História Cherry Boy - Hyunmin - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Tags Chan, Changbin, Changlix, Felix, Hyumin, Hyunjin, Jeongin, Jisung, Minho, Minsung, Seungmin, Straykids, Woochan, Woojin
Visualizações 45
Palavras 1.228
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - 5


🍒 Hwang Hyunjin 🍒


-Uau, tu declarase-te?


-Não, eu só disse que ele me intrigava. - Respondi.


Jisung estava sentado na minha cama a ouvir os meus problemas da vida.


-Eu só não entendi, o que se passa entre vocês? Vocês são amigos?


-Eu penso que sim... Descubri que ele é a paixoneta da minha irmã...


-Da suny?! - Perguntou chocado. - Isso não é crime?


-Ele não está interessado nela como é óbvio. - Respondi talvez com uma reação um pouco exagerada. 


-Hum... - Murmurou. - Isso não é ciúme, Hyunjin?


-Não é. - Respondi. - Eu já disse que não quero nada com ele, só aceita. 


Jisung suspirou, e no minuto seguinte o toque de mensagem ecoou pelo quarto. Por impulso agarrei no telemóvel com esperança de ser uma mensagem dele, mas era só uma mensagem da operadora. 


-Não era quem estavas à espera? - Questiono rindo ao ver a minha expressão de desilusão. 


-Eu não estaba ha esperas de ninguém. - Afirmei. Ele arqueo a sobrancelha. - Okay, eu estava ha espera que uma mensagem dele, mas é porque ontem a conversa acabou num clima meio estranho... Só queria resolver as coisas. 


-Estás há espera que ele tome iniciativa? Hyunjin, achas mesmo que ele vai fazer isso? Ele tem orgulho. 


-E eu não tenho? - O loiro desviou o olhar. - Okay, já entendi, mas eu também não sei o que dizer... 


-Vocês deviam-se encontrar pessoalmente...se as coisas estão estranhas entre os dois, por mensagem não vão a lado nenhum. 


-Por mensagem não tenho que ver a cara dele...além disso, ele por trás do telemóvel não é o mesmo da vida real... Ele confunde-me, Jisung... 


-Olha, sabes o que te fazia bem? Trabalhar, anda o teu turno já começou. 


-Ah...e se ele estiver lá. - Suspiro. - Não me vou sentir confortável... 


-Hyunjin, se o clima entre os dois está assim tão estranho. E ele sabe que trabalhas lá, ele não deve aparecer... Ne? 


-Ah... Espero que tenhas razão... 


(...) 


Eu gostava daquele lugar. Apesar de tudo, era um bom para clarificar a mente. Gostava de ver as pessoas a sentar-se nas cadeiras e as luzes coloridas sobre as mesas a iluminar os seus rostos com várias cores. 


-Vês, eu disse que ele não vinha. - Disse Jisung voltando com uma bandeja com 3 copos vazios. 


-Hum, talvez tenhas razão. - Suspiro. - Acho que vou deixar o balcão. - Digo. - Estou com vontade de mexer estas pernas. 


-Sim, fazes bem. - Diz entregando-me o bloco de notos e o avental. - E não te esqueças, Sorri. - Desenhou um sorriso com os dedos no rosto. 


Respirei fundo antes de vestir o avental. Arranjei um pouco o cabelo e preparei-me para atender a pessoa que acabou de chegar. 


-Boa tarde. - Digo chegando ha mesa à frnete do quadro das cerejas. 


-Boa tarde, Hyunjin. - Reconheço a voz e pela primeira vez vejo com quem estou a falar. 


-J-já fizeste o teu pedido? - A minha voz falha. Engulo em seco e falo como deve ser. - O vai querer? 


-Capuchinho de cereja e Amêndoa. - Responde. - Fiquei intrigado com a tua anterior sugestão. - Sorri um pouco. Ele tira um caderno da mala e começa a rabiscar o mesmo. 


-Hum, okay. - Respondo. 


Ainda em choque volto para o balcão. 


-Afinal ele veio mesmo. - Comenta Jisung. 


-Ele parece estar tranquilo. - Suspiro. - Como se o que aconteceu ontem nunca tivesse existido... 


-Isso é bom, não? 


"É Hyunjin, há coisas que são melhor não lembrar..." 


-Hyunjin? - Chama-me tirando me do meu transe. - O que é que ele pediu? 


-Capuchinho de Cereja e Amêndoa. - Respondo. 


Passado algum tempo ele volta com o a bebida. 


Pego na bandeja e vou até ha mesa onde o rapaz continua a escrever no seu livro. 


