


— E-eu também... — Park sussurrou tomando fôlego entre o beijo. — Eu também preciso de você, muito.


Min não esperou também, novamente atacou os lábios carnudos e macios de Jimin, não tardando em retirar toda sua roupa. Eram simples, então não demorou muito.


Park não ficou parado, e também não hesitou em tirar a roupa de Suga. Era tudo muito rápido naquele momento, mas envolvia amor, carinho e afeição um pelo outro. Já estavam demorando até demais.


— Estou começando a gostar de ficar a noite na praia. — murmurou Park, Yoongi apenas sorriu ladino.


Restaram apenas suas peças íntimas, e Jimin cansado de apenas beijos, em um movimento brusco, virou Yoongi, fazendo-o encostar na pedra, logo após, se abaixando.


— Jimin, o que vai… — Park apenas o calou com um sinal, e lançou um sorriso safado para o mesmo. Suas mãos foram ágeis e retiraram a última peça de Suga.


Seu membro duro saltou para para fora e Park salivou. Ele era branquinho e se encontrava com um pré gozo em sua cabecinha rosa. Jimin começou uma masturbação lenta e deliciosa no membro de Yoongi, e sorriu satisfatório ao ver seu semblante de prazer.


— Hum… Jimin. — murmurou sentindo sua mão quente lhe fazendo movimentos suaves. — mais rápido.


Jimin soltou uma risada maliciosa e abocanhou o pênis de Yoongi, que se surpreendeu e fechou os olhos em pleno êxtase. O mais novo sugava todo seu membro e suas mãos tocavam com delicadeza seus testículos. Sua boca era quente, e conforme o passar do tempo, ia acelerando seus movimentos.


— A-ah, Jimin… — Min mordia seus lábios e segurava os cabelos macios do mais novo, os puxando para que o mesmo fosse mais rápido. — Continua, vai.


Park não podia negar, aquilo era uma verdadeira cena de pornô. Até bem melhor que aquilo. O mesmo sentiu o membro de Suga vibrar, indicando que estaria prestes a gozar, o que fez com que ele se afastasse rapidamente.


— Hmm... — disse mordendo os lábios, Yoongi o puxou para cima.


— Fica de costas. — Yoongi pediu autoritário, depositando um tapa na coxa do mais novo, fazendo-o fazer o ato no mesmo momento.


Suga não tardou em pegar seu membro e colocar na entrada de Jimin.


— Eu vou te foder, baby. — Yoongi beijou as costas nua do mesmo, e sorriu ladino logo após ter soltado uma frase sacana. 


Era maravilhoso e indescritível a sensação que ambos estavam sentindo. A mão de Yoongi foi em direção ao membro de Jimin, meio desajeitado pela posição que estavam, mas ainda sim, ele conseguiu. E logo foi iniciando uma masturbação bem rápida.


Vai e vem. Era absurdamente bom, Park já havia perdidos as contas de quantas vezes revirou os olhos de tanto prazer, era indescritível.


— Aí, caralho. Isso é muito bom... — Jimin não era muito de xingar, a não ser se estava nervoso, ou com muito prazer, como naquele momento. 


Yoongi acelerou os movimentos, tanto na entrada quanto no membro de Jimin. Ambos gemiam sem cessar, e depois de um tempo, ambos gozaram.


Ficaram algum tempo daquele jeito, até que Min saiu de Jimin, fazendo virar de frente para ele.


— E agora? O que vai ser de nós? — Jimin perguntou com um sorriso divertido.


— Nós vamos namorar agora, e logo após irei comprar uma aliança de namoro, depois de casamento, e iremos adotar um casal. — respondeu, abraçando o mais novo.


— Uh, desde quando namoramos? — Park perguntou brincando com as madeixas de Suga.


— Desde agora — Yoongi se ajoelhou em sua frente, e o coração de Park acelerou. — Você aceita namorar comigo, Park Jimin?


— Com certeza. — o mais novo sorriu e o beijou.


Era um verdadeiro sonho. 


Notas Finais


Obrigado por terem lido até aqui.

O que acharam? Comentem p eu saber!!

Não se esqueçam de favoritar para receber notificações dos próximos capítulos.

LAVEM AS MÃOS PELO AMOR DE DEUS E NÃO SAIAM DE CASA, NÃO POSSO PERDER VOCÊS!

Até mais anjinhos, beijos!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...