1. Spirit Fanfics >
  2. Cherry blossom. >
  3. Madara Uchiha;;

História Cherry blossom. - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Madara Uchiha;;


Fanfic / Fanfiction Cherry blossom. - Capítulo 6 - Madara Uchiha;;

DOIS ANOS DEPOIS.

-Naruto! -caí de joelhos no chão empoeirado. Naruto estava a dois metros de mim, ensanguentado e com o braço direito partido, tinha a certeza que estava partido. O meu corpo tremia, os meus olhos estavam vidrados e cegos com toda a raiva que estava a sentir naquele momento. Levantei-me com alguma dificuldade e cerrei os punhos. -Tu vais arrepender-te de todo o sofrimento que trouxeste a Konoha. 

-Tu? Esse cabelo cor de rosa... o Sasuke falou-me de ti, Sakura. -Madara falou calmamente enquanto andava calmamente para junto de mim. O seu rosto mostrava raiva e desejo por morte. 

-Porque é que o Sasuke ia falar de mim para alguém como tu? -Levei as mãos a uma pequena faca que Naruto me havia dado antes de Madara ter aparecido. Madara assombrava Konoha desde a saída de Sasuke. Não apenas roubava e matava pessoas do género feminino por pura diversão como mandava nas ruas com a ajuda dos seus companheiros. Todos tinham medo, e não era para menos. Eu e Naruto tínhamos a esperança de conseguir fazer-lhe frente com a ajuda de Hinata e Neji, mas estávamos completamente enganados. Hinata não chegou a vir, Neji tinha proibido a irmã, e Neji estava demasiado a poucos metros de Naruto. Podia ter procurado Itachi ou o resto do Clã Uchiha, mas também não havia sinal deles. 

-Não te preocupes com a resposta dessa pergunta, o Sasuke já não está entre nós. Não te tens que preocupar mais. -sorriu de forma maliciosa para mim. Retirou uma pequena faca do seu bolso e aproximou-se do meu corpo. -Agora... onde é que eu ia? -Agarrou no meu braço esquerdo e aproximou a lâmina ao meu pescoço.

-O que é que aconteceu ao Sasuke? -A minha respiração ficou acelerada, não por medo, mas por puro ódio. Levei as mãos à sua que segurava a faca e foquei o meu olhar no seu. -O que é que fizeste?! -Gritei. Senti as lágrimas escorrem pelas minhas bochechas nesse exato momento. 

-Pobrezinha. -Gargalhou de forma descontrolada. 

Em seguida, senti uma pancada forte na cabeça, os meus olhos fecharam e apenas consegui ouvir murmuros e palavras enroladas. Tentei mexer-me mas o meu corpo não teve qualquer reação. Desmaiei. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...