História Charisk - The Control - Capítulo 49


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Grillby, Mettaton, Muffet, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Bete, Bête Noire, Chara, Chara X Frisk, Charisk, Frisk, Noire, Undertale, Undertale Au
Visualizações 64
Palavras 1.573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 49 - Capitulo 49 - Nao Posso Julga-lo


Fanfic / Fanfiction Charisk - The Control - Capítulo 49 - Capitulo 49 - Nao Posso Julga-lo

Asriel Pov

-Por quando tempo ela vai ficar assim? – pergunto

Eu e Chara estávamos no quarto da Frisk aqui em casa, ele estava trazendo ela de volta.

-Eu sei la, mas daqui a pouco ela acorda, ai você explica para ela ta? Eu não quero explicar, além disso, eu tenho que ver a Alphys para ver se ela pode fazer alguma coisa em relação a isso. – Chara diz

-Entendi. – então Chara me encara, ele arqueia as sobrancelhas e eu faço a mesma coisa

-Você deveria começar a se exercitar, você mora perto da Undyne, porque não pedi para ela te ajudar a manter a forma? – Eu apenas fico meio cabisbaixo com a fala dele

-Eu vou considerar. –Digo, Chara começa a rir de mim e toca no meu ombro

-Não fique chateado *risos* - ele passa por mim

-Apenas vigie ela tudo bem? –Chara sai do quarto e começa a descer as escadas, eu olho para Frisk deitada na cama e a deixo ali, eu fecho a porta e vou atrás de Chara, apenas meu pai esta em casa agora, minha mãe esta trabalhando na escola dela agora.

-Oh! Frisk esta bem mesmo? – Asgore perguntando olhando para Chara

-Sim, ta tranquilo. –Chara responde de modo seco

-Eu já vou indo Azzy ate mais. –Chara se despede de mim e sai pela porta da frente indo em direção ao carro dele.

-Eu queria que as coisas fossem diferentes entre você, Chara e a Mae, seria tudo tão mais fácil...-digo olhando para meu pai que comia um pedaço de torta

-Eu sinceramente não tenho nenhum problema com o Chara, eu não sei porque ele não gosta de mim, mas eu aceito. –Meu pai diz

-Eu não posso julga-lo nem por um segundo, eu já senti na pele oque o Chara esta sentindo, afinal eu já fiz coisas piores…-ele deve estar se referindo as almas das crianças, mas ele tem razão, oque ele fez não é muito diferente do Chara mas a diferença e que ele se arrepende de tudo que fez, eu duvido que Chara se arrepende....

-Mas agora como foi a escola, filhão? –Meu pai abre um sorriso após comer mais um pedaço de torta

-Normal. –digo com um pequeno sorriso enquanto ia ate a geladeira

Normal é o caralho! Rolou uma briga feia na escola e nem Kitten ou Chara estavam lá, eu não me envolvi e nem contei ao Chara, imagino qual a reação dele quando ele descobrir...aquela tal de Iasmin é doida!

Eu pego um pedaço de torta e vou para o meu quarto ver uns vídeos na internet e jogar alguns jogos, pensando bem eu tenho que faz uns deveres de casa...mas isso eu deixo para depois!!

///

Asriel Pov Off

Chara Pov

Eu estava na casa de Undyne mas apenas a Alphys estava lá, ela sempre me recebe bem mas oque me incomoda é que ela é meio tímida quando estava sozinha comigo...ou com qualquer pessoa

-E-então...o-oque houve? – ela revira os olhos enquanto sentava na cadeira e tomava um café

-Alphys, O L.O.V.E dela está aumentando muito rápido, claro que isso é meio que culpa minha já que é a minha alma, mas não tem como fazer algo? – pergunto

-Aumentando rápido? Qual é o L.V atual dela?? – Alphys se surpreende

-L.V 6, isso em poucos dias...nessa quarta feira vai fazer uma semana e se continuar não duvido nada que chegue a 10 e isso acontecer...-era apenas dedução mas eu fico meio receoso com esse tipo de coisa

-Tem a chance não só da sua personalidade mudar muito, como ela ser consumida pelo L.V não é isso? – Alphys me encara

-É. L.V é igual uma droga, depois de conseguir você não quer parar, eu consigo controlar, mas até mesmo eu se passo de um certo nível posso perder o controle. – eu dou um suspiro

-Acontece que ela vai se viciar em ganhar L.V, eu não quero cuidar dela quanto ela alcançar o máximo que é 19, então não podemos retirar minha alma dela? –Pergunto

-Podemos a alma dela já deve estar quase curada, retiramos a sua alma dela é algo precisamos fazer, traga ela amanhã depois da escola ta? Mas evite dizer o motivo, ela pode não gostar muito. – Alphys bebe um pouco de café

-E não é como se tirássemos sua alma dela e o L.V voltasse logo para 1, não isso vai ocorrer de modo lento e tudo depende dela mesma. – eu já esperava por isso, mas isso já vai servir.