-Aqui está. - Digo colocando o copo sobre a mesa. Viro costas e preparo-me para ir embora. Mas sou parado. 


-Hyunjin. - Chama sutilmente. 


-Hum? - Volto-me para ele confuso. 


-Como é que descreverias o paraíso? - Questiona mordiscando a ponta da caneca de leve. 


-Eu não sei. - Murmuró. - Talvez um lugar iluminado rodeado de flores bonitas, um céu brilhante... 


-O paraíso é um lugar que uma pessoa deseja. - começa. - Mas.. Nem todos desejam a mesma coisa... Logo, pode mesmo existir um lugar denominado de paraíso...? 


La estava ele novamente com as suas filosofias confusas, mas eu gostava quando ele começava com aquilo. Parecia ser algo que ele gostava, questionar e procurar uma resposta que sabe que não existe, porque as suas perguntas nunca tinham respostas concretas, porque a respostas dependiam de pessoa para pessoa. Existia um brilho nos seus olhos sempre que começava com as suas paranoias. 


-E para ti, o que seria o paraíso? - Pergunto. 


-Um lugar onde apenas haja "eu". - Diz fitando os meus olhos. 


-Que egoísta. - Respondo. 


A sua expressão muda, os seus olhinhos baixam até fitarem a mesa, o seu narizinhi mexe ligeiramente e os seus dentes maltratam os lábios rosadinhos. 


-É assim tão mau querer algo que nunca tive? - Questiona. Mas antes que eu possa responder ele levanta-se da mesa e saí. 


Tenho um dejavu. Largo as coisas e vou atrás dele. 


Vejo-o novamente sentado perto do riu. Ele tem a cabeça reposada sobre os joelhos, a sua franja cai sobre os olhos e os seus dedinhos tremelicam por baixo da camisola de mangas compridas. 


-Hey. - Sento-me ao seu lado, ignorando o antigo clima. - O que se passa, queres falar? 


-Porque todos acham o mesmo... Porque eu é que tenho que se ró egoísta?! - Altero-se um pouco, mas ainda num tom baixo. - Eu só queria que fosse eu, que a escolha fosse minha... Mas mesmo assim eu sou egoísta. 


-Eu não queria que levasses isso tão a peito. - Suspiro. - Estava só a brincar. 


-Eu realmente gosta da tua irmã. - Sorri olhando-me nos olhos. - Ela é uma rapariga muito sonhadora...faz me lembrar de mim quando era mais novo. - Ri. - Mas nunca pensei que ela fosse gostar de mim daquela forma... 


-Pera, tu gostas dela?! 


-Sim, mas não de forma romántica, eu não sou nenhum criminoso. - Clarifica. - Eu não costumo dar-me bem com crianças... Mas com a tua irmã e diferente... Também não me dou bem com pessoas em geral. Mas contigo é diferente... Eu tentei afastar-te, mas não consigo... 


Vejo a sua mão sobre a grama, e sem penar coloca a minha sobre a sua. Ele estremece e vejo o rubor nas suas bochechas. 


-Tu tens um coração dolorido, não é Hyunjin? - Suspira. - Eu não te quero dar falsas esperanças...eu não tenho a certeza de nada ainda. - Suspira. - Mas, eu gosto de falar contigo...


Ele aproxima-se um pouco e Deita a sua cabeça sobre o meu ombro. A minha mãe vai diretamente para os seus cabelos sedosos coloridos e acarecia estes, como se fosse o pelo de um cachorrinho. 


-Seria muito pedir um abraço? - Pergunta fazendo desenhinhos com o seu dedo na palma da minha mão. 


Após a sua pergunta puxo-o para mim e aperto os meus braços a sua volta. Ele corresponde e esconde o rosto no meu peito dando-me visão apenas para o seu coro cabeludo, que assim como a cor tinha um cheiro que eu tanto amava, cereja. 


-Eu sou egoísta, Hyunjin. - Murmurou.




🍒🍒🍒🍒🍒🍒🍒🍒🍒🍒🍒🍒🍒🍒











Notas Finais


Oi!!!! Espero que tenham gostado!



Como eu já disse, o Seungmin é um personagem baseado em mim. Logo ele tem algumas parecenças comigo, por uso acho que é importante dizer que eu sou filha mais velha, tenho 3 irmãos mais novos, e quem é irmão mais velho sabe que não é nada fácil esta situação rs. O Seungmin vai ter sentimentos parecidos com os meu.



Enfim, espero que estejam a gostar



Kissus e Chauzinho 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...