1. Spirit Fanfics >
  2. Charlotte >
  3. Capítulo 19

História Charlotte - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


É o aniversário de Charlotte, Erick irá com ela para a casa de veraneio, o que irá acontecer?

Capítulo 19 - Capítulo 19


Acordo disposto, beijo Charlotte e ela sorri, pulo da cama e saio do quarto.  Entro no banheiro, lavo meu rosto e desco a escada. 

Pego uma bandeja e a encho de guloseimas, sirvo um suco de laranja em um copo e subo, volto para meu quarto e Charlotte está sentada na cama.

- Café na cama? - pergunta, sorrindo. 

- Hoje é seu dia. - Digo, retribuindo o sorriso. - Feliz aniversário, Charlotte. 

Ela começa a comer. Ouço meus pais vindo em direção ao meu quarto. 

- Bom dia, queridos. - Minha mãe diz. - Feliz aniversário, querida. 

- Obrigada, mãe. - Agradece. 

Descemos, é minha vez e de meus pais tomarmos café da manhã. 

Vou para a escola. 

Chelsea e seu namorado almoçam comigo e eu falo.

- Vou levar Charlotte para a casa de veraneio. 

- Sozinhos? - minha amiga pergunta, sorrindo zombeteira. 

- Sim. - Respondo, sorrindo. 

Volto para casa e conto para meus pais sobre os planos. Eles me dão a chave da casa e eu e Charlotte preparamos nossas coisas. 

Antes de irmos, comemos bolo que meus pais compraram quando eu ainda estava no colégio. 

Eles se despedem de nós na varanda e entramos no carro que ganhei de presente ontem.

Chegamos quando já está anoitecendo. Jantamos e vamos dormir.

Acordo cedo e deixo Charlotte dormindo tranquilamente. Saio e dou a volta na casa, abro o armário e pego um facho de madeira e o machado.

Começo a cortar lenha. 

Vejo Charlotte me observando pela janela do quarto de casal. Sorrio para ela e a garota que eu amo retribui o sorriso. 

Entro e coloco a lenha cortada no cesto ao lado da lareira. 

- O que vamos fazer hoje, Erick? - Charlotte pergunta, enquanto tomamos café da manhã. 

- Você vai descobrir. - Digo simplesmente. 

Na parte da tarde, saímos e vamos explorar a floresta. Se não formos muito às profundezas não teremos que nos preocupar com os animais selvagens. 

Ficamos o tempo todo de mãos dadas. 

Charlotte está usando um vestido de estampa floral preto, laço da mesma cor nos cabelos e rosto maquiado.

- Nossa o ar aqui na natureza é muito melhor do que na cidade. - Ela diz, sorrindo, solta minha mão e começa a dançar e a rodar pela grama como uma bailarina. 

Sigo-a com o olhar e sorrio. 

Ando até ela e a derrubo no chão com cuidado para não machucá-la. Coloco meus braços de cada lado do corpo dela e a beijo.

Sua língua se enrola na minha em resposta. 

Tiro o vestido e vou descendo pelo seu corpo, chupo seus seios e continuo até chegar em seu sexo. Chupo-a e ela geme.

Deixo-a molhada e a penetro, nossas mãos se unem e começo a me mover. 

Conforme vou mais fundo, suas mãos unidas atreladas a minha começam a apertar com força. Conforme ela se contorce e se entrega, suas mãos apertam as minhas com ainda mais força. 

Continuamos até atingirmos o ápice e gozarmos. Saio dela e a ajudo a se levantar, a levo até uma árvore e a coloco de pé ali.

- Coloque as mãos na árvore. - Digo.

Ela obedece, movo suas cadeiras e pressiono meu membro contra sua pele.

- Vou testar uma coisa, me avise se eu estiver te machucando. - Falo, sussurrando em seu ouvido. 

Ela concorda com a cabeça e eu começo a bombear com meus dedos em seu ânus, antes o cobri com minha saliva, lubrificando-a. Pego meu pênis e devagar a penetro naquele lugar. 

- Ahnnn... E-Erick... E-esse lugar é. - Charlotte diz, gemendo. 

- Vou começar devagar, lembre-se me avise se eu estiver te machucando. 

- S-sim. - Ela diz. 

Começo a comê-la devagar e gradativamente coloco mais velocidade e força. Charlotte geme, lágrimas escorrendo por seu rosto, corada e coma língua para fora da boca.

Quando vou gozar mudo meu membro de lugar e gozo dentro de sua vagina. 

Charlotte se abaixa e quando acho que ela vai descansar, abocanha meu pênis e começa a me chupar. Coloca totalmente dentro de sua boca e eu seguro sua cabeça, acariciando-a e envolvo seus cabelos com meus dedos.

Ela move a cabeça para frente e para trás e eu a ajudo empurrando com minha mão. 

Atinjo meu limite e gozo mais uma vez. 

Desabamos, cansados e nos deitamos na grama, abraçados. 

Tomamos o ar por um tempo, descansamos e nos vestimos, voltamos para a casa de veraneio, tomamos banho e vamos jantar. 


Notas Finais


E aí o que acharam desse presente de aniversário que Erick deu para Charlotte?
Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...