História Chill Out - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, Sehun
Tags Chanhun, Fem!chanhun, Fem!exo, Fluffy, Maispowerfluffyporfavor, Mpfpf
Visualizações 80
Palavras 826
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Ficção Adolescente, Fluffy, Shoujo-Ai
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom, eu vi esse projeto e fiquei super animada e me sinto feliz (e realizada por ter feito uma fem!exo) por ter escrito essa fanfic! Espero que gostem tanto quanto eu gostei em fazê-la sz.

Capítulo 1 - Stressed out


 Desde que se entendia por gente, Park Chanyeol sempre esteve ao lado de Oh Sehun, um guria que se mudou para a casa ao lado da sua quando ainda eram bem novinhas. Os mais velhos costumavam dizer que quando as duas se encontraram pela primeira vez, grudaram-se uma na outra como chiclete e nunca mais se soltaram; faziam tudo juntas, desde um simples tomar banho ou ir tomar sorvete até mesmo ir para o mesmo colégio, quando finalmente saíram do ensino fundamental para entrar no tão temido e medonho ensino médio.

 A Park, que era alguns meses mais velha que sua melhor amiga, não conseguia deixar o nervosismo de lado, sentindo um friozinho ruim na barriga lhe avisar que aquele lugar seria como um inferno, tendo como base os filmes americanos que vivia assistindo com Oh nas tardes de sábado. Tinha medo de não conseguir ser popular e acabar sofrendo nas mãos das meninas mais velhas. Não queria se sentir excluída dos demais.

 Não se considerava tão bonita, as espinhas causadas pela puberdade se espalhavam pelo rosto, seus óculos não eram estilosos como o das garotas descoladas e sim aqueles fundo de garrafa, por causa da visão precária. Até mesmo o aparelho que escolheu com tanta empolgação já não parecia mais lhe cair bem.

 Com Oh as coisas eram bem diferentes. Sempre chamava a atenção dos meninos de sua idade e fazia amizades facilmente, sendo a queridinha dos professores e dos alunos. Era considerada uma menina que tinha estilo, carregava consigo uma beleza única e seus cabelos pretos e sedosos voavam por causa do vento – e que conseguia despertar alguns sentimentos estranhos e desconhecidos na mais alta. Não sentia inveja da mais nova, a amava acima de tudo para nutrir tal sentimento, mas ficava chateada por não se sentir tão boa quanto e parecer ser sempre a que está em segundo plano.

 - Channie, por que está tão calada hoje? – a mais nova inquiriu, largando o celular e olhando a Park – Ainda pensando sobre o colégio? Devia parar um pouco, vai dar tudo certo, confie em mim!

 - Mas Hunnie, e se as outras meninas forem malvadas comigo? – Fez um biquinho que fez a mais nova ficar com vontade de morder. Park sempre fora insegura demais, não parecia ser a mais velha da amizade e sempre cabia a Sehun acalmar os ânimos dela; entretanto, ultimamente, nem os carinhos nos belos cabelos loiros que a mais alta possuía, nem os abraços apertados, muito menos as doces palavras que saiam por entre os lábios bonitos de Oh conseguiam fazer um bom trabalho, e sempre achava Chan pensando demais.

 Lembrou-se de algo que vira em algum filme ou série clichê de romance, no qual a menina encostava seus lábios nos de um menino, para acalmá-lo. Será que isso iria funcionar se tentasse com Park? Afinal, era algo tão simples e fácil, sem contar que a boca da mais velha lhe parecia um tanto convidativa.

 - Channie, eu vi algo que pode te ajudar! – disse animada e se aproximou da outra, que sentiu seu coração disparar com aquela aproximação, como se estivesse correndo uma maratona. Apenas engoliu seco antes de ver Sehun se curvar em sua direção e selar seus lábios. O contato não durou muito, logo Oh se afastou, observando os lábios cheinhos e entreabertos, olhando depois as bochechas avermelhadas, antes de mirar para aqueles olhos tão belos que Park possuía; estavam brilhando mais do que quando ela ganhou o tão sonhado vídeo game do momento.

 - V-você me... M-me beijou?!  - estava tão envergonhada, mal conseguia raciocinar direito. Nunca tinha feito aquilo, ainda era o que chamavam de boca virgem e teve seu primeiro beijo com sua melhor amiga! Era como se borboletas estivessem em seu estômago, inquietas, fazendo uma bela bagunça dentro de si.

 Oh era ingênua, apesar de às vezes agir de forma mais madura do que as outras pessoas de sua idade, ainda era jovem e sem malícia e ficara tão envergonhada quanto à loira, com muito medo de ter estragado com a amizade de anos.

 - S-sim? F-foi ruim? – disse tão baixo que se o quarto não estivesse em completo silêncio, a outra não teria escutado. Percebeu que gostara de sentir os lábios de sua amiga sobre os seus, então, ao invés de responder com palavras, apenas juntou ambas as bocas novamente, fazendo um pouco mais pressão dessa vez.  Apesar de ter levado um susto ao sentir um novo selinho se formar, Sehun não o parou. Era algo diferente, mas extremamente bom. Sorriram cúmplices ao se separar, as bochechas ainda avermelhadas por causa da vergonha do que estavam fazendo.

 A mais velha realmente percebeu o quão calmante os lábios da mais nova eram e ambas passaram a trocar carinhos dessa forma com mais frequência juntas, principalmente quando uma percebia que a outra não parecia estar tão bem. Era como uma forma de transmitir segurança e calmaria, uma se tornou o porto seguro da outra. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...