1. Spirit Fanfics >
  2. Choi Beomgyu é Perfeito >
  3. Capítulo Único;

História Choi Beomgyu é Perfeito - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


IARRUUUU, DALE MAIS DO MEU OTP MASTER

Capítulo 1 - Capítulo Único;


À cada mirada que Beomgyu direcionava ao espelho, uma pequena gota de água escorria de um de seus olhos.

Seus fios soturnos eram lindos e seu rosto tinha detalhes numerosamente delicados, mas o mesmo não tinha consciência disso e não sentia-se bem assim. É como se ele fosse incapaz de enxergar o quanto é apessoado, e é este o motivo pela qual Yeonjun tentava, de todas as formas, o convencer de que é sim elegante. Já não se lembra quantas vezes teve que explicar para o Choi mais novo que ele tem que se amar e aceitar a si como é, mas nunca deu certo.

Agora, lá estava Choi Beomgyu se maquiando (ou tentando) aos choros à frente do espelho, sentado no puff da penteadeira.

– Por que eu sou assim?– questionou à si próprio, ainda com o rosto inchado por conta das lágrimas, jogando um pó compacto contra a parede, que se despedaçou no mesmo momento.

Num pulo de susto, Choi ouviu a maçaneta da porta ser mexida e a voz um tanto rouca que era impossível de se confundir, ao seu ponto de vista. Era Choi Yeonjun, seu parceiro de grupo musical deveras mais próximo que todos os outros três.

O mais alto arrumou sua cabeleira loira e logo adentrou o quarto, encostando a porta às suas costas.

No início, não compreendeu a cena diante de seus olhos. Mas imediatamente percebeu que o menor estava aos rios de lágrimas, então foi correndo em sua direção e o encarou.

– 'Gyu, você estava chorando enquanto se olhava no espelho de novo?– secou as gotas d'água do outro.

– Não... eu só fiquei deprimido de repente. É normal...– mentiu e afastou as mãos grandes de Yeonjun de seu rosto, não queria o preocupar justo agora que ele estava tão de bem com a própria vida.

– Você não me engana, te conheço muito bem para saber que está mentindo.

– Mas, Junnie! Olha 'pra mim, eu sou uma aberração.

Após aquela frase do mais novo, ambos passaram quase dez segundos se encarando. O Choi mais velho se perdeu nas orbes negras alheias e de vez em quando parava para apreciar os atributos de Beomgyu, que não faltavam com fragilidade mas ao mesmo tempo com formosura. Não se segurou em acariciar a bochecha esquerda do outro, que arrepiou-se por inteiro e não possuía um único pelinho de seu corpo que não estivesse eriçado.

– Como você consegue ficar tanto tempo olhando 'pra mim?– Beomgyu perguntou sussurrando, assim quebrando o silêncio que antes foi presente.

– Seria uma mentira se eu não conseguisse. Sua beleza é capaz de fazer qualquer um se derreter, sabia?– distribuiu mais carinhos na face já avermelhada do menor com o polegar.– Agora me dê essa maquiagem aqui.– apanha todos os cosméticos e os guarda nas gavetas da penteadeira.

Em seguida, Yeonjun chamou por Beomgyu e o pediu para que sentasse na cama, à fim de que pudessem ter uma conversa mais calmamente e fazer as palavras fluírem melhor.

– Beom, eu estou cansado de tanto te dizer que você é lindo. Você pode não achar isso, mas é essencial que tenhas amor-próprio, principalmente porque não consigo te ver deprimido consigo mesmo assim.– sentou-se na ponta da cama, enquanto o moreno ainda se aconchegava na superfície fofa.

– Eu entendo, sou um fardo 'pra ti. Você sempre tenta me animar, já até perdeu um ensaio por minha culpa.– esgueirou-se entre as cobertas e escondeu o rosto nas próprias mãos.

– Ei, não foi isso que eu quis dizer! Não misture as coisas.– disse, revelando novamente a face do menor.– Você não é um fardo para mim, muito pelo contrário. Te considero uma bênção, como um anjo que caiu do céu para melhorar meus dias.– molhou os lábios e encarou o chão por um momento, pensando se diria ou não o que tanto queria expor há bastante tempo.– Você é como um milagre, não existe. Quando te conheci, tive que te tocar 'pra ver se era real mesmo, por ser tão perfeito. Eu não te mereço.– riu fraco, o que os dois fizeram juntos.

– Você me deixa tão sem graça...

Yeonjun utilizou o retorno do silêncio para refletir mais se colocaria para fora os sentimentos que o mais novo lhe causava, afinal, não queria se descuidar e perder aquela amizade tão valiosa que preservou por um período tão longo. Qualquer falta de expressão poderia acabar com o relacionamento saudávelde ambos, e, para piorar, não tem total certeza de que Beomgyu sente o mesmo por si. Mas aquela era a chance, a chance da qual nunca usufruiu por mais de poucos minutos sem distração alguma.

– Beomgyu.– chamou sério.

– Sim, Yeonnie?– falou assustado por conta do tom do mais alto.

– Primeiramente, por favor, não deixe de ser meu amigo.– deixou confusão por parte do menor.

– O quê? Eu nunca deixaria de ser seu amigo, Yeonjun! Não diga besteiras.

– Ok.– suspirou.

Agora era o momento perfeito para botar para fora o fardo que é esconder os devidos sentimentos. O ponto ideal.

– Eu sei que pode parecer de repente demais, então eu não quero te assustar. Mas...– segurou uma das mãos do mais baixo.– Choi Beomgyu, eu te amo. Eu te amo desde o primeiro dia em que lhe encarei de verdade.– não percebeu, mas seus órgãos visuais se encontravam marejados, indiferentes dos de Beomgyu.– Eu te amo desde que descobri o que é o amor, sendo você, o meu primeiro. Não sabe o quanto é difícil ver a pessoa que mais prezo estar tão mal apenas pela respectiva aparência, que chega à ser deslumbrante.– fez carinhos sinceros na mão do garoto.

– Yeonjun, eu...– seu tom preocupou o maior, pois o que menos desejava era uma resposta negativa, mas também era o que mais esperava. Porém, sua fala não foi terminada.

Foi uma total surpresa para Yeonjun; o mais novo havia o puxado para um beijo antes que pudesse raciocinar.

Neste instante, o Choi mais velho entendeu que o nível de afeto era realmente recíproco. Pois, se não fosse, Beomgyu não teria o beijado, certo? Ou poderia estar apenas brincando com seus sentimentos, mas não era característico do mesmo. Muito dificilmente ele teria a audácia de abalar o coração de seu hyung favorito.

Yeon aproveitou da falta de ar que separou o ósculo para se pronunciar.

– Choi Beomgyu, você é perfeito.


Notas Finais


Boiolagem demais, inclusive, senhorita @Haekie quase me endoida de tanto boiolar quando foi me dizer como tava a fic KAKKKAKAK

Favorita, pufavozin :'))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...