História Chapeuzinho Vermelho - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags Ashton, blake, Chapeuzinho Vermelho
Visualizações 20
Palavras 981
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, ficou pequeno porque esse momento vai ser o ponta pé inicial para alguns acontecimentos.
aproveitem a leitura ..

Capítulo 11 - Novo Corpo


  Após a recente briga com Ashton, eu continuei seguindo com a minha vida normalmente, o coração quebrado é algo que eu já havia passado e conseguia passar novamente. Evitei contato com Liv, ignorei suas duzentas mensagens e cinquenta e sete ligações. Eu queria espaço, queria parar de me sentir sufocada, queria tudo acabasse. 


-Bom dia, bem vindos a pousada Oliver, espero que gostem das nossas acomodações e tenham uma excelente viagem pela cidade - Entreguei a chave do quarto ao casal italiano e voltei a arrumar outros papeis


-Bom dia senhorita Oliver, gostaria de um momento para conversar com  minha  melhor amiga, por gentileza - Era Liv

 
-Bom dia Olivia -Continuei a empilhar os papeis que havia separado


-Eu sei o que aconteceu entre você e Ashton, eu quero saber como você está, sou sua amiga e estou preocupada -Falou 


-Eu quero espaço Liv, estou me sentindo sufocada com toda essa história e eu só acabei me machucando, quero espaço e distancia de tudo o que envolva o nome dele -Suspirei 


-Ele foi um cafageste com o seu coração, mas você precisa desabafar por isso para fora ou vai acabar se sufocando ainda mais, sou sua amiga Blake já te ajudei uma vez e vou te ajudar de novo e quantas vezes for necessário, eu estou do seu lado 


-Lilian, você pode cobris uns vinte minutos aqui na recepção por favor - Ela assentiu 


Saímos para caminhar enquanto conversávamos, Liv estava disposta a me ouvir e eu precisava tirar uma pequena parte desse fardo que é amar alguém que não se importa com você.


-Ele foi estupido e grosseiro eu só queria que sumisse de dentro do meu quarto e fosse embora - Falei - Eu sinto um fardo em minhas costas, sinto que ela vai se partir assim como o meu coração, eu sinto um nó na garganta e meu estomago se embrulha quando lembro que ainda o amo -Senti uma lagrima escorrer 


-Não vou falar nada, vou te ouvir, fala tudo, coloque para fora -Liv falou 


-Já passei por isso antes mas sinto que agora é diferente, sinto que fui usada e depois jogada para escanteio assim como uma bola, mas também sei que eu me iludi, eu me enganei, eu fui a culpada por isso. Eu permiti que ele se reaproximasse rapido demais, eu achei que... eu queria que... eu queria que ele ainda me amasse -Suspirei - Eu sou a culpada e agora estou pagando o preço por isso -Nos sentamos em um banco da praça 


-Não se culpe por amar alguém que não é merecedor desse amor, Ashton é um cafageste e infelizmente não soube dar valor a você, mas Nova York vai te trazer muitas alegrias e claro que um novo amor, você merece o mundo Blake e alguém vai aparecer para te dar ele -Ela falou e fez carinho em um cachorro que passou ao nosso lado 


-Liv a pata dele está suja de sangue -Falei -Ele deve ter machucado quando saiu daquele jardim 


-Ele está andando normal Blake, não parece machucado - Observamos o cachorro correr até a dona 


-Tem alguma coisa naquele jardim - Me levantei 


-Onde vai? -Perguntou 


-Vou ali conferir -Falei 


Cheguei até o jardim onde havia inúmeras flores e folhas formando uma especie de túnel pequeno onde apenas um animal como um cachorro ou uma criança pequena teria facilidade de entrar, um adulto apenas entraria ali se arrastando. Com dificuldade eu abri um pouco da vegetação tendo a visão de um corpo ensanguentado.


-Liv chama a polícia tem um corpo aqui -Gritei 


Algumas pessoas que ouviram corrreram até lá para ver o corpo outras ligavam para a polícia outras ligavam para ambulancia. Um homem pedi que e aguardasse a chegada da polícia e me pediu para se afastar do local. Sentia meu corpo tremer e as lagrimas rolarem pelo meu rosto, eu não estava com medo eu estava apavorada


-Calma Blake eu liguei para seus pais eles estão vindo -Liv falava 


-Blake - Ouvi a voz do meu pai 


Fiquei sentada abraçada a Liv enquanto meus pais conversavam com os Policiais, alguns curiosos me pergutavam como achei o corpo, outros pergutavam se era homem ou mulher. Não respondi nenhuma pergunta, eu iria responder apenas o que os policias perguntassem.


-Não vou falar nada sobre os garotos -Falei para Liv -Um segredo é um segredo 


-Blake eu conversei com os policias, vamos para a delegacia - Meu pai falou 


Me despedi de Liv com um abraço e segui meu pai até o carro onde minha mãe me abraçou e entrou comigo no banco de trás. Pelo vidro eu vi Ashton e os garotos se juntarem com Liv que indicou com um gesto de cabeça onde eu estava. Já na delegacia eu expliquei detalhadamente o que havia acontecido, como encontrei o corpo e o que me levou até aquele local, aproximadamente uma hora depois eu estava liberada do meu depoimento com o delegado me garantindo que iria prender qualquer que fosse o animal ou serial killer que estivesse em nossa cidade. 


Adentrei meu quarto depois de garantir aos meus pais que ficaria bem e queria ficar sozinha, fechei a porta encontrando três lobos em sua forma humana sentados em minha cama e um na sacada


-Não - Alterei o tom de voz -Absolutamente não. Por favor vão embora, hoje eu quero ficar sozinha


-Blake -Luke falou -Nós pedimos para  ele não vir 


-Por favor não -Falei -Vão embora, me deixem em paz,  eu já estou fora disso tudo, parem de me sufocar -Pedi 


-Tudo bem, quando você estiver preparada e se quiser falar nós voltamos -Michael falou 


-Obrigada Mike -Agradeci sua compreensão 


Eles foram embora e fui tomar banho na esperança de que a água quente levasse pelo ralo cada lembrança daquele corpo ensaguentado, na esperança de sair daquele chuveiro renovada. mas com a certeza de que isso não iria acontecer. 


Notas Finais


Gostaram?
Desculpe os erros eu não revisei nenhum,
Beijos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...