História Chantagens e Segredos - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Atração, Erotismo, Masoquismo, Mentiras, Obsessão, Obssessiva, Prazer, Sadismo, Sadomasoquismo, Sedução, Sexo, Sexo Selvagem, virgem, Vulgaridade
Visualizações 114
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Literatura Feminina, Magia, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


votem
indiquem
favoritem
compartilhem
quem tiver
wattpad pode ler mais historias minhas tambem por la

Capítulo 6 - Chantagens e Segredos


Deixa eu sentir seu gosto. Eu passava a minha língua e massageava seu clítoris, lentamente, ela jogava sua cabeça pra trás, e com as mãos apoiada no piso ao redor da piscina, e os movimentos do seu quadril, entregava sua vontade e o quanto ela estava gostando. Ela se contorcia e pedia: - Fode logo minha buceta... fode...

Apesar de seus pedidos, eu coloquei dois dentro dela e comecei a socar com força, ela gemia ainda mais alto: - Vou gozar Seu Carlos... - Goze cadela...Goze...

Não demorou muito pra sentir seu gosto doce e suave em minha boca... - Acho melhor entrarmos e terminar la dentro.., - disse isso e sair de dentro da piscina, ela encostou em minha perna:

- Seu Carlos espere... - ela se ajoelhou e olhando em meus olhos, fez um sinal com a cabeça, como se pedisse para abocanhar meu membro que estava muito ereto... - quero aqui e quero agora...

- OK, ele é todo seu Rafaela...

   Ela se ajeitou, começou lentamente a passar a língua na cabecinha, sem pressa, percorrendo suas curvas, sentindo seu gosto. Ele fechou os olhos, e se entregou, sua mão direita massageava as bolas, enquanto sua boca tentava engolir toda a estrutura. De repente ela abaixou-se um pouco mais e começou a chupar as bolas. Sentia as bolas inchando dentro da boca dela, era uma sensação deliciosa. 

Ela chupava avidamente uma e intercalava alguns minutos com a outra enquanto sua mão masturbava... -Quero que goze seu Carlos... goze pra mim... 

 Era obvio que aquilo não ia demorar pra acontecer, a maneira como ela agia, o jeito que ela fazia era delirante sentir, ela voltou a passar a língua na cabecinha dele, e enquanto deslizava suas mãos nele ela me olhava com um sorriso safado, ate sugar novamente com força, sua fome logo seria saciada, pois em instantes gozei, e ela sugava tudo, e não parecia ter fim ate ouvir uma voz doce e irritante...

-Tio Carlos... não acredito no que estou vendo...

A Rafaela jogou seu corpo pra trás na tentativa de colher as suas roupas...

- Annye... Rafa... espera...

- Não sabia que você tinha filhos seu Carlos... Rafaela tentava encontrar uma explicação logica, mas a sua vergonha estava estampada em seu rosto... e antes que eu pudesse falar algo fui interrompido mais uma vez...

É Rafa... isso? - Bom, por mim vocês podem continuar, quem não vai gostar nada de saber disso é a minha mãe...

- Cala a boca, Annye!- Gritei, num estado alterado estava realmente alterado...

-Não grite com ela... -Rafaela gritava do outro lado... enquanto botoava alguns botoes de sua camisa, ela estava com os sapatos na mão... e apressou os passos... passando por mim a segurei pelo braço...

- Onde pensa que vai, precisamos conversar...

-Me solte seu Carlos, você ja apresentou um belo show, é melhor conversar com sua sobrinha parece que tem algumas explicações a dar a mãe dela...

-Você não sabe o que esta dizendo e nem eu sei o que ela ta fazendo aqui...

- É parece que você esconde muitas coisas, agora por favor me solte...

A voz dela havia sido alterada, sentia sua decepção... - Vai colocar sua roupa Carlos, e depois conversamos, mas agora preciso respirar outro ar...

- Ah não se preocupe, ja vi o "seu Carlos" outras vezes nu, e muito mais excitado que isso...

Aquelas palavras ditas por Annye fizeram com que Rafaela, ficasse ainda mais enojada com a situação...

- É parece que temos uma situação bem inusitada aqui seu "nojento"...

- Não é isso, você tem que me ouvir...

- Ok, estou ouvindo, agora me solte! - Apos soltar ela sinto suas mãos acertando o meu peito, e me empurrando, para a piscina... - idiota!

 

 


Notas Finais


compartilhe
favorite
comentem pra saber
se ha pessoas acompanhando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...