1. Spirit Fanfics >
  2. Charmed >
  3. She is going to get married.

História Charmed - Capítulo 21


Escrita por:


Capítulo 21 - She is going to get married.


Fanfic / Fanfiction Charmed - Capítulo 21 - She is going to get married.

P.O.V Clara.

   No silêncio do quarto eu ninava Felipe enquanto eu observava Isis dormi tranquilamente em seu berço. Sorriu para o bebê em meu colo e passo a mão em seu rostinho pequeno.

   Já faz três semanas que voltamos para a casa e eles estão se adaptando bem. Nunca pensei em ter filhos mas agora com os dois aqui não me imagino sem eles.

   Olhar para seus rostinhos enche meu coração de amor mas também me enche de culpa por um dia ter pensado na hipótese de não tê-los. Percebo que ele também pega no sono e então o coloco em seu berço sorrindo.

   Observo Isis mas uma vez e pego a baba eletrônica saindo do quarto com o máximo de silêncio possível. Hoje estamos tendo um jantar de família convocado por Son que disse ter uma grande noticia.

   Flash back on.

   Dele, Anelise e eu estavamos sentados no sofá vendo TV quando Son entra em nosso campo de visão.

   - Eu tenho uma notícia, vou convocar uma reunião de família. - Ele diz sorrindo.

   - Um jantar de família pra que? - Anelise pergunta confusa.

   - Opa, opa, opa, você não é da família não tem direitos de convocar jantares. - Digo desligando a TV.

   - O que? Por que? O Dele convocou um semana passada. - Ele argumenta.

   - O Dele teve licença poética, porque o jantar foi para comemorar a chegada dos bebês em casa. - Explico.

   - Clara, o Son é da família sim e só vai poder convocar o jantar se me contar o motivo. - Anelise cruza os braços.

   - Se eu pudesse fala o motivo não teria o porque convoca um jantar. - Ele diz como se fosse óbvio.

   - Tudo bem, mas só porque eu estou curiosa. E é bom ser surpreendente. - Aviso.

   - Vai ser... - Ele garante.

   Flash back off.

   Desço as escadas e vou para a sala de jantar ouvindo Anelise pergunta por mim.

   - Cadê a Clara? To doida pra começa logo. - Ela diz ansiosa.

   - Estou aqui Anelise. - Digo adentrando o lugar me sentando ao lado de Dele.

   - Ah que ótimo, podemos começar. - Ela sorrir animada.

   - Ainda não, falta o Harry. - Digo apontando para o lugar vazio ao meu lado.

   - Mas cadê ele? - Ela pergunta frustrada.

   - No quarto, falando com a namorada. - Dele responde.

   - Então vai la chamá-lo, eu estou curiosa para saber o que o Son tem a dizer.

   - Manda o seu namorado ir. - Dele aponta para Son.

   - Eu mesma vou. - Ela faz mensão de se levantar.

   Mas ela não precisa pois Harry entra em no nosso campo de visão.

   - Ta... Então a gente continua amanhã... Beijo... - Ele vem falando no telefone.

   - Finalmente Harry. - Anelise diz.

   - Ih, o que foi? - Ele pergunta se sentando.

   - Eu só quero que esse jantar comece logo. - Ela diz animada.

   - Estamos todos aqui querida, podemos começar. - Papai diz.

   - Vamos começar pela entrada. - Mamãe diz trazendo os pratos.

   - Uau, isso me parece ótimo. - Anelise olha para o prato.

   - Desde que os bebês nasceram eu estou inspirada. - Mamãe diz se sentando.

   Ela assim como papai estão aqui para nos ajudar com os bebês, afinal eles são os únicos com experiência.

   - Papai o japonês pediu a família toda, por que o tio Domi não esta aqui? - Pergunto franzido o cenho.

   - É verdade, cadê o tio Domi? - Anelise pergunta.

   - Aliás porque ele não veio passar a quarentena aqui? Aquela história de preferir ficar na Itália não colou. - Digo séria.

   Tio Dominico é da família e sempre esta com a gente em todos os momentos. Ele ajudou papai a criar Anelise e ajudou minha mãe também, ele não ter vindo para o nascimento dos gêmeos não me agradou.

   - Tivemos um pequeno desentendimento. - Papai disse se remexendo na cadeira.

   - Por que brigaram? - Anelise pergunta.

   - Nada demais. - Ele da de ombros.

   - Não mente Estefano. Eles brigaram porque o Dominico repreendeu o pai de vocês por correr atrás de Lucca. - Mamãe esclarece.

   - Eu não acredito papai. - Anelise o encara.

   Lucca terminou com ele e desde então estamos numa luta para que ele supere.

   - Eu não o proibir de vir aqui. - Papai se defende.

   - Mas com certeza fez questão de deixar claro que não o queria aqui. - Digo com convicção.

   - Foi no calor da discussão, não nós falamos depois disso. - Ele explica.

   - Mesmo assim. O tio Domi e o nosso segundo pai, ele deveria estar aqui. - Anelise diz.

   - Eu sei, mas vocês sabem como Dominico é dramático. - Disse revirando os olhos.

   - O senhor vai ligar pra ele e pedir desculpas, pedir que ele venha ficar com gente e vê os bebês. - Digo seria.

   - Sim, por favor.

   - Ta. - Ele cede.

   Comemos a entrada e fomos para o prato principal.

   - Eu ja disse que estou apaixonado? - Ele pergunta para mim.

   - De novo? Já é a quinta vez essa semana. - Dele diz franzido o cenho.

   - Quem é a sortuda dessa vez? - Anelise pergunta.

   - O nome dela é Isabela, eu acho que vou pedir ela em casamento. - Harry diz e eu riu.

   - Casamento? Você conhece ela a o que? Três dias? - Anelise diz sorrindo.

   - Eu to apaixonado. - Ele se defende.

   - Falando em casamento, quando vocês se casam? - Papai pergunta se virando para mim e para o Dele.

   - O que? - Pergunto engasgando com o vinho.

   - Vocês moram juntos, tem dois filhos. Já esta mais do que na hora. - Ele apressa.

   - Nós não moramos juntos. Dele está aqui pra poder ficar mais perto do bebês e me ajuda com eles. - Justifico.

   - Clarinha, vocês dormem juntos todas as noites. - Anelise diz rindo.

   - Porque eu estava grávida. E além do mais não namoramos, apenas estamos ficando. - Digo rápido.

   - Isso que vocês têm e quase um relacionamento sério. - Ela gesticula com as mãos.

   - Disse bem quase, não é Dele? - Pergunto me virando para ele que tinha uma feição séria.

   Por que ele esta com essa cara?

   - É. - Ele diz apenas.

   O que deu nele?

   - Eu desisto de vocês dois. - Anelise balança a cabeça.

   - Elisa você não acha que o Dele e a Clara tem que se casar? - Papai insiste.

   - Não sei Estefano, isso eles que tem que saber. - Mamãe responde tranquila.

   - Mas eles já tem dois filhos. - Papai diz sério.

   - O senhor também tem duas filhas e não é casado. - Argumento.

   - Isso é diferente. Não me casei com a mãe da Anelise porque ela é uma vadia e não me casei com a sua mãe porque gosto da mesma fruta que ela. - Ele sorrir.

   - Estefano, não fale mal da mãe da Anelise. - Mamãe repreende.

   Todos rimos e seguimos com o jantar, graças a deus o assunto do meu casamento com Dele foi esquecido.

   - Escuta japonês o que de tão importante você tinha pra fala pra gente? - Pergunto me lembrando do motivo do jantar.

   - Ele é coreano Clara, e eu também quero saber. - Anelise diz animada.

   - Acho melhor esperar até depois da sobremesa. - Ele responde pensativo.

   - Já to perdendo a paciência com esse seu mistério, fala logo que os bebês acordam daqui a pouco. - Digo o encarando.

   - É parceiro fala logo. - Dele concorda.

   - Conta. - Anelise o pede.

   Ele assente e se levanta estendendo a mão para Anelise que aceita se levantando também.

   - Bom... Eu e a Anelise já passamos por muitas coisas, eu já errei muito com ela e me arrependendo, esse tempo que passamos separados me fez refletir muito e minha vida não é a mesma sem ela. Anelise foi uma das únicas coisas boas que aconteceu na minha vida por isso eu pergunto Aceita casar comigo? - Ele pergunta tirando uma caixinha do bolso se ajoelhando na frente dela.

   - Casar? - Ela pergunta sorrindo.

   - Sim, casar. - Ele sorrir.

   - Aceita logo. - Harry apressa.

   - Não estraga o momento dela... Mas ele tem razão, aceita de uma vez. - A apresso.

   - Eu aceito. - Diz sorrindo.

   Ele coloca o anel no dedo anelar dela e se levanta a beijando.

   - Eu vou me casar. -
Ela sorrir admirando o anel.

   - Parabéns amor. - Mamãe vai abraçá-la.

   - Finalmente ele fez o pedido, eu não estava aguentando mais ficar calado. - Dele diz e eu o encarei surpresa.

   - Você sabia? - Anelise pergunta.

   - Sim, quem você acha que ajudou a escolher esse anel? O Son não tem todos esse bom gosto. - Se gaba.

   - Por que não me contou? - Pergunto sorrindo.

   - Você ia contar pra Anelise. - Ele diz como se fosse obvio.

   - É verdade. - Dou de ombros indo abraça-la.

   Depois da confraternização e dos parabéns voltamos para a mesa para termina a sobremesa. Porém não tenho tempo de da a primeira garfada no pudim pois a baba eletrônica avisa que os bebês acordaram.

   - Quer que eu suba e olhe eles? - Anelise se oferece.

   - Não você é a noiva, o papai vai. - Digo me virando para Dele.

   - O papai já levantou. - Ele diz saindo correndo.

   -  Essa é a vantagem de ter um filho com um jogador de futebol, ele chega la em cima em menos de um minuto. - Digo e todos riem. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo.
   Sigam a Clara no Instagram para verem todas as fotos dela, de Dele e dos bebês.
@claragabbana.

   Um beijo e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...