História Chemistry - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Orange Is the New Black
Visualizações 119
Palavras 1.120
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção Adolescente

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Anotações e fraldas cagadas


Fanfic / Fanfiction Chemistry - Capítulo 6 - Anotações e fraldas cagadas

O celular de Laura não parava de tocar, e ela ignorava completamente todas as ligações o que acabava deixando Taylor um pouco incomodada

Taylor : Por que não atende? 

Laura : É o Ben 

Taylor queria disfarçar e se manter tranquila dar uma de "forte" 

Taylor : Vou levar a Ell comigo até a sala pode ficar a vontade para atender 

Laura : Ta bom Tay, obrigada, vai ser rápido 

Taylor ia levando a menininha junto com ela que nem se quer resmungou, parecia gostar muito da companhia de Taylor 

"Alô "

Disse laura ao atender o telefone

Ben : Por que demorou tanto só para atender o telefone? 

Laura : Eu não estava com o celular desculpa

Ben : Estou ligando para avisar que acho que volto amanhã pela manhã

Laura : Por que?  Aconteceu alguma coisa? 

Ben : Não aconteceu nada, eu só pedi que me liberassem estou com saudades quero ver vocês 

Laura : Nós também.. 

Laura : Como estão as coisas por aí? 

Ben : Tá tudo bem, tenho que desligar ligo a noite

Enquanto Laura ia dando tchau se escorou na mesa onde Taylor normalmente se senta para escrever, abriu a gaveta, não com o intuito de mexer em suas coisas mas por curiosidade, e acabou vendo algumas anotações, conforme ia lendo seus olhos deslizavam sobre cada letra e cada verso 

"Eu amei Laura incondicionalmente "

"Todos os dias nas 24 horas e segundos"

"Quando ela soube disso foi tarde demais"

"O amor da minha vida"

"Tem uma filha "

"E está casada com outra pessoa"

"Se caso algum dia por coincidência da vida alguém ler os meus versos gostaria que fosse você " 

Ate então Laura só tinha em mente que deviam resolver as coisas, 

"Taylor escreve sobre mim"

Esse era o pensamento dela naquele momento 

O sentimento era nítido e aquilo de alguma forma mechia com Laura 

Apesar da total distância que criaram depois de desentendimentos elas continuaram próximas

"Quando você tem uma conexão com alguém, isso nunca realmente acaba"

Talvez alguns de nossos personagens nos trazem "meias" verdades 

No meio daqueles pensamentos atordoados de Laura ouvia se os gritos de Taylor 

"LAURA ME AJUDA "

Ela não pensou duas vezes e correu em disparada até a sala, lá estava Taylor pela primeira vez tentando trocar as fraldas cagadas de um bebê 

As gargalhadas de Laura não eram poucas, Taylor estava segurando as perninhas de Ella e com a outra mão tampando o nariz e vagarosamente ameaçando vomitar 

"O que ela comeu Laura"

"Para de rir e me ajuda "

A voz rouca e grossa de Laura ecoava pela casa toda quase chorava de tanto rir da situação 

Laura : Por que não me chamou Taylor

Taylor : Você estava no telefone

Taylor : Lau me ajuda, é serio

Enquanto ria, Laura explicava para Taylor como trocar a fralda de um bebê 

Taylor : Acho que ela cagou de propósito 

(Risos) 

Laura : Tenho certeza que ela fez isso porque te ama muito 

Taylor : Agora você esta totalmente limpa Ell

Taylor : Eu ja tinha dito a ela que eu não sabia limpar 

Laura : Logo você pega o jeito Tay

Taylor : E você ficou rindo, idiota 

A risada das duas era contagiante que ate Ella sorria 

Taylor : O que ele queria? 

Laura : Ligou para avisar que talvez amanhã ele volte.. 

Meio sem graça Taylor desvia o assunto 

Taylor : Quer panquecas?

Laura : Você Taylor Jane vai fazer panquecas? 

Taylor : Ué, o que você Laura Helene quer dizer com isso? 

Laura : Da última vez, que eu lembre, quase colocou fogo na cozinha 

Taylor : A culpa não foi minha você me distraiu 

Taylor falou aquilo tão abertamente que Laura lembrou do que havia lido 

Laura : Eu quero as panquecas, mas só se fizer doce e salgada

Taylor : Vou fazer de mumu 

Laura : Tava com saudade disso 

As horas já haviam se passado, e Taylor estava quase terminando as panquecas 

Taylor : Lau, vai querer comer aqui na cozinha ou na sala? 

Laura : Se importa da gente comer na sala? 

Taylor : Não me importo, quer que eu sirva? 

Laura : Pode ser Tay,  obrigada 

Definitivamente Laura observava cada detalhe de cada gesto que Taylor tinha com ela, a vontade era de perguntar a respeito do que ela havia escrito mas Laura não tinha ideia de como ela reagiria então por enquanto quis deixar quieto 

Laura : As panquecas estavam ótimas, sério

Taylor : Muito obrigada Helene

Laura : Não começa Jane

Taylor se mantinha forte a todo instante para não acabar cometendo alguma loucura, 

Taylor : Já são 18:00 horas

Laura : Passou rápido né 

Taylor : Sim, parece que quanto mais a gente tenta aproveitar algo com quem a gente gosta as horas passam bem rápido 

Laura : E quando é alguém que a gente não gosta demora uma eternidade 

Taylor não soube se conter e riu da controvérsia 

A garotinha choramingava, fazendo com que Laura puxasse a blusa e deixasse o bico do peito para fora 

Taylor tinha a expressão tranquila, dessa vez não estava um vermelhão

Laura : Tá tudo bem Tay? 

Taylor : Tá sim, e contigo? 

Laura : Tô bem, posso colocar a Ell na tua cama? 

Taylor : Não quer colocar ela no outro quarto? 

Laura : Por mim pode ser 

Taylor arrumava novamente a cama, mas dessa vez no quarto de hóspedes já que não tinha berço, colocava almofadas a volta

 Assim que Laura largou a garotinha na cama foi atrás de Taylor que estava lavando os pratos 

Não resistiu em ficar somente na observação, e abraçou ela por trás 

Taylor não podia negar que aquela sensação foi boa, Laura estava ali, como aquelas cenas de filme romântico onde tudo tende a dar certo 

O frio na barriga era constante, Taylor não sabia bem o que fazer

Enquanto Laura ainda à abraçava ela secava as mãos no pano, e lentamente se virou abraçando de volta. 

Era recíproco.. 

Laura : Eu também te amei incondicionalmente todos os dias durante as gravações 

Taylor : Como você sabe disso Laura?

Laura : Eu li suas anotações, desculpa 

Laura estava prestes a chorar, mas Taylor à abraçou mais forte ainda 

Taylor : Fico feliz que tenha lido, não precisa chorar

Laura : Eu queria pode concertar as coisas, fazer diferente 

Taylor : Laura, a gente não precisa mudar nada isso tudo só mostra o quanto nosso amor é forte e sobrevive a tudo mesmo que separadas 

Taylor sabia como falar a coisa certa, mesmo que quisesse explodir, o bem estar de Laura para ela era mais importante,  ver Laura chorar à deixava triste como se algo faltasse em sí. 

Laura : Eu quero fazer uma coisa 

Taylor : O que? 

O silêncio tomou conta do ambiente 

Mas Laura retomou, puxando Taylor para mais perto do seu corpo e em seguida beijando à 







Notas Finais


"Quando você tem uma conexão com alguém, isso nunca realmente acaba"


Até breve ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...