-Entendi. –eu então começo a revirar os olhos e fico meio constrangido

-Chara? Oque foi? –ela começa a me encarar, eu dou um suspiro e me sento na cadeira ao lado dela

-Eu tenho outro motivo para ter vindo aqui...- eu começo a encara-la meio apreensivo

///

-M-M-M-MAS COMO DIABOS VOCE FEZ ISSO??!!! – Era obvio essa reação!

-Eu não tenho culpa! Eu tinha dividas e eu so fui lembrar delas depois de gastar o dinheiro com o carro e por isso foi ter que vender a casa, entao.....

-EU POSSO MORAR COM VOCES UM TEMPO??? – eu pergunto botando a minha cabeça na mesa, eu basicamente to implorando aqui

-M-mas isso é muito repentino…eu deixo mas tem que ver com a Undyne....-Alphys diz

-Eu prometo não dar trabalho! Eu so vou ficar por aqui ate conseguir pagar outra casa. –digo

-Eu sei disso, mas tem que ver com a Undyne...bem de qualquer jeito temos um quarto vago, voce poderia ficar nele...-Vantagens deu falar com a Alphys, se eu falasse com a Undyne ela me mandaria tomar naquela lugar e iria tentar me bater....mas como eu falei com a Alphys primeiro e ela aceitou, ela vai convencer a Undyne, hehehehehe, eu só muito bom.....

-Muito Obrigado! –digo com um sorriso e abraço Alphys

-E-e-eh....de nada *risos* - nos nós separamos

-Quando você vai vender sua casa? – ela pergunta

-Daqui a dois dias, eu tenho que sair amanhã....-digo a observando

-Amanha? Então tudo bem, amanhã quando for trazer a Frisk você pode usar isso como pré-texto para traze-la. –eu abro um sorriso

-Como esperado da cientista real. - digo, por mais que eu já tivesse pensado nisso

-Que isso, não foi nada. –Ela se levanta e me acompanha até a porta

-Até mais, Alphys. –dou um sorriso para ela

-Até mais Chara, querido. –ela me dá um tchau e eu vou embora dali, eu já consegui um lugar para ficar, eu acho que não tenho mais que fazer nada, mas acontece que eu sei quem está trabalhando no Grillby’s hoje e eu acho que depois de tanto caos, eu posso me divertir um pouco.

///

Eu estaciono o carro e vou em direção a porta do estabelecimento, eu entro e vou para o caixa e logo de cara, eu encontro o FILHO DA PUTA! Vulgo esqueleto.

-Olha só. – eu me apoio na bancada enquanto o encaro com um sorriso irônico

-O que você quer? – ele pergunta de um jeito grosseiro mas é claro que eu já esperava por isso

-Eu vim comer, além disso eu lembrei que hoje era seu dia e eu vim aqui zuar com a sua cara. –Digo enquanto pegava o cardápio que eu já havia decorado e começo a olha-lo só para que ele perdesse tempo

-Nossaaaaa que visita agradável, faço logo seu pedido. –ele diz

-Espera ai, eu estou decidindo ainda. – Dou um pequeno sorriso enquanto lia o cardápio

-Como você se sente tendo falhado com seu plano de todo mundo me odiar? Tipo funcionou por um tempo, mas agora todos querem meu perdão e alguns já perdoaram, então como se sente? – Dou um sorriso sarcástico para ele

-Eu realmente não gosto de você...-ele diz enquanto me encarava tentando me por pressão

-Foda-se. –eu boto o cardápio no balcão

-Me vê apenas um refri grande pode ser? – Eu o vejo anotando o meu pedido e ele mesmo indo buscar meu refri, ele me entrega e eu continuo a encara-lo

-Agora que eu já te perguntei aquilo, deixe me perguntar outra coisa...- eu começo a beber meu refri

-Como se sente deu ter roubado a única coisa que voce almejava? Voce deve estar bastante irritado não é? – suas pupilas desaparecem ou seja ele esta muito irritado

-E pensar que você perdeu no momento em que ferrou a minha vida, afinal ela nem quer ficar olhando para você e mesmo que você tente consertar as coisas, nada vai voltar a ser como era antes não é mesmo? Afinal ela vai estar comigo e não com você. – ele está ficando cada vez mais bravo

-Toda ação que você fez ate que foi para tentar me prejudicar, mas eu acho que apenas você está sendo prejudicado não acha? –eu então dou um suspiro e me viro de costas

-Você então só está a usando para me atingir? É isso? – ele pergunta

-Será? Mas não se preocupe eu gosto dela, tenho nossos contrapontos, mas eu gosto dela, eu atingir você foi um ótimo bônus! – eu abro um sorriso sádico

-É isso, saco de lixos, até nunca. –e eu deixo o lugar

Nossa eu me sinto bem, hoje? Oque aconteceu? Eu deveria implicar mais com ele de vez enquanto. Cara minha habilidade de manipulação é muito que eu fico até impressionado…acho que vou para minha casa, eu tenho que arrumar minhas coisas, no fim das contas.


Notas Finais


Espero Que Tenham Gostado Se Possível Deixem O Comentário, Favorito e Me Sigam =D
***
xD


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...