História Cherokee Rose - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Agni (Arshad), Alan Humphries, Aleister Chamber (Visconde de Druitt), Alois Trancy, Bardroy "Bard", Beast, Charles Phipps, Ciel Phantomhive, Claude Faustus, Condessa Rachel Durless-Phantomhive, Diedrich, Doll, Earl Charles Grey, Edward Midford, Elizabeth Midford, Eric Slingby, Finnian "Finny", Grell Sutcliff, Hannah Annafellows, Joker, Lau, Madame Red (Angelina Dalles), Mey-Rin, Personagens Originais, Pluto, Príncipe Soma Asman Kadar, Ran-Mao, Ronald Knox, Sebastian Michaelis, Sieglinde Sullivan, Snake, Sr. Tanaka, Undertaker, Vincent Phantomhive, William T. Spears, Wolfram Gelzer
Tags Adrian Crevan, Ciel Phantomhive, Kuroshitsuji, Sebastian Michaelis, Undertaker
Visualizações 34
Palavras 1.210
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que goste

Capítulo 2 - Charpter I


O amanhecer vinha avassalador, sustentando sua típica tonalidade cinzenta, qual os raios solares não tinham presença por trás das nuvens densas e escuras como chumbo, típicas aos céus nebulosos e chuvosos de Londres. Aquele aroma terroso úmido, qual vinha devido ao tempestuoso alvorecer anterior.

-Bom-dia, meu Lorde.- anunciou seu timbre sereno e tipicamente calmo, apenas apreciando os sons roucos do pequeno Lorde adormecido entre as cobertas, assim, sua figura esguia guiou suas decididas passadas para o encontro do véu, qual puxou sem temores, recebendo uma brisa típica do outono.-Acorde, meu Lorde.

-Fique quieto Sebastian.- praguejou sua engomada figura carrancuda, mantendo suas pálpebras escoradas em estado sonolento.-Suponho ter dito ontem sobre não ter compromissos.

-Sim, meu lorde.- antecipou o mordomo, acenando com sua cabeça.-Suponho querer receber esta visita, Charles Gray requisita sua presença no salão.

-Diga-me o que aquele inconveniente quer.- ordenou Ciel entediado, forçando seu corpo mediano de recém atingidos quinze anos sentar ereto ao encontro do confortável colchão cinzento.

-Ele mencionou algo sobre a rainha e a família Morningstar.- admitiu Sebastiam curioso, suas boêmias e misteriosas orbes castanhas avermelhadas estavam ficsas no encontro do laço de seu tapa olho negro, atado contra a nuca do mestre.-Algo o incomoda lorde?

-Nada relevante.- respondeu contrariado, notando o cuidado do mordomo em apertar trazer as roupas escuras do lorde.-Apenas traga chá para quando estiver falando com Gray.

-Sim, meu lorde.- respondeu Sebastian, acentindo em um movimento franco.


Suas passadas eram calmas e determinadas, mantendo seu andar rítmico e vagaroso, jazendo seu olhar ficso e empinado como qualquer nobre possuiría. Tão similar aos animais selvagens vistos nas florestas escuras, possuía uma frieza extraordinária, gritando por trás daquele tempestuoso mar negro qual possuía.

Um estalo ecoou pelas paredes mentais do jovem Phantomhive, trazendo seu subconsciente devolta como uma desgastante viagem, Ciel notou sua presença parada ao último degrau da escadaria, como se estivesse admirando seu hall cinzento qual o levaria a entrada da mansão.

-Ciel!- chamou Gray, animado como costumeiro, trajando seu típico frape branco qual deslizava por fendas triangulares até os joelhos, dando destaque aos picados cabelos prateados tampando pouco suas orbes cinzentas.

-Gray, quais são as notícias urgentes para você vir aqui?- questionou o moreno, franzindo sua sobrancelha curioso, deixando suas costas escorarem no avemelhado sofá de moldura dourada.

-Assassino Profissional.- começou Gray, tombando sua cabeça contra o contato macio da palma enveludada.-Matando nobres quais traem suas esposas na parte oeste de Londres.

-Apenas isso?- rebateu Ciel jazendo arrogante, permitindo as fendas obscuras dos lábios se curvassem em um sorriso marcante, apoiando sua palma coberta pela luva preta ao encontro da bochecha esquerda.

-Scotland Yard não consegue terminar este caso à semanas.- reclamou Gray risonho, jogando suas costas ao encosto do sofá, cruzando seus braços diante do peito magro.-Todos esquartejados e pouco identificáveis.

-Irei resolver este problema.- respondeu Ciel trazendo um timbre esgotado, travando seu corpo em uma postura reta.-Há algo mais, Gray?

-Claramente.- debochou irônico, permitindo-se dar uma curta risada.-Hoje fará um ano depois da linhagem Morningstar serem dados todos como mortos.

-Eu deveria entender o motivo da notícia?- indagou Ciel confuso, batendo seus dedos enveludados contra o contato amarronzado do encosto duro.

-A Rainha não dá detalhes específicos, mas soube da amizade a família Phantomhive e os Morningstar.- anunciou simplista, remexendo os dedos finos ao redor do dourado e arredondado punho do florete agudo, atado do cinto prateado.-Você e Lilian conviviam quando eram crianças.

-Minha relação com outras famílias está sendo citada pela rainha?- questionou o Cinde evasivo, apertando seu punho.

-Momentaneamente não.- revelou o albino curioso pela reação causada no nobre Ciel Phantomhive.-Ainda preciso encontrar Pipps na França, deixo este caso em suas mãos competentes Ciel!

-Sim, Sebastian o guiará até a porta.- avisou sua misteriosa figura morena, analisando o punho de Gray apertando o cabo do florete.

-Não é necessário, eu conheço a saída!- brincou o rapaz risonho, balançando sua mão com um aceno despojado, juntando ambos seus braços rentes ao corpo margo.-Até logo, Ciel!

Um suspiro escapuliu por sua garganta fina sem permissão, estalando contra sua traquéia até tornar-se apenas um singelo sopro, Sebastian surgiu empurrando o ruidoso carrinho acobreado, jazendo um contato das louças simples de porcelana lapidada e um pedaço do delicioso bolo de morango, feito pelo mordomo.

-Suponho que Charles Gray já deixou a mansão.- depreendeu o demônio, qual fitava a expressão calada do Conde, mesmo que suas mãos hábeis trabalhassem no contato do chá amarronzado a xícara.-Chá das escuras ervas selvagens e uma fatia do bolo de morango com cobertura de chantilly.

-Provavalmente ouviu toda nossa conversa, desde a entrada de Charles nesta sala.- reclamou Ciel, levando seus dedos ao contato do apoiador curvo da xícara, apoiando sua outra palma para sustentar o pequeno pires de porcelana em mãos.-E mesmo assim, estava evitando outra explosão na cozinha.

-Certamente.- respondeu o moreno, parando rente ao jovem mestre possuíndo sua postura exemplar e seu semblante impassível.-Suponho ter tarefas, com este novo caso.

-Sim, Sebastian...- afirmou, repousando a pequena peça branca sob o pires, repousando ao contato da mesa metálica.-Faça uma lista supostas futuras vítimas e prováveis assassinos.

-Sim, meu lorde.- respondeu, pousando sua palma ao encontro do tórax malhado, coberto pelas vestes de mordomo, abaixando pouco sua cabeça com uma ação, orgulhosa.

-Estarei no escritório, sabe quando me chamar.- advertiu Ciel, depositando o pequeno prato ao encontro do metálico carrinho.

Sebastian apertou suas passadas determinadas, quais possuíam uma graciosidade marcante no modo como caminhava, guiando o metálico carrinho para fora do cômodo, permitindo o Lorde procurar vagar em seus devaneios, estes que deixavam o Conde desconcertado. Sua figura foi ao encalço da alta janela retangular, dando visão ao extenso jardim, conhecido pelos jovens olhos azuis de Ciel.

Sua silhueta infantil era visível pouco obsoleta pelo grosso tronco das árvores, qual mantinha seu pequeno corpo apoiado.

-Lily?- chamou Ciel incerto, demonstrando receio ao ser outra pessoa, mas encontrou sua figura adormecida, jazendo um caderno rabiscado caído sob as coxas finas, cobertas pelo vestido azulado.

Possuía cabelos prateados típicos das mulheres da linhagem Morningstar, aquelas indescritíveis orbes âmbar vinda da parte paterna, qual traziam tempestade e alegria na tonalidade vívida do ouro, seus femininos traços pálidos e pequenos, dando destaque a curva dos lábios rachados e finos.

-Ciel!- chamou a menina brincalhona, movendo suas mãos como garras, causando uma risada do pequeno rapaz de olhos azulados.-Eu nunca consigo assustar você!- reclamou a menina, abaixando seus braços amuada.-Um dia, eu vou assustar você...- ameaçou a garota, apontando seu indicador para sua figura risonha.

-Vamos? Nossos pais estão chamando.- anunciou o rapaz de cabelos negros, percebendo Lily com suas vestes amassadas, erguendo seu corpo dos amontados de relva cinzenta.

-Vamos pra casa, Ciel.- falou ela, soltando um largo sorriso para o menino dos cabelos escuros.-Estão nos esperando.

Piscou diversas vezes inqueto, possuíndo uma inútil tentativa de afastar sua silhueta albina, procurando fatos pelos olhos dourados curiosos, mas sua mente parecia entretida em divertir-se as custas do rapaz de cabelos negros, qual respondia coçando sua cabeça irritado, notando suas memórias sendo vislumbradas desenfreadas, como as fotos desbotadas em um álbum.

-Meu Lorde?- chamou Sebastian curioso, notando os movimentos lentos do Conde ao encarar sua figura de orbes castanhas avermelhadas. Qual parecia uma névoa densa e insaciável.-As listas estão prontas.

-... Certo.- respondeu o Conde, encarando algo irrelevante no ambiente mal-iluminado devido a falta dos raios solares.-Estarei esperando os dados no escritório. "Ciel... Estão nos esperando." Seu timbre doce invadiu a mente do Herdeiro Phantomhive, como uma vívida memória, tão intensa como se a garota estivesse ao lado do maior.


Notas Finais


Olá pandinhas
Comentem
Dêem nota
Bjs amores
❤🐼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...