História Chigau - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 759
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, LGBT, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá meninos e meninas, hoje irei estar apresentando para vocês o segundo capítulo de Chigau, e também leia o Capítulo 1, pfv •-•). Aproveitem a leitura.

Capítulo 2 - "Pé Esquerdo"


Fanfic / Fanfiction Chigau - Capítulo 2 - "Pé Esquerdo"

❱ Ponto De Vista Nikoru Aiko:

A aula já tinha acabado, eu estava saindo da escola, "Que dia cansativo", eu pensava. Logo  avistei Hyraito, que andava desengonçadamente. Resolvi ir conversar com ela, mesmo sabendo que ela iria recuar.

- E-ei Hyraito! - fui em sua direção - eu só queria me desculpar por hoje mais cedo... Eu admito que fui muito desastrada.

Ela me encarou, e deu de ombros.

- Então... Você me desculpa...? - perguntei

- Olha... Não tente ser amigável comigo - ela respondeu, e se retirou do local.

Eu sabia que não iria dar certo, então fiz o mesmo que ela, e segui o caminho para casa. No caminho, avistei um dos meus colegas de classe, ele usava óculos e aparentava ser delicado. "Não era aquele garoto que discutiu no começo da aula?", lembrei. Ele começou a vir em minha direção.

- Você é a Nikoru? A garota nova, não é? - ele puxou assunto.

- Sou, e você é...? - perguntei.

- Eu sou Yowai Giseisha.

- Ah... Prazer - estendi a mão. Ele á apertou.

- Eu vi você falando com a Hyraito, você  é amiga dela? Faz tempo que não via uma garota conversando com Hyraito  - ele começou a tagarelar.

- Ah... Na verdade, eu gostaria de me aproximar dela, não quero causar uma má impressão.

- Sério? Isso é novo... - ele disse - Enfim... Podemos ser amigos se você quiser.

Acenei com a cabeça, dizendo que sim.  O que ele disse não suou estranho, mas sei que ninguém daqui é normal. As pessoas nas quais, estou me tornando amiga não parece ser popular, mas já é um bom começo. Eu e Yowai fomos caminhado até minha casa. Ele me contou sobre sua coleção de quadrinhos e sobre como adorava assitir filmes, pra mim, nada daquilo era interessante, mas ele parecia muito animado. Ao chegar na porta de minha casa, nos despedimos e entrei, me joguei no sofá e liguei a TV.

 ❱ Ponto De Vista Hyraito Maywme:

Enquanto caminhava para casa, pensava em o quanto a novata podia me prejudicar. Como ela é nova, sei que ela não faz idéia dos boatos que correm pela escola.

Ela me faz lembrar do passado, quando eu não tinha muitos amigos e a única pessoa que se preocupava em se aproximar de mim era Alana, uma velha amiga, não à vejo des da vez que resolvi dizer a verdade sobre meus sentimentos... E foi assim que os boatos começaram...

~ Ah... Sinto muito sua falta.

•|No dia seguinte|•

Eu já estava entrando na escola, olhava de uma lado para o outro, verificando se a novata não estava presente. Nenhum sinal dela! Andei tranquilamente até o meu grupo de amigos, até que...

- Ah! Bom dia Hyraito! - avistei a menina de cabelos loiros correndo em minha direção. "[email protected] MERDA! O QUE ELA QUER DE MIM?!", pensava já irritada. 

- Está uma bela manhã, não acha? - ela perguntou tentando puxar assunto.

- Uhum... - Murmúrei - Já disse para não ser amigável comigo.

- Ora! Não seja tão dura! - ela respondeu - Eu sei que começamos com o pé esquerdo, mas quero que me desculpe. 

Sei que seria muito irritante ver ela a cada cinco minutos tentado se desculpar, então eu apenas respondi:

- Ah... Certo... - vi um brilho em seus olhos, e logo a garota disse:

- Ihihi, muito obrigada Hyraito! Oh! Quase ia me esquecendo... - ela tirou um pequeno pedaço de papel do bolso,  peguei-o e dei uma breve lida. Era um convite, que aparentemente ela iria dar uma festa. 

- Por que vai dar uma festa? Você acabou de chegar no colégio... - perguntei.

- Uma festa é o melhor jeito de conhecer pessoas causando uma boa impressão. - ela respondeu, virou as costas, e saiu saltitando entregando convites para quem ela via.

Claro que não tinha certeza que iria, mas ela teve uma bela estratégia.

Olhei para os meus amigos e segui o caminho onde parei.

- Ai sim, ein - um deles comentou, pois me viu conversar com Nikoru, imagino que eles concluiram a conversar de forma errada.

- Calado! - respondi com a cara fechada.

                        ***

Após as aulas, me agrupei com meus amigos e conversamos sobre coisas aleatórias, certamente eles não se importavam em falar besteiras. 

Vi Nikoru sair de sua sala, seus cabelos voavam sobre o vento, ela percebeu minha presença sobre o outro lado do pátio, olhou pra mim, sorriu e acenou. Seu sorriso era de uma criança ingênua. Distraidamente, retribui o sorriso.

↬Continua :)


Notas Finais


Agardeço a você que acompanhou até aqui! Eu espero que vocês tenham gostado. Aguarde o próximo capítulo de Chigau se quiserem saber como vai ser a festa da Nikoru. :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